Вы находитесь на странице: 1из 7

UNIVERSIDADE FEDERAL DO PARANÁ

ANALISANDO QUESITOS NA PERÍCIA AMBIENTAL

Dr. Georges Kaskantzis

01/01/2010

UNIVERSIDADE FEDERAL DO PARANÁ ANALISANDO QUESITOS NA PERÍCIA AMBIENTAL Dr. Georges Kaskantzis 01/01/2010 0

QUESITOS DE PERÍCIA

1. Favor descrever o lote dos autores em relação à

localização, topografia, vegetação, fauna, geologia e outras característi- cas físicas relevantes. Favor esclarecer se o solo do terreno é estéril, com afloramento de minério de ferro, recoberto por gramíneas em pequena extensão, praticamente não permeável ou de baixa permeabilidade, estando em boa parte ocupado por uma voçoroca. (METODOLOGIA:

visita a área, registro fotográfico; descrição da tipologia do solo 8hs).

2. O lote tem grande beleza cênica? A falta de inte-

resse paisagístico já foi reconhecida pelo Conselho Deliberativo do Pa- trimônio Cultural de Belo Horizonte? (METODOLOGIA): citar art. le- gislação (CF) relativa ao Patrimônio Histórico Cultural; aplicar método de avaliação de aspectos paisagísticos -8hs.

3. O imóvel objeto da lide faz limite com uma rodovia,

com um leito de estrada de ferro de transporte de minério e com edifí- cios comerciais e residenciais de grande porte? Favor indicar em planta. Essa rodovia (MG-030) tem grande movimento de veículos, inclusive poluidores? Flora e fauna a proteger, se existissem sobre os lotes dos autores, ficariam absolutamente prejudicados pela rodovia? (METO- DOLOGIA) - 1ª Parte: Identificar os aspectos citados em imagem aérea fazer e planta baixa e fazer registro fotográfico no local; medir o tráfego

em três períodos, pela manhã das 07h30minh09h00minh, à tarde 14h30min 15h30min e no início da noite 18h30min 19h45minh, buscar dados estatísticos junto ao Departamento de Trânsito. 2ª Parte:

Verificar se existem 0s dados da qualidade do ar dessa região junto à Secretaria ou Órgão de Meio Ambiente local, registro fotográfico de fuli- gem no entorno e registro de fumaça com escala DE RIGLER; 3ª Parte:

Identificar flora e fauna existente no entorno e responder levando em consideração a topografia acidentada do terreno, inclinação exagerada 16 horas).( METODOLOGIA): Buscar dados sobre os bairros do entorno e demográficos junto à Prefeitura ou Secretaria de Urbanismo de Belo

Horizonte, indicar com ARGIS as parcelas relativas às residências e ins- talações comerciais e públicas. (16 horas)

4. O terreno dos autores está fisicamente separado das demais partes da Estação Ecológica do Cercadinho? Por qual meio? (METODOLOGIA): Fazer o registro fotográfico no local e indicar na imagem área com ARCGIS 8 horas.

5. É possível, no caso, a criação de área de amorteci- mento lindeira ao terreno dos autores, para preservação da estação eco- lógica, como exige a legislação, considerando a existência da estrada e dos prédios limítrofes? Em toda estação ecológica, segundo o legislador, exige-se a criação dessa zona de amortecimento? Para tanto criação de zona de amortecimento contígua seria necessário interditar a estrada limítrofe e demolir as edificações lindeiras? (METODOLOGIA) - 1ª Par- te: Conceituar o termo “amortecimento lindeira”, verificar a aplicabili- dade desse termo ao caso, consultar a legislação pertinente e tecer os comentário sobre a ocupação do uso do solo na região, indicar a catego- ria de zoneamento urbano atual. 2ª Parte: Buscar a legislação municipal e estadual relativa á Estação Ecológica, comentar a respeito - 16 h.

