Вы находитесь на странице: 1из 18

Engrenagem

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre

Ela é chamada de engrenagem ou engrenagens de mecanismo usado para transmitir energia de um componente para outro dentro de uma máquina . As engrenagens são feitas de duas rodas de engrenagem, das quais a maior é chamada de coroa 'e menor' engrenagem '. A engrenagem é usada para transmitir movimento circular através de contato de engrenagens. Uma das aplicações mais importantes das engrenagens é a transmissão do movimento do eixo de uma fonte de energia, como um motor de combustão interna ou um motor elétrico para o outro eixo a uma certa distância e tem que fazer um trabalho . De forma que uma roda está ligado por fonte de energia e é conhecido como um motor de engrenagem eo outro é conectado ao eixo de movimento deve receber o eixo de transmissão e engrenagem movida é chamado. 1 Se o sistema é composto por mais um par de engrenagens, chamado ' trem .

A principal vantagem com transmissões de engrenagens para transmissão de polias não escorregar como polias, assim a precisão é obtido na razão.

Conteúdo Uma História Dois tipos de engrenagens 2,1 eixo paralelo 2,2 eixos perpendiculares 2,3 Para
Conteúdo
Uma História
Dois tipos de engrenagens
2,1 eixo paralelo
2,2 eixos perpendiculares
2,3 Para aplicações especiais, podemos citar
2,4 O modo de transmitir o movimento pode ser citada
2,5 Transmissão através de corrente ou correia dentada
2,6 Eficiência de speeders
Três características que definem uma engrenagem de dentes retos
3,1 estimular a construção de Fórmulas
3,2 Involute de círculo base
engrenagens helicoidais cilíndricas
4,1 construção Fórmulas de engrenagens helicoidais cilíndricas
4,2 duplas engrenagens helicoidais
4
Bevel
5,1 straight-dente engrenagens cônicas
5,2 engrenagem cónica espiral
5,3 engrenagens cônicas hipóides
5
Worm e Crown
6
fórmulas matemáticas para calcular
7
engrenagens planetárias
8
mecanismo de zipper
9
engrenagem intermediária e intermediária
10
mecanismo de carreto
11
polias
12
de spline
13
Aplicações das engrenagens
14,1 Bombas Hidráulicas
14,2 Mecanismo Diferencial
14,3 Gearbox
14,4 Redutores
14
Usinagem de engrenagens
15,1 corte de dentes
15.1.1 Shaper engrenagem Técnica
15,2 dentes chanfradas e arredondadas
15,3 ranger os dentes engrenagens
15
Animação de duas engrenagens. pinhão e coroa .
Animação de duas
engrenagens. pinhão e
coroa .
Engrenagens da máquina artesanal têxtil. Museu de Terrassa Barcelona .
Engrenagens da máquina
artesanal têxtil. Museu de
Terrassa Barcelona .
15,4 Brunidura

15,4 Brunidura

15,5 morangos Sharpening

15,5 morangos Sharpening

15,5 morangos Sharpening

15,6 roteamento técnicas materiais

16 A gestão financeira da usinagem de engrenagens

17 Cálculo da engrenagem

18 relações de transmissão

19 O tratamento térmico de engrenagens

20 Verificação da engrenagem

21 de lubrificação da engrenagem 21,1 especificações técnicas dos lubrificantes 21,2 Escolha do lubrificante e seu nível de viscosidade 21,3 manutenção preventiva das transmissões

22 Imparidade e insuficiência engrenagem

23 Veja também

24 Referências 24,1 Bibliografia

25 Ligações externas

22 Imparidade e insuficiência engrenagem 23 Veja também 24 Referências 24,1 Bibliografia 25 Ligações externas
22 Imparidade e insuficiência engrenagem 23 Veja também 24 Referências 24,1 Bibliografia 25 Ligações externas
22 Imparidade e insuficiência engrenagem 23 Veja também 24 Referências 24,1 Bibliografia 25 Ligações externas
22 Imparidade e insuficiência engrenagem 23 Veja também 24 Referências 24,1 Bibliografia 25 Ligações externas

História

Desde os tempos antigos usaram cordas e artigos de madeira para resolver os problemas de transporte , movimentação , elevação e movimentação . Ninguém sabe onde ou quando as rodas foram inventadas. A literatura da antiga China , Grécia , Turquia e Damasco mencionados engrenagens, mas não fornecem muitos detalhes sobre eles.

Molde China para a fabricação de engrenagens de bronze (século II aC a AD III).
Molde China para a
fabricação de
engrenagens de bronze
(século II aC a AD III).
Mecanismo de Antikythera.
Mecanismo de
Antikythera.

O mecanismo de engrenagem mais antiga cujos restos têm é o mecanismo de

Antikythera . 2 é uma calculadora astronômica que data de entre 150 e 100 a. C. e que compreende pelo menos 30 engrenagens de bronze com dentes triangulares. Possui recursos de tecnologia avançada, como os trens de engrenagem epicicloidal , até a descoberta deste mecanismo, acredita-se inventado no século XIX. Citações de Cícero é conhecido que o Antikythera não era um exemplo isolado, mas havia pelo menos dois outros mecanismos semelhantes na época, construído por Arquimedes e Posidônio . Por outro lado, considerar Arquimedes é muitas vezes um dos inventores das engrenagens porque projetou um verme .

A China também têm preservado exemplos antigos de máquinas com engrenagens. Um exemplo é o "carro que

aponta para o Sul" (120-250 dC), um mecanismo engenhoso que segurava o braço de uma figura humana sempre apontando para o sul através do uso de engrenagens epicicloidais diferencial. Um pouco mais cedo, por volta de 50 d. C., são engrenagens helicoidais e esculturas em madeira

encontradas em um túmulo real na cidade chinesa de Shensi . 2

Não está claro como ele transmitiu a tecnologia das engrenagens nos séculos seguintes. É possível que o conhecimento do tempo do mecanismo de Antikythera para sobreviver e contribuir para o florescimento da ciência e da tecnologia no mundo islâmico a partir do nono para o décimo terceiro séculos. Por exemplo, um manuscrito andaluz do século XI mencionado pela primeira vez uso em relógios mecânicos ambas as engrenagens epicicloidais como engrenagens segmentado . 3 As obras islâmica sobre astronomia e mecânica pode ter sido a base que permitiu-los de volta para a produção de calculadoras astronômicos Idade Moderna. No início dos anos Renascença, esta tecnologia foi usada na Europa para o desenvolvimento de relógios sofisticados, na maioria dos casos para os edifícios públicos, como catedrais . 4

Engrenagem helicoidal
Engrenagem helicoidal

Leonardo da Vinci morreu em França em 1519, deixou inúmeros desenhos e diagramas de alguns dos mecanismos usados ​​agora diárias, incluindo vários tipos de hélice do tipo engrenagens.

Os primeiros dados existentes sobre a transmissão de rotação com velocidade angular uniforme através de engrenagens, para o ano 1674 , quando o famoso astrônomo dinamarquês Olaf Roemer (1644-1710) propôs a forma ou o perfil do dente em epiciclo .

Robert Willis (1800-1875), considerado um dos primeiros engenheiros mecânicos , foi quem teve a primeira aplicação prática do epiciclo ao emprego na construção de uma série de engrenagens intercambiáveis. Da mesma forma, o primeiro trabalho matemático foi a idéia do perfil de dente círculo envolvente, mas também devido a realizações práticas Willis. Willis é devido à criação de odontógrafo , um dispositivo que serve o caminho simplificada do perfil evolvente do dente.

Leonardo.

É muito possível que ele foi o francês Phillipe de Lahire o primeiro a conceber o perfil evolvente do dente em 1695, logo após a Roemer epicyclic concebido.

A primeira aplicação prática do dente involute deveu-se ao suíço Leonhard Euler (1707). Em 1856, Christian Schiele sistema de moagem descobriu

a roda dentada pelo fogão , mas o procedimento não seria implementado até 1887, a Grant baseado em patentes. 5

Em 1874, o americano William Gleason inventou o cortador de primeira engrenagem cônica e, graças às ações de seus filhos, especialmente sua filha Kate Gleason (1865-1933), sua empresa tornou-se Gleason Works , com sede em Rochester (New York, EUA) em um dos fabricantes de máquinas-ferramenta no mundo.

Em 1897, o inventor alemão Robert Hermann Pfauter (1885-1914), inventou e patenteou uma máquina de picotar universal e engrenagens helicoidais de fresagem. Seguindo essa invenção e muitas invenções e outras aplicações feitas

na usinagem de engrenagens, empresa Pfauter fundou a empresa que, ao longo do tempo, tornou-se uma multinacional fabricante de todos os tipos de máquinas-ferramentas.

Transmissão de idade.
Transmissão de idade.

Em 1906, engenheiro, empresário alemão e Wilhelm Friedrich Lorenz (1842-1924), especializada na criação de equipamentos e equipamentos de usinagem de engrenagem e em 1906 construiu uma máquina capaz de fresagem engrenagem dentes de um diâmetro da roda de 6 m, o módulo 100 e um comprimento de 1,5 m. dente

No final do século XIX, coincidindo com a idade de ouro do desenvolvimento das engrenagens, o inventor e fundador da Empresa Empresa de engrenagens Fellows Shaper, Edwin R. Fellows (1846-1945), inventou um método revolucionário para GLOBIC usinagem verme, como os montados em caixas de direção de veículos antes de serem hidráulico.

