Вы находитесь на странице: 1из 29

CURSO ON-LINE – PACOTE DE EXERCÍCIOS PARA TÉCNICO DO BACEN ÁREA 1

Pessoal, tudo tranquilo?!!!

Estamos em nossa 5ª aula. Isto quer dizer que depois desta teremos apenas mais uma aula. Pelo que estamos observando no fórum vocês estão muito bem encaminhados no estudo da Contabilidade.

Apresentamos mais 34 questões para que vocês possam se divertir. Quem fizer pelo menos

30 acertos pode-se considerar razoavelmente bem preparado.

Considerando que a data da prova está muito próxima, não há tempo a perder. Desta forma, estão esperando o quê para começar?!!!

BNDS - PROFISSIONAL BÁSICO - CIÊNCIAS CONTÁBEIS - 2009

01 - Na demonstração do resultado do exercício, as transações realizadas no período, não

vinculadas à exploração do objeto da empresa, são classificadas como

(A)

despesas com vendas.

(B)

despesas administrativas e não operacionais.

(C)

despesas financeiras deduzidas de receitas financeiras.

(D)

outras despesas e receitas operacionais.

(E)

receitas e despesas não operacionais.

02

- Uma sociedade anônima de capital autorizado apresentou as seguintes informações, com

valores em reais. Capital Subscrito 1.000.000,00 Reservas de Capital 480.000,00 Reservas de Lucros 250.000,00 Ações em Tesouraria 120.000,00

Patrimônio Líquido 1.210.000,00 Com base nos dados acima e no conceitual contábil sociedade, em reais, é

da matéria, o capital

a realizar da

(A)

150.000,00

(B)

210.000,00

(C)

400.000,00

(D)

560.000,00

(E)

600.000,00

03

- A Lei das Sociedades Anônimas, com as alterações introduzidas pelas Leis nº 11.638/07

e 11.941/09, classifica uma empresa como coligada quando a

(A)

empresa participa com 10% ou mais do capital da outra, sem controlá-la.

(B)

empresa participa com pelo menos 15% no capital de outra.

(C)

controladora da sociedade, diretamente ou através de outras coligadas, possui mais de

10% de participação no capital de outra.

(D)

sociedade investidora tem influência significativa na sociedade investida.

(E)

soma de todas as participações societárias que a empresa possui pode ser classi-

ficada como relevante.

04 - O Artigo 188 da Lei das Sociedades Anônimas, com as alterações das Leis no 11.638/07 e

no 11.941/09, determina que a demonstração do fluxo de caixa indicará as alterações ocorridas, durante o exercício, no saldo de caixa e equivalentes de caixa, segregando essas alterações em, no mínimo, três fluxos.

Os equivalentes de caixa acima citados podem ser identificados como

(A)

aplicações financeiras realizadas no mercado primário de ações, por um prazo de até

90

dias, contados a partir da data de desembolso dos títulos.

(B) desembolsos de caixa subjacentes, realizados com a intenção de revenda dos títulos adquiridos no mercado secundário.

(C) classificação de pagamentos e recebimentos, realizados na Bolsa de Valores ou através de

corretoras de valores, por mecanismos de compra e venda no pregão de títulos públicos e

privados.

CURSO ON-LINE – PACOTE DE EXERCÍCIOS PARA TÉCNICO DO BACEN ÁREA 1

(D) investimentos de liquidez instantânea, conversíveis em quantia de dinheiro facilmente

estimável e que apresentam risco insignificante de resgate.

(E) investimentos de altíssima liquidez, prontamente conversíveis em uma quantia conhecida

de dinheiro, que apresentam risco insignificante de alteração de valor.

05 - Pode-se afirmar que valor adicionado é a(o)

(A) diferença entre o valor dos bens, serviços e utilidades vendidos por uma entidade e o

respectivo valor dos insumos adquiridos de terceiros.

(B) diferença entre a receita gerada pela empresa e o resultado obtido antes de encargos

financeiros, depreciação, amortização, exaustão, imposto de renda e resultados não operacionais.

(C) riqueza gerada pela empresa, representada pelo custo de oportunidade multiplicado pelo

patrimônio líquido deduzido dos valores que transitam em resultado e não representam entrada de caixa.

(D) soma de todos os valores recebidos pela empresa, deduzidos dos impostos incidentes e

dos encargos de depreciação, amortização e exaustão.

(E) conjunto de valores obtidos pela empresa, seja através de venda de produtos, seja através

de ingressos de fontes diversas, deduzidos de impostos e encargos financeiros.

06 - Dados extraídos da contabilidade de custos da Indústria de Plásticos Platistil Ltda.

Custos

Valores em reais

Matéria-prima A

125.000,00

Matéria-prima B

22.500,00

Materiais de Consumo

1.650,00

Mão de Obra (40% direta)

175.000,00

Salário de Supervisão

15.000,00

Depreciação de Máquinas da Fábrica

27.400,00

Energia Elétrica (50% direta)

42.000,00

Aluguel de Fábrica

2.200,00

Considerando exclusivamente os dados acima, o total de custos diretos, em reais, montou a

(A)

364.000,00

(B)

322.000,00

(C)

267.500,00

(D)

238.500,00

(E)

147.500,00

07

- A Empresa X informou os seguintes dispêndios, em reais, havidos com um equipamento:

• Preço de aquisição 500.000,00

• Imposto de importação 50.000,00

• Preparação do local 30.000,00

• Testes de funcionamento 20.000,00

• Honorários dos técnicos que realizaram os testes 10.000,00

• Custos administrativos 5.000,00

De acordo com o Pronunciamento Técnico CPC 27 do Comitê de Pronunciamentos Con-

tábeis, aprovado pela Deliberação, CVM nº 583 /2009, o custo do equipamento para efeitos de imobilização, em reais, é

(A)

560.000,00

(B)

565.000,00

(C)

580.000,00

(D)

610.000,00

(E)

615.000,00

08 - As abordagens contábeis estão subordinadas aos seus princípios fundamentais, o que confere a elas a característica de ciência. Assim, postulados contábeis, princípios contábeis e convenções complementam a teoria contábil. Em termos ambientais, o postulado, princípio ou convenção que implica a possibilidade de medir fisicamente os impactos ambientais e depois seus efeitos, para que possa ser atendido, é conhecido por

(A) competência.

CURSO ON-LINE – PACOTE DE EXERCÍCIOS PARA TÉCNICO DO BACEN ÁREA 1

(B)

confrontação.

(C)

entidade.

(D)

materialidade.

(E)

objetividade.

09

- Admita que uma empresa comercial, não obrigada à tributação pelo lucro real, optou pela

tributação do imposto de renda com base no lucro presumido.

Nesta condição, para efeitos exclusivos da legislação do imposto de renda, ela estará obrigada

a manter a escrituração no livro-caixa e no(s) livro(s)

(A)

diário.

(B)

razão.

(C)

diário e razão.

(D)

registro de inventário.

(E)

diário, razão e registro de inventário.

Considere os dados a seguir, para responder às questões de nos 10 e 11.

A comercial Aurora, tributada pelo lucro presumido, apresentou as seguintes inform-

ações relativas ao resultado apurado em agosto de 2009, em reais:

Receita de Vendas 600.000,00 Devoluções de Vendas 34.000,00 Descontos Concedidos por Antecipação de Pagamento 16.000,00 Receitas Financeiras 10.000,00 Ganho na Venda de um Equipamento do Imobilizado 8.000,00 Outras informações adicionais:

• 10% das vendas são de produtos com tributação monofásica;

• não houve devolução nem descontos sobre as vendas de produtos monofásicos.

10 - O valor do PIS, em reais, devido pela comercial Aurora, em agosto de 2009, sobre as

operações apresentadas, é

(A)

3.289,00

(B)

3.302,00

(C)

3.458,00

(D)

3.692,00

(E)

4.017,00

11

- O valor da COFINS, em reais, devido pela comercial Aurora, em agosto de 2009, sobre

as

operações apresentadas, é

(A)

14.700,00

(B)

14.970,00

(C)

15.180,00

(D)

17.040,00

(E)

18.540,00

PETROBRAS 2008 - TÉCNICO(A) DE CONTABILIDADE JÚNIOR

12 - Nove pessoas resolveram organizar uma empresa para produção e vendas equipamentos de pesca que denominaram Equipescaria S/A.

Em 01/10/2007, foi elaborado o estatuto da empresa com o capital constituído de 10.000.000 de ações ordinárias nominativas, no valor de R$10,00 cada uma, perfazendo um total de

de

R$100.000.000,00.

No dia 02/10/2007, os sócios integralizaram 20% desse capital, em dinheiro.

O lançamento contábil que caracteriza a operação de integralização é

(A) Acionistas c/ capital

a Capital 100.000.000,00

(B) Caixa

a Acionistas c/ capital 100.000.000,00

(C) Caixa

a Capital 100.000.000,00

(D) Caixa

CURSO ON-LINE – PACOTE DE EXERCÍCIOS PARA TÉCNICO DO BACEN ÁREA 1

a Acionistas c/ capital 20.000.000,00

(E) Capital

a Acionistas c/ capital 20.000.000,00

13 - O registro contábil correspondente à venda de uma máquina usada pela empresa, sem depreciação acumulada, sendo parte recebida à vista e o restante a ser pago pelo comprador em 4 notas promissórias com vencimento para os quatro meses subseqüentes, caracteriza um lançamento de

(A)

Ajuste

(B)

1ª fórmula

(C)

2ª fórmula

(D)

3ª fórmula

(E)

4ª fórmula

14

- De acordo com o regime de competência, as receitas e as despesas são consideradas em

função do seu fato gerador e não em função dos respectivos recebimentos ou pagamentos. Assim, se a empresa prestar serviços a terceiros, num determinado mês, com

recebimento previsto para o seguinte, no final do mês em que o serviço foi prestado deve ser feito o lançamento

(A) D: Contas a receber

C: Serviços a faturar

(B) D: Serviços a faturar

C: Receita de serviços

(C) D: Serviços a faturar

C: Contas a receber

(D) D: Serviços a faturar

C: Caixa

(E) D: Caixa

C: Receita de serviços

15 - A Companhia Aços Macios S/A vinha realizando um estudo para desenvolvimento de um

novo produto. Contudo, ao final do 1º ano, percebeu que o produto em estudo não teria meios de

produzir resultados suficientes para amortizar os gastos realizados no seu desenvolvimento. Nesta circunstância, a empresa deve registrar o valor total despendido no projeto como despesa

(A)

do exercício.