6. O Estado de Minas Gerais, através da lei 18.042/2009, autorizou a construção de um complexo rodoviário no in- terior da estação ecológica? Uma pequena parte desse complexo já foi implantada? Qual o fluxo de veículos diários previstos para cortar a es- tação ecológica? A presença de iluminação pública é compatível com uma estação ecológica. El interfere na natureza, ou seja, no ecossistema de preservação integral? (METODOLOGIA) 1ª Parte: Buscar a Lei 18.042/2009 para verificar a veracidade da afirmativa, tecer comentário que a lei foi criada após ter sido criada a Estação Ecológica em questão. 2ª Parte: Verificar in loco e fazer registro fotográfico para corroborar ou negar a segunda afirmativa. 3ª Parte: Levantar informações sobre o pro- jeto junto ao órgão de tráfego municipal ou estadual responsável pelo suposto projeto. 3ª Parte: Conceituar o termo Estação Ecológica, levan-

tar as espécies faunísticas quanto à presença ou ausência da luminosi- dade artificial e finalizar quesito -16horas.

7. A criação da estação ecológica foi precedida da

fixação de limitações administrativas provisórias, para propiciar a rea- lização de estudos visando à criação de uma unidade de conservação? Em caso positivo, favor anexar o referido ato. (METODOLOGIA): Con- sulta ao sistema judicial de Minas Gerais, visando à verificação da exis- tência de ação de desapropriação em curso 8h.

8. A área da Estação Ecológica do Cercadinho foi previ-

amente desapropriada? (METODOLOGIA): Buscar junto a Prefeitura Municipal e COPASA documentos referentes à desapropriação citada no quesito 8horas.

9. As estações ecológicas correspondem às unida-

des de conservação da natureza de maior grau de proteção ambi- ental, repelindo, por isso, a presença humana em seu interior, pois visam à manutenção dos ecossistemas livres de alterações causadas por interferência humana? A presença e a circulação de veículos, pre- sente na BR-356, na MG-030 e na alça recém-feita dentro da área da es- tação são compatíveis com a vedação de presença humana naquele tipo de unidade de conservação, que por lei só permite presença em 3% de seu território, exclusivamente para pesquisa? (METODOLOGIA): Le- vantar o conceito de Estação Ecológica legal e técnico no âmbito estadu- al e federal e no dicionário para responder a primeira parte do quesito. 2ª Parte: Analisar a legislação pertinente, citar os dados coletados ou le- vantados da intensidade do tráfego local e responder ao quesito

8horas.

10.Tomando-se a área da estação ecológica como um todo, o Poder Público vem impedindo que pessoas e veículos nela aden- trem ou tomou alguma providência nesse sentido? (METODOLOGIA):

Realizar inspeção com registro de imagens da Estação Ecológica para identificar cercas, barreiras, cancelas ou posto de guarda que poderiam

controlar o acesso à Estação, e entrevistar alguns residentes na vizi- nhança para coletar informações sobre essa questão8horas.

11. Cercadinho a dividem em partes segregadas? Essas partes estão ligadas por algum corredor ecológico? (METODOLOGIA):

Identificar e registrar as obras viárias no local e sobre a imagem áreas usando ARCGIS; buscar o conceito de Corredor Ecológico no âmbito le- gal e técnico, elaborar a resposta 8horas.

12. As estações ecológicas exigem território contínuo, imune à presença de pessoas e veículos, para permitir, inclusive, a dis- persão de espécies que ali vivem o fluxo de genes, o movimento da biota

e a recolonização das áreas degradadas? A Estação Ecológica tem área

contínua? Por quê? (MÉTODO): 1ª Parte: Indicar o conceito legal e téc-

nico do termo já descrito, citando aspectos legais e funções das estações desta natureza; 2ª Parte: Registro fotográfico no local e indicação sobre

a imagem aérea das fronteiras geográficas da unidade- 8horas.

13. As estações ecológicas, que são áreas de proteção in- tegral, de acordo com a lei 9.985/2000, têm como objetivo a preserva- ção da natureza e a realização de pesquisas científicas? Essas pesquisas devem ser restritas e controladas? Ali se veda visitação humana? A Es- tação Ecológica do Cercadinho, tal como criada, atinge esse objetivo? (METODOLOGIA): Empregar legislação nacional que regulamenta essa questão; descrevendo as finalidades e mecanismos de controle estabele- cidos na lei, e responder ao quesito 12 horas.

