Вы находитесь на странице: 1из 27

INDICADORES SOCIAIS E

EDUCACIONAIS DO
RIO DE JANEIRO

LINA KÁTIA MESQUITA OLIVEIRA


Doutora em Educação – PUC-Rio
Coordenadora do Centro de Políticas Públicas e Avaliação da Educação –
CAEd/UFJF
O QUE SÃO INDICADORES?

Medidas objetivas e sintéticas

Resultados de nossa ação

Atingir determinados objetivos


TAXAS DE ANALFABETISMO - BRASIL

10 a 14 anos 15 a 24 anos Mais de 24


anos
2005 3,3 % 2,9 % 8,2 %
2006 3,0 % 2,4 % 8,0 %
2007 3,1 % 2,2 % 7,8 %
TAXAS DE ANALFABETISMO - RJ

População do estado do Rio de Janeiro: 15,5 milhões de


habitantes
10 a 14 anos 15 a 24 anos Mais de 24
anos
2005 1,3 % 1,1 % 3,7 %
2006 1,0 % 1,0 % 3,2 %
2007 0,9 % 1,0 % 3,4 %
ANALFABETISMO FUNCIONAL

 Brasil – 21,7 %

 Rio de Janeiro – 14,4 %

Analfabetos funcionais - pessoas que enfrentam uma terrível


dificuldade para redigir um simples bilhete
INDICADORES

Abandono escolar

Abandono escolar – Rio de Janeiro


Ensino Fundamental
Primeiras quatro
séries Últimas quatro séries
3% 6%
Ensino Médio
1º ano 2º ano 3º ano
17.4% 13.7% 9.4%
DISTRIBUIÇÃO PERCENTUAL DE
ALUNOS POR FAIXA DE PROFICIÊNCIA
SAERJ 2008 – 5º ANO EF

LÍNGUA PORTUGUESA

30
25,5
25
22,4
18,9
20
15,6
15

8,5
10

4,4 3,4
5
1,0 0,4 0,0
0
Até 125 125-150 150-175 175-200 200-225 225-250 250-275 275-300 300-325 Acima de 325
DISTRIBUIÇÃO PERCENTUAL DE
ALUNOS POR FAIXA DE PROFICIÊNCIA
SAERJ 2008 – 5º ANO EF

MATEMÁTICA

25
22,6
21,3

20
16,9
13,8
15

9,9
10
6,9
5,3

5
2,2
0,9
0,2
0
Até 125 125-150 150-175 175-200 200-225 225-250 250-275 275-300 300-325 Acima de 325
MÉDIAS COMPARADAS DA
4ª SÉRIE MATEMÁTICA
DISTRIBUIÇÃO PERCENTUAL DE