(B)

a apropriar no exercício seguinte.

(C)

diferida, e realizar a amortização em 5 anos.

(D)

diferida, e amortizar no prazo máximo de 10 anos.

(E)

diferida, e baixar como perda do período, ao final do prazo previsto para o projeto.

16

- Analise os dados extraídos do Balancete de Verificação da Empresa Irmãos Unidos Ltda.,

em 31/12/2007, em reais.

Contas

Saldos Caixa e Bancos 34.670,00

Fornecedores a Pagar 55.120,00

21.760,00

Máquinas e Equipamentos 145.000,00

Impostos a Pagar 11.450,00 Amortização acumulada 8.917,00

Salários e encargos a Pagar

Estoques

33.400,00

Gastos com Pesquisa

73.200,00

Duplicatas a Receber

61.520,00

Depreciação Acumulada 12.343,00 Considerando apenas as informações acima e lembrando que o total de obrigações para com

terceiros mais os recursos dos proprietários são iguais ao total de bens e direitos, o valor do Patrimônio Líquido apurado no Balanço Patrimonial extraído em 31/12/2007, em reais, será de

(A)

326.530,00

(B)

238.200,00

CURSO ON-LINE – PACOTE DE EXERCÍCIOS PARA TÉCNICO DO BACEN ÁREA 1

(C)

226.330,00

(D)

225.306,00

(E)

188.330,00

17

- De acordo com a Lei das Sociedades Anônimas, após alterações introduzidas pela Lei nº

11.638/2007, o Patrimônio Líquido divide-se em Capital Social;

(A)

Reservas de Reavaliação; Reservas de Lucros e Lucros ou Prejuízos Acumulados.

(B)

Reservas de Reavaliação; Reservas de Capital;

Reservas de Lucros; Ações em Tesouraria e Prejuízos Acumulados.

(C) Reservas de Capital; Ajustes de Avaliação Patrimonial; Reservas de Lucros; Ações em Tesouraria e Prejuízos Acumulados.

(D)

Reservas de Capital; Reservas de Lucros e Lucros ou Prejuízos Acumulados.

(E)

Capital a Integralizar; Capital Integralizado; Reservas de Variações Patrimoniais; Reser-

vas de Lucros; Ações em Tesouraria e Lucros Acumulados.

18

alterações

excetuando-se as reservas para contingências, incentivos fiscais e lucros a realizar, NÃO poderá ultrapassar o valor do(a)

introduzidas pela Lei nº 11.638/2007, o limite do saldo das reservas de lucros,

-

De

acordo

com

o

artigo

199

da

Lei

das

Sociedades

Anônimas,

após

(A)

Capital Autorizado.

(B)

Capital a Realizar.

(C)

Capital Social.

(D)

Ajuste de Variação Patrimonial.

(E)

Reserva Legal.

19

- Considere os dados extraídos do Balancete de Verificação da Empresa Transparentes S/A,

em 31/12/2007, em reais. CONTAS

SALDOS

Caixa

5.000,00

Banco conta Movimento

25.000,00

Duplicatas a Receber

20.000,00

Estoques

30.000,00

Móveis e Utensílios

25.000,00

Máquinas e Equipamentos

30.000,00

Instalações

60.000,00

Depreciação Acumulada

8.000,00

Fornecedores a Pagar

30.000,00

Salários e Encargos a Pagar

5.000,00

Contas a Pagar

10.000,00

Empréstimos a Pagar (LP)

18.000,00

Capital

120.000,00

Reserva Legal

4.000,00

Em janeiro de 2008, a empresa realizou as seguintes operações:

• Compra de uma caminhonete usada, por R$18.000,00, sendo R$2.000,00 à vista, pagos em cheque, e o restante em 8 prestações de R$2.000,00;

• Recebimento de clientes, em cheque: R$15.000,00;

• Pagamento de fornecedores, em cheque: R$20.000,00;

• Aquisição de mercadorias para revenda, a prazo: R$40.000,00.

O montante do Ativo Circulante, após as operações de janeiro de 2008, em reais, será de

(A)

120.000,00

(B)

118.000,00

(C)

116.000,00

(D)

113.000,00

(E)

98.000,00

20

- Considere os dados extraídos dos registros contábeis da Empresa Meridional Ltda., em

31/12/2007.

• O saldo inicial da conta Mercadorias para Revenda era R$ 20.000,00.

• As vendas de mercadorias do período foram R$150.000,00.

CURSO ON-LINE – PACOTE DE EXERCÍCIOS PARA TÉCNICO DO BACEN ÁREA 1

• As despesas operacionais do período montaram a R$30.000,00.

• O Estoque final de mercadorias para revenda era R$30.000,00.

• O lucro operacional obtido no período foi R$40.000,00.

Com base nos dados e desconsiderando a incidência de impostos, o valor das compras de mercadorias, em reais, no período, foi

(A)

50.000,00

(B)

70.000,00

(C)

80.000,00

(D)

90.000,00

(E)

110.000,00

21

- A Empresa Verdes Vales Ltda. transferiu seus ativos e passivos por R$165.000,00,

importância esta recebida em dinheiro. Sabendo-se que seu Patrimônio Líquido era R$145.000,00, o que a operação gerou para seus proprietários?

(A)

Nem lucro nem prejuízo, por ser o valor do Ativo.

(B)

Prejuízo de R$310.000,00.

(C)

Prejuízo de R$20.000,00.

(D)

Lucro de R$310.000,00.

(E)

Lucro de R$20.000,00.

22

- Segundo o artigo 176 da Lei das Sociedades Anônimas, após as alterações da Lei nº

11.638/2007, as companhias abertas com ações negociadas em bolsa de valores devem

elaborar e publicar, além do Balanço Patrimonial e da Demonstração do Resultado do Exercício, as seguintes demonstrações financeiras:

(A) Demonstração de Mutações do Patrimônio Líquido e Demonstração de Origens e Aplicações

de Recursos.

(B) Demonstração de Mutações do Patrimônio Líquido; Demonstração dos Fluxos de Caixa e

Demonstração de Origens e Aplicações de Recursos.

(C) Demonstração de Mutações do Patrimônio Líquido; Balanço Social e Demonstração dos

Fluxos de Caixa. (D) Demonstração dos Lucros ou Prejuízos Acumulados; Demonstração de Mutações do Patrimônio Líquido e Demonstração de Origens e Aplicações de Recursos.

(E) Demonstração dos Lucros ou Prejuízos Acumulados; Demonstração dos Fluxos de Caixa e

Demonstração do Valor Adicionado.

23 - A Cia. Ômega S/A, companhia de capital aberto, sujeita às determinações da CVM, detém

90% das ações da Cia. Beta. Este investimento vem sendo analisado a cada ano pelo método da equivalência patrimonial.

Em 31 de dezembro de 2006, o valor do Patrimônio Líquido da sociedade investida era R$

1.400.000,00.

não

realizados no valor de R$ 100.000,00. Considerando apenas os dados acima e as determinações da CVM com relação ao assunto, o valor da equivalência patrimonial lançado na Demonstração de Resultado do Exercício de 2007,

da Cia. Ômega S/A, em reais, é

Em

2007, a Cia. Beta obteve um lucro de R$ 350.000,00,

com a inclusão

de lucros

(A)

245.000,00

(B)

225.000,00

(C)

220.000,00

(D)

215.000,00

(E)

200.000,00

24

- Dentre os diversos métodos de avaliação dos estoques, para fins tributários, aqueles que

a legislação do Imposto de Renda tem permitido usar são:

(A) preço específico, custo médio ponderado móvel e primeiro que entra, primeiro que sai

(PEPS).

(B)

apenas custo médio ponderado móvel e primeiro que entra, primeiro que sai (PEPS).

(C)

custo médio ponderado móvel, custo médio de reposição e último que entra, primeiro que

sai (UEPS). que sai (UEPS).

CURSO ON-LINE – PACOTE DE EXERCÍCIOS PARA TÉCNICO DO BACEN ÁREA 1

(D) preço de venda a varejo, custo médio ponderado fixo e primeiro que entra, primeiro que

sai (PEPS).

(E) custo médio ponderado móvel, primeiro que entra, primeiro que sai (PEPS) e último que

entra, primeiro que sai (UEPS).

25 - Considere as informações recolhidas dos registros da Empresa Delta Ltda., em reais.

• Estoque inicial de mercadorias 36.000,00

• Compras de mercadorias 270.000,00

• Transporte das mercadorias compradas 7.000,00

• Devoluções de mercadorias compradas 14.000,00

• Estoque final de mercadorias 18.000,00

Com base nos dados e desconsiderando a incidência de qualquer tipo de imposto, o Custo das

Mercadorias Vendidas da empresa, em reais, será de

(A)

299.000,00

(B)

281.000,00

(C)

277.000,00

(D)

263.000,00

(E)

256.000,00

26

- A Companhia Alfa S/A possui os seguintes bens no Ativo Não Circulante:

• Móveis e utensílios

• Máquinas, aparelhos e equipamentos

• Instalações

• Veículos

• Terrenos

• Equipamentos de processamento eletrônico de dados

• Sistemas aplicativos – Software

• Marcas, direitos e patentes industriais

• Direitos sobre recursos naturais

• Benfeitorias em propriedades arrendadas

• Gastos de organização e administração

Da relação de bens acima, aqueles sujeitos à amortização são:

(A) Marcas, direitos e patentes industriais; Direitos sobre recursos naturais; e Gastos de

organização e administração. (B) Equipamentos de processamento eletrônico de dados; Marcas, direitos e patentes industriais; Sistemas aplicativos – Software; Direitos sobre recursos naturais e Gastos de

organização e administração.

(C) Sistemas aplicativos – Software; Marcas, direitos e patentes industriais; Benfeitorias em

propriedades arrendadas; e Gastos de organização e administração.

(D) Sistemas aplicativos – Software; Direitos sobre recursos naturais; e Gastos de organização

e administração.

(E)

Gastos de organização e administração, apenas.

27

- A Empresa Galvão & Cia. Ltda. adquiriu mercadorias para revendas pelas quais pagou R$

50.000,00, estando inclusos 17% de ICMS. Essa mesma mercadoria foi vendida por R$

70.000,00, inclusos os mesmos 17% de ICMS.

Considerando-se apenas as informações acima, a empresa deverá recolher de ICMS ao Estado

a importância, em reais, de

(A)

3.400,00

(B)

3.800,00

(C)

6.500,00

(D)

8.500,00

(E)

8.900,00

28

- O Resultado com Mercadorias, quando positivo, pode ser também denominado

(A)

Lucro bruto.

