Вы находитесь на странице: 1из 34
Um Pouco de História Redes de Computadores Necessidade de Comunicação Sinais de fumaça, pombo correio
Um Pouco de História
Redes de Computadores
Necessidade de Comunicação
Sinais de fumaça, pombo correio
1838 - Invenção do telégrafo
1950 - Sistemas de Computação
Evolução
Evolução

1950 - Processamento em Batch 1960 - Time Sharing 1970 - Unix e C 1980 - MS-DOS

1950 - Processamento em Batch 1960 - Time Sharing 1970 - Unix e C 1980 -

Arquitetura de Von Neumann

1950 - Processamento em Batch 1960 - Time Sharing 1970 - Unix e C 1980 -
Evolução Evolução Multiprocessamento Sistemas Fortemente Acoplados Sistemas Fracamente Acoplados
Evolução
Evolução
Multiprocessamento
Sistemas Fortemente Acoplados
Sistemas Fracamente Acoplados
Multiprocessamento
Multiprocessamento

Vantagens Custo/Desempenho Tempo de Resposta Modularidade Confiabilidade Concorrência

Resposta Modularidade Confiabilidade Concorrência Desvantagens Complexidade Depende da Tecnologia de

Desvantagens

Complexidade Depende da Tecnologia de Comunicação

Problemas

na

Integridade

dos Dados

Desvantagens Complexidade Depende da Tecnologia de Comunicação Problemas na Integridade dos Dados
O que é uma Rede ? Exemplo de Rede Rede de Computadores Conjunto de módulos

O que é uma Rede ?

O que é uma Rede ? Exemplo de Rede Rede de Computadores Conjunto de módulos processadores
O que é uma Rede ? Exemplo de Rede Rede de Computadores Conjunto de módulos processadores
O que é uma Rede ? Exemplo de Rede Rede de Computadores Conjunto de módulos processadores
O que é uma Rede ? Exemplo de Rede Rede de Computadores Conjunto de módulos processadores

Exemplo de Rede

O que é uma Rede ? Exemplo de Rede Rede de Computadores Conjunto de módulos processadores
O que é uma Rede ? Exemplo de Rede Rede de Computadores Conjunto de módulos processadores
O que é uma Rede ? Exemplo de Rede Rede de Computadores Conjunto de módulos processadores
O que é uma Rede ? Exemplo de Rede Rede de Computadores Conjunto de módulos processadores

Rede de Computadores

O que é uma Rede ? Exemplo de Rede Rede de Computadores Conjunto de módulos processadores
O que é uma Rede ? Exemplo de Rede Rede de Computadores Conjunto de módulos processadores

Conjunto de módulos processadores compartilhando recursos, interligados por um sistema de comunicação.

recursos, interligados por um sistema de comunicação . Quanto à Abrangência Pan - Personal Area Network
recursos, interligados por um sistema de comunicação . Quanto à Abrangência Pan - Personal Area Network

Quanto à Abrangência

por um sistema de comunicação . Quanto à Abrangência Pan - Personal Area Network Lan -
por um sistema de comunicação . Quanto à Abrangência Pan - Personal Area Network Lan -
por um sistema de comunicação . Quanto à Abrangência Pan - Personal Area Network Lan -

Pan

- Personal Area Network

Lan

- Local Area Network

Can - Campus Area Network Man - Metropolitan Area Network Wan - Wide Area Network Gan - Global Area Network

Parâmetros de Comparação Custo Retardo de Transferência Desempenho Confiabilidade Modularidade
Parâmetros de Comparação
Custo
Retardo de Transferência
Desempenho
Confiabilidade
Modularidade
Compatibilidade
Sensibilidade Tecnológica
Topologias
Forma de Utilização do Meio
Formas de Conexão

Simplex

Half-Duplex

Full-Duplex

Forma de Utilização do Meio Formas de Conexão Simplex Half-Duplex Full-Duplex Topologia Totalmente Ligada
Forma de Utilização do Meio Formas de Conexão Simplex Half-Duplex Full-Duplex Topologia Totalmente Ligada
Forma de Utilização do Meio Formas de Conexão Simplex Half-Duplex Full-Duplex Topologia Totalmente Ligada
Forma de Utilização do Meio Formas de Conexão Simplex Half-Duplex Full-Duplex Topologia Totalmente Ligada