Em 1905, M. Chambon, Lyon (França), foi o criador da máquina para o processo de fresagem de engrenagem de dentes cónicos. No tempo mais que André Citroën inventadas as engrenagens de dupla hélice. 6

Tipos de engrenagens

A classificação principal da engrenagem é feita de acordo com a disposição dos seus eixos de rotação e os principais

tipos de dentes. De acordo com esses critérios são os seguintes tipos de engrenagens:

paralelo eixos

Spur cilíndricasão os seguintes tipos de engrenagens: paralelo eixos Helicoidal cilíndrica Dupla hélice perpendicular eixos

Helicoidal cilíndricatipos de engrenagens: paralelo eixos Spur cilíndrica Dupla hélice perpendicular eixos Cruzou-helicoidal Cônicas

Dupla héliceparalelo eixos Spur cilíndrica Helicoidal cilíndrica perpendicular eixos Cruzou-helicoidal Cônicas retas

perpendicular eixos

Cruzou-helicoidalHelicoidal cilíndrica Dupla hélice perpendicular eixos Cônicas retas Cônicas helicoidais Bisel hipóides Roda e

Cônicas retasDupla hélice perpendicular eixos Cruzou-helicoidal Cônicas helicoidais Bisel hipóides Roda e verme Para

Cônicas helicoidaishélice perpendicular eixos Cruzou-helicoidal Cônicas retas Bisel hipóides Roda e verme Para aplicações especiais,

Bisel hipóideseixos Cruzou-helicoidal Cônicas retas Cônicas helicoidais Roda e verme Para aplicações especiais, podemos citar

Roda e vermeCônicas retas Cônicas helicoidais Bisel hipóides Para aplicações especiais, podemos citar Planetário

Para aplicações especiais, podemos citar

PlanetárioRoda e verme Para aplicações especiais, podemos citar Interior Zip Por meio de transmitir o movimento

Interiorverme Para aplicações especiais, podemos citar Planetário Zip Por meio de transmitir o movimento pode ser

Zipaplicações especiais, podemos citar Planetário Interior Por meio de transmitir o movimento pode ser citada Simples

Por meio de transmitir o movimento pode ser citada

Simples transmissãoZip Por meio de transmitir o movimento pode ser citada Transmissão de engrenagem intermediária Transmissão

Transmissão de engrenagem intermediáriatransmitir o movimento pode ser citada Simples transmissão Transmissão composta. Trem de engrenagens Transmissão por

Transmissão composta. Trem de engrenagenstransmissão Transmissão de engrenagem intermediária Transmissão por corrente ou correia dentada Engrenagem de

Transmissão por corrente ou correia dentada

Engrenagem de idade guindaste localizado no porto de Sevilha 18 pinhão estimular dente. Engrenagens especiais.

Engrenagem de idade guindaste localizado no porto de Sevilha

Engrenagem de idade guindaste localizado no porto de Sevilha 18 pinhão estimular dente. Engrenagens especiais. Science
Engrenagem de idade guindaste localizado no porto de Sevilha 18 pinhão estimular dente. Engrenagens especiais. Science

18 pinhão estimular

dente.

guindaste localizado no porto de Sevilha 18 pinhão estimular dente. Engrenagens especiais. Science Park de Granada
guindaste localizado no porto de Sevilha 18 pinhão estimular dente. Engrenagens especiais. Science Park de Granada

Engrenagens especiais.

Science Park de Granada

.

Mecanismo de cadeia de roda dentadaPolia speeders Eficiência Para Winsmith entre 80% e 90% no Stöber helicoidais Brook Hansen e

PoliaMecanismo de cadeia de roda dentada speeders Eficiência Para Winsmith entre 80% e 90% no Stöber

speeders Eficiência

Para Winsmith entre 80% e 90% no Stöber helicoidais Brook Hansen e entre 95% e 98%, e planetários em torno de 98% ou (98 ^ (número de estágios).

Características que definem uma engrenagem de dentes retos

Engrenagens cilíndricas retas são as mais simples tipo de arte e existência atual. Eles geralmente são usados ​​para velocidades pequenas e médias, em altas velocidades, se não corrigida, ou que tenha sido corrigido o seu carving, produzir ruído cujo nível depende da velocidade que eles têm.

Um dente da engrenagem , estão fazendo o esforço de empurrar e transmitir energia a partir dos eixos de , estão fazendo o esforço de empurrar e transmitir energia a partir dos eixos de transmissão para o eixos. O perfil do dente, ou a forma de suas bordas, consiste de duas curvas involute circular, simétrica sobre o eixo que passa pelo centro.

Módulo : o módulo de uma engrenagem é uma grandeza característica que é definido como a : o módulo de uma engrenagem é uma grandeza característica que é definido como a relação entre a medida do diâmetro médio em milímetros e número de dentes. Nos países de common law usar outro recurso chamado o passo diametral , que é inversamente proporcional ao módulo. O valor é definido pelo módulo de cálculo de resistência dos materiais sob o poder a ser transmitido e, dependendo da relação de transmissão é estabelecido. O tamanho dos dentes é normal. O módulo é indicado por números. Duas malhas engrenagens devem ter o mesmo módulo.

Círculo de passo : o círculo ao longo do qual a malha dentes. Com relação ao círculo de : o círculo ao longo do qual a malha dentes. Com relação ao círculo de passo são determinadas todas as características que definem os diferentes elementos dos dentes da engrenagem.

Caminho circular : o comprimento do círculo de passo correspondente a um dente e uma linha vazia. : o comprimento do círculo de passo correspondente a um dente e uma linha vazia.

Espessura do dente : a espessura do dente na zona de contacto, ou seja, o círculo de referência. : a espessura do dente na zona de contacto, ou seja, o círculo de referência.

Número de dentes : o número de dentes da engrenagem. Ele é simbolizado como ( Z ) . : o número de dentes da engrenagem. Ele é simbolizado como ( Z ) . É essencial para calcular a proporção. O número de dentes de uma engrenagem não deve ser inferior a 18 dentes quando o ângulo de pressão é de 20 graus ou menos de 12 dentes quando o ângulo de pressão é de 25 º.

Elementos de uma engrenagem.
Elementos de uma
engrenagem.
Representação do deslocamento de um ponto de engrenagem de dentes retos.
Representação do
deslocamento de um
ponto de engrenagem de
dentes retos.

Diâmetro externo : o diâmetro do círculo que limita a engrenagem exterior. : o diâmetro do círculo que limita a engrenagem exterior.

Diâmetro interno : o diâmetro do círculo que limita o pé do dente. : o diâmetro do círculo que limita o pé do dente.

Torta do dente : é também conhecido por dedendo . É parte do dente entre a circunferência eo : é também conhecido por dedendo . É parte do dente entre a circunferência eo círculo interior pitch.

Cabeça do dente , também conhecido como o adendo . É parte do dente entre o diâmetro externo , também conhecido como o adendo . É parte do dente entre o diâmetro externo eo diâmetro primitivo.

Borda : o interior do dente, é a sua área de atrito. : o interior do dente, é a sua área de atrito.

Altura do dente : a soma da altura da cabeça (adenda) mais a altura do pé (dedendo). : a soma da altura da cabeça (adenda) mais a altura do pé (dedendo).

Ângulo de pressão , que forma a linha de ação com a tangente ao círculo pitch, φ (20 , que forma a linha de ação com a tangente ao círculo pitch, φ (20 º ou 25 º ângulos são normalizados).

Comprimento do dente , é o comprimento que tem o dente da engrenagem , é o comprimento que tem o dente da engrenagem

Distância entre os centros de duas engrenagens : a distância entre os centros das circunferências das engrenagens. : a distância entre os centros das circunferências das engrenagens.

Relação de transmissão : o rácio de rotação entre o motorista ea roda dentada acionada. A R t : o rácio de rotação entre o motorista ea roda dentada acionada. A R t podem estar reduzindo a velocidade ou caixa de câmbio de velocidade. A relação de transmissão recomendada 7 , tanto em caso de redução e multiplicação depende da velocidade que tem a transmissão de dados aproximados indicados:

Velocidade lenta:

de dados aproximados indicados: Velocidade lenta: Velocidade normal: Alta velocidade: Existem dois tipos de

Velocidade normal:

aproximados indicados: Velocidade lenta: Velocidade normal: Alta velocidade: Existem dois tipos de engrenagens, chamado

Alta velocidade:

Velocidade lenta: Velocidade normal: Alta velocidade: Existem dois tipos de engrenagens, chamado dente dente

Existem dois tipos de engrenagens, chamado dente dente normal e curto em altura é menor do que o dente considerado normal. No dente da

engrenagem curta, a cabeça do dente vale a pena (

)
)
engrenagem curta, a cabeça do dente vale a pena ( ) Fórmulas estimular a construção de

Fórmulas estimular a construção de

Diâmetro primitivo :

Fórmulas estimular a construção de Diâmetro primitivo : Módulo : Caminho circular : P c =
Fórmulas estimular a construção de Diâmetro primitivo : Módulo : Caminho circular : P c =

Módulo :

Caminho circular : P c = S + W

: Módulo : Caminho circular : P c = S + W Número de dentes :
: Módulo : Caminho circular : P c = S + W Número de dentes :

Número de dentes :

Diâmetro exterior :

c = S + W Número de dentes : Diâmetro exterior : Espessura dos dentes :
c = S + W Número de dentes : Diâmetro exterior : Espessura dos dentes :

Espessura dos dentes :

de dentes : Diâmetro exterior : Espessura dos dentes : Dente oca : Furo : Torta

Dente oca :

Furo :

exterior : Espessura dos dentes : Dente oca : Furo : Torta do dente : Cabeça

Torta do dente :

dos dentes : Dente oca : Furo : Torta do dente : Cabeça do dente :

Cabeça do dente : M

Altura do dente :

Torta do dente : Cabeça do dente : M Altura do dente : Distância entre centros
Torta do dente : Cabeça do dente : M Altura do dente : Distância entre centros

Distância entre centros :

Equação global de transmissão ':

entre centros : Equação global de transmissão ': Involute da base de círculo ), ea altura

Involute da base de círculo

), ea altura do pé do dente vale a pena ( M ) sendo o valor da altura total do dente (

Para o movimento que é transmitido entre um par de engrenagens, assume dois rolos em contato, onde não há deslizamento, o diâmetro destes rolos são conhecidas como breu diâmetro do círculo dp e dp é construído círculo é conhecido como primitiva. Com um dente da engrenagem é prolongar

a ação dos rolos, e por essa razão que o perfil que descreve um involuir . Para o desenho da envolvente é necessário primeiro definir o círculo base (ver sig. Fig.).

i. - Cp De um passo, na linha superior horizontal, desenhar um círculo tangente a chegar ao ponto A.

ii .- Depois de passar pelo ponto A traçar a recta de contato ângulo Ψ (de pressão).

iii .- Em seguida, construir o círculo base concêntricos à tangente do círculo de passo para a linha de contato, que foi desenhado com a pressão

ângulo Ψ, obtendo o ponto B ea base de rádio rb (segmento OB).