(B)

Lucro não operacional.

(C)

Resultado operacional.

(D)

Compras brutas.

CURSO ON-LINE – PACOTE DE EXERCÍCIOS PARA TÉCNICO DO BACEN ÁREA 1

(E) Custo das mercadorias vendidas.

TERMOAÇU - 2008

29 - A Cia. Beta adquiriu ações da Cia. Alfa em janeiro de 2007, sendo o investimento avaliado

pelo

método do custo de aquisição. Em março do mesmo ano, a Cia. Beta recebeu dividendos

da

Cia.

Alfa.

O

crédito

registrado

na

contabilidade

da

Cia.

Beta,

considerando as

técnicas contábeis e a legislação fiscal, será realizado na conta de(a)

(A)

Receita operacional.

(B)

Participação societária.

(C)

Receita não operacional.

(D)

Ágio na aquisição de investimentos.

(E)

Resultado de equivalência patrimonial.

30

- A Cia. B & C, uma empresa comercial, apresentava os seguintes dados em 2007:

Saldo inicial de Clientes R$ 700,00 Saldo final de Clientes R$ 1.000,00 Saldo inicial de Estoque R$ 300,00 Saldo final de Estoques R$ 450,00 Saldo inicial de Fornecedores R$ 300,00 Saldo final de Fornecedores R$ 500,00 Receita de Vendas R$ 2.800,00

CMV R$ 700,00

Considerando-se apenas os dados apresentados, o valor das compras desembolsadas e o val-

or dos recebimentos de clientes no ano, informados na Demonstração do Fluxo de Caixa,

pelo Método Direto, em reais, respectivamente, são

(A)

650,00 e 2.500,00

(B)

850,00 e 2.500,00

(C)

850,00 e 3.100,00

(D)

1.050,00 e 2.700,00

(E)

1.050,00 e 3.100,00

31

- Determinada indústria está operando abaixo da sua capacidade de produção, ou seja,

quanto mais fabrica um determinado produto, mais seu custo unitário total é reduzido. Tal fato ocorre em relação ao custo

(A)

fixo

(B)

direto

(C)

primário

(D)

variável

(E)

por absorção

32

- Analise as assertivas abaixo a respeito dos Princípios Fundamentais de Contabilidade.

I

-

O Princípio

do

Registro pelo Valor Original diz

que a avaliação dos componentes

patrimoniais deve ser feita com base nos valores de entrada, considerando-se como tais os resultantes do consenso com os agentes externos.

II - O Princípio da Prudência determina a escolha da hipótese que resulte em maior patrimônio

líquido, quando se apresentarem alternativas igualmente válidas.

III - O Princípio da Competência diz que todas as despesas devem ser registradas quando efetivamente pagas. Está(ão) correta(s) APENAS a(s) afirmativa(s)

(A)

I

(B)

II

(C)

III

(D)

I

e II

(E)

II e III

33

- Considere os dados abaixo para a elaboração da Demonstração do Fluxo de Caixa,

em reais, de uma determinada empresa.

Lucro Líquido do Exercício

12.000,00

CURSO ON-LINE – PACOTE DE EXERCÍCIOS PARA TÉCNICO DO BACEN ÁREA 1

Resultado positivo de Participações em Controladas

1.500,00

Despesa com Depreciação no Período

800,00

Ganho na venda de Imobilizado

1.000,00

Redução do saldo da conta Duplicatas a Receber

3.000,00

Aumento do saldo da conta Estoques

1.200,00

Aumento do saldo da conta Adiantamento de Clientes

500,00

Redução do saldo da conta Fornecedores

1.100,00

Aumento do saldo da conta de Impostos a Pagar

900,00

Examinando os dados apresentados, conclui-se que o caixa líquido consumido nas atividades

operacionais da empresa, em reais, pelo Método Indireto, será

(A)

8.200,00

(B)

11.400,00

(C)

12.400,00

(D)

13.800,00

(E)

14.400,00

Pessoal, a questão 34 é a mesma questão 20 da aula 03. Porém, agora vamos resolve-la pelo método direto.

34 - Dados extraídos das demonstrações financeiras da Cia. Australiana S/A, em reais, no exercício de 2007

Contas

Valores

Lucro Líquido do Exercício

10.000,00

Pagamento de Dividendos

4.000,00

Aumento da Conta Fornecedores

11.000,00

Aumento da Conta Clientes

2.000,00

Aumento da Conta Estoque de Mercadorias

7.000,00

Redução da Conta Despesas Antecipadas

1.000,00

Compra de Terrenos

3.000,00

Receitas Líquidas

130.000,00

Despesas Administrativas e de Vendas

35.000,00

Custo das Mercadorias Vendidas

85.000,00

Pagamento de Empréstimos a Longo Prazo

7.000,00

Considerando, exclusivamente, os dados acima, na demonstração de fluxo de caixa, método direto, do exercício de 2007, a variação líquida das disponibilidades, em reais, foi

(A)

3.000,00 negativa.

(B)

2.000,00 negativa.

(C)

1.000,00 negativa.

(D)

1.000,00 positiva.

(E)

3.000,00 positiva.

CURSO ON-LINE – PACOTE DE EXERCÍCIOS PARA TÉCNICO DO BACEN ÁREA 1

RESOLUÇÃO DOS EXERCÍCIOS:

BNDS - PROFISSIONAL BÁSICO - CIÊNCIAS CONTÁBEIS - 2009

01 – (com adaptações) Na demonstração do resultado do exercício, as transações realizadas no período, não vinculadas à exploração do objeto da empresa, são classificadas como

(A)

despesas com vendas.

(B)

despesas administrativas e não operacionais.

(C)

despesas financeiras deduzidas de receitas financeiras.

(D)

outras despesas e receitas operacionais.

(E)

receitas e despesas antes do resultado operacional.

Resolução:

Até as recentes alterações introduzidas na Lei aquelas contas eram chamadas (também pela lei) de receitas e despesas não operacionais.

O Comitê de Pronunciamentos Contábeis – CPC, por meio da ORIENTAÇÃO OCPC 02,

intitulada: Esclarecimentos sobre as Demonstrações Contábeis de 2008, fez a seguinte ponderação nos itens 136 e 137:

Eliminação de receitas e despesas não operacionais 136. A Medida Provisória nº. 449/08 acatou mais essa regra existente nas normas internacionais:

a não segregação dos resultados em operacionais e não-operacionais. Assim, no âmbito do processo de convergência com as normas internacionais (leitura sistemática das normas e ori- entações), as entidades devem apresentar as “outras receitas/despesas” no grupo operacional e não após a linha do “resultado operacional”.

137. A classificação nessas normas é a divisão dos resultados em resultados das atividades continuadas e resultado das atividades não continuadas. Isso facilita, enormemente, a capacidade de o usuário prospectar com relação ao futuro da entidade. Este Comitê emitirá em 2009, para validade em 2010, seu Pronunciamento a respeito da matéria, mas por enquanto apenas salienta a não-existência, já a partir de 2008, dessa figura das receitas e despesas não-operacionais.

Assim, as antigas receitas e despesas não operacionais devem compor o resultado operacion-

al, sendo apresentadas antes dele.

Mais uma vez, aproveitando a oportunidade, pedimos desculpas pelo erro cometido sobre o tema na questão 24 da aula 00 (aula demonstrativa).

Resposta correta letra “E”.

02 - Uma sociedade anônima de capital autorizado apresentou as seguintes informações, com valores em reais. Capital Subscrito 1.000.000,00 Reservas de Capital 480.000,00 Reservas de Lucros 250.000,00 Ações em Tesouraria 120.000,00

Patrimônio Líquido 1.210.000,00 Com base nos dados acima e no conceitual contábil da matéria, o capital a realizar da sociedade, em reais, é

(A)

150.000,00

(B)

210.000,00

(C)

400.000,00

(D)

560.000,00

(E)

600.000,00

Resolução:

Conforme o art. 182 da Lei das Sociedades Anônimas, o Patrimônio Líquido é formado por Capital Social e, por dedução, a parcela ainda não realizada, Reservas de Capital (ágio, produto da alienação de partes beneficiárias e bônus de subscrição e o resultado da correção monetária do capital realizado, enquanto não-capitalizado), Ajustes de Avaliação Patrimonial, Reservas de Lucros, Ações em Tesouraria e Prejuízos Acumulados.

No enunciado foi apresentado que o Patrimônio Líquido possui o valor de R$ 1.210.000,00. Certamente ele terá a seguinte formação:

Capital Subscrito 1.000.000,00

CURSO ON-LINE – PACOTE DE EXERCÍCIOS PARA TÉCNICO DO BACEN ÁREA 1

(-) Capital a Realizar

( ? )

+ Reservas de Capital

480.000,00

+ Reservas de Lucros

250.000,00

(-) Ações em Tesouraria

(120.000,00)

= Patrimônio Líquido

1.210.000,00

Escrito em forma de equação:

1.000.000 – (?) + 480.000 + 250.000 – 120.000 = 1.210.000 1.730.000 – 1.330.000 =(?) (?) = R$ 400.000,00, ou seja, o Capital a Realizar é de R$ 400.000,00.

Resposta correta letra “C”.

03 - A Lei das Sociedades Anônimas, com as alterações introduzidas pelas Leis nº 11.638/07 e nº 11.941/09, classifica uma empresa como coligada quando a

(A)

empresa participa com 10% ou mais do capital da outra, sem controlá-la.

(B)

empresa participa com pelo menos 15% no capital de outra.

(C)

controladora da sociedade, diretamente ou através de outras coligadas, possui mais de 10% de participação no

capital de outra.

(D)

sociedade investidora tem influência significativa na sociedade investida.

(E)

soma de todas as participações societárias que a empresa possui pode ser classificada como relevante.

Resolução:

Os parágrafos 1º, 4º e 5º do art. 243 definem a coligada e estabelecem as condições de se considerar uma empresa coligada de outra do seguinte modo:

Art. 243. O relatório anual da administração deve relacionar os investimentos da companhia em sociedades coligadas e controladas e mencionar as modificações ocorridas durante o exercício.

§

significativa. (Redação dada pela Lei nº 11.941, de 2009)

§ 2º Considera-se controlada a sociedade na qual a controladora, diretamente ou através de outras controladas, é titular de direitos de sócio que lhe assegurem, de modo permanente, preponderância nas deliberações sociais e o poder de eleger a maioria dos administradores.