Topologia Totalmente Ligada

Formas de Conexão Topologias de Rede Entende-se por topologia física a forma como os computadores
Formas de Conexão
Topologias de Rede
Entende-se por topologia física a forma como os
computadores estão interligados entre si.
Estrela
Anel
Barra
Topologia Parcialmente Ligada
Topologia em Estrela
Topologia em Anel
Topologia em Barra Transmissão de Informação Transmissão de Informação Passagem de físicos que compõe a
Topologia em Barra Transmissão de Informação Transmissão de Informação Passagem de físicos que compõe a
Topologia em Barra Transmissão de Informação Transmissão de Informação Passagem de físicos que compõe a

Topologia em Barra

Topologia em Barra Transmissão de Informação Transmissão de Informação Passagem de físicos que compõe a rede
Topologia em Barra Transmissão de Informação Transmissão de Informação Passagem de físicos que compõe a rede
Topologia em Barra Transmissão de Informação Transmissão de Informação Passagem de físicos que compõe a rede
Topologia em Barra Transmissão de Informação Transmissão de Informação Passagem de físicos que compõe a rede

Transmissão de Informação

Topologia em Barra Transmissão de Informação Transmissão de Informação Passagem de físicos que compõe a rede

Transmissão de Informação

Transmissão de Informação Transmissão de Informação Passagem de físicos que compõe a rede sinais através dos
Transmissão de Informação Transmissão de Informação Passagem de físicos que compõe a rede sinais através dos

Passagem

de

físicos que compõe a rede

sinais

através

dos

meios

de físicos que compõe a rede sinais através dos meios As propriedades físicas dos meios influenciam

As propriedades físicas dos meios influenciam na qualidade do sinal.

Informação e Sinal Informação Geração de idéia ou imagem Sinal
Informação e Sinal
Informação
Geração de idéia ou imagem
Sinal

Codificação da informação para transmissão no meio de comunicação

Geração de idéia ou imagem Sinal Codificação da informação para transmissão no meio de comunicação
Comunicação Tipos de Sinais Geração de uma idéia na origem Descrição da idéia de forma
Comunicação
Tipos de Sinais
Geração de uma idéia na origem
Descrição da idéia de forma precisa
Codificação para transmissão no meio
Transmissão da origem ao destino
Decodificação no receptor
Recriação e compreensão da idéia
Sinais são ondas que se propagam através de um
meio físico
Podem ser representados como uma função de
tempo
Tipos de Sinais
Analógicos
Digitais
Sinais Analógicos
Sinais Digitais
Largura de Banda Bauds Banda Passante é o intervalo de frequências que compõe um sinal.
Largura de Banda
Bauds
Banda
Passante
é
o
intervalo
de
frequências que compõe um sinal.
11
Largura de Banda é a diferença entre a
maior e a menor frequência. Seu
tamanho depende do tipo de sinal.
10
01
00
01
11
00
11
10
10
01
10
2 Bps <=> 4 Bauds
Multiplexação
Multiplexação por Frequência

0

4 Bauds Multiplexação Multiplexação por Frequência 0 HZ Desperdício Banda Necessária Por Frequência (FDM)

HZ

Desperdício

Desperdício

Multiplexação por Frequência 0 HZ Desperdício Banda Necessária Por Frequência (FDM) Por Tempo (TDM)

Banda Necessária

Por Frequência (FDM) Por Tempo (TDM)

Divisão do canal em diversas faixas de frequência

Banda Necessária Por Frequência (FDM) Por Tempo (TDM) Divisão do canal em diversas faixas de frequência
Multiplexação por Tempo Modulação Distribuição de fatias de tempo entre as aplicações T1 T2 T3
Multiplexação por Tempo
Modulação
Distribuição de fatias de tempo entre as
aplicações
T1
T2
T3
T4
T5
A
B
C
T6
Comutação
Comutação de Circuitos

