Вы находитесь на странице: 1из 6
Manual de utilização do MSCSim v.1.0 1

Manual de utilização do MSCSim v.1.0

1

Indice

Indice Introdução 3 Ambiente de Simulação 3 Menu superior 3 Menu de acesso rápido 4

Introdução

3

Ambiente de Simulação

3

Menu superior

3

Menu de acesso rápido

4

Simulação

4

Configurações

4

Memory Trace

5

Iniciando a simulação

5

Recursos da simulação

5

Instalação

6

Autores

6

Dúvidas

6

2

Introdução O MSCSim (Multilevel and Split Cache Simulator) é uma ferramenta de simulação de memória

Introdução

O MSCSim (Multilevel and Split Cache Simulator) é uma ferramenta de simulação de memória

cache unificada, separadas e/ou com múltiplos níveis e memória virtual para fins de pesquisa e didáticos.

O MSCSim tem como objetivo ser um aliado do professor no ensino, do aluno no aprendizado e facilitar

a pesquisa das diversas estruturas da hierarquia de memórias, buscando sempre ampliar o raciocínio

investigativo e crítico em relação aos resultados obtidos durante as simulações. A ferramenta não deixou de lado a estabilidade, robustez, independência de plataforma, clareza e riqueza de conteúdo.

Ambiente de Simulação

O ambiente de simulação (figura 1) e composto por uma tela principal que possui um menu

(superior) e um menu de acesso rápido (esquerda).

um menu (superior) e um menu de acesso rápido (esquerda). Figura 1. Visão geral do ambiente

Figura 1. Visão geral do ambiente de simulação.

Menu Superior

O menu superior é dividido em cinco categorias: Simulador, Configurações, Memory Trace,

Animação e Ajuda. Abaixo (tabela 1) se encontra de forma resumida a funcionalidade de cada submenu de cada categoria.

Menu

Submenu

Descrição

Simulador

Simular

Inicia a simulação.

Sair

Fecha o ambiente de simulação.

Configurações

Tipo

Configura o tipo de simulação.

Configurações

Configura os parâmetros da estrutura a ser simulada.

Salvar

Salva as configurações em um arquivo no formato xml.

Abrir

Carrega as configurações de um arquivo xml.

Memory Trace

Criar

Cria um arquivo de memory trace (extensão .mtr).

3

Animação TLB Hit -> Cache Hit Exibe animação de uma hierarquia de memórias onde aconteça

Animação

TLB Hit -> Cache Hit

Exibe animação de uma hierarquia de memórias onde aconteça TLB Hit e Cache Hit.

TLB Hit -> Cache Miss

Exibe animação de uma hierarquia de memórias onde aconteça TLB Hit e Cache Miss.

TLB Miss -> Page Fault

Exibe animação de uma hierarquia de memórias onde aconteça TLB Miss e Page Fault

TLB Miss -> Page Hit -> Cache Hit

Exibe animação de uma hierarquia de memórias onde aconteça TLB Miss, Page Hit e Cache Hit

TLB Miss -> Page Hit -> Cache Miss

Exibe animação de uma hierarquia de memórias onde aconteça TLB Miss, Page Hit e Cache Miss

Ajuda

Sobre

Exibe

informações

sobre

os

autores

do

MSCSim.

 

Ajuda

Carrega o arquivo de ajuda.

 

Tabela 1. Funcionalidades encontradas no menu superior.

Menu de Acesso Rápido

O menu de acesso rápido exibe os últimos arquivos de configurações (arquivos salvos no formato xml) e memory trace (arquivos salvos no formato mtr) carregados, disponibilizando-os para futuras simulações. Ao carregar o ambiente é realizada uma validação em cada arquivo do menu para verificar a sua existência, caso não exista ele é retirado do menu.

Simulação

Através de uma configuração feita manualmente ou por um arquivo de configurações (.xml) gerado pelo simulador, juntamente com a leitura de um memory trace (.mtr), inicia-se a simulação. A seguir serão explicados cada passo necessário para a realização de uma simulação e em seguida todas as funcionalidades que são encontradas no MSCSim.

Configurações

Acessando o menu configurações -> tipo, é possível escolher qual o tipo de simulação a ser realizada, de acordo com as seguintes opções:

- Memória Cache e Principal;

- Memória Principal e Virtual;

- Memória Cache, Principal e Virtual;

- Split Cache (Cache separada);

- Múltiplos Níveis de Cache (com suporte a cache separada e/ou unificada).

Após escolher o tipo da simulação, é necessário especificar as configurações da estrutura a ser simulada. Acessando o menu configurações -> configurações, é exibida uma tela a ser parametrizada. Os parâmetros disponíveis são exibidos na tabela 2 (pode variar de acordo com o tipo de simulação).

Tipo

Descrição

Tamanho da palavra

Tamanho da palavra em bytes.

Memória Principal

 

Tamanho

Tamanho da memória principal em bytes.

Política de substituição

Política de substituição (FIFO ou LRU) de memória principal.