§ 3º A companhia aberta divulgará as informações adicionais, sobre coligadas e controladas, que forem exigidas pela Comissão de Valores Mobiliários.

§ 4º Considera-se que há influência significativa quando a investidora detém ou

exerce o poder de participar nas decisões das políticas financeira ou operacional da investida, sem controlá-la. (Incluído pela Lei nº 11.941, de 2009)

5 o É presumida influência significativa quando a investidora for titular de 20% (vinte por cento) ou mais do capital votante da investida, sem controlá-la. (Incluído pela Lei nº 11.941, de 2009)

§

1 o

São coligadas as sociedades nas quais a investidora tenha influência

Resposta correta letra “D”.

04 - O Artigo 188 da Lei das Sociedades Anônimas, com as alterações das Leis no 11.638/07 e no 11.941/09, determina que a demonstração do fluxo de caixa indicará as alterações ocorridas, durante o exercício, no saldo de caixa e equivalentes de caixa, segregando essas alterações em, no mínimo, três fluxos. Os equivalentes de caixa acima citados podem ser identificados como

(A) aplicações financeiras realizadas no mercado primário de ações, por um prazo de até 90 dias, contados a partir da

data de desembolso dos títulos.

(B) desembolsos de caixa subjacentes, realizados com a intenção de revenda dos títulos adquiridos no mercado secundário.

(C) classificação de pagamentos e recebimentos, realizados na Bolsa de Valores ou através de corretoras de valores,

por mecanismos de compra e venda no pregão de títulos públicos e privados.

(D) investimentos de liquidez instantânea, conversíveis em quantia de dinheiro facilmente estimável e que apresentam

risco insignificante de resgate.

CURSO ON-LINE – PACOTE DE EXERCÍCIOS PARA TÉCNICO DO BACEN ÁREA 1

(E) investimentos de altíssima liquidez, prontamente conversíveis em uma quantia conhecida de dinheiro, que

apresentam risco insignificante de alteração de valor.

Resolução:

Conforme definição constante no Pronunciamento Técnico CPC 03, do Comitê de Pronunciamentos Contábeis, equivalentes de caixa são aplicações financeiras de curto prazo, de alta liquidez, que são prontamente conversíveis em um montante conhecido de caixa e que estão sujeitas a um insignificante risco de mudança de valor.

Resposta correta letra “E”.

05 - Pode-se afirmar que valor adicionado é a(o)

(A) diferença entre o valor dos bens, serviços e utilidades vendidos por uma entidade e o respectivo valor dos insumos

adquiridos de terceiros.

(B) diferença entre a receita gerada pela empresa e o resultado obtido antes de encargos financeiros, depreciação,

amortização, exaustão, imposto de renda e resultados não operacionais.

(C) riqueza gerada pela empresa, representada pelo custo de oportunidade multiplicado pelo patrimônio líquido

deduzido dos valores que transitam em resultado e não representam entrada de caixa.

(D) soma de todos os valores recebidos pela empresa, deduzidos dos impostos incidentes e dos encargos de

depreciação, amortização e exaustão.

(E) conjunto de valores obtidos pela empresa, seja através de venda de produtos, seja através de ingressos de fontes

diversas, deduzidos de impostos e encargos financeiros.

Resolução:

Valor adicionado por uma empresa é o incremento de valor que ela proporciona ao bem, matéria prima ou mercadoria. Noutras palavras, valor adicionado é o incremento de valor pela agregação de serviços, alteração de estrutura, forma física etc. aos bens.

O CPC define o valor agregado do seguinte modo:

Valor adicionado representa a riqueza produzida pela empresa, de forma geral medida pela diferença entre o valor das vendas e os insumos adquiridos de terceiros. Mas inclui também o valor adicionado recebido em transferência, ou seja, produzido por terceiros e transferido à entidade.

Resposta correta letra “A”.

06 - Dados extraídos da contabilidade de custos da Indústria de Plásticos Platistil Ltda.

Custos

Valores em reais

Matéria-prima A

125.000,00

Matéria-prima B

22.500,00

Materiais de Consumo

1.650,00

Mão de Obra (40% direta)

175.000,00

Salário de Supervisão

15.000,00

Depreciação de Máquinas da Fábrica

27.400,00

Energia Elétrica (50% direta)

42.000,00

Aluguel de Fábrica

2.200,00

Considerando exclusivamente os dados acima, o total de custos diretos, em reais, montou a

(A)

364.000,00

(B)

322.000,00

(C)

267.500,00

(D)

238.500,00

(E)

147.500,00

Resolução:

Custos diretos são aqueles que estão diretamente relacionados ao produto. São os que podem ser identificados com o produto fabricado, sendo apropriados diretamente a estes.

São exemplos de custos diretos:

1 - Matéria-Prima – é um custo geralmente conhecido pela empresa.

2 - Mão-de-Obra Direta – é o custo do pessoal que trabalha diretamente na produção.

3 - Material de embalagem.

CURSO ON-LINE – PACOTE DE EXERCÍCIOS PARA TÉCNICO DO BACEN ÁREA 1

4 - Depreciação de equipamento (quando este é utilizado para produzir apenas um tipo de

produto).

5 - Energia elétrica das máquinas (quando é possível saber quanto foi consumido na fabricação

de cada produto).

Assim sendo, os custos diretos do nosso exercício são:

Matéria-prima A

125.000,00

Matéria-prima B

22.500,00

Mão de Obra direta

70.000,00

Energia Elétrica direta

21.000,00

Custos diretos totais

238.500,00

Os custos de mão de obra, lançados como direto representam 40% de 175.000,00. 50% da energia elétrica são custos diretos.

Os Materiais de Consumo, Salário de Supervisão, Depreciação de Máquinas da Fábrica e Aluguel de Fábrica, vinculados ao processo produtivo, são custos indiretos.

Atenção! Estes custos indiretos serão custos diretos se a empresa produzir apenas um único produto, pois neste caso todos os custos realizados serão em função deste produto

Resposta correta letra “D”.

07 - A Empresa X informou os seguintes dispêndios, em reais, havidos com um equipamento:

• Preço de aquisição 500.000,00

• Imposto de importação 50.000,00

• Preparação do local 30.000,00

• Testes de funcionamento 20.000,00

• Honorários dos técnicos que realizaram os testes 10.000,00

• Custos administrativos 5.000,00

De acordo com o Pronunciamento Técnico CPC 27 do Comitê de Pronunciamentos Contábeis, aprovado pela

Deliberação, CVM nº 583 /2009, o custo do equipamento para efeitos de imobilização, em reais, é

(A)

560.000,00

(B)

565.000,00

(C)

580.000,00

(D)

610.000,00

(E)

615.000,00

Resolução:

Conforme disposto no Pronunciamento Técnico CPC 27 do Comitê de Pronunciamentos Contábeis, os elementos do custo de um item do ativo imobilizado são:

O custo de um item do ativo imobilizado compreende:

(a) seu preço de aquisição, acrescido de impostos de importação e impostos não

recuperáveis sobre a compra, depois de deduzidos os descontos comerciais e abatimentos;

(b) quaisquer custos diretamente atribuíveis para colocar o ativo no local e condição

necessárias para o mesmo ser capaz de funcionar da forma pretendida pela administração;

(c) a estimativa inicial dos custos de desmontagem e remoção do item e de restauração

do local (sítio) no qual este está localizado. Tais custos representam a obrigação em que a entidade incorre quando o item é adquirido ou como consequência de usá-lo durante determinado período para finalidades diferentes da produção de estoque durante esse período.

Exemplos de custos diretamente atribuíveis são:

(a) custos de benefícios aos empregados decorrentes diretamente da construção ou

aquisição de item do ativo imobilizado;

(b)

custos de preparação do local;

(c)

custos de frete e de manuseio (para recebimento e instalação);

(d)

custos de instalação e montagem;

(e)

custos com testes para verificar se o ativo está funcionando corretamente, após

dedução das receitas líquidas provenientes da venda de qualquer item produzido enquanto se

CURSO ON-LINE – PACOTE DE EXERCÍCIOS PARA TÉCNICO DO BACEN ÁREA 1

coloca o ativo nesse local e condição (tais como amostras produzidas quando se testa o equipamento); e (f) honorários profissionais.

Exemplos que não são custos de um item do ativo imobilizado são:

(a)

custos de abertura de nova instalação;

(b)

custos incorridos na introdução de novo produto ou serviço (incluindo propaganda e

atividades promocionais);

(c) custos da transferência das atividades para novo local ou para nova categoria de

clientes (incluindo custos de treinamento); e

(d) custos administrativos e outros custos indiretos.

O reconhecimento dos custos no valor contábil de um item do ativo imobilizado cessa quando o item está no local e nas condições operacionais pretendidas pela administração. Portanto, os custos incorridos no uso ou na transferência ou reinstalação de um item não são incluídos no seu valor contábil, como, por exemplo, os seguintes custos:

(a) custos incorridos durante o período em que o ativo capaz de operar nas condições

operacionais pretendidas pela administração não é utilizado ou está sendo operado a uma

capacidade inferior à sua capacidade total;

(b) prejuízos operacionais iniciais, tais como os incorridos enquanto a demanda pelos

produtos do ativo é estabelecida; e (c) custos de realocação ou reorganização de parte ou de todas as operações da entidade.

Portanto, compõem o custo de aquisição do imobilizado os seguinte elementos:

• Preço de aquisição

500.000,00

• Imposto de importação

50.000,00

• Preparação do local

30.000,00

• Testes de funcionamento

20.000,00

Honorários dos técnicos que realizaram os testes

10.000,00

610.000,00

Total

Resposta correta letra “D”.

08 - As abordagens contábeis estão subordinadas aos seus princípios fundamentais, o que confere a elas a característica de ciência. Assim, postulados contábeis, princípios contábeis e convenções complementam a teoria contábil. Em termos ambientais, o postulado, princípio ou convenção que implica a possibilidade de medir fisicamente os impactos ambientais e depois seus efeitos, para que possa ser atendido, é conhecido por

(A)

competência.

(B)

confrontação.

(C)

entidade.

(D)

materialidade.

(E)

objetividade.

Resolução:

O surgimento da Contabilidade se deu pela necessidade que as pessoas tinham de controlar seu patrimônio (bens, direitos e obrigações). Não há como controlar um patrimônio com infinitos elementos sem que fossem realizados os devidos registros.

Mas, os bens direitos e obrigações (os fatos contábeis) registrados e jogados às traços não possuem utilidade alguma. Os registros são realizados com a finalidade ou objetivo principal da Contabilidade que é prestar informações úteis para a tomada de decisões.