Alocação dos recursos da rede para transmissão Tipos :

De Circuitos De Pacotes

Comutação de Circuitos Alocação dos recursos da rede para transmissão Tipos : De Circuitos De Pacotes
Comutação de Circuitos Alocação dos recursos da rede para transmissão Tipos : De Circuitos De Pacotes
Comutação de Pacotes Perda de Qualidade A degradação da qualidade da informação transmitida pode ser
Comutação de Pacotes
Perda de Qualidade
A degradação da qualidade da informação
transmitida pode ser ocasionada por
imperfeições no meio.
Distorções na Transmissão
Detecção de Erros

Ruídos

Atenuação

Ecos

imperfeições no meio. Distorções na Transmissão Detecção de Erros Ruídos Atenuação Ecos Bit de Paridade CRC

Bit de Paridade CRC

imperfeições no meio. Distorções na Transmissão Detecção de Erros Ruídos Atenuação Ecos Bit de Paridade CRC
Arquitetura de Redes de Computadores ISO RM-OSI RM-OSI
Arquitetura de Redes de Computadores ISO RM-OSI RM-OSI
Arquitetura de Redes de Computadores ISO RM-OSI RM-OSI

Arquitetura de Redes de Computadores

Arquitetura de Redes de Computadores ISO RM-OSI RM-OSI

ISO

Arquitetura de Redes de Computadores ISO RM-OSI RM-OSI
Arquitetura de Redes de Computadores ISO RM-OSI RM-OSI
Arquitetura de Redes de Computadores ISO RM-OSI RM-OSI
Arquitetura de Redes de Computadores ISO RM-OSI RM-OSI
Arquitetura de Redes de Computadores ISO RM-OSI RM-OSI
Arquitetura de Redes de Computadores ISO RM-OSI RM-OSI

RM-OSI

Arquitetura de Redes de Computadores ISO RM-OSI RM-OSI
Arquitetura de Redes de Computadores ISO RM-OSI RM-OSI

RM-OSI

Arquitetura de Redes de Computadores ISO RM-OSI RM-OSI
Arquitetura de Redes de Computadores ISO RM-OSI RM-OSI
Arquitetura de Redes de Computadores ISO RM-OSI RM-OSI
Comunicação Ponto a Ponto Padrão IEEE 802 Arquitetura TCP/IP RM-OSI x TCP/IP

Comunicação Ponto a Ponto

Comunicação Ponto a Ponto Padrão IEEE 802 Arquitetura TCP/IP RM-OSI x TCP/IP
Comunicação Ponto a Ponto Padrão IEEE 802 Arquitetura TCP/IP RM-OSI x TCP/IP
Comunicação Ponto a Ponto Padrão IEEE 802 Arquitetura TCP/IP RM-OSI x TCP/IP
Comunicação Ponto a Ponto Padrão IEEE 802 Arquitetura TCP/IP RM-OSI x TCP/IP

Padrão IEEE 802

Comunicação Ponto a Ponto Padrão IEEE 802 Arquitetura TCP/IP RM-OSI x TCP/IP
Comunicação Ponto a Ponto Padrão IEEE 802 Arquitetura TCP/IP RM-OSI x TCP/IP
Comunicação Ponto a Ponto Padrão IEEE 802 Arquitetura TCP/IP RM-OSI x TCP/IP
Comunicação Ponto a Ponto Padrão IEEE 802 Arquitetura TCP/IP RM-OSI x TCP/IP

Arquitetura TCP/IP

Comunicação Ponto a Ponto Padrão IEEE 802 Arquitetura TCP/IP RM-OSI x TCP/IP
Comunicação Ponto a Ponto Padrão IEEE 802 Arquitetura TCP/IP RM-OSI x TCP/IP
Comunicação Ponto a Ponto Padrão IEEE 802 Arquitetura TCP/IP RM-OSI x TCP/IP
Comunicação Ponto a Ponto Padrão IEEE 802 Arquitetura TCP/IP RM-OSI x TCP/IP