Para desenhar a involuir (ver sig. Fig.) Deve ser desenhado um círculo de raio da

Para desenhar a involuir (ver sig. Fig.) Deve ser desenhado um círculo de raio da base em um ângulo θ em torno do eixo x, obtendo-se o ponto B, em seguida, desenhar uma tangente ao círculo base do ponto B e comprimentos de o arco AB, onde A é o ponto de intersecção do círculo de base com o eixo x em seguida, obter um ponto (x, y) que pertencem ao lugar geométrico do círculo base involuir. Se repetirmos o procedimento acima três vezes para diferentes θ e juntar os pontos (x, y) curvas obtidas usando modelos, vamos apreciar um esboço semelhante ao mostrado na figura abaixo.

As equações paramétricas que lugar o modelo do círculo base evolvente pode ser expressa como:

o modelo do círculo base evolvente pode ser expressa como: Gears of helicoidais Engrenagem. Extraídos do
o modelo do círculo base evolvente pode ser expressa como: Gears of helicoidais Engrenagem. Extraídos do

Gears of helicoidais

Engrenagem.
Engrenagem.
Extraídos do círculo base involute
Extraídos do círculo base
involute

As engrenagens helicoidais cilíndricas são caracterizados por irregulares oblíqua ao eixo

de rotação. Estas engrenagens transmitem o movimento de forma na engrenagem de dentes retos cilíndrico, mas com mais vantagens. Os eixos de engrenagem pode ser paralelo ou cruzado, geralmente em 90 º. Para eliminar o empuxo axial da hélice dupla irregulares pode ser feito.

Engrenagens helicoidais têm a vantagem de transmitir mais energia do que em linha reta, e também pode se espalhar mais rápido, são mais silenciosos e mais durável, eles também podem transmitir o movimento de eixos que se cruzam. De suas desvantagens pode-se dizer que usar mais do que o justo, são mais caros para fabricar e geralmente precisam de mais gordura do que em linha reta .* 8

Mais característico de uma roda dentada helicoidal é a forma de hélice a hélice sendo considerado como o avanço de uma rotação completa do diâmetro primitivo da engrenagem. Esta deriva β ângulo de hélice, que é a dentada com o longo eixo. Este ângulo deve ser igual para as duas rodas que malha, mas na direção oposta, ou seja, um no sentido horário e outro será deixado. Seu valor é definido a priori de acordo com a velocidade que você tem a transmissão, os dados indicativos deste ângulo são:

Velocidade lenta: β = (5 º - 10 º)

Velocidade Normal: β = (15 º - 25 º)

Alta velocidade: β = 30 º

As relações de transmissão que são recomendados são mais ou menos semelhantes aos de engrenagens.

são mais ou menos semelhantes aos de engrenagens. Diagrama 3D de um par de eixos paralelos

Diagrama 3D de um par de eixos paralelos helicoidal engrenagem (http://www.youtube.com/watch?v=Qcgjsor1Q-Y)

Fórmulas construção de engrenagens helicoidais cilíndricas

Como resultado da hélice com a sua moagem engrenagens helicoidais processo é diferente do que uma engrenagem de dentes retos, porque leva uma transmissão cinemática que torna possível obter a hélice necessário. Alguns destes dados dimensional engrenagens são diferentes em relação à vertical.

necessário. Alguns destes dados dimensional engrenagens são diferentes em relação à vertical. Diâmetro exterior :

Diâmetro exterior :

Diâmetro primitivo :

Diâmetro primitivo : Módulo normal ou real : Passo normal ou real : Ângulo da hélice
Diâmetro primitivo : Módulo normal ou real : Passo normal ou real : Ângulo da hélice

Módulo normal ou real :

Passo normal ou real :

: Módulo normal ou real : Passo normal ou real : Ângulo da hélice : Passo
: Módulo normal ou real : Passo normal ou real : Ângulo da hélice : Passo

Ângulo da hélice :

Passo da hélice :

normal ou real : Ângulo da hélice : Passo da hélice : Módulo circular ou aparente
normal ou real : Ângulo da hélice : Passo da hélice : Módulo circular ou aparente

Módulo circular ou aparente :

: Passo da hélice : Módulo circular ou aparente : Caminho circular aparente : Passagem axial

Caminho circular aparente :

Módulo circular ou aparente : Caminho circular aparente : Passagem axial : Número de dentes :

Passagem axial :

aparente : Caminho circular aparente : Passagem axial : Número de dentes : Helicoidal engrenagem set.

Número de dentes :

Helicoidal engrenagem set.
Helicoidal engrenagem
set.

Outros dados, como um adendo dedendo, ea distância entre os centros, são os mesmos valores como engrenagens.

duplas engrenagens helicoidais

Este tipo de engrenagens foram inventados pela montadora francesa Citroën André , eo objetivo é eliminar a obter impulso com uma única engrenagens helicoidais. Os dentes de duas engrenagens são uma espécie de V.

Engrenagens dupla hélice é uma combinação de esquerda e direita. O impulso axial absorvendo suporta rolamento ou engrenagens helicoidais é uma desvantagem para eles e é removido a partir da reação de igual e oposta empurrar um ramo de uma engrenagem helicoidal dupla simétrica.

Uma engrenagem dupla hélice sofre apenas metade do que o deslizamento de erro uma única hélice ou engrenagem de dentes retos. Qualquer discussão relacionada com as engrenagens helicoidais única (eixo paralelo) é aplicável a dupla engrenagens helicoidais, exceto que o ângulo de hélice é geralmente maior para o helicoidal dupla, já que não há empuxo axial.

Com o método inicial de fabricação, a engrenagem dupla, conhecida como spina engrenagens tinha um canal central para separar os dentes opostos, tornando mais fácil usinagem. O desenvolvimento de máquinas de corte slotting geração, tipo Sykes faz com que seja possível ter dentes contínua sem o buraco central. Curiosamente, a empresa Citroen adaptou o seu logotipo pegada produzido pelo rolar das engrenagens de dupla hélice.

Bevel

Engrenagens cônicas.
Engrenagens cônicas.

Engrenagens são em forma de um cone truncado e permitem transmitir movimento entre eixos que são cortadas. 9 Seus cálculos são dados nos manuais de usinagem específica.

engrenagens cônicas dentes retos

Duplo engrenagens helicoidais. Citroën veículo com o logotipo de engrenagens de dupla hélice de rolamento.
Duplo engrenagens
helicoidais.
Citroën veículo com o
logotipo de engrenagens
de dupla hélice de
rolamento.

A transmissão do movimento de eixos que se cruzam no mesmo nível, geralmente em ângulos retos, mas não o único ângulo que pode variar o ângulo, como 45, 60, 70, etc, através de dentadas superfícies cônicas. Os dentes convergem para o ponto de intersecção dos eixos. Eles são usados ​​para fazer eixos redução de velocidade a 90 °. Estas engrenagens gerar mais ruído do que engrenagens cônicas em espiral. Agora é

raramente usado. 10

Diagrama 3D de um par de engrenagens cônicas (http://www.youtube.com/watch?v=o-Kdj_f6WCQ)engrenagem cónica espiral Eles são usados ​​para reduzir a velocidade em um • Eixo 90.

engrenagem cónica espiral

Eles são usados ​​para reduzir a velocidade em um • Eixo 90. A diferença com a vela em linha reta, que tem uma superfície de contato maior. É operação relativamente tranquila. Eles também podem transmitir o movimento de eixos que se cruzam. A construção de dados destas engrenagens são em técnicas de usinagem manuais. São usinadas em fresamento especial. 11

engrenagens cônicas hipóides

Uma engrenagem hipóides é um grupo de engrenagens cônicas em espiral formada por uma engrenagem dentes do pinhão e alguns rolos de muitos dentes, que é instalado, principalmente em veículos comerciais com tração nos eixos traseiros. Tem a vantagem de ser bem adequado para baixo tipo de corpos, ganhando assim um monte de estabilidade para o veículo. Além disso, o arranjo helicoidal dos dentes permite maior contato entre os dentes da coroa com a coroa, resultando em maior robustez na transmissão. Usinagem é muito complicado e são usados ​​para este máquinas de corte especiais (Gleason) 12

Worm e Crown

Engrenagens cônicas hipóides.
Engrenagens cônicas
hipóides.
Empilhadeira worm.
Empilhadeira worm.

É um mecanismo concebido para transmitir grandes esforços, que também é usado como um redutor de velocidade para aumentar a potência de transmissão. Trabalha geralmente em eixos que se cruzam a 90 graus.