Para realizar os registros dos aspectos patrimoniais, as empresas precisam observar os princípios contábeis, os postulados e as convenções.

Os princípios contábeis são sete:

Prudência

Registro pelo Valor original

Entidade

CURSO ON-LINE – PACOTE DE EXERCÍCIOS PARA TÉCNICO DO BACEN ÁREA 1

Continuidade

Oportunidade

Competência

Atualização monetária

Perceba que as iniciais dos princípios, em vermelho, formam a palavra PRECOCA.

Os postulados, ou postulados ambientais continuidade.

O postulado contábil da Entidade define a entidade contábil dando-lhe vida e personalidade e

estabelece que o patrimônio é o seu objeto.

O postulado contábil da Continuidade determina que a entidade é um empreendimento em

andamento, com predisposição de existência por tempo indeterminado.

Já as convenções contábeis são:

1. A Convenção da Consistência;

2. A Convenção do Conservadorismo;

3. A Convenção da Materialidade;

4. A Convenção da Objetividade.

A Convenção da Objetividade determina que: "Para procedimentos igualmente relevantes,

resultantes da aplicação dos Princípios, preferir-se-ão, em ordem decrescente: a) os que

puderem ser comprovados por documentos e critérios objetivos; b) os que puderem ser corroborados por consenso de pessoas qualificadas da profissão, reunidas em comitês de "

pesquisa ou em entidades que têm autoridade sobre princípios contábeis

As convenções representam uma restrição (elas restringem a aplicação dos postulados e dos princípios), para que as demonstrações contábeis apresentem o máximo de confiabilidade possível. Desta forma, os profissionais de contabilidade muitas vezes precisam decidir (medir fisicamente os impactos ambientais e depois seus efeitos) sobre o atributo ou evento que será mensurado e selecionar procedimentos de mensuração adequados.

da

da contabilidade,

são

o da entidade

e

o

Resposta correta letra “E”.

09 - Admita que uma empresa comercial, não obrigada à tributação pelo lucro real, optou pela tributação do imposto de renda com base no lucro presumido.

Nesta condição, para efeitos exclusivos da legislação do imposto de renda, ela estará obrigada a manter a escrituração no livro-caixa e no(s) livro(s)

(A)

diário.

(B)

razão.

(C)

diário e razão.

(D)

registro de inventário.

(E)

diário, razão e registro de inventário.

Resolução:

Conforme a legislação fiscal (legislação do imposto de renda) as pessoas jurídicas tributadas com base no lucro presumido estão dispensadas de escrituração contábil completa (livro diário, livro razão, etc.) se mantiverem o livro caixa, inclusive com escrituração da movimentação financeira, e o livro registro de inventário registrados.

Resposta correta letra “D”.

Considere os dados a seguir, para responder às questões de nos 10 e 11. A comercial Aurora, tributada pelo lucro presumido, apresentou as seguintes informações relativas ao resultado apurado em agosto de 2009, em reais:

Receita de Vendas 600.000,00 Devoluções de Vendas 34.000,00 Descontos Concedidos por Antecipação de Pagamento 16.000,00 Receitas Financeiras 10.000,00 Ganho na Venda de um Equipamento do Imobilizado 8.000,00 Outras informações adicionais:

• 10% das vendas são de produtos com tributação monofásica;

CURSO ON-LINE – PACOTE DE EXERCÍCIOS PARA TÉCNICO DO BACEN ÁREA 1

• não houve devolução nem descontos sobre as vendas de produtos monofásicos.

10 - O valor do PIS, em reais, devido pela comercial Aurora, em agosto de 2009, sobre as operações apresentadas, é

(A)

3.289,00

(B)

3.302,00

(C)

3.458,00

(D)

3.692,00

(E)

4.017,00

Resolução:

Pela sistemática monofásica das contribuições, a tributação é concentrada no produtor ou importador e as etapas seguintes da cadeia são tributadas com base na alíquota zero.

A base de cálculo é o faturamento do mês, assim entendido a receita bruta total, como

definida pelo art. 3º, e seus §§ 1º, 3º e 4º da Lei nº 9.718, de 1998, deduzidos os valores

correspondentes às exclusões e isenções admitidas em lei.

Assim, a base de cálculo do PIS será:

Receita de Vendas

600.000,00

(-) 10% de tributação monofásica

(60.000,00)

(-) Devoluções de Vendas

(34.000,00)

= Base de cálculo do PIS

506.000,00

A alíquota do PIS é de 0.65%. Desta forma, o valor do PIS devido é de R$ 3.289,00 (0,65% de

R$ 506.000,00).

Obs.:

A partir de 01.02.1999, com a edição da Lei 9.718/98, a base de cálculo do PIS e da COFINS é

a totalidade das receitas auferidas pela pessoa jurídica, sendo irrelevante o tipo de atividade

por ela exercida e a classificação contábil adotada para as receitas.

Com as modificações da Lei 9.718/98, todas as receitas, exceto as textualmente excluídas, integram a base de cálculo da COFINS e do PIS, sejam operacionais ou não operacionais.

Entretanto, a partir de 28.05.2009, por força do artigo 79 da Lei 11.941/2009, que revogou o

§ 1º do art. 3º da Lei 9.718/1998, entende-se que a base de cálculo será a receita bruta da

pessoa jurídica, e não mais a totalidade das receitas auferidas. Desta forma, interpreta-se que

as receitas tributáveis serão as decorrentes das operações normais do negócio (faturamento) e

não mais todas as receitas auferidas. Esta interpretação depende de confirmação dos órgãos tributários, sendo preliminar.

Desta forma, as receitas financeiras ficariam excluídas da base de cálculo do PIS e da Cofins.

Resposta correta letra “A”.

11

apresentadas, é

-

O

valor da COFINS, em reais, devido

(A)

14.700,00

(B)

14.970,00

(C)

15.180,00

(D)

17.040,00

(E)

18.540,00

pela

comercial Aurora, em agosto

de 2009, sobre as operações

Resolução:

A base de cálculo é o faturamento do mês, assim entendido a receita bruta total, como

definida pelos arts. 2º e 3º, §§ 1º, 3º e 4º da Lei nº 9.718, de 1998, deduzidos os valores

correspondentes às exclusões e isenções admitidas em lei.

Considerando a base de cálculo do exercício anterior e que a alíquota da Cofins é de 3%, então o valor da Cofins devida é de R$ 15.180,00 (3% de 506.000,00).

Resposta correta letra “C”.

CURSO ON-LINE – PACOTE DE EXERCÍCIOS PARA TÉCNICO DO BACEN ÁREA 1

PETROBRAS 2008 - TÉCNICO(A) DE CONTABILIDADE JÚNIOR

12 - Nove pessoas resolveram organizar uma empresa para produção e vendas de equipamentos de pesca

que denominaram Equipescaria S/A.

Em 01/10/2007, foi elaborado o estatuto da empresa com o capital constituído de 10.000.000 de ações ordinárias nominativas, no valor de R$10,00 cada uma, perfazendo um total de R$100.000.000,00. No dia 02/10/2007, os sócios integralizaram 20% desse capital, em dinheiro.

O lançamento contábil que caracteriza a operação de integralização é

(A) Acionistas c/ capital

a Capital 100.000.000,00

(B) Caixa

a Acionistas c/ capital 100.000.000,00

(C) Caixa

a Capital 100.000.000,00

(D) Caixa

a Acionistas c/ capital 20.000.000,00

(E) Capital

a Acionistas c/ capital 20.000.000,00

Resolução:

O registro da subscrição do capital é o

seguinte: D – Capital a Integralizar

C – Capital Subscrito

100.000.000,00

Por ocasião da integralização do capital, faz-se o seguinte registro:

D

– Caixa

C

– Capital a Integralizar

20.000.000,00

Obs. A conta Capital a Integralizar pode ser denominada acionistas c/Capital.

Resposta correta letra “D”.

13 - O registro contábil correspondente à venda de uma máquina usada pela empresa, sem depreciação

acumulada, sendo parte recebida à vista e o restante a ser pago pelo comprador em 4 notas promissórias com vencimento para os quatro meses subseqüentes, caracteriza um lançamento de

(A)

Ajuste

(B)

1ª fórmula

(C)

2ª fórmula

(D)

3ª fórmula

(E)

4ª fórmula

Resolução:

O lançamento do fato merece um lançamento contábil em que serão debitadas as contas Caixa

e Títulos a Receber e em contrapartida será creditada a conta Venda de Imobilizado.

Assim, o lançamento em questão é de fórmula 21 (dois débitos e um crédito, ou seja, é de 3ª fórmula.

Resposta correta letra “D”.

14 - De acordo com o regime de competência, as receitas e as despesas são consideradas em função do seu fato

gerador e não em função dos respectivos recebimentos ou pagamentos. Assim, se a empresa prestar serviços a terceiros, num determinado mês, com recebimento previsto para o seguinte, no final do mês em que o serviço foi prestado deve ser feito o lançamento

(A) D: Contas a receber

C: Serviços a faturar

(B) D: Serviços a faturar

C: Receita de serviços

(C) D: Serviços a faturar

C: Contas a receber

(D) D: Serviços a faturar

C: Caixa

(E) D: Caixa

C: Receita de serviços

CURSO ON-LINE – PACOTE DE EXERCÍCIOS PARA TÉCNICO DO BACEN ÁREA 1

Resolução:

A receita dos serviços deve ser reconhecida no mês em que os serviços foram prestados, mesmo que sejam recebidos somente no mês seguinte ou que ainda não tenham sido faturados.

Assim, a conta a ser creditada no lançamento é a receita de serviços.

Resposta correta letra “B”.

15 - A Companhia Aços Macios S/A vinha realizando um estudo para desenvolvimento de um novo produto. Contudo,

ao

para amortizar os gastos realizados no seu desenvolvimento.

Nesta circunstância, a empresa deve registrar o valor total despendido no projeto como despesa

final do

1º ano, percebeu que o produto em estudo não teria meios de produzir resultados suficientes

(A)

do exercício.

(B)

a apropriar no exercício seguinte.

(C)

diferida, e realizar a amortização em 5 anos.

(D)

diferida, e amortizar no prazo máximo de 10 anos.

(E)

diferida, e baixar como perda do período, ao final do prazo previsto para o projeto.