RM-OSI x TCP/IP

Comunicação Ponto a Ponto Padrão IEEE 802 Arquitetura TCP/IP RM-OSI x TCP/IP
Comunicação Ponto a Ponto Padrão IEEE 802 Arquitetura TCP/IP RM-OSI x TCP/IP
Comunicação Ponto a Ponto Padrão IEEE 802 Arquitetura TCP/IP RM-OSI x TCP/IP
RM-OSI x TCP/IP Camada Física Camada Física O nível físico define as características mecânicas, elétricas,

RM-OSI x TCP/IP

RM-OSI x TCP/IP Camada Física Camada Física O nível físico define as características mecânicas, elétricas,
RM-OSI x TCP/IP Camada Física Camada Física O nível físico define as características mecânicas, elétricas,
RM-OSI x TCP/IP Camada Física Camada Física O nível físico define as características mecânicas, elétricas,
RM-OSI x TCP/IP Camada Física Camada Física O nível físico define as características mecânicas, elétricas,
RM-OSI x TCP/IP Camada Física Camada Física O nível físico define as características mecânicas, elétricas,
RM-OSI x TCP/IP Camada Física Camada Física O nível físico define as características mecânicas, elétricas,

Camada Física

RM-OSI x TCP/IP Camada Física Camada Física O nível físico define as características mecânicas, elétricas,
RM-OSI x TCP/IP Camada Física Camada Física O nível físico define as características mecânicas, elétricas,
RM-OSI x TCP/IP Camada Física Camada Física O nível físico define as características mecânicas, elétricas,

Camada Física

O nível físico define as características mecânicas, elétricas, funcionais e procedurais para gerenciar as conexões físicas destinadas a transmitir os bits entre os componentes da rede.

a transmitir os bits entre os componentes da rede. O Padrão EtherNet Formalizado Intel e Xerox.
a transmitir os bits entre os componentes da rede. O Padrão EtherNet Formalizado Intel e Xerox.
a transmitir os bits entre os componentes da rede. O Padrão EtherNet Formalizado Intel e Xerox.
a transmitir os bits entre os componentes da rede. O Padrão EtherNet Formalizado Intel e Xerox.

O Padrão EtherNet

os bits entre os componentes da rede. O Padrão EtherNet Formalizado Intel e Xerox. Detêm a
os bits entre os componentes da rede. O Padrão EtherNet Formalizado Intel e Xerox. Detêm a

Formalizado

Intel e Xerox. Detêm a maior fatia de mercado. Padrão de Lan.

em

1980

pela

Digital,

O Padrão EtherNet Formalizado Intel e Xerox. Detêm a maior fatia de mercado. Padrão de Lan.
O Padrão EtherNet Meios de Transmissão Cabo Coaxial Cabo Par-Trançado Fibra Óptica Wireless Cabo Coaxial
O Padrão EtherNet
Meios de Transmissão
Cabo Coaxial
Cabo Par-Trançado
Fibra Óptica
Wireless
Cabo Coaxial
Conectores BNC

Coaxial Fino

Cheapernet 185 m

Coaxial Grosso

Yellow Cable 500 m

Óptica Wireless Cabo Coaxial Conectores BNC Coaxial Fino Cheapernet 185 m Coaxial Grosso Yellow Cable 500
Óptica Wireless Cabo Coaxial Conectores BNC Coaxial Fino Cheapernet 185 m Coaxial Grosso Yellow Cable 500
Óptica Wireless Cabo Coaxial Conectores BNC Coaxial Fino Cheapernet 185 m Coaxial Grosso Yellow Cable 500
Cabo Par-Trançado Conectores RJ-45 STP Fêmea Macho Blindado 100 m UTP Não Blindado 100 m
Cabo Par-Trançado
Conectores RJ-45
STP
Fêmea
Macho
Blindado
100 m
UTP
Não Blindado
100 m
Patch Panel
Patch Cord
Conectores RJ-45 STP Fêmea Macho Blindado 100 m UTP Não Blindado 100 m Patch Panel Patch
Conectores RJ-45 STP Fêmea Macho Blindado 100 m UTP Não Blindado 100 m Patch Panel Patch
Conectores RJ-45 STP Fêmea Macho Blindado 100 m UTP Não Blindado 100 m Patch Panel Patch
Instalação ? Instalação ! Fibra Óptica Conectores Multimodo 3 km Monomodo 30 km
Instalação ?
Instalação !
Fibra Óptica
Conectores
Multimodo
3 km
Monomodo
30 km
Distribuidores Terminadores Conversores Transceiver´s
Distribuidores
Terminadores
Conversores
Transceiver´s
Placa de Rede Hub Wireless Wireless Comunicação sem fio Rádio Maior Alcance Infravermelho Maior Segurança
Placa de Rede Hub Wireless Wireless Comunicação sem fio Rádio Maior Alcance Infravermelho Maior Segurança
Placa de Rede Hub Wireless Wireless Comunicação sem fio Rádio Maior Alcance Infravermelho Maior Segurança