Tem a desvantagem de que o seu sentido de rotação é reversível, principalmente em relações de marchas grande atrito, e consomem uma parcela significativa de poder. Em edifícios de maior qualidade a coroa é feita de bronze eo parafuso sem-fim de aço temperado, a fim de reduzir o atrito. Se esse mecanismo transmite um grande esforço tem que ser muito bem lubrificado para refinar o desgaste por atrito.

O

número de entradas em um worm é geralmente 1-8. Os dados para calcular estas artes estão em registros médicos de usinagem .

O

parafuso pode ser usinado por torneamento, fresagem, ou plantas biconoids morangos. A coroa, entretanto, requer normal ou morangos fogão. 13

Worm e coroa GLOBIC

Normalmente o contato entre os dentes da coroa sem-fim e ocorre em um único ponto, ou seja, uma área muito pequena de metal. Portanto, quando o força a ser transmitida é uma forte pressão de alta é gerada no ponto de contato. Para reduzir a pressão pode aumentar a superfície de contato entre o verme ea coroa, utilizando uma das três formas de ligação: 13

1. GLOBIC coroa e sem-fim convencional

2. Verme GLOBIC e coroa convencional

3. Verme GLOBIC ea coroa também GLOBIC

Worm e GLOBIC coroa.
Worm e GLOBIC coroa.

Para a usinagem de verme utilizada processo de geração de GLOBIC com os Fellows máquinas.

Diagrama 3D de um par de engrenagens helicoidais (http://www.youtube.com/watch?v=mNI0TwHKNi4)processo de geração de GLOBIC com os Fellows máquinas. As fórmulas matemáticas para calcular Módulo (M)

As fórmulas matemáticas para calcular

Módulo (M) M = p / π

Passo Axial (P) P = π. M (quando uma entrada P Ph =)

Helix ângulo (α hélice 1) como α = P / (Dp. Π) como α = M / Dp

Helix ângulo (mais de 1 α hélice) como α = (P. N) / (π. Dp), como α = Ph / (π. Dp)

Passo da hélice (mais de uma hélice) Ph = P. N

Arremesso de diâmetro Dp = De-2M

De diâmetro externo De = Dp 2 M

Diâmetro interno = De Di-2M

Altura total H = 2167 x rosca M (ângulo de pressão 14,5 ° e 20 °)

Filé de cabeça de altura H1 = M (para qualquer um dos ângulos de pressão)

Altura do pé Steak H2 = 1,167 x M (ângulo de pressão 14,5 ° e 20 °)

Largura na parte inferior do filé (cinzel ponta) F = 0,95 x M (ângulo de pressão 14,5 °) F = 0,66 x M (ângulo de pressão 20 °) Estas fórmulas foram retirados do livro "Casillas livro Casillas. Cálculos oficina. Machines AL "

Engrenagem planetária

As engrenagens planetárias, interna ou engrenagem de dentes retos do anel são variações em que os dentes são cortadas no interior de um anel ou flange de uma roda, em vez de fora. As engrenagens internas são geralmente conduzidos por um pinhão (também chamado de pinhão Sol, uma engrenagem pequena, com menos dentes). Este tipo de arte mantém o sentido da velocidade angular. 14 A escultura destas engrenagens é feito por shapers geração de alocação.

A eficiência do sistema de engrenagem planetária é igual a 98 ^ (# estágios), ou seja, se você tem 5 etapas para reduzir a eficiência deste tipo de arte seria 0,904 ou 90,4%.

Porque eles têm mais dentes em contato do que outros tipos de artes, são capazes de transferir / support mais torque, portanto seu uso na indústria está se tornando mais difundida. Uma vez que geralmente uma caixa de câmbio convencional setas paralelas em aplicações de alto torque deve usar arranjos coroa / cadeias que não só exige mais tamanho, mas também envolvendo o uso de lubrificantes para a coroa liquidação / cadeia.

Mecanismo de engrenagem interna.
Mecanismo de
engrenagem interna.

A seleção de engrenagem planetária é feito como qualquer arte, dependendo do torque (Newton-metro).

Como qualquer arte, as engrenagens da engrenagem planetária é apreciador de atrito e remoção dos dentes (em Inglês "pitting" e "dobra").

Porque os fabricantes usam diferentes estilos de tempo de operação de suas engrenagens e rolamentos torque máximo, a ISO tem normas para regular isto:

ISO 6636 para as artes,

ISO 281 para rolamentos e

UNI 7670 para os eixos.

Desta forma você pode realmente comparar as especificações técnicas das artes / artes e pode ser projetada tempo de operação antes da falha de qualquer um deles, (ou engrenagens planetárias para reduzir setas paralelas).

Mecanismo zip

Zip.
Zip.

O mecanismo de fecho aplicado para os dentes das engrenagens são um bar, que é considerado como uma

engrenagem de diâmetro infinito e dentadas com um menor diâmetro e serve para transformar um movimento de

rotação do pinhão em movimento linear da zip. 15 Talvez o mais conhecido é o rack montado guinchos para o deslocamento longitudinal do carro.

v = ( n * z * p ) / 60 [ m / s ]

n: velocidade angular. z: número de dentes na roda dentada. p: passo.

louco ou engrenagem intermediária

Em uma engrenagem simples um par de engrenagens, eixo de transmissão chamado de eixo tem uma direção de rotação que é contrário ao eixo acionado. Muitas vezes, nas máquinas, isto não é conveniente, porque é necessário que ambos os eixos giram na mesma direção. Para atingir este objetivo, imprensado entre as duas engrenagens uma terceira engrenagem gira livremente sobre um eixo, ea única

este objetivo, imprensado entre as duas engrenagens uma terceira engrenagem gira livremente sobre um eixo, ea
este objetivo, imprensado entre as duas engrenagens uma terceira engrenagem gira livremente sobre um eixo, ea

coisa que faz é inverter o sentido de rotação do eixo acionado porque a relação de transmissão não se altera em tudo. Este reboque serve como motor e conduzido e, portanto, não altera a relação. 16 Um exemplo de roda intermediária ou o que constitui a inversão de veículos movidos por motores de combustão interna, engrenagens montado muito louco o aço laminadores. As engrenagens planetárias dos mecanismos diferenciais também agir como louco engrenagens intermediárias.

Mecanismo de carreto

O mecanismo de pinhão cadeia é um método amplamente utilizado de transmissão para transmitir movimento rotativo

entre dois eixos paralelos que são completamente diferentes. Mecanismo de transmissão é usada por bicicletas , motos e muitas máquinas e instalações industriais. Também usado no lugar de redutores de velocidade por polias quando é importante para evitar a patinagem das rodas entre o anfitrião eo mecanismo de transmissão (neste caso, uma string).

Este mecanismo consiste em três elementos: dois pinhões, um em cada eixo, e uma cadeia fechada. Os dentes das engrenagens engrenar com muita precisão no elos da cadeia, assim, transmitir o movimento. 17

Em comparação com o cinto-polia, carreto mecanismo tem a vantagem de grandes potências para transmitir com eficiência energética, mas é mais ruidoso e requer lubrificantes. 17

Para calcular a taxa de transmissão é pena as equações da coroa.

polias

Para a transmissão entre dois eixos que são separados a uma distância onde não é economicamente ou tecnicamente impossível montar uma transmissão de engrenagem é usada para uma assembléia polia com as mesmas propriedades que mantêm as engrenagens ou seja, evitar derrapagens e manter a precisão na razão.

A mais importante das polias são:

Número de dentes, altura, e largura da polia

O passo é a distância entre os centros dos slots e é medido no círculo de passo da polia. O círculo de arremesso da

linha de polia coincide com a passagem da banda correspondente.

As polias são feitos de diferentes materiais, como alumínio, aço e ferro fundido.

As polias padrão estão disponíveis nos seguintes passos em polegadas: MXL: Mini Luz Extra (0.080 "), XL: Light Extra (.200"), L: Light (0,375 "), H: Heavy (0,500"), XH: Muito pesado (.875 ") e XXII: Heavy Duplo Extra

(1.250").

Medidas métricas são:

Detalhe Idler louco.
Detalhe Idler louco.
Elo de uma cadeia.
Elo de uma cadeia.
Marcha de bicicleta set.
Marcha de bicicleta set.
Polias de transmissão.
Polias de transmissão.

T2, 5 (mm passo de 2,5), T5 (mm Passo 5), T10 (Passo 10 mm) e T20 (mm Passo 20). 18

. 19

Spline

São chamados de spline (eixo estriado) para os eixos foram usinadas ranhuras na área que tem que ser acoplado a uma engrenagem ou outros componentes para dar maior rigidez ao acoplamento que produz um slot simples. Estes não são engrenagens de spline, mas se uma forma de usinagem é semelhante ao utilizado para as artes de usinagem e parte para deste artigo. Os eixos ranhurados são acoplados nos furos de engrenagens ou outros componentes que foram usinadas em brochar para o link apropriado. Este sistema de fixação é muito robusto. Engrenagens utilizadas em caixas de engrenagens e rolamentos de transmissão. Existe uma regra que rege o tamanho eo formato da spline é o DIN-5643. 20

Aplicações das engrenagens

i d

d

d

f

h

d

d

d

i

d

i

i

Transmissão Spline.
Transmissão Spline.
formato da spline é o DIN-5643. 2 0 Aplicações das engrenagens Há i d d d

uma var e

a

e

e ormas e taman os

e engrenagens,

es e o ma s pequeno usa o em re

gos e nstrumentos

científicos (o módulo é atingido 0,05) em geral, empregados, por exemplo, turbinas reduções de velocidade barcos a

vapor, a operação dos fornos e moinhos, fábricas de cimento, etc.