Resolução:

A Lei previa que as despesas pré operacionais faziam parte do “ativo permanente” (assim era chamado o ativo não circulante formado por investimentos, imobilizado e diferido). A Lei nº 11.638/2007 alterou a denominação do ativo permanente para ativo não circulante e inclui nesse grupo de contas o outrora ativo realizável a longo prazo e o intangível. A MP 449/08, convertida na Lei nº 11.941/2009, excluiu do ativo não circulante o grupo do diferido.

Entretanto, conforme disposto no art. 299-A da Lei nº 6.404/76, esta conta pode permanecer com saldo no ativo não circulante se o referido saldo não puder ser absorvido por outro grupo de contas (imobilizado, intangível ou resultado):

Art. 299-A. O saldo existente em 31 de dezembro de 2008 no ativo diferido que, pela sua natureza, não puder ser alocado a outro grupo de contas, poderá permanecer no ativo sob essa classificação até sua completa amortização, sujeito à análise sobre a recuper- ação de que trata o § 3o do art. 183 desta Lei. (Incluído pela Lei nº 11.941, de 2009)

Antes dessas alterações na legislação, a legislação antiga preconizava que o diferido fosse amortizado no prazo máximo de 10 anos a partir do momento em que começasse a produzir efeitos ou, caso não fosse possível a sua recuperação, os gastos registrados nessa rubrica deveriam ser baixados para despesa do período em que se constatasse tal impossibilidade.

Resposta correta letra “A”.

16 - Analise os dados extraídos do Balancete de Verificação da Empresa Irmãos Unidos Ltda., em 31/12/2007, em reais.

Contas

Saldos

Caixa e Bancos

34.670,00

Fornecedores a Pagar

55.120,00

Salários e encargos a Pagar

21.760,00

Máquinas e Equipamentos

145.000,00

Impostos a Pagar

11.450,00

Amortização acumulada

8.917,00

Estoques

33.400,00

Gastos com Pesquisa

73.200,00

Duplicatas a Receber

61.520,00

Depreciação Acumulada

12.343,00

Considerando apenas as informações acima e lembrando que o total de obrigações para com terceiros mais os

recursos dos proprietários são iguais ao total de bens e direitos, o valor do Patrimônio Líquido apurado no Balanço Patrimonial extraído em 31/12/2007, em reais, será de

(A)

326.530,00

(B)

238.200,00

(C)

226.330,00

(D)

225.306,00

(E)

188.330,00

CURSO ON-LINE – PACOTE DE EXERCÍCIOS PARA TÉCNICO DO BACEN ÁREA 1

Resolução:

Vamos apurar o valor do Patrimônio Líquido com utilização da estrutura do Balanço Patrimonial.

Ativo Caixa e Bancos

34.670,00

Duplicatas a Receber

61.520,00

Estoques

33.400,00

Máquinas e Equipamentos

145.000,00

Depreciação Acumulada

(12.343,00)

Gastos com Pesquisa

73.200,00

Amortização acumulada

(8.917,00)

Total Ativo

326.530,00

Passivo Fornecedores a Pagar

55.120,00

Salários e encargos a Pagar

21.760,00

Impostos a Pagar

11.450,00

Total Passivo Exigível

88.330,0

Patrimônio Líquido

???

Total do passivo

326.530,00

Para que o Passivo Total seja igual a R$ 326.530,00, é necessário que o PL possua valor de R$

238.200,00.

Resposta correta letra “B”.

17 - De acordo com a Lei das Sociedades Anônimas, após alterações introduzidas pela Lei nº 11.638/2007, o Patrimônio Líquido divide-se em Capital Social;

(A)

Reservas de Reavaliação; Reservas de Lucros e Lucros ou Prejuízos Acumulados.

(B)

Reservas de Reavaliação; Reservas de Capital;

Reservas de Lucros; Ações em Tesouraria e Prejuízos Acumulados.

(C) Reservas de Capital; Ajustes de Avaliação Patrimonial; Reservas de Lucros; Ações em Tesouraria e Prejuízos

Acumulados.

(D)

Reservas de Capital; Reservas de Lucros e Lucros ou Prejuízos Acumulados.

(E)

Capital a Integralizar; Capital Integralizado; Reservas de Variações Patrimoniais; Reservas de Lucros; Ações em

Tesouraria e Lucros Acumulados.

Resolução:

O Art. 182 da Lei das Sociedades Anônimas estabelece que:

Art. 182. A conta do capital social discriminará o montante subscrito e, por dedução, a parcela ainda não realizada.

§ 1º Serão classificadas como reservas de capital as contas que registrarem:

a) a contribuição do subscritor de ações que ultrapassar o valor nominal e a parte do

preço de emissão das ações sem valor nominal que ultrapassar a importância destinada à

formação do capital social, inclusive nos casos de conversão em ações de debêntures ou partes beneficiárias;

b) o produto da alienação de partes beneficiárias e bônus de subscrição;

c) (revogada); (Redação dada pela Lei nº 11.638,de 2007)

11.638,de 2007)

d) (revogada). (Redação dada pela Lei nº 11.638,de 2007) 11.638,de 2007)

§ 2° Será ainda registrado como reserva de capital o resultado da correção monetária do capital realizado, enquanto não-capitalizado.

§ 3º Serão classificadas como ajustes de avaliação patrimonial, enquanto não computadas no resultado do exercício em obediência ao regime de competência, as contrapartidas de aumentos ou diminuições de valor atribuídos a elementos do ativo e do

(Revogado pela Lei nº

(Revogado pela Lei nº

CURSO ON-LINE – PACOTE DE EXERCÍCIOS PARA TÉCNICO DO BACEN ÁREA 1

passivo, em decorrência da sua avaliação a valor justo, nos casos previstos nesta Lei ou, em normas expedidas pela Comissão de Valores Mobiliários, com base na competência conferida pelo § 3o do art. 177 desta Lei. (Redação dada pela Lei nº 11.941, de 2009)

§ 4º Serão classificados como reservas de lucros as contas constituídas pela apropri- ação de lucros da companhia.

§ 5º As ações em tesouraria deverão ser destacadas no balanço como dedução da conta

do patrimônio líquido que registrar a origem dos recursos aplicados na sua aquisição.

Assim, o Patrimônio Líquido se divide em: Capital Social; Reservas de Capital; Ajustes de Avaliação Patrimonial; Reservas de Lucros; Ações em Tesouraria e Prejuízos Acumulados.

Resposta correta letra “C”.

18 - De acordo com o artigo 199 da Lei das Sociedades Anônimas, após alterações introduzidas pela Lei nº

11.638/2007, o limite do saldo das reservas de lucros, excetuando-se as reservas para contingências, incentivos fiscais e lucros a realizar, NÃO poderá ultrapassar o valor do(a)

(A)

Capital Autorizado.

(B)

Capital a Realizar.

(C)

Capital Social.

(D)

Ajuste de Variação Patrimonial.

(E)

Reserva Legal.

Resolução:

O art. 199 dispõe do seguinte modo:

Art. 199. O saldo das reservas de lucros, exceto as para contingências, de incentivos fiscais e de lucros a realizar, não poderá ultrapassar o capital social. Atingindo esse limite, a assembléia deliberará sobre aplicação do excesso na integralização ou no aumento do capital social ou na distribuição de dividendos. (Redação dada pela Lei nº 11.638,de 2007)

Vê-se que o saldo das reservas não pode ultrapassar o valor do capital social.

Resposta correta letra “C”.

19 - Considere os dados extraídos do Balancete de Verificação da Empresa Transparentes S/A, em 31/12/2007, em reais.

CONTAS

SALDOS

Caixa

5.000,00

Banco conta Movimento

25.000,00

Duplicatas a Receber

20.000,00

Estoques

30.000,00

Móveis e Utensílios

25.000,00

Máquinas e Equipamentos

30.000,00

Instalações

60.000,00

Depreciação Acumulada

8.000,00

Fornecedores a Pagar

30.000,00

Salários e Encargos a Pagar

5.000,00

Contas a Pagar

10.000,00

Empréstimos a Pagar (LP)

18.000,00

Capital

120.000,00

Reserva Legal

4.000,00

Em janeiro de 2008, a empresa realizou as seguintes operações:

• Compra de uma caminhonete usada, por R$18.000,00, sendo R$2.000,00 à vista, pagos em cheque, e o restante em 8 prestações de R$2.000,00;

• Recebimento de clientes, em cheque: R$15.000,00;

• Pagamento de fornecedores, em cheque: R$20.000,00;

• Aquisição de mercadorias para revenda, a prazo: R$40.000,00.

O montante do Ativo Circulante, após as operações de janeiro de 2008, em reais, será de

(A)

120.000,00

(B)

118.000,00

(C)

116.000,00

(D)

113.000,00

(E)

98.000,00

Resolução:

CURSO ON-LINE – PACOTE DE EXERCÍCIOS PARA TÉCNICO DO BACEN ÁREA 1

O Ativo Circulante, antes dos fatos ocorridos em janeiro de 2008, era composto pelos seguinte valores:

Caixa

5.000,00

Banco conta Movimento

25.000,00

Duplicatas a Receber

20.000,00

Estoques

30.000,00

Soma do Ativo Circulante

80.000,00

Com as operações realizadas em janeiro, o Ativo Circulante passou a ter o seguinte valor:

Ativo Circulante até 31/12/2007

80.000,00

Valor pago à vista na compra da camionete

(2.000,00)

Pagamento aos fornecedores

(20.000,00)

Aquisição a prazo de mercadorias para revenda

40.000,00

Ativo no final de janeiro

98.000,00

Resposta correta letra “E”.

20 - Considere os dados extraídos dos registros contábeis da Empresa Meridional Ltda., em 31/12/2007.

• O saldo inicial da conta Mercadorias para Revenda era R$ 20.000,00.

• As vendas de mercadorias do período foram R$150.000,00.

• As despesas operacionais do período montaram a R$30.000,00.

• O Estoque final de mercadorias para revenda era R$30.000,00.

• O lucro operacional obtido no período foi R$40.000,00.

Com base nos dados e desconsiderando a incidência de impostos, o valor das compras de mercadorias, em reais, no

período, foi

(A)

50.000,00

(B)

70.000,00

(C)

80.000,00

(D)

90.000,00

(E)

110.000,00

Resolução:

Considerando a estrutura da DRE, teremos:

Vendas brutas

150.000,00.

(-) CMV

???

=

Lucro Bruto

???