Placa de Rede

Placa de Rede Hub Wireless Wireless Comunicação sem fio Rádio Maior Alcance Infravermelho Maior Segurança Mobilidade
Placa de Rede Hub Wireless Wireless Comunicação sem fio Rádio Maior Alcance Infravermelho Maior Segurança Mobilidade
Placa de Rede Hub Wireless Wireless Comunicação sem fio Rádio Maior Alcance Infravermelho Maior Segurança Mobilidade
Placa de Rede Hub Wireless Wireless Comunicação sem fio Rádio Maior Alcance Infravermelho Maior Segurança Mobilidade

Hub

Placa de Rede Hub Wireless Wireless Comunicação sem fio Rádio Maior Alcance Infravermelho Maior Segurança Mobilidade
Placa de Rede Hub Wireless Wireless Comunicação sem fio Rádio Maior Alcance Infravermelho Maior Segurança Mobilidade
Placa de Rede Hub Wireless Wireless Comunicação sem fio Rádio Maior Alcance Infravermelho Maior Segurança Mobilidade
Placa de Rede Hub Wireless Wireless Comunicação sem fio Rádio Maior Alcance Infravermelho Maior Segurança Mobilidade
Placa de Rede Hub Wireless Wireless Comunicação sem fio Rádio Maior Alcance Infravermelho Maior Segurança Mobilidade

Wireless

Placa de Rede Hub Wireless Wireless Comunicação sem fio Rádio Maior Alcance Infravermelho Maior Segurança Mobilidade
Placa de Rede Hub Wireless Wireless Comunicação sem fio Rádio Maior Alcance Infravermelho Maior Segurança Mobilidade
Placa de Rede Hub Wireless Wireless Comunicação sem fio Rádio Maior Alcance Infravermelho Maior Segurança Mobilidade

Wireless

Comunicação sem fio Rádio

Maior Alcance

Infravermelho

Maior Segurança

Mobilidade

Placa de Rede Hub Wireless Wireless Comunicação sem fio Rádio Maior Alcance Infravermelho Maior Segurança Mobilidade
Topologias Padrões Estrela Ponto Central, interligado ao cabeamento Frequência de 2,4 GHZ 802.11 b Ponto
Topologias
Padrões
Estrela
Ponto Central, interligado ao cabeamento
Frequência de 2,4 GHZ
802.11 b
Ponto a Ponto
11 Mbps
Estações comunicam-se entre si
Ad-Hoc
802.11 g
54 Mbps
Equipamentos
Equipamentos
Antenas Antenas OmniDirecional Yagi Antenas Antenas Setorial (Painel) Parábola
Antenas
Antenas
OmniDirecional
Yagi
Antenas
Antenas
Setorial (Painel)
Parábola
Antenas Antenas Vazada Cabo Acessórios (conectores)
Antenas
Antenas
Vazada
Cabo
Acessórios (conectores)

RGC 213

Antenas Antenas Vazada Cabo Acessórios (conectores) RGC 213 Macho Fêmea

Macho

Fêmea

Antenas Antenas Vazada Cabo Acessórios (conectores) RGC 213 Macho Fêmea
Acessórios (PigTail) Cabeamento Planejamento do Cabeamento Qualidade duvidosa ??? Procedência da empresa responsável