Tempo de acesso

Tempo de acesso a memória principal em ns.

4

TLB   Número de slots da TLB Número de slots da TLB (Translation-look aside buffer).

TLB

 

Número de slots da TLB

Número de slots da TLB (Translation-look aside buffer).

Política de substituição

Política de substituição (FIFO ou LRU) da TLB.

Memória Virtual

 

Tamanho da memória

Tamanho da memória virtual em bytes.

Tamanho da pagina

Tamanho da pagina virtual em bytes.

Memória Cache

 

Tamanho do bloco

Tamanho do bloco da cache em bytes.

Numero de níveis

Número e níveis de cache na hierarquia.

Split ou Unificada

Define se um nível da hierarquia será composto por uma cache unificada ou separada (split).

Tipo

Tipo de cache: Mapeamento Direto, Associativa por Conjunto ou Completamente Associativa.

Associatividade

Nível de associatividade da cache Associativa por Conjunto.

Política de escrita

Política de escrita (Write Through ou Write Back) da cache.

Política de substituição

Política de substituição (FIFO ou LRU) da cache.

Número de slots

Número de slots da cache.

Tempo de acesso

Tempo de acesso a cache.

Tipo de acesso

Tipo de acesso a cache: seqüencial ou paralelo.

Tabela 2. Parâmetros disponíveis para a configuração da simulação.

As

configurações

definidas

podem

ser

salvas

em

um

arquivo

.xml

acessando

o

menu

configurações -> salvar, assim podendo ser reutilizadas em uma nova simulação.

Memory Trace

O arquivo de memory trace pode ser criado via simulador, utilizando a opção memory trace ->

criar. Nesta tela é possível gerar o arquivo de forma manual inserindo cada endereço um a um, ou de forma automatica apenas delimitando os valores base, teto e número total de endereços. Para cada endereço inserido de forma manual é necessário especificar se este é um dado (D) ou instrução (I) e escrita (E) ou leitura (L).

Inicializando a Simulação

Após configurar os parâmetros e tipos da simulação ou carregar um arquivo já salvo pode-se inicializar a simulação através do menu simulador -> simular. Ao clicar em simular será solicitado o arquivo de memory trace (.mtr) e em seguida será exibida a tela da simulação.

Recursos da simulação

A tela da simulação e composta por várias guias e botões (tabela 3 e 4) que podem variar de

acordo com a simulação escolhida, que são:

Guias

Descrição

Simulação

Exibe os endereços carregados e suas informações, como: escrita ou leitura e dado ou instrução. Também são exibidos os dados do endereço na cache, como: bloco, slot, tag, cache miss ou hit, tipo de falta e tempo de acesso. Para as simulações de múltiplos níveis e split cache são mostrados apenas as informações de escrita ou leitura e dado ou instrução.

Simulação Cache

Exibe os endereços carregados para esta cache. Também são exibidos os dados do endereço na cache, como: bloco, slot, tag, cache miss ou hit, tipo de falta e tempo de acesso. Disponível apenas para as simulações de múltiplos níveis e split cache.

Memória Cache

Exibe os endereços remanescentes na memória cache mostrando a sua

5

  localização (slot). Memória Principal Exibe os endereços que estão na memória principal e suas
 

localização (slot).

Memória Principal

Exibe os endereços que estão na memória principal e suas respectivas posições.

Estatística

Exibe uma estatística geral sobre o desempenho da estrutura simulada, como taxa de acerto, taxa de ocupação, taxa de cada tipo de falta e tempo médio de acesso.

 

Tabela 3. Guias disponíveis para as simulações.

Botões

Descrição

Próximo

Carrega o próximo endereço do arquivo de memory trace.

Sair

Cancela a simulação corrente e fecha a tela.

Gerar HTML

Gera um conjunto de arquivos HTML com as informações da simulação em diretório a ser especificado pelo usuário. Todos os arquivos gerados possuem nomenclatura padrão. Para visualiza-los acesse o arquivo index.html.

Estatística

Exibe as estatísticas de uma determinada cache.

Tabela 4. Botões disponíveis para as simulações.

Instalação

Para realizar a instalação é necessário descompactar o arquivo mscsim.zip e em seguida configurar o arquivo executa.bat (figura 2) que se encontra na raiz da pasta descompactada. Para configurar o executa.bat deve-se especificar o caminho onde se encontra a instalação do arquivo java.exe em seu computador. No exemplo abaixo a instalação do java.exe se encontra na pasta “C:\Arquivos de

programas\Java\jdk1.5.0_06\bin”.

pasta “C:\Arquivos de programas\Java\jdk1.5.0_06\bin”. Figura 2. Configuração do arquivo executa.bat. Autores Os

Figura 2. Configuração do arquivo executa.bat.

Autores

Os autores responsáveis por esse projeto são:

José Leandro D. Mendes Luíza Maria Novais Coutinho Carlos Augusto P. S. Martins

Dúvidas

6