(-) Despesas Operacionais

30.000,00

=

Lucro operacional

40.000,00

Nessas condições, o lucro bruto será:

Lucro Bruto = Lucro operacional + Despesas operacionais Lucro Bruto = 40.000,00 + 30.000,00 = 70.000,00

Se o Lucro Bruto é 70.000,00 e a receita com vendas é de 150.000,00, então o CMV é de

80.000,00:

150.000 - ??? = 70.000 ??? = R$ 80.000,00

Como o CMV = 80.000,00 e CMV = Ei + Co – Ef e que Ei = 20.000,00 e o Ef = 30.000,00, então as compras do período foram:

CMV = Ei + Co – Ef 80.000,00 = 20.000,00 + Co – 30.000,00 Co = R$ 90.000,00

Resposta correta letra “D”.

21 - A Empresa Verdes Vales Ltda. transferiu seus ativos e passivos por R$165.000,00, importância esta recebida em dinheiro. Sabendo-se que seu Patrimônio Líquido era R$145.000,00, o que a operação gerou para seus proprietários?

(A)

Nem lucro nem prejuízo, por ser o valor do Ativo.

(B)

Prejuízo de R$310.000,00.

(C)

Prejuízo de R$20.000,00.

CURSO ON-LINE – PACOTE DE EXERCÍCIOS PARA TÉCNICO DO BACEN ÁREA 1

(D)

Lucro de R$310.000,00.

(E)

Lucro de R$20.000,00.

Resolução:

O Patrimônio Líquido é a riqueza própria da entidade.

Se essa riqueza própria que estava registrado por R$ 145.000,00 foi vendida (transferida, alienada) por R$ 165.000,00, então os proprietários da entidade ganharam R$ 20.000,00.

Resposta correta letra “E”.

22 - Segundo o artigo 176 da Lei das Sociedades Anônimas, após as alterações da Lei nº 11.638/2007, as companhias abertas com ações negociadas em bolsa de valores devem elaborar e publicar, além do Balanço Patrimonial e da Demonstração do Resultado do Exercício, as seguintes demonstrações financeiras:

(A)

Demonstração de Mutações do Patrimônio Líquido e Demonstração de Origens e Aplicações de Recursos.

(B)

Demonstração de Mutações do Patrimônio Líquido; Demonstração dos Fluxos de Caixa e Demonstração de Origens

e Aplicações de Recursos.

(C) Demonstração de Mutações do Patrimônio Líquido; Balanço Social e Demonstração dos Fluxos de Caixa.

(D) Demonstração dos Lucros ou Prejuízos Acumulados; Demonstração de Mutações do Patrimônio Líquido e Demonstração de Origens e Aplicações de Recursos.

(E) Demonstração dos Lucros ou Prejuízos Acumulados; Demonstração dos Fluxos de Caixa e Demonstração do Valor

Adicionado.

Resolução:

A grafia do art. 176 é a seguinte:

Art. 176. Ao fim de cada exercício social, a diretoria fará elaborar, com base na escrituração mercantil da companhia, as seguintes demonstrações financeiras, que deverão exprimir com clareza a situação do patrimônio da companhia e as mutações ocorridas no exercício:

I - balanço patrimonial;

II - demonstração dos lucros ou prejuízos acumulados;

III - demonstração do resultado do exercício; e

IV – demonstração dos fluxos de caixa; e (Redação dada pela Lei nº 11.638,de 2007)

V – se companhia aberta, demonstração do valor adicionado. (Incluído pela Lei nº

11.638,de 2007)

§ 1º As demonstrações de cada exercício serão publicadas com a indicação dos valores correspondentes das demonstrações do exercício anterior.

§ 2º Nas demonstrações, as contas semelhantes poderão ser agrupadas; os pequenos

saldos poderão ser agregados, desde que indicada a sua natureza e não ultrapassem 0,1 (um décimo) do valor do respectivo grupo de contas; mas é vedada a utilização de designações genéricas, como "diversas contas" ou "contas-correntes".

§ 3º As demonstrações financeiras registrarão a destinação dos lucros segundo a proposta dos órgãos da administração, no pressuposto de sua aprovação pela assembléia-geral.

§ 4º As demonstrações serão complementadas por notas explicativas e outros quadros

analíticos ou demonstrações contábeis necessários para esclarecimento da situação patrimonial e dos resultados do exercício.

§ 6º A companhia fechada com patrimônio líquido, na data do balanço, inferior a R$

2.000.000,00 (dois milhões de reais) não será obrigada à elaboração e publicação da demonstração dos fluxos de caixa. (Redação dada pela Lei nº 11.638,de 2007)

A Comissão de Valores Mobiliários poderá, a seu critério, disciplinar de forma

§ 7º

diversa o registro de que trata o § 3º deste artigo. (Incluído pela Lei nº 11.941, de 2009)

CURSO ON-LINE – PACOTE DE EXERCÍCIOS PARA TÉCNICO DO BACEN ÁREA 1

A rigor, esta questão deveria ser anulada, pois apresenta uma pequena impropriedade, visto que a DFC também é obrigatória para as companhias fechadas com patrimônio líquido superior a R$

2.000.000,00.

Entretanto, para fins de exercício e para que vocês se acostumem ao modo de a CESGRANRIO elaborar suas questões, consideremos como correta a alternativa apresentada como tal.

Resposta correta letra “E”.

23 - A Cia. Ômega S/A, companhia de capital aberto, sujeita às determinações da CVM, detém 90% das ações da Cia. Beta. Este investimento vem sendo analisado a cada ano pelo método da equivalência patrimonial. Em 31 de dezembro de 2006, o valor do Patrimônio Líquido da sociedade investida era R$ 1.400.000,00. Em 2007, a Cia. Beta obteve um lucro de R$ 350.000,00, com a inclusão de lucros não realizados no valor de R $ 100.000,00. Considerando apenas os dados acima e as determinações da CVM com relação ao assunto, o valor da equi- valência patrimonial lançado na Demonstração de Resultado do Exercício de 2007, da Cia. Ômega S/A, em reais, é

(A)

245.000,00

(B)

225.000,00

(C)

220.000,00

(D)

215.000,00

(E)

200.000,00

Resolução:

A Companhia Beta é controlada da Cia. Ômega S/A. Desta forma, a Cia. Ômega S/A deverá

avaliar seu investimento na Cia. Beta pelo método da equivalência patrimonial.

O método da equivalência patrimonial consiste em aplicar o percentual de participação no

capital social da investida sobre o patrimônio líquido dessa investida. Isto é assim, porque, segundo esse método de avaliação dos investimentos, se uma empresa participa de 20% ou mais do capital votante de outra empresa, ela participa, também, com o mesmo percentual do patrimônio líquido da outra empresa.

A Instrução CVM nº 247/96 estabelece a sistemática de cálculo do lucro não realizado.

Primeiro aplica-se o percentual de participação sobre o patrimônio líquido para, desse montante, subtraírem-se os lucros não realizados. Isto porque a figura do lucro não realizado ex- iste somente na relação entre a empresa investidora e as suas controladas/coligadas ou entre estas últimas. Para os demais sócios/acionistas da investida o lucro é efetivo, vale dizer, é realizado.

A propósito, são lucros não realizados aqueles decorrentes de negócios com a investidora

ou com outras coligadas e controladas, quando: a) - o lucro estiver incluído no resultado de uma coligada e controlada e correspondido por inclusão no custo de aquisição de ativos de qualquer natureza no balanço patrimonial da investidora; ou b) - o lucro estiver incluído no resultado de uma coligada e controlada e correspondido por inclusão no custo de aquisição

de

ativos de qualquer natureza no balanço patrimonial de outras coligadas e controladas.

O

valor

do investimento da Cia. Ômega

S/A na Cia. Beta, em 31/12/2006 foi de R$

1.260.000,00 (90% de R$ 1.400.000,00).

Em 31/12/2007 o valor do patrimônio líquido da Cia. Beta foi de R$ 1.750.000,00 (R$ 1.400.000,00 + lucro de R$ 350.000,00).

Assim, aplicando o método da equivalência patrimonial, teremos o seguinte resultado:

Patrimônio Líquido de Beta em 31/12/2007

% de participação

Total do investimento em Beta

(-) Lucros não realizados

Total do Investimento líquido de Ômega

(-) Valor contábil do Investimento em 31/12/2006

Resultado da Equivalência Patrimonial

Resposta correta letra “D”.

R$ 1.750.000,00

90%

R$ 1.575.000,00

(R$ 100.000,00)

R$ 1.475.000,00

(R$ 1.260.000,00)

R$

215.000,00

CURSO ON-LINE – PACOTE DE EXERCÍCIOS PARA TÉCNICO DO BACEN ÁREA 1

24 - Dentre os diversos métodos de avaliação dos estoques, para fins tributários, aqueles que a legislação do Imposto de Renda tem permitido usar são:

(A)

preço específico, custo médio ponderado móvel e primeiro que entra, primeiro que sai (PEPS).

(B)

apenas custo médio ponderado móvel e primeiro que entra, primeiro que sai (PEPS).

(C)

custo médio ponderado móvel, custo médio de reposição e último que entra, primeiro que sai (UEPS).

(D)

preço de venda a varejo, custo médio ponderado fixo e primeiro que entra, primeiro que sai (PEPS).

(E)

custo médio ponderado móvel, primeiro que entra, primeiro que sai (PEPS) e último que entra, primeiro que sai

(UEPS).

Resolução:

O Comitê de Pronunciamentos Contábeis – CPC , por meio do Pronunciamento Técnico nº 16,

dispõe sobre os critérios de avaliação de estoque do seguinte modo:

O custo dos estoques de itens que não são normalmente intercambiáveis e de bens ou serviços

produzidos e segregados para projetos específicos deve ser atribuído pelo uso da

identificação específica dos seus custos individuais.

A identificação específica do custo significa que são atribuídos custos específicos a itens

identificados do estoque. Este é o tratamento apropriado para os itens que sejam segregados

para um projeto específico, independentemente de eles terem sido comprados ou produzidos. Porém, quando há grandes quantidades de itens de estoque que sejam geralmente intercambiáveis, a identificação específica de custos não é apropriada. Em tais circunstâncias, um critério de valoração dos itens que permanecem nos estoques deve ser usado.

O custo dos estoques deve ser atribuído pelo uso do critério Primeiro a Entrar, Primeiro a

Sair (PEPS) ou pelo critério do custo médio ponderado. Uma entidade deve usar o mesmo critério de custeio para todos os estoques que tenham uma natureza e um uso semelhantes para a entidade. Para os estoques que tenham outra natureza ou uso, poderão justificar-se diferentes critérios de valoração.

