Вы находитесь на странице: 1из 4
   
   

SET 1995

NBR ISO 4378-1

ABNT-Associação Brasileira de Normas Técnicas

Mancais de deslizamento - Termos, definições e classificação - Parte 1: Projeto, materiais para mancais e suas propriedades

Sede:

       

Rio de Janeiro Av. Treze de Maio, 13 - 28º andar CEP 20003-900 - Caixa Postal 1680 Rio de Janeiro - RJ Tel.: PABX (021) 210 -3122 Telex: (021) 34333 ABNT - BR Endereço Telegráfico:

     

NORMATÉCNICA

     
   

Origem: Projeto 04:004.07-001/1994 CB-04 - Comitê Brasileiro de Máquinas e Equipamentos Mecânicos CE-04:004.07 - Comissão de Estudo de Mancais de Deslizamento NBR ISO 4378-1- Plain bearings - Terms, definitions and classification - Part 1:

Copyright © 1995, ABNT–Associação Brasileira de Normas Técnicas Printed in Brazil/

Design, bearing materials and their properties Descriptors: Bearing. Plain bearing.Vocabulary Esta Norma é equivalente à ISO 4378-1/1983 Válida a partir de 30.10.1995

Palavras-chave: Mancal. Mancal de deslizamento. Vocabulário

4 páginas

Impresso no Brasil Todos os direitos reservados

SUMÁRIO

 

Prefácio

Para alguns termos são fornecidas formas simplificadas,

Objetivo e campo de aplicação 1 Termos gerais 2 Classificação dos tipos de mancais de deslizamento 3 Elementos estruturais do conjunto do mancal de deslizamento 4 Características dimensionais dos mancais de

cujo uso é recomendado quando não houver ambigüi- dade; os termos auto-explicativos são fornecidos sem defi- nições.

NOTA - Os termos e definições traduzidos são publicados sob a responsabilidade da Comissão de Estudo - CE-04:004.07 - da ABNT.

1 Termos gerais

deslizamento 5 Materiais para mancais e suas propriedades Índice alfabético

   

1.1

mancal: Suporte ou guia através do qual um compo-

Prefácio

nente móvel é situado em relação a outros componentes de um mecanismo.

A

ABNT - Associação Brasileira de Normas Técnicas - é o

   

Fórum Nacional de Normalização. As Normas Brasileiras, cujo conteúdo é de responsabilidade dos Comitês Bra-

1.2 mancal de deslizamento: Mancal onde somente acontece atrito por deslizamento.

sileiros (CB) e Organismos de Normalização Setorial

1.3

conjunto do mancal de deslizamento: Sistema tri-

(ONS), são elaboradas por Comissões de Estudo (CE), formadas por representantes dos setores envolvidos, de-

bológico que inclui um mancal de deslizamento.

2 Classificação dos tipos de mancais de

las fazendo parte: produtores, consumidores e neutros (universidades, laboratórios e outros).

deslizamento

Os Projetos de Norma Brasileira, elaborados no âmbito dos CB e ONS, circulam para Votação Nacional entre os associados da ABNT e demais interessados.

De acordo com a direção da carga suportada:

Objetivo e campo de aplicação

-

mancal radial

Esta Norma apresenta os termos mais comumente utili- zados para mancais de deslizamento com suas definições

-

mancal axial

e

classificação.

 

-

mancal radial e axial

 

2

NBR ISO 4378-1/1995

De acordo com o tipo de lubrificação:

- mancal aerodinâmico

2.9 mancal autolubrificante: Mancal de deslizamento

lubrificado através do seu próprio material, dos seus com- ponentes ou do lubrificante sólido depositado.

- mancal aerostático

- mancal hidrodinâmico

2.10 mancal com lubrificação sólida: Mancal de des-

lizamento projetado para operar com lubrificante sólido.

- mancal hidrostático

- mancal poroso autolubrificante

- mancal autolubrificante

- mancal a lubrificante sólido

- mancal não-lubrificado

De acordo com o projeto:

- mancal autocompensador

- mancal radial com segmentos

2.11 mancal não-lubrificado: Mancal de deslizamento

projetado para operar sem lubrificante.

2.12 mancal autocompensador: Mancal de desliza-

mento em cujo projeto é assegurado o auto-alinhamento

entre as superfícies envolvidas.

2.13 mancal radial com segmentos: Mancal radial de

deslizamento que tem sua superfície de deslizamento

composta por um ou mais segmentos.

