Вы находитесь на странице: 1из 1

“deus criou o mundo porque gosta de histórias.

” assim termina uma das


narrativas coletadas por esther becker para este livro . É uma frase definitiva. ela
explica um dos aspectos mais importantes do judaísmo, um aspecto que aliás é
sinteizado no próprio título: “encontrando o paraíso: histórias da tradição judaica.” a
tradição judaica se expressa basicamente sob a forma de histórias, a começar pelas
histórias bíblicas. são textos que datam já de milênios, e que continuam fascinando
leitores, mesmo aqueles que não são religiosos. e isto chama a atenção, sobretudo
em nossa época de meteóricas mudanças. não é raro que um best-seller envelheça
rapidamente e que, ao cabo de alguns anos, não seja mais lido. o que deu, então,
permanência à narrativa bíblica? em primeiro lugar, sua transcendência. o que
encontramos ali são seres humanos vivendo situações dramáticas, seja na relação
com deus, seja na relação com outros seres humanos. momentos terríveis, como
aqueles que vive abrão, quando do sacrifício de isaac. momentos de decisão, como
aqueles que vive moisés quando decide assumir a liderança do povo. estamos
falando de coragem, de fé, de sofrimento, e também de paixão, de ternura –
sentimentos e emoções comuns à humanidade. em segundo lugar a bíblia não apenas
se reporta a mitos comuns a outras culturas, mas ela tem também raízes históricas –
e o judaísmo sempre dá testemunho da história, não apenas de sua história, mas da
história do mundo. finalmente, e em termos de estilo, são textos soberbos pela
síntese, pela precisão, pela objetividade, textos que dão inveja a qualquer leitor. a
tradição literária bíblica teve continuidade no talmud, no folclore, e depois na obra
de grandes escritores como scholem aleichem, peretz, isaac bashevis singer. pois,
neste livro, esther becker nos dá uma excelente antologia de histórias da tradição
judaica. que se dirigem a um público amplo: jovens e velhos, judeus e não judeus.
nenhum leitor deixará de se encantar com estes textos. nenhum deixará de refletir
sobre a mensagem humanística que eles contêm. e todos ficarão gratos ao notável
trabalho de esther, resultante de uma vasta experiência na área: estamos falando de
uma educadora de vasto currículo, especializada em ensino da tradição judaica,
coordenadora de ensino judaico do infantil da escola israelita eliezer – max nordau
(rio de janeiro). esta experiência já havia resultado na monografia “a melhor
bagagem – tradição judaica em histórias”. agora, esther usou seu conhecimento e sua
sensibilidade para reunir magníficas narrativas. graças a ela, encontraremos, sim, o
paraíso – o paraíso representado por aquilo que é um sonho do ser humano, as
histórias bem contadas.

Похожие интересы