14. Queria o senhor perito informar se o terreno dos au- tores, por estar separado da área da Mata do Cercadinho pela BR 356 e MG 030, contribui para reprodução e manutenção das espécies nativas que existem na área à esquerda da BR 356 no sentido Rio de Janei- ro/Belo Horizonte (SE a SO)? (METODOLOGIA): Elaborar mapa temá- tico para indicar as espécies da fauna que habitam a Estação Ecológica,

e com as informações da literatura técnica indicar os locais de abrigo, a- limentação e reprodução das espécies 24 horas.

15. Queira o senhor perito indicar quais espécies ani- mais e botânicas existem no terreno dos autores. Entre essas espécies, alguma se encontra em extinção ou integra alguma lista de proteção es- pecial do IBAMA? (MÉTODO): Descrever e as espécies indicadas na lis-

ta do IBAMA apresentado parecer conclusivo 8h.

16. O terreno dos autores contribui com a recarga do manancial do Cercadinho? Caso positivo, em que grau e de que forma?

A permeabilidade baixa ou inexistente do terreno objeto da lide torna

essa contribuição inexistente ou desprezível? (METODOLOGIA): Ad- quirir os arquivos vetoriais das feições da geologia, hipsômetria, levan- tar as informações dos aspectos geologia do local e do freático, elaborar mapa temático e resposta do quesito 24horas.

17. A construção do projeto anteriormente aprovado e licenciado contribuiria negativamente com a recarga do manancial do Cercadinho, em que medida? (MÉTODOLOGIA): Levantar as informa- ções referentes do projeto anterior, analisar os itens relativos à recarga do freático e responder o quesito 16h.

18.O terreno dos autores tem as características e re- levância ecológica que recomendem a constituição de algum tipo de á- rea de proteção ambiental? Caso positivo de qual grau? Qual a opinião do IEF a respeito? (MÉTODO): Descrever as características ambientais da propriedade relacionando-as ou não com aquelas descritas na legis- lação para as Estações Ecológicas, e fazer a estimativa do Potencial Eco- lógico e Estado de Conservação da propriedade 24 horas.

19. A lei que criou a Estação Ecológica do Cercadi- nho permite que a área à esquerda da BR-356, na direção BH-Rio, se-

ja explorada comercialmente pela COPASA. A coleta, o tratamento e dis-

tribuição para fins comerciais inscrevem- se nos objetivos de uma esta- ção ecológica? Foi por essa razão que a COPASA sugeriu que aquela par- te do terreno por ela explorada fosse transformada em uma simples área de preservação permanente e as demais excluídas da estação? (METO- DOLOGIA): Citar a legislação estadual e federal que autoriza o uso da área em questão para fins de interesse público, citar as atividades que podem ser realizadas no interior e fronteiras de uma Estação Ecológica, e concluir sobre a decisão da COPASA 12 horas.

20. As ações são negociadas na bolsa de valores? (MÉ-

TODO): Buscar na Junta Comercial a cópia do atual contrato social da COPASA, descrever os dados de cadastro finalidades da empresa e res- ponder ao quesito 12 horas.

21. As estritas limitações que a lei federal determina pa- ra uma estação ecológica permitem atividades comerciais em seu interi- or? (METODOLOGIA): Fazer o mapa da área geográfica abrangida pela Estação, identificar as atividades que são executadas no interior, nas fronteiras e exterior desta área, apresentado aéreas das feições 24hs.

22. A desapropriação prévia de área destinada à implan-

tação de uma estação ecológica visa garantir que essa área se torne pú-

blica, assim impedindo que nela ingressem pessoas e veículos, que po- dem degradar o ambiente de conservação estrita e integral? (METODO- LOGIA): Citar razões e objetivos da desapropriação no âmbito legal, a- nalisar se na época da criação da Estação e das desapropriações a CO- SAPA era uma empresa pública ou mista (pública e privada), e respon- der o quesito 12 horas.

Dr. Georges Kaskantzis Neto kaska@ufpr.br