2.14 mancal axial com segmentos: Mancal axial de

deslizamento que tem sua superfície de deslizamento composta por um ou mais segmentos.

2.15 mancal radial de sapatas oscilantes: Mancal radial

de deslizamento que tem sua superfície de deslizamento

composta por um ou mais segmentos, onde cada um deles

- mancal axial com segmentos

- mancal radial com sapatas oscilantes

é 2.16 é 2.17
é
2.16
é
2.17

livre para se alinhar independentemente com o eixo segundo a pressão hidrodinâmica ou da carga.

- mancal axial com sapatas oscilantes

mancal axial de sapatas oscilantes: Mancal axial

- mancal com perfil lobular

- mancal poroso

NOTA - Esta lista pode ser aumentada no futuro.

de deslizamento que tem sua superfície de deslizamento

composta por um ou mais segmentos, onde cada um deles

livre para se alinhar independentemente com a super-

fície oposta segundo a pressão hidrodinâmica ou da carga.

mancal com perfil lobular: Mancal radial de des-

2.1

lizamento no qual a carga atua em uma direção radial ao eixo de rotação.

mancal radial de deslizamento: Mancal de des-

lizamento no qual duas ou mais cunhas hidrodinâmicas são desenvolvidas ao longo de sua periferia durante a

operação, as quais são obtidas com uma forma especial da superfície de deslizamento.

2.18 mancal poroso: Mancal de deslizamento feito de

material sinterizado cujos poros podem ser preenchidos

com lubrificante.

3 Elementos estruturais do conjunto do mancal de deslizamento

2.2 mancal axial de deslizamento: Mancal de des-

lizamento no qual a carga atua na direção do eixo de

rotação.

2.3 mancal de deslizamento radial e axial: Mancal de

deslizamento no qual a carga atua tanto na direção axial

quanto na direção radial.

2.4 mancal aerodinâmico: Mancal de deslizamento pro-

jetado para operar sob condições de lubrificação aero-

dinâmica.

3.1 colo do eixo: Porção do eixo suportado por um mancal

de deslizamento.

2.5 mancal aerostático: Mancal de deslizamento pro-

jetado para operar sob condições de lubrificação aeros- tática.

3.2 colar de encosto: Componente anular, fixado ao eixo

(ou parte deste), suportado por um mancal axial e que transmite a carga atuante na direção axial.

2.6 mancal hidrodinâmico: Mancal de deslizamento pro-

jetado para operar sob condições de lubrificação hidro-

dinâmica.

2.7 mancal hidrostático: Mancal de deslizamento proje-

tado para operar sob condições de lubrificação hidros-

tática.

2.8 mancal poroso autolubrificante: Mancal de material

poroso que tem seus poros preenchidos com lubrificante.

3.3 alojamento do mancal: Cavidade na qual se aloja o

mancal.

3.4 inserto do mancal de deslizamento; casquilho: Com-

ponente substituível de um mancal de deslizamento, cuja superfície interior é a superfície de deslizamento.

3.5 bucha do mancal de deslizamento: Elemento tubular

substituível cuja superfície interna e/ou externa é a su-

perfície de deslizamento.

NBR ISO 4378-1/1995

3

 

3.6 bucha formada: Bucha de parede fina obtida da con-

formação de uma tira de material antifricção ou de um aço revestido de material antifricção.

3.7 bucha com flange: Bucha com flange em uma ou

ambas as extremidades.

3.8 arruela de encosto: Placa anular destinada a suportar

cargas axiais.

3.9 semi-arruela de encosto: Parte de uma arruela de

encosto que montada com uma parte igual forma uma ar-

ruela de encosto.

3.10 semi-inserto; semicasquilho: Parte de um inserto

de mancal que se estende por 180° em torno do eixo e que montado com outra parte igual forma um mancal com- pleto.

4.3 folga diametral do mancal de deslizamento radial;

folga do mancal radial; folga: Diferença entre o diâmetro da superfície de deslizamento do mancal radial e o

diâmetro do colo.

NOTA - A folga diametral do mancal de deslizamento radial pode ser “calculada” ou “efetiva”.

5 Materiais para mancais e suas propriedades

5.1 material para mancal: Material que possui um con-

junto de propriedades especiais que o tornam apto para utilização na fabricação de mancais de deslizamento.