O escopo das engrenagens é praticamente ilimitado. As plantas estão em produção de energia elétrica, hidráulica e

elementos de transporte terrestre: locomotivas, vagões, caminhões, automóveis, navios de todos os tipos, aviões, indústria do aço, laminadores, transportadores, ETC. minas e estaleiros, fábricas de cimento, guindastes, empilhadeiras, máquinas-ferramentas, máquinas têxteis, alimentação, vestuário e calçados, química e indústria farmacêutica, etc, até mesmo os mais simples movimentos de operação manual.

Caixa de velocidades.
Caixa de velocidades.

Toda essa variedade de aplicações de arte pode-se dizer que o único propósito de transmissão de uma rotação ou

um eixo diferente, reduzindo ou aumentando a velocidade do primeiro.

Mesmo algumas engrenagens coloridas feitas de plástico são usados ​​em alguns brinquedos.

Bombas Hidráulicas

Uma bomba hidráulica é um dispositivo de recepção de energia que tais mecânica de uma fonte externa, torna-se uma

energia de pressão transmitido de um lugar para outro em um sistema hidráulico através de um líquido cujas moléculas são submetidas a pressão que precisamente. Bombas hidráulicas são os elementos responsáveis ​​por promover o óleo

ou fluido hidráulico, transformando a energia rotacional mecânica em energia hidráulica. 21

Um tipo de bomba hidráulica que carrega dentro de si um par de engrenagens no mesmo número de dentes que por sua vez está levando à transferência de óleo ou outros líquidos. Uma bomba hidráulica equipada com todas as máquinas com hidráulica e todos os motores de combustão interna para lubrificar as peças móveis.

Mecanismo Diferencial

Bomba hidráulica.
Bomba hidráulica.
Mecanismo diferencial.
Mecanismo diferencial.

O mecanismo de diferencial é permitir que o veículo quando sua curva de rodas de propulsão pode descrever suas

trajetórias sem derrapar no chão. A necessidade deste dispositivo é explicado pelo fato de que, dando ao carro uma curva, as rodas interiores, no mesmo espaço de viagens menos do que aqueles no exterior, desde que o primeiro descreve um círculo de raio menor que o segundo .

O mecanismo de diferencial é constituído por uma série de engrenagens dispostas de tal forma que permite que o

veículo de passeio de duas rodas ao girar em velocidades diferentes conduzido em uma curva. Portanto, se o veículo faz uma curva para a direita, as rodas dentro de tornar mais lentamente do que externa, e os satélites são mais difíceis

de mover planetário para os eixos do eixo direito, porque eles começam a girar em torno de seu eixo de rotação do

planeta à esquerda a uma taxa ligeiramente superior. Desta forma levar a uma maior velocidade de rotação do eixo do eixo e roda esquerda.

O mecanismo consiste de duas engrenagens cônicas diferencial chamado planetário conectado às extremidades da rolamentos das rodas e duas

engrenagens cônicas chamados satélites montados nas extremidades de seu eixo de satélites e de malha com o planeta.

de seu eixo de satélites e de malha com o planeta. O desempenho de vídeo 3D

O desempenho de vídeo 3D (http://www.youtube.com/watch?v=vBm-SzO3ggE)

Uma variante do diferencial convencional consiste do bloqueio do diferencial é instalado opção em veículos todo-terreno para viajar sobre o gelo ou

na neve ou em curvas em alta velocidade em caso de carros de corrida. 22

Gearbox

No carro , a caixa de velocidades ou caixa de câmbio é o elemento responsável pelo acoplamento do motor de eo sistema de transmissão com relações diferentes da engrenagem ou engrenagem para que a mesma velocidade de rotação do eixo de manivela pode tornar-se diferentes velocidades mudança na rodas . O resultado nas rodas unidade é normalmente reduzida velocidade e aumento de torque .

Os dentes das engrenagens helicoidais e redutores são suas bordas são arredondadas para não causar ruídos ou

rejeição ao mudar de velocidade. A fabricação dos dentes da engrenagem é muito cuidadoso para ser duradouro. Os

eixos de mudança são suportados por rolamentos de esferas e todo o mecanismo está imerso em óleo pesado pode

continuar a ser lubrificado. 1

Velocidade Redutores

O

d

t

d

l

id

d

ã

i

t

it

i

t

t

i

d

t

ã

lt

l

id

d

Caixa de velocidades do eixo.
Caixa de velocidades do
eixo.

l

t

t

s re u ores e ve oc a Básicos reduzindo mecanismo.
s re u ores
e ve oc
a
Básicos reduzindo
mecanismo.

e s o os mecansmos que ransm em movmen o en re um e xo

o em a outro que gira a uma velocidade mais lenta, tal ferramenta. Eles consistem de conjuntos de engrenagens de diâmetros diferentes ou de um parafuso sem-fim e coroa. 23

e ro aç

a ve oc

a e, gera men e um mo or, e

O mecanismo de engrenagem básica consiste de verme e coroa. Neste tipo de mecanismo do efeito do atrito sobre os flancos do dente faz com que essas engrenagens têm o menor rendimento de todas as transmissões, este rendimento é entre 40 e 90%, dependendo das características da caixa de velocidades e trabalho a que é submetido. Fatores que aumentam o desempenho:

Alta ângulos da ligação no parafuso.a que é submetido. Fatores que aumentam o desempenho: Baixo atrito (boa lubrificação) da equipe. Alta

Baixo atrito (boa lubrificação) da equipe.o desempenho: Alta ângulos da ligação no parafuso. Alta transmitida poder. Relação de transmissão baixa

Alta transmitida poder.no parafuso. Baixo atrito (boa lubrificação) da equipe. Relação de transmissão baixa (fator determinante).

Relação de transmissão baixa (fator determinante).(boa lubrificação) da equipe. Alta transmitida poder. Existem outras provisões para engranages em speeders, são

Existem outras provisões para engranages em speeders, são chamados de acordo com o layout do eixo de saída (eixo lento) em relação ao eixo de entrada (eixo rápido). Então, seria o chamado redutores de velocidade, coaxial, paralelo e (coroa paralelo + infinito) ortogonal mista. Em trens coaxial, paralelos e ortogonais é considerado um rendimento aproximado de 97-98% na mistura rendimento estimado entre 70% e 90%.

Além disso, existem redutores de velocidade são chamados eixos epicyclic disposicional tecnicamente são coaxiais e se distinguem pela sua capacidade de transmissão compacta, de alto torque e extrema sensibilidade à temperatura.

Caixas de engrenagens são fabricadas em ferro fundido dando-lhe barricadas para impedir a entrada do óleo dentro da caixa.

Redutores de Recursos

Poder, em kW ou HP, entrada e saída.

Poder,

em kW ou HP, entrada e saída.

Velocidade, RPM, entrada e saída.

Velocidade, RPM, entrada e saída.

Velocidade de saída. (RPM)

Velocidade de saída. (RPM)

Relação de transmissão 2 4

Relação de transmissão 24

Fator de segurança ou serviço (Fs)

Fator de segurança ou serviço (Fs)

Torque transmitido (MN1 velocidade de eixo) (Mn2 saída de eixo)

Torque transmitido (MN1 velocidade de eixo) (Mn2 saída de eixo)

usinagem de engrenagens

Corte de dentes

Engrenagem de corte de fresa.
Engrenagem de corte de
fresa.

Como as engrenagens são mecanismos que estão incorporadas na maioria das máquinas são construídas e, especialmente, em todos os motores incorporando térmica ou elétrica, a cada dia é necessário ter para ser usinado milhões de engrenagens diferentes, e, portanto, o nível tecnologia tem sido alcançado a engrenagens da máquina é muito elevada, tanto nas máquinas que são utilizados como ferramentas de corte que lhe dão forma.

Antes de usinagem os dentes da engrenagem passaram por outras máquinas-

ferramentas, tais como tornos e fresadoras onde estão todas as dimensões externas usinado, e se eles têm buracos, deixando o excedente necessário no caso de você ter a um tratamento térmico e usinagem posterior de qualquer de suas áreas.

Usinagem de dentes de engrenagens em uma escala industrial as máquinas são feitas em purpose-built shapers para este fim, placa chamado.

Características técnicas do shaper LIEBHERR LC-500 (Exemplo) 25

Shaper engrenagem Técnica

Módulo: 12/14  

Módulo: 12/14

 
Diâmetro da engrenagem: 500 mm  

Diâmetro da engrenagem: 500 mm

 
Axial de viagens: 1000 mm  

Axial de viagens: 1000 mm

 
Curso Schifter: 220/300 milímetros  

Curso

Schifter: 220/300 milímetros

 
Corte cortador diâmetro: 210 mm

Corte cortador diâmetro: 210 mm

C i t d d t 260

C

i

t

d

d

t

260

Esculpido a partir de uma fresagem engrenagem helicoidal.
Esculpido a partir de uma
fresagem engrenagem
helicoidal.
e morango Velocidade: 1000 rpm ompr men o e cor e: mm Morango escultura modular

e morango Velocidade: 1000 rpm

ompr men o

e cor e:

mm

Morango escultura modular dentes moagem universal.
Morango escultura
modular dentes moagem
universal.

O trem de corte mecanismo em divisor de fresagem universal, pouco usado, no entanto

moagem a spline com ranhuras poucos, como os rolamentos das rodas de caminhões,

se você pode fazer, mas com uma fresadora universal e mecanismo de divisão sendo também automatizou o processo de movimentação da máquina de moagem.