Acessórios (PigTail)

Acessórios (PigTail) Cabeamento Planejamento do Cabeamento Qualidade duvidosa ??? Procedência da empresa responsável
Acessórios (PigTail) Cabeamento Planejamento do Cabeamento Qualidade duvidosa ??? Procedência da empresa responsável
Acessórios (PigTail) Cabeamento Planejamento do Cabeamento Qualidade duvidosa ??? Procedência da empresa responsável
Acessórios (PigTail) Cabeamento Planejamento do Cabeamento Qualidade duvidosa ??? Procedência da empresa responsável
Acessórios (PigTail) Cabeamento Planejamento do Cabeamento Qualidade duvidosa ??? Procedência da empresa responsável
Acessórios (PigTail) Cabeamento Planejamento do Cabeamento Qualidade duvidosa ??? Procedência da empresa responsável

Cabeamento

Acessórios (PigTail) Cabeamento Planejamento do Cabeamento Qualidade duvidosa ??? Procedência da empresa responsável

Planejamento do Cabeamento

Acessórios (PigTail) Cabeamento Planejamento do Cabeamento Qualidade duvidosa ??? Procedência da empresa responsável
Acessórios (PigTail) Cabeamento Planejamento do Cabeamento Qualidade duvidosa ??? Procedência da empresa responsável

Qualidade duvidosa ??? Procedência da empresa responsável ??? Conectorizações mal feitas. Valor do Serviço !!!

Conectorizações mal feitas. Valor do Serviço !!! Gerenciamento da Rede Sistemas de missão crítica !!!
Conectorizações mal feitas. Valor do Serviço !!! Gerenciamento da Rede Sistemas de missão crítica !!!
Conectorizações mal feitas. Valor do Serviço !!! Gerenciamento da Rede Sistemas de missão crítica !!!

Gerenciamento da Rede

mal feitas. Valor do Serviço !!! Gerenciamento da Rede Sistemas de missão crítica !!! Equipamentos
mal feitas. Valor do Serviço !!! Gerenciamento da Rede Sistemas de missão crítica !!! Equipamentos

Sistemas de missão crítica !!! Equipamentos gerenciáveis. Tecnologia no atendimento

!!! Gerenciamento da Rede Sistemas de missão crítica !!! Equipamentos gerenciáveis. Tecnologia no atendimento
Os Cabos são todos Iguais ? Aterramento Para cada aplicação, existe um tipo de cabo.
Os Cabos são todos Iguais ?
Aterramento
Para cada aplicação, existe um tipo de
cabo.
Existem regras internacionais.
JAMAIS altere a
ordem dos fios.
Energia elétrica de qualidade.
De quem é a culpa ?
Fase, neutro, terra
Da Parede à Mesa de Trabalho
Luz Através do Túnel

Patch Cord´s Ferrramentas Conectores

Através do Túnel Patch Cord´s Ferrramentas Conectores Fibra Óptica Longas Distâncias Ligações Externas

Fibra Óptica Longas Distâncias Ligações Externas

Através do Túnel Patch Cord´s Ferrramentas Conectores Fibra Óptica Longas Distâncias Ligações Externas
Solucionando Problemas Wireless Equipe interna possui qualidade ? Fontes geradoras de ruído Certificação 100 MHZ
Solucionando Problemas
Wireless
Equipe interna possui qualidade ?
Fontes geradoras de ruído
Certificação 100 MHZ
Baixa Velocidade
Indicado para locais onde a utilização
de cabos não é possível.
Cabeamento Estruturado

Cabeamento Estruturado

Transmissão dos sinais de baixa tensão dos diversos sistemas inteligentes no formato digital, integrando os sistemas de comunicação em uma estrutura de cabos única.

sistemas inteligentes no formato digital, integrando os sistemas de comunicação em uma estrutura de cabos única.
Padrão EIA / TIA 568 Elementos Funcionais 1991 568 1995 568 A 2001 568 B
Padrão EIA / TIA 568
Elementos Funcionais
1991
568
1995
568 A
2001
568 B
Work Area
Horizontal Cabling
BackBone Cabling
Telecommunication Room
Equipment Room
Entrance Facilities
Camada de Enlace