Denota-se que o CPC preconiza que se utilize, preferencialmente, o preço específico e, quando este não for possível em função da grande quantidade de itens em estoque, se utilize o método do custo médio ponderado móvel ou o método do primeiro que entra, primeiro que sai (PEPS).

A legislação do Imposto de Renda também determina essa regra de avaliação de estoques.

Resposta correta letra “A”.

25 - Considere as informações recolhidas dos registros da Empresa Delta Ltda., em reais.

• Estoque inicial de mercadorias 36.000,00

• Compras de mercadorias 270.000,00

• Transporte das mercadorias compradas 7.000,00

• Devoluções de mercadorias compradas 14.000,00

• Estoque final de mercadorias 18.000,00

Com base nos dados e desconsiderando a incidência de qualquer tipo de imposto, o Custo das Mercadorias Vendidas da empresa, em reais, será de

(A)

299.000,00

(B)

281.000,00

(C)

277.000,00

(D)

263.000,00

(E)

256.000,00

Resolução:

Vamos utilizar um razonete para resolver essa questão. Já resolvemos questão parecida com esta por outra forma. Talvez você se amolde melhor a essa forma de resolver.

Custo das Mercadorias Vendidas

Estoque inicial de mercadorias Compras de mercadorias Transporte das mercadorias compradas

36.000,00

270.000,00

7.000,00

CURSO ON-LINE – PACOTE DE EXERCÍCIOS PARA TÉCNICO DO BACEN ÁREA 1

Devoluções de mercadorias compradas

 

14.000,00

Estoque final de mercadorias

 

18.000,00

Somas

313.000,00

32.000,00

Saldo

281.000,00

 

Resposta correta letra “B”.

26 - A Companhia Alfa S/A possui os seguintes bens no Ativo Não Circulante:

• Móveis e utensílios

• Máquinas, aparelhos e equipamentos

• Instalações

• Veículos

• Terrenos

• Equipamentos de processamento eletrônico de dados

• Sistemas aplicativos – Software

• Marcas, direitos e patentes industriais

• Direitos sobre recursos naturais

• Benfeitorias em propriedades arrendadas

• Gastos de organização e administração

Da relação de bens acima, aqueles sujeitos à amortização são:

(A)

Marcas, direitos e patentes industriais; Direitos sobre recursos naturais; e Gastos de organização e administração.

(B)

Equipamentos de processamento eletrônico de dados; Marcas, direitos e patentes industriais; Sistemas aplicativos

Software; Direitos sobre recursos naturais e Gastos de organização e administração.

(C) Sistemas aplicativos – Software; Marcas, direitos e patentes industriais; Benfeitorias em propriedades arrendadas;

e Gastos de organização e administração.

(D)

Sistemas aplicativos – Software; Direitos sobre recursos naturais; e Gastos de organização e administração.

(E)

Gastos de organização e administração, apenas.

Resolução:

A amortização é o procedimento aplicável quando corresponder à perda do valor do capital

aplicado na aquisição de direitos da propriedade industrial ou comercial e quaisquer outros com existência ou exercício de duração limitada, ou cujo objeto sejam bens de utilização por

prazo legal ou contratualmente limitado.

Dessa forma, a amortização será aplicada às seguintes contas:

• Sistemas aplicativos – Software

• Marcas, direitos e patentes industriais

• Benfeitorias em propriedades arrendadas

• Gastos de organização e administração

Resposta correta letra “C”.

27 - A Empresa Galvão & Cia. Ltda. adquiriu mercadorias para revendas pelas quais pagou R$ 50.000,00, estando

inclusos 17% de ICMS. Essa mesma mercadoria foi vendida por R$ 70.000,00, inclusos os mesmos 17% de ICMS.

Considerando-se apenas as informações acima, a empresa deverá recolher de ICMS ao Estado a importância, em reais, de

(A)

3.400,00

(B)

3.800,00

(C)

6.500,00

(D)

8.500,00

(E)

8.900,00

Resolução:

Pela aquisição a empresa registrou ICMS a Recuperar no valor de R$ 8.500,00 (17% de

50.000,00).

Na venda, o ICMS incidente foi de R$ 11.900,00 (17% de 70.000,00).

O ICMS a Recolher, cotejando o ICMS sobre vendas com o ICMS a Recuperar é de R$ 3.400,00

(11.900,00 – 8.500,00).

Resposta correta letra “A”.

28

- O Resultado com Mercadorias, quando positivo, pode ser também denominado

(A)

Lucro bruto.

(B)

Lucro não operacional.

CURSO ON-LINE – PACOTE DE EXERCÍCIOS PARA TÉCNICO DO BACEN ÁREA 1

(C)

Resultado operacional.

(D)

Compras brutas.

(E)

Custo das mercadorias vendidas.

Resolução:

O resultado com mercadorias é sinônimo de Lucro Bruto quando a empresa vende somente

mercadorias, ou seja, quando a receita bruta é decorrente da venda de mercadorias, o Lucro Bruto é o próprio resultado com mercadorias.

Resposta correta letra “A”.

TERMOAÇU - 2008

29 - A Cia. Beta adquiriu ações da Cia. Alfa em janeiro de 2007, sendo o investimento avaliado pelo método do custo

de aquisição. Em março do

mesmo ano, a Cia. Beta recebeu dividendos da Cia. Alfa. O crédito registrado na

contabilidade da Cia. Beta, considerando as técnicas contábeis e a legislação fiscal, será realizado na conta de(a)

(A)

Receita operacional.

(B)

Participação societária.

(C)

Receita não operacional.

(D)

Ágio na aquisição de investimentos.

(E)

Resultado de equivalência patrimonial.

Resolução:

Os dividendos recebidos de investimentos avaliados pelo método do custo devem ser registrados na sociedade investidora como receitas operacionais.

Resposta correta letra “A”.

30 - A Cia. B & C, uma empresa comercial, apresentava os seguintes dados em 2007:

Saldo inicial de Clientes R$ 700,00 Saldo final de Clientes R$ 1.000,00 Saldo inicial de Estoque R$ 300,00 Saldo final de Estoques R$ 450,00 Saldo inicial de Fornecedores R$ 300,00 Saldo final de Fornecedores R$ 500,00 Receita de Vendas R$ 2.800,00 CMV R$ 700,00 Considerando-se apenas os dados apresentados, o valor das compras desembolsadas e o valor dos recebimentos de

clientes no ano, informados na Demonstração do Fluxo de Caixa, pelo Método Direto, em reais, respectivamente, são

(A)

650,00 e 2.500,00

(B)

850,00 e 2.500,00

(C)

850,00 e 3.100,00

(D)

1.050,00 e 2.700,00

(E)

1.050,00 e 3.100,00

Resolução:

O valor das compras desembolsado equivale aos pagamentos efetuados aos fornecedores e con-

siste no pagamento do saldo inicial aos fornecedores, mais as compras e menos o saldo final de fornecedores.

O valor das compras deve ser determinado com utilização da fórmula do CMV = Ei + Co – Ef. 700,00 = 300,00 + Co – 450,00 Co = R$ 850,00

Assim, o valor pago aos fornecedores corres-

ponde: Saldo inicial de Fornecedores

+ Compras no período

(-)Saldo final de Fornecedores (R$ 500,00)

R$ 300,00

R$ 850,00

=

Valor pago aos fornecedores R$ 650,00

O

valor recebido dos clientes compreende as vendas, o saldo inicial menos o saldo final. Desta

forma, teremos o seguinte valor recebido de clientes:

Receita de Vendas

R$ 2.800,00

CURSO ON-LINE – PACOTE DE EXERCÍCIOS PARA TÉCNICO DO BACEN ÁREA 1

+ Saldo inicial de Clientes

(-) Saldo final de Clientes (R$ 1.000,00)

Valor recebido de clientes

R$

700,00

2.500,00

Resposta correta letra “A”.

31 - Determinada indústria está operando abaixo da sua capacidade de produção, ou seja, quanto mais fabrica um

determinado produto, mais seu custo unitário total é reduzido. Tal fato ocorre em relação ao custo

(A)

fixo

(B)

direto

(C)

primário

(D)

variável

(E)

por absorção

Resolução:

O custo fixo não se altera dentro de determinado limite de produção e envolve custos como o aluguel da fábrica. Quanto maior for a produção, mais diluído ficará o custo fixo e menor será o custo unitário.

Imagine o seguinte exemplo> O aluguel da fabrica é de R$ 50.000,00. Se a empresa produzir 10.000 unidade, então cada unidade receberá um custo fixo, relativo ao aluguel, de R$ 5,00. Mas, se a empresa passar a produzir 50.000 unidades, então o custo fixo de cada unidade produzida será de apenas R$ 1,00.

Assim, podemos dizer que os custos fixos são variáveis por unidade produzida.

Já os custo variáveis, compostos pela matéria prima, mão-de-obra direta e materiais diretos são fixos por unidade produzida.

Resposta correta letra “A”.

32 - Analise as assertivas abaixo a respeito dos Princípios Fundamentais de Contabilidade.

I - O Princípio do Registro pelo Valor Original diz que a avaliação dos componentes patrimoniais deve ser feita com

base nos valores de entrada, considerando-se como tais os resultantes do consenso com os agentes externos. II - O Princípio da Prudência determina a escolha da hipótese que resulte em maior patrimônio líquido, quando se apresentarem alternativas igualmente válidas. III - O Princípio da Competência diz que todas as despesas devem ser registradas quando efetivamente pagas. Está(ão) correta(s) APENAS a(s) afirmativa(s)

(A)

(B)

(C)

(D)

(E)

I

II

III

I

e II

II e III

Resolução:

O princípio da competência diz que as receitas e as despesas devem ser consideradas na

apuração do resultado no período em que ocorrerem seus fatos geradores, independentemente

do recebimento ou pagamento.

O princípio da prudência determina que em hipóteses igualmente aceitáveis se utilize o menor

valor para o ativo e o maior para o passivo de modo a resultar menor valor para o patrimônio líquido.

O Princípio do Registro pelo Valor Original diz que a avaliação dos componentes patrimoniais

deve ser feita com base nos valores de entrada, considerando-se como tais os resultantes do

consenso com os agentes externos.

Resposta correta letra “A”.

33 - Considere os dados abaixo para a elaboração da Demonstração do Fluxo de Caixa, em reais, de uma determinada

empresa. Lucro Líquido do Exercício

12.000,00

Resultado positivo de Participações em Controladas

1.500,00

Despesa com Depreciação no Período

800,00

Ganho na venda de Imobilizado

1.000,00