Normais engrenagens cilíndricas retas e helicoidais shapers são usinadas em alta produção e precisão, cada revendedor tem a sua transmissão constante e adequada para fazer a engrenagem que está agendado. Tipo de Liebherr, Hürth, Pfauter, etc

Sem engrenagens internas pode ser usinado na shapers universal e usinadas tais chamadas são usados ​​shapers slotting uma geração Sykes, tipo.

Para engrenagens hipóides utilização de máquinas de corte especiais, tais Gleason. 26

Mecanismo para cortar divisor na engrenagem de fresagem universal.
Mecanismo para cortar
divisor na engrenagem de
fresagem universal.

Para a usinagem de verme GLOBIC máquinas especiais podem ser usados ​​como Fellows.

dentes chanfradas e arredondadas

Isso é feito principalmente nas caixas de engrenagens móvel para mecânico de velocidade fácil quando a mudança de velocidade. Há ferramentas especiais e máquinas (Hürth) que executam essa tarefa. 27

ranger dos dentes das engrenagens

O ranger dos dentes, sempre que necessário a ser feito após a peça tinha sido endurecido pelo processo adequado de tratamento térmico e pode

ser feito por moagem por geração e perfil de moagem ou ferramentas CBN revistas ou galvanizado revestido.

A moagem de engrenagens com dentes e profiling é uma tecnologia muito avançada e tem conseguido uma notável capacidade de usar ferramentas

modernas de corindo ligados. 28

Brunidura

Afiação de engrenagem se aplica àqueles que estão sob grande resistência, como grupo de pinhão-coroa hipóides de transmissões de caminhões ou tratores. A geometria gera um polimento final dos dentes de engrenagens de alta qualidade que têm sido endurecidas, reforçando as estruturas de lançamento e de superfície.

morangos Sharpening

Morangos que são usados ​​para o corte de engrenagens são de perfil constante, o que significa que suportam um grande número de borda afiada quando se deteriorou. No mercado uma ampla gama de moagem para todos os tipos de ferramentas utilizadas na usinagem de engrenagens. 29 A vida das ferramentas é uma das questões mais significativas em relação ao custo e disponibilidade de produção. As máquinas modernas de moagem são equipados, por exemplo, acionamento direto, linear motores e sistemas digitais de medição. 30

técnicas de roteamento de material

Nas indústrias modernas, automatizadas usinagem material do curso técnica inclui o manuseamento automático de peças em sistemas de produção, incluindo carregamento e descarregamento de máquinas-ferramentas e armazenamento de peças.

usinagem de engrenagem Econômica gestão

Quando os engenheiros projetar uma máquina , equipamento ou um utensílio, fazê-lo pelo acoplamento de um número de componentes de diferentes materiais e processos que requerem usinagem para alcançar a tolerância para o correto funcionamento.

A soma do custo da matéria-prima em uma única peça, o custo do processo de usinagem eo custo de peças defeituosas são fabricados como o

custo total de uma peça. Como o desenvolvimento tecnológico sempre foi destinada a obter a melhor qualidade possível dos componentes eo preço mais baixo possível, tanto de matérias-primas e custos de usinagem.

Para reduzir o custo de usinagem das engrenagens foram tomadas nas seguintes áreas:

Ficando melhor e melhor usinada materiais, materiais que antes eram de usinagem leve endurecida por tratamento térmico para melhorar em um desempenho muito sensível mecânico de sua dureza e resistência, principalmente.Obter ferramentas de corte de extraordinária qualidade que aumenta consideravelmente as condições de tecnologia de

Obter ferramentas de corte de extraordinária qualidade que aumenta consideravelmente as condições de tecnologia de usinagem, ou mais revoluções da ferramenta de corte, o progresso mais trabalho e maior duração de sua vanguarda.mecânico de sua dureza e resistência, principalmente. Corte da engrenagem obter mais robusto, rápido, preciso e

Corte da engrenagem obter mais robusto, rápido, preciso e adaptado às necessidades de produção que pode reduzir significativamente o tempo de usinagem e obter maior qualidade peças e tolerâncias estreitas.progresso mais trabalho e maior duração de sua vanguarda. Para diminuir a taxa de peças defeituosas

Para diminuir a taxa de peças defeituosas foi alcançado até para automatizar o trabalho dos shapers, shapers prédio execução automática ou guiada por usinagem CNC sofisticados de acordo com um programa previamente estabelecido.

Cálculo da engrenagem

Cálculo de engrenagem é chamada de operações de desenho e cálculo da geometria de uma engrenagem, para sua fabricação. Diâmetros e principalmente do perfil do dente. Consideramos também os cálculos de cinemática de transmissão para ser montado nas máquinas de corte de acordo com as características que o trem, que é uma função das características da máquina utilizada shaper.

Relações de transmissão:

Existem três tipos possíveis de transmissões que são definidas pelas artes: 31

1. Simples transmissão

2. Transmissão de reboque ou louco

3. Engrenagens de transmissão composto de várias conhecido como engrenagens.

Simples transmissão formado por duas engrenagens, a rotação do eixo conduzido é contrário ao sentido de rotação do eixo, eo valor da relação de transmissão é:

Equação geral da transmissão:

de transmissão é: Equação geral da transmissão: A transmissão ou reboque louco é feita de três
de transmissão é: Equação geral da transmissão: A transmissão ou reboque louco é feita de três
de transmissão é: Equação geral da transmissão: A transmissão ou reboque louco é feita de três

A transmissão ou reboque louco é feita de três engrenagens, onde o pinhão intermediário só serve para inverter o sentido de rotação do eixo do motor e girar no mesmo sentido do eixo de acionamento. A relação de transmissão é a mesma que a simples transmissão.

Transmissão composta.
Transmissão composta.
Redução da transmissão em um guindaste localizado no antigo porto de Sevilha
Redução da transmissão
em um guindaste
localizado no antigo porto
de Sevilha

A transmissão composto é usado quando a relação de transmissão final é muito alto, e não pode ser conseguido com uma única transmissão, ou quando a distância entre eixos é muito grande e precisaria fazer rodas dentadas de grande diâmetro. A transmissão será feita através da inserção de pares de engrenagens ligados entre o eixo do motor e eixo acionado. Estas engrenagens girar livremente no eixo, mas estão ficando juntos em solidariedade as duas engrenagens de modo que um deles atua de engrenagens do motor e os outros atos como roda dentada. A relação da engrenagem de transmissão é feita:

Equação geral da transmissão:

de transmissão é feita: Equação geral da transmissão: O tratamento térmico de engrenagens As engrenagens estão
de transmissão é feita: Equação geral da transmissão: O tratamento térmico de engrenagens As engrenagens estão

O tratamento térmico de engrenagens

As engrenagens estão sob grande pressão, tanto na área de contato e, portanto, o tratamento a maioria deles recebe um tratamento térmico que consiste de endurecimento ou nitretação , assim, obtém uma dureza na zona de contato dos dentes e uma tenacidade no núcleo para impedir a ruptura por esforço excessivo. Cimentação é a realização de aquecimento prolongado em um forno de atmosfera controlada e fornecer carbono para ser introduzido na superfície

das peças para a profundidade desejada. Uma vez cimentada a peça é submetida a têmpera , o que dá alta dureza na camada externa, ideal para apoiar os esforços que se submetem a engrenagens de fricção.

Engrenagens submetidos cimentação são feitos de aço apropriado para endurecimento especial.

Outras vezes, o tratamento térmico aplicado às engrenagens é nitretação , que se baseia a ação exercida sobre a superfície externa das partes de ação de carbono e nitrogênio . Nitretação reduz a velocidade de resfriamento de aço crítica, atingindo um maior grau de dureza e de uma peça temperada nitretada cimentado e quente, mesmo para o mesmo tipo de material.

Atualmente, e em particular na indústria automotiva, está fornecendo liga de aço por simples dada a grande nitretação vantagens técnicas (alta

dureza, regularidades endurecimento, menos distorção dureza na periferia da ordem de 60-66 HRC.

).

No processo de nitretação camadas podem ser obtidos a partir de 0,1 0,6 mm. Onde a

Nitretação é um processo de endurecimento de superfície que consiste na penetração do nitrogênio na camada superficial. A dureza e alta resistência ao desgaste vem da formação do nitretos para formar nitrogênio e dos elementos presentes em aços submetidos a tratamento.

Às vezes, há engrenagens que aplicou um endurecimento de indução onde o aquecimento é limitada à área de tratamento e é produzida pelas correntes alternativas induzido. Quando um corpo condutor é colocado dentro do campo de uma bobina ou solenóide com corrente de média ou de alta freqüência, o corpo é envolto em uma corrente induzida, que provoca aquecimento. Este indutor é usado com a forma adequada dos dentes você deseja oferecer suporte.

A ausência de qualquer contato entre o indutor ea peça-aquecimento permite a obtenção de concentrações da ordem de 25.000 W centímetros -2 .

A taxa de aquecimento é quase 15 vezes mais rápido do que pela tocha. Para sintonizar uma indução peça vai precisar ter uma espessura de pelo

menos dez vezes a espessura que você quer ajustar. O sucesso de uma boa disposição reside em combinar a freqüência de aquecimento atual para que ela produz uma concentração suficiente de corrente induzida na área tuning.

O sistema utilizado no aquecimento é em dois ciclos. 10.000 ciclos de aquecimento a base dos dentes e 375.000 para o aquecimento da periferia.

Após as duas artes warm-feita é submerso em água ou óleo, dependendo do tipo de aço que é.