Camada de Enlace

Delimitação de Quadros Controle de Erros Controle de Fluxo Controle de Acesso ao Meio

Delimitação de Quadros Contagem de Caracteres Contagem de Caracteres Caracteres Delimitadores Transparência de
Delimitação de Quadros
Contagem de Caracteres
Contagem de Caracteres
Caracteres Delimitadores
Transparência de Bits
3
2
1
4
3
A
2
3
X
9
Quadro 01
Quadro 02
Quadro 03
7
2
1
4
3
A
2
3
X
9
Quadro 01
Quadro 02
ERRO !
Caracter de Transparência
Bit de Transparência

Início

STX
STX

A

3

N

H

ETX
ETX

Fim

01111110

Dados

01111110

STX
STX

8

3

STX

L

H

?

STX
STX

8

3

CST

STX

L

H

Caracter de Transparência

ETX ETX
ETX
ETX

01111110

01111110

0011111101

?

01111110

00111110101

01111110

Bit de Transparência

Ordem dos Quadros Bit Alternado Bit Alternado 0 0 Retransmissão Integral Retransmissão Seletiva OK 1
Ordem dos Quadros
Bit Alternado
Bit Alternado
0
0
Retransmissão Integral
Retransmissão Seletiva
OK
1
1
OK
0
OK
0
1
Transmissor
Receptor
Retransmissão Integral
Retransmissão Seletiva
0
1
2
3
4
5
6
7
8
0
1
2
3
4
5
6
7
8
0
1
2
4
5
7
8
0
1
2
4
5
7
8

Retransmissão

Retransmissão

3 4 5 6 7 8 3 6
3
4
5
6
7
8
3
6
 

Detecção de Erros (Quadros)

     

Bit de Paridade

 
   
   
   
 
 

Bit de Paridade CRC

   
0
0
1
1
1
1
1
1
0
0
0
0
0
0
1
1
1
1
  Bit de Paridade CRC     0 1 1 1 0 0 0 1 1

Bit de Paridade

 
 
0
0
1
1
1
1
1
1
0
0
0
0
0
0
1
1
1
1
  0 1 1 1 0 0 0 1 1 Sucesso !!!  
Sucesso !!!
Sucesso !!!
 
0
0
1
1
0
0
1
1
0
0
0
0
0
0
1
1
1
1
0 1 0 1 0 0 0 1 1
0 1 0 1 0 0 0 1 1
0
0
1
1
0
0
0
0
0
0
1
1
0
0
0
0
1
1
0 1 0 0 0 1 0 0 1 ?????????  
?????????
?????????
 
   

CRC

     

CRC

 
     
 
     
   
 

X 4 + X + 1 Quadro

1101011011

Gerador

10011

11010110110000

10011

010011

010011

00000010110

00000010011

0000000010100

0000000010011

00000000001110

10011
10011
Resto
Resto
CRC CRC Quadro a transmitir : Padrões Internacionais : 11010110111110 x 12 + x 11
CRC
CRC
Quadro a transmitir :
Padrões Internacionais :
11010110111110
x 12 + x 11 + x 3 + x 1 + x
x 16 + x 15 + x 2 + 1
x 16 + x 12 + x 5 + 1
Controle de Fluxo
Controle de Fluxo
Protocolo de Janelas Deslizantes
Transmissor
Receptor

Sliding Windows

Janelas Deslizantes Transmissor Receptor Sliding Windows 0 1 2 3 4 5 0 1  
0 1
0
1
2
2
3
3
4
4
5
5
0 1 2 3 4 5 0 1  
0
0
1
1
 
0
0

1

 
2
2

3

4

5
5
 
 
       
0
0
1
1
2
2
3
3
0
0
1
1
2
2

3

4

5
5
 
 
 
