Вы находитесь на странице: 1из 13

Uma Voz que clama no deserto

“Alegrai-vos sempre no Senho


Ligue o som
O Natal se aproxima e a Liturgia é um
convite à alegria pelo grande
acontecimento que iremos celebrar...
É o chamado "DOMINGO DA ALEGRIA“.
Na 1ª Leitura,
o Profeta entoa um canto de
ALEGRIA aos retornados do
exílio
Ele tem tamanha segurança de que
amor de Deus libertará seu povo,
que tem a impressão de já estar
presente na festa, e exclama:
"O Espírito do Senhor está sobre mim...
Exulto de alegria no Senhor e
minha alma regozija-se em meu Deus".
São palavras
encontradas também
nos lábios de Maria,
no "Magnificat",
e hoje rezadas no
Salmo de meditação.

* Hoje somos convidados


a ter a mesma confiança
do profeta e entoar um
cântico de alegria
por causa da salvação,
como se já a tivéssemos
alcançado.
Na 2ª Leitura,
São Paulo recomenda:
"Sede sempre alegres".

A alegria cristã
é um estado
permanente, pois a
vida cristã
é uma caminhada
ao encontro do Senhor que
vem.
Ele superará todos os
males do mundo.
* É essa a alegria serena e
profunda, que irradiamos
No Evangelho
João Batista dá com
alegria o seu
testemunho:

Ele não é o Messias,


nem Elias,
nem o "Profeta"...

Ele é apenas a
"VOZ" que clama no deserto,
convidando a preparar
o caminho do Senhor, que
"já está no meio dos seus,
mas os seus não o
reconheceram... "
A "Voz" não tem rosto,
é anônima e passa despercebida.
Ela transmite a mensagem e
depois desaparece...
João é uma "voz" através da qual
Deus passa aos homens a sua
mensagem: "endireitai o
caminho do Senhor".

* Somos nós hoje a "Voz" que


anuncia Cristo aos irmãos?
Que espécie de "Voz" são as
nossas comunidades?
Como reconhecer hoje,
entre tantas vozes,
aquelas que apontam
para a "Luz" e nos levam
à verdadeira alegria?
A "Voz" convida-nos a endireitar o caminho
É um convite a deixar "as trevas"
e a nascer para "a luz".
Implica abandonar a mentira, o
egoísmo, a injustiça, a violência e
tudo o que empobrece a nossa
vida, e nos impede de chegar à
verdadeira felicidade.
Quais as mudanças
para passar das "trevas" para a "luz"?

Quais obstáculos
nos impedem de andar nos caminhos retos de
A "Voz" convida-nos a olhar para Jesus,

pois só Ele é a "Luz" que ilumina o caminho...


Dela surgiu tudo o que existe (na criação).
Ela é a vida dos homens. Ela vai dissipar as trevas...

* Jesus é de fato a Luz que ilumina as minhas decisões e opções?


Quando celebro o nascimento de Jesus, celebro um acontecimento do
passado, ou celebro o encontro com alguém que é a "Luz" que ilumina a
minha vida e a enche de paz e de alegria?
A alegria que
os anjos anunciaram
em Belém é possível
também para nós...
desde que nos
deixemos iluminar
por essa Luz.

Assim a nossa alegria será um testemunho muito forte


de que Cristo já está no meio de nós.
Deus enviou João para
"dar testemunho da Luz".

Ainda hoje Deus continua


enviando pessoas para
dar testemunho dessa
"Luz" e tornar presente a
proposta libertadora de
Jesus.

* Tenho consciência de que


Deus também me chama e
me envia?
Qual tem sido a nossa
resposta a esse chamado?
A atitude humilde de João
é muito sugestiva:
Ele não usa a missão para a
sua promoção pessoal;
ele é apenas uma "voz"
anônima e discreta
que recorda, na sombra,
realidades importantes.

* Nas nossas atividades,


somos discretos e simples,
de modo que as pessoas
não vejam a nós,
mas a mensagem
que apresentamos?
A atitude orgulhosa dos fariseus
impede-os de reconhecer a "Luz".
Se fecharmos o coração à
novidade e aos desafios
que Deus nos faz…

...também nós não o


reconheceremos.
E ele continuará
procurando lugar
onde possa nascer...