Uma possibilidade que existe para resolver os problemas encontrados em engrenagens tem sido a de níquel químico. Depósitos de níquel dar a peça tratada uma boa resistência à corrosão , resistência ao atrito e alta de alta dureza com a ajuda de determinados precipitados. O níquel é conseguido que as camadas são uniformes, desde que todas as partes da peça estão em contato com a solução ea composição deste permanece constante ea espessura desta camada varia de acordo com a duração do tratamento e da composição . Peças antes de ser tratada deve passar por outras fases, como decapagem, ataque, para garantir a sua aderência, e outra coisa a considerar é que o níquel na superfície reproduz a rugosidade da peça tratada. 32

Verificação da engrenagem

A verificação de engrenagem é controlar os vários parâmetros que a definem.

Para medir a espessura da crista com paquímetro e micrômetros vernier disco duplo.

Medição da espessura dos dentes por dois paquímetro, geralmente usado apenas quando se tratar de engrenagens de módulo grande e usinagem de desbaste.

Para medir a espessura de engrenagens de precisão, utilizando uma escala micrométrica e selecione o número de dentes a abraçar de forma que o contato entre os flancos dos dentes e os pratos são produzidos no círculo de passo.

A

medição por comparação com padrões usando set-up para cada cheque.

O

perfil verificação projetor é usado para medir a imagem ampliada utilizando modelos apropriados ou verificar todas as características da

engrenagem.

Medir a excentricidade de uma engrenagem que é o campo de referência runout diâmetro para o eixo da peça, você pode verificar:

Comparador haste calibrada erunout diâmetro para o eixo da peça, você pode verificar: Executando com um padrão de perfil.

Executando com um padrão de perfil.da peça, você pode verificar: Comparador haste calibrada e Engrenagens professores de vários graus são classificados

Engrenagens professores de vários graus são classificados de acordo com DIN3790 e 58420. Seus dentes usinados, uma vez passar por um processo de acabamento super. Ao medir de acordo com este princípio para controlar a malha engrenagens com engrenagens são professores. 33

E L

b

ngrenagem

u

e

As unidades de engrenagem principal, que são submetidos a grande esforço e alta velocidade de operação deve ter o lubrificante adequado para ajudar a preservar suas propriedades mecânicas durante o uso: 34

A classificação de lubrificantes de transmissão para uso industrial é feita de acordo com critérios diferentes: 35

Especificações técnicas dos lubrificantes

As especificações dos lubrificantes de transmissão diferem ligeiramente, dependendo da entidade que o emitiu.

Na Europa, o mais conhecido são as especificações que definem DIN 51517 CLP como um tipo de lubrificante. Para os fins desta regra, LUBRIFICANTES CLP são aqueles à base de óleo mineral contendo aditivos projetados para aumentar as propriedades resistentes à corrosão (símbolo C), aumento da resistência (símbolo L), e diminuir o desgaste (símbolo P) ". Esta regra define os graus de viscosidade ISO 68, 100, 150, 220, 320, 460 e 680.

Escolha do lubrificante e seu nível de viscosidade

O primeiro indicador de lubrificante para uso em um determinado computador deve ser sempre recomendado pelo fabricante que projetou e

atender suas necessidades.

A escolha da viscosidade adequada para um sistema de engrenagens helicoidais ou é dependente

potência expressa em kW ou HPpara um sistema de engrenagens helicoidais ou é dependente cortes simples ou múltiplas velocidade em rpm

cortes simples ou múltiplashelicoidais ou é dependente potência expressa em kW ou HP velocidade em rpm tipo de lubrificação

velocidade em rpmpotência expressa em kW ou HP cortes simples ou múltiplas tipo de lubrificação (movimento ou espirrar)

tipo de lubrificação (movimento ou espirrar)em kW ou HP cortes simples ou múltiplas velocidade em rpm A manutenção preventiva das transmissões

A manutenção preventiva das transmissões

A mudança de lubrificantes e níveis de manutenção em transmissões, caixas de engrenagens faz parte da manutenção preventiva a ser realizada em

todas as máquinas após um período de operação. Esta manutenção pode ter uma freqüência em horas de quilometragem, operação ou tempo cronológico, semanal, mensal ou anualmente.

A deterioração e insuficiência das engrenagens

As duas principais fontes de falha em um dente da engrenagem são atrito e flexão, (também conhecido como pitting e flexão em Inglês), é porque as forças lógica durante a transferência de força sobre o dente / engrenagem de fricção, dente contra dente ea força que deve suportar os dentes (o cedente eo destinatário), como pode ser visto no gráfico de deslocamento de pontos de engajamento.

Devido ao atrito na superfície dos dentes, esta área despasivisa, um dos quais se torna anódico, enquanto o outro se torna catódica, levando a área a ser localizada corrosão galvânica. A corrosão penetra na massa de metal ion difusão limitada. Este mecanismo de corrosão por atrito é provavelmente o mesmo que a fenda corrosão corrosão em fresta

Para minimizar a deterioração de atrito é necessário selecionar o lubrificante adequado, tendo em conta não apenas o poder da aplicação, bem como a temperatura, ciclo de trabalho, etc.

A dobra só pode ser minimizada pela seleção de materiais adequados e / ou seleção de mais material para a

engrenagem de dente /, em outras palavras, a seleção de uma engrenagem maior.

Como os primeiros elementos técnicos pode ter um bug que é a engrenagem que não foi calculada com os parâmetros dimensionais e de resistência adequada, o que não é capaz de suportar o esforço que está sujeita e que se deteriora ou se rompe rapidamente.

Representação do deslocamento de um ponto de engrenagem de dentes retos.
Representação do
deslocamento de um
ponto de engrenagem de
dentes retos.

A segunda decisão que pode ter uma engrenagem é que o material foi fabricado não atender as especificações

técnicas adequadas, principalmente para a força e resistência.

Ela também pode causar danos ou quebra se o aparelho não foi fabricado com dimensões e tolerâncias exigidas ou não tiver sido montado e ajustado adequadamente.

ou não tiver sido montado e ajustado adequadamente. Também pode causar a deterioração prematura de uma

Também pode causar a deterioração prematura de uma engrenagem é que não foi feito corretamente mantido com lubrificantes que são apropriados

de acordo com as condições de funcionamento têm

Outra causa de deterioração é que overexertion do mecanismo são além dos limites das artes resistência

A capacidade de transmissão de uma engrenagem é limitada:

Calor gerado (aquecimento)A capacidade de transmissão de uma engrenagem é limitada: Falha dos dentes quebrados (em esforço súbito

Falha dos dentes quebrados (em esforço súbito e seco)de uma engrenagem é limitada: Calor gerado (aquecimento) Falha por fadiga na superfície dos dentes (lubrificação

Falha por fadiga na superfície dos dentes (lubrificação deficiente e dureza inadequada)Falha dos dentes quebrados (em esforço súbito e seco) Ruído resultante da vibração em altas velocidades

Ruído resultante da vibração em altas velocidades e cargas pesadas.dos dentes (lubrificação deficiente e dureza inadequada) Animada exibe uma falha por fadiga. Danos ou falhas

da vibração em altas velocidades e cargas pesadas. Animada exibe uma falha por fadiga. Danos ou

Animada exibe uma falha por fadiga.

Danos ou falhas resultantes nas engrenagens estão relacionadas a problemas nos dentes sobre o eixo, ou uma combinação de ambos. As falhas relacionadas dental pode ser causada por sobrecarga, desgaste e rachaduras e falhas relacionadas pode ser devido ao desalinhamento do eixo ou desequilíbrio das mesmas vibrações produção e de ruído. 36

Veja também

Poliavibrações produção e de ruído. 3 6 Veja também Acionamento por correia Referências 1. ↑ u

Acionamento por correiavibrações produção e de ruído. 3 6 Veja também Polia Referências 1. ↑ u m a

Referências

1.

uma b Vários autores (1985). Encyclopedia of Science and Technology. Volume de engrenagem 5 . Salvat Editores SA ISBN 84-345-4490-3 .

2.

uma b Tulio Piovan, op.cit.

3.

↑ Al-Hassan, Ahmad Y

" Transferência de Tecnologia islâmica para o Ocidente (http://www.history-science-

technology.com/Articles/articles%2071.htm) " (em Inglês) . História da Ciência e Tecnologia no Islã . Acessado em 15/11/2009.

4.

↑ de Solla Price, Derek J. (Junho 1959). "Um Computador da Grécia Antiga." Scientific American .

5.

↑ Projeto Engrenagem (http://www.monografias.com/trabajos6/dien/dien.shtml)

6.

↑ Desenvolvimento de Tecnologia de engrenagens e Teoria da engrenagem (em Inglês) (http://gltrs.grc.nasa.gov/reports/1997/RP-1406.pdf)

7.

↑ LARBÁBURU ARRIZABALAGA, Nicholas (2004). Machines. Syllabus. Técnico máquinas-ferramentas. Engrenagens de dentes retos. Página 320 . Madrid:. Thomson Editores ISBN 84-283-1968-5 .

8.

↑ Millán Gómez, Simon (2006). procedimentos de usinagem. Helicoidais de eixos paralelos helicoidais, página 333 . Madrid: Editorial Auditório. ISBN

84-9732-428-5 .

9.

↑ engrenagens cônicas. Projeto Mecânico I. Pontificia Universidad Católica de Chile. Departamento de Engenharia Mecânica

(http://www2.ing.puc.cl/~icm2312/apuntes/engrana/enconic.html)

10.

↑ Bevel Gear Spur Teoria Scamecánica (http://www.scamecanica.com/es/metal/Fotos_Mec/ConRecto.jpg)

11.

↑ helicoidales.Todoengranajes.com engrenagem (http://helicoidales.todoengranajes.com/)

12.