5.2 material sinterizado para mancal: Material feito de

pós comprimidos e sinterizados.

3.11 bucha sólida: Inserto tubular constituído de um único

material.

5.3 compatibilidade: Propriedade de um material para

mancais de não aderir ao material do eixo durante o mo-

vimento de deslizamento.

3.12 inserto multicamada; casquilho multicamada: In-

serto de mancal constituído de camadas de materiais dife-

rentes.

3.13 camada suporte: Camada de um inserto multica-

madas, revestido por uma liga antifricção, que confere ao

inserto a necessária resistência e/ou rigidez.

5.4 conformabilidade: Propriedade de um material para

mancais de compensar, por uma deformação elástica e plástica, as condições iniciais de ajuste não satisfatórias à superfície de deslizamento oposta.

5.5 abrasivos. 5.6 5.7
5.5
abrasivos.
5.6
5.7

incrustabilidade: Propriedade de material para man-

3.14

de mancal multicamadas, que constitui a superfície de

camada de deslizamento: Camada de um inserto

cais de incrustar as partículas duras, reduzindo os efeitos

trabalho.

3.15

a camada de deslizamento para a melhoria do ama- ciamento, da conformabilidade, da incrustabilidade e, em alguns casos, da resistência à corrosão.

camada de amaciamento: Camada aplicada sobre

capacidade de amaciamento: Propriedade de um

material para mancais de reduzir a força de atrito, a tem- peratura e a intensidade de desgaste durante o ama- ciamento.

4 Características dimensionais dos mancais de deslizamento

resistência ao desgaste: Propriedade de um material

para mancais de resistir ao desgaste sob condições es- pecíficas de atrito, expressa como o inverso da taxa ou da

intensidade de desgaste.

4.1 diâmetro interno de um mancal de deslizamento

radial; diâmetro interno do mancal radial; diâmetro:

Diâmetro da superfície de deslizamento de um mancal radial.

4.2 largura do mancal: Dimensão externa do mancal medida axialmente (para o mancal radial) ou radialmente (para o mancal axial).

5.8 resistência relativa ao desgaste: Relação entre as

resistências ao desgaste de dois materiais para mancais que são utilizados sob condições semelhantes.

NOTA - Normalmente um dos materiais é o de referência.

 

4

NBR ISO 4378-1/1995

Índice alfabético

 

A

Alojamento do mancal

3.3

Largura do mancal

Arruela de encosto

3.8

 

B

L

M

4.2

Bucha com flange 3.7 Bucha do mancal de deslizamento 3.5 Bucha formada 3.6 Bucha sólida 3.11

C

Mancal 1.1 Mancal aerodinâmico 2.4 Mancal aerostático 2.5

Mancal autocompensador

2.12

Mancal autolubrificante

2.9

Mancal axial com segmentos

2.14

Mancal axial de deslizamento

2.2

3.15

3.14

Camada suporte 3.13

Capacidade de amaciamento 5.6

Casquilho Casquilho multicamada

3.12

Colar de encosto 3.2 Colo do eixo 3.1 Compatibilidade 5.3 Conformabilidade 5.4 Conjunto do mancal de deslizamento 1.3

Camada de amaciamento Camada de deslizamento

Mancal axial de sapatas oscilantes 2.16

Mancal com lubrificação sólida 2.10

Mancal com perfil lobular

2.17

Mancal de deslizamento

1.2

Mancal de deslizamento radial e axial 2.3 Mancal hidrodinâmico 2.6 Mancal hidrostático 2.7 Mancal não-lubrificado 2.11

2.18

Mancal poroso

3.4

4.1
4.1

Mancal poroso autolubrificante 2.8

2.13

2.1

Mancal radial com segmentos Mancal radial de deslizamento

Mancal radial de sapatas oscilantes 2.15 Material para mancal 5.1 Material sinterizado para mancais 5.2

R

5.7

5.8

D

Diâmetro 4.1 Diâmetro interno de um mancal de deslizamento radial 4.1

Diâmetro interno do mancal radial

F

Folga 4.3 Folga diametral do mancal de deslizamento radial 4.3 Folga do mancal radial 4.3

Resistência ao desgaste Resistência relativa ao desgaste

I

Incrustabilidade 5.5 Inserto do mancal de deslizamento 3.4 Inserto multicamada 3.12

S

Semi-arruela de encosto 3.9

Semicasquilho

Semi-inserto 3.10

3.10