 
0
0
1
1
2
2
3
3
4 5
4
5
Tipos de Serviços Tipos de Serviços Sem Conexão, Sem Reconhecimento Sem Conexão, Com Reconhecimento Orientado
Tipos de Serviços
Tipos de Serviços
Sem Conexão, Sem Reconhecimento
Sem Conexão, Com Reconhecimento
Orientado à Conexão
Sem Conexão, Sem Reconhecimento
Datagrama não confiável
Apropriado para redes com poucos erros
Perda de informação é aceitável
Utilizado em redes locais
Tipos de Serviços
Tipos de Serviços

Sem Conexão, Com Reconhecimento

Usado em pequenos volumes de dados

Confirmação

mensagens recebidas Pode ocorrer duplicação de quadros

Utilizado em redes sem fio

positiva

ou

negativa

de

Orientado à Conexão

Garantia de entrega Sem duplicação de quadros Confiabilidade Redes com pouca confiabilidade Usado em redes telefônicas

Controle de Acesso Tipos de Controle de Acesso Capacidade Acesso Baseado em Contenção Vazão máxima
Controle de Acesso
Tipos de Controle de Acesso
Capacidade
Acesso Baseado em Contenção
Vazão máxima possível de informação
Justiça
Igualdade dentro de sua classe de prioridade
Não existe ordem de acesso ao meio,
podendo ocorrer colisões.
Prioridade
Acesso Ordenado sem Contenção
Desejável em aplicações de tempo real
Acesso
disciplinado
ao
meio,
não
Estabilidade
Funcionamento em situações críticas
ocorrendo colisões.
Retardo de Transferência
O menor possível
Tipos de Controle de Acesso
Aloha

Acesso Baseado em Contenção

Aloha

CSMA-CD

Acesso Ordenado sem Contenção

Polling Passagem de Permissão

Criado em 1970, no Havaí (Honolulu) Dois canais de frequência

Computador Terminal Terminais Computador

Escuta do meio Temporizador para Colisões

Dois canais de frequência Computador Terminal Terminais Computador Escuta do meio Temporizador para Colisões
CSMA-CD Polling Baseado no Aloha Escuta o meio Concebido para topologia em barra Estação controladora
CSMA-CD
Polling
Baseado no Aloha
Escuta o meio
Concebido para topologia em barra
Estação controladora da rede
Detecção de Colisões
Temporização
Utilizado pela EtherNet
Funciona em 90 % com até 30 estações
Estações
são
consultadas
sobre
o
desejo de transmitir informações.
Passagem de Permissão
LLC & MAC
informações. Passagem de Permissão LLC & MAC Existência de um token (ficha) Criada para topologia em

Existência de um token (ficha) Criada para topologia em anel Proposta em 1969 A ficha fica circulando na rede Quem estiver de posse da ficha pode transmitir

topologia em anel Proposta em 1969 A ficha fica circulando na rede Quem estiver de posse
LLC & MAC MAC Address Logical Link Control Permite que a camada de enlace funcione
LLC & MAC
MAC Address
Logical Link Control
Permite que a camada de enlace funcione
independente da tecnologia existente
Media Access Control
Trata dos protocolos que um host segue
para acessar os meios físicos
Equipamentos
Hub X Switch

Bridge

Segmentador de tráfego

Switch

Hub X Switch Bridge Segmentador de tráfego Switch Segmentador de tráfego. Também chamado de bridge multiporta

Segmentador

de

tráfego.

Também

chamado de bridge multiporta

Hub X Switch Bridge Segmentador de tráfego Switch Segmentador de tráfego. Também chamado de bridge multiporta
Hub X Switch Bridge Segmentador de tráfego Switch Segmentador de tráfego. Também chamado de bridge multiporta
Classificação dos Switches Vlans Encaminhamento de pacotes Store-and-Forward Cut-Through Divisão de uma rede
Classificação dos Switches
Vlans
Encaminhamento de pacotes
Store-and-Forward
Cut-Through
Divisão de uma rede física em várias redes
lógicas
Forma de Segmentação
Layer 2 (tradicionais)
Layer 3 (vlans)
Baseada em porta
Baseada em MAC
Baseada em IP
Baseada em protocolos
F I M