↑ eixo traseiro e diferencial. O que é uma engrenagem hipóides? Todomecánica (http://www.todomecanica.com/puente-trasero-y-diferencial.html)

13.

uma b Zabalza Villava, I. (2010). Síntese de mecanismos e máquinas (http://replay.web.archive.org/20100923023113/http://www.imem.unavarra.es/isidro/sintesis_de_mec/Libro-sintesis.pdf) . http://replay.web.archive.org/20100923023113/http://www.imem.unavarra.es/isidro/sintesis_de_mec/Libro-sintesis.pdf . , p.109

14.

↑ trens de engrenagens. Alejo Avello. Tecnun (Universidade de Navarra) (http://www.tecnun.es/asignaturas/TeorMaq1/Apuntes/Cap7.pdf)

15.

↑ Transmissão de Movimento e Esforço (http://www.donosgune.net/2000/gazteler/mecanica/transmis.htm)

16.

↑ sentido de rotação das engrenagens. MEC concurso, Autor CEJAROSU

(http://concurso.cnice.mec.es/cnice2006/material107/mecanismos/mec_eng_multiplicador.htm)

17.

uma b mecanismo de cadeia de roda dentada (http://concurso.cnice.mec.es/cnice2006/material107/mecanismos/mec_cadena-pinon.htm)

18.

↑ A medidas T2, 5 T5 e T10 são documentados no catálogo de rolo (http://www.roller.es/descargas/Catalogue_CAUSER.pdf)

19.

↑ industrial polias (http://www.gates.com.mx/seccion04.asp?subseccion=22)

20.

↑ Elementos de transmissão (http://www.navarronavarro.com/elementos_transmision.php3)

21.

↑ Descrição funcional das bombas hidráulicas (http://www.sapiensman.com/neumatica/neumatica_hidraulica5.htm)

22.

↑ mecanismo diferencial. Mecânica Virtual (http://www.mecanicavirtual.org/diferencial-autoblocante.htm)

23.

↑ zíperes e Gearheads (http://www2.ing.puc.cl/~icm2312/apuntes/engrana/crema.html)

24.

↑ Redutores (http://www.emc.uji.es/d/IngMecDoc/344AmplDisMaq/Curso_03-04/proyecto/webs/reductores_sinfin/Reductores_sinfin.htm)

25.

↑ fresamento de engrenagens Liebherr Técnica (http://www.liebherr.com/gt/es/23941.asp)

26.

↑ Técnico Gleason shaper engrenagens cônicas (http://es.gleason.com/bevel_phxII275HC.html)

27.

↑ Características técnicas de uma engrenagem chanframento Samputensili (http://www.hurth-modul.de/)

28.

↑ máquinas Liebherr moagem e geração de perfil (http://www.liebherr.com/gt/es/23952.asp)

29.

↑ Especificações. Placa de moagem (http://www.doimak.es/Folletos/RFM.pdf)

30.

↑ Sharpening cortadores de perfil constante. Infomecánica (http://www.infomecanica.com/100perfilconst.PNG)

31.

↑ trens de engrenagens. Concurso. Cnice.mec. Autor CEJAROSU

(http://concurso.cnice.mec.es/cnice2006/material107/mecanismos/mec_eng_tren.htm)

32.

↑ tratamentos de superfície de engrenagem (http://html.rincondelvago.com/industrial_engranes.html)

33. ↑ Controle da engrenagem (http://64.233.183.104/search?

q=cache:FB5kWp2SgTMJ:www.unizar.es/euitiz/areas/areingpf/21206/desc/medros.pdf+Verificaci%C3%B3n+de+engranajes&hl=es&ct=clnk&cd=17)

34. ↑ REPSOL YPF Standards lubrificantes

(http://www.repsolypf.com/cl_es/productos_y_servicios/productos/ar_lubricantes/mercado_interno/cl_info_lubricantes_industriales/punto6.aspx)

35. ↑ classificação de viscosidade SAE do óleo de engrenagem automotiva. (SAE J306-Julho de 1998) (http://www.oilven.com/tables/5_48.pdf)

36. ↑ Análise de falhas em engrenagens (http://www.comserbolivia.com/pdf/engranajes.pdf)

Referências

Millan Gomez, Simon (2006). procedimentos de usinagem . Madrid: Editorial Auditório. ISBN 84-9732-428-5 . procedimentos de usinagem . Madrid: Editorial Auditório. ISBN 84-9732-428-5 .

LARBURU ARRIZABALAGA, Nicholas (2004). Machines. Syllabus. Técnico Machines. Syllabus. Técnico

84-283-1968-5 .

Madrid:. Thomson Editores ISBN

Vários autores (1984). Enciclopédia da Ciência e Tecnologia . Salvat Editores SA ISBN 84-345-4490-3 . Enciclopédia da Ciência e Tecnologia . Salvat Editores SA ISBN 84-345-4490-3 .

. PEREZ, JULIO Alonso, Jacinto (1992) Fits e Folgas: mecanismos e engrenagens . Universidade Politécnica de Madrid. Faculdade de Engenharia Aeronáutica. Fits e Folgas: mecanismos e engrenagens . Universidade Politécnica de Madrid. Faculdade de Engenharia Aeronáutica. ISBN 84-87051-18-9 .

COMAS, AFaculdade de Engenharia Aeronáutica. ISBN 84-87051-18-9 . resumidos na tecnologia de equipamentos . Ediciones Cedel.

resumidos na tecnologia de equipamentos . Ediciones Cedel. ISBN 84-352-0310-7 .

Instituto Nacional de Racionalização e Padronização (Espanha) (1977). Transmissions. Rolamentos. Gears. Pipes . Conselho Nacional de Transmissions. Rolamentos. Gears. Pipes . Conselho Nacional de

Pesquisa. ISBN 84-00-03530-5 .

MONTOYA MORENO, Felipe (1993). Fundamentos da geometria das engrenagens . Universidade de Valladolid. Publicações and Exchange Editorial Secretaria. Fundamentos da geometria das engrenagens . Universidade de Valladolid. Publicações and Exchange Editorial Secretaria. ISBN 84-7762-367-8 .

Ramon Molina, Pedro (1980). engrenagens . AUTOR EDITOR-1116. ISBN 84-300-2212-0 . engrenagens . AUTOR EDITOR-1116. ISBN 84-300-2212-0 .

Tulio Piovan, Marcelo (2004). " Trem de engrenagens, redutores planetários e diferenciais (http://www.frbb.utn.edu.ar/carreras/materias/elementosdemaquinas/cap09-01.pdf) . " Notas para o assunto de elementos de máquinas . Universidad Tecnológica Nacional (Facultad Regional Bahía Notas para o assunto de elementos de máquinas . Universidad Tecnológica Nacional (Facultad Regional Bahía Blanca): Cadeira de Elementos de Máquina.

Ligações externas

Cadeira de Elementos de Máquina. Ligações externas Wikimedia Commons enhavitan engrenagens . Modelos

Wikimedia Commons enhavitan engrenagens . engrenagens .

Modelos cinemáticos de Design Digital Library (KMODDL) (http://kmoddl.library.cornell.edu/index.php) (em Inglês) filmes e fotos de centenas de modelos mecânicos do trabalho de design da Universidade de Cornell. Também está incluída uma biblioteca eletrônica (http://kmoddl.library.cornell.edu/e-books.php) de textos históricos engenheiro mecânico.externas Wikimedia Commons enhavitan engrenagens . Hidalgo Manuel Martínez (2007), o Gears

Hidalgo Manuel Martínez (2007), o Gears (http://www.uco.es/~me1himam/ENGRANAJES.pdf) , Escola Politécnica, Universidade de o Gears (http://www.uco.es/~me1himam/ENGRANAJES.pdf) , Escola Politécnica, Universidade de

Córdoba , Espanha ( link quebrado disponível no Internet Archive , ver a história (http://web.archive.org/web/*/http://www.uco.es/~me1himam/ENGRANAJES.pdf) ea versão mais recente (http://web.archive.org/web/2/http://www.uco.es/~me1himam/ENGRANAJES.pdf) ).

Diagrama 3D de um par de eixos paralelos helicoidal engrenagem (http://www.youtube.com/watch?v=Qcgjsor1Q-Y)). Diagrama 3D de um par de engrenagens helicoidais cross-eixo

Diagrama 3D de um par de engrenagens helicoidais cross-eixo (http://www.youtube.com/watch?v=ZpJuyK842RQ)engrenagem (http://www.youtube.com/watch?v=Qcgjsor1Q-Y) Diagrama 3D de um par de engrenagens cônicas

Diagrama 3D de um par de engrenagens cônicas (http://www.youtube.com/watch?v=o-Kdj_f6WCQ)cross-eixo (http://www.youtube.com/watch?v=ZpJuyK842RQ) Diagrama 3D de um par de engrenagens helicoidais

Diagrama 3D de um par de engrenagens helicoidais (http://www.youtube.com/watch?v=mNI0TwHKNi4)cônicas (http://www.youtube.com/watch?v=o-Kdj_f6WCQ) Obtenido de «http://es.wikipedia.org/wiki/Engranaje»

Obtenido de «http://es.wikipedia.org/wiki/Engranaje» Categoria : Elementos da máquina

Esta página foi modificada pela última vez em 5 de Outubro de 2011, às 22:54.Categoria : Elementos da máquina Texto está disponível sob a Creative Commons Attribution

Texto está disponível sob a Creative Commons Attribution ShareAlike 3.0 , os termos adicionais podem ser aplicadas. Leia o Termos de Uso para mais informações. Wikipedia ® é uma marca registada da Wikimedia Foundation, Inc. , uma organização sem fins lucrativos.Categoria : Elementos da máquina Esta página foi modificada pela última vez em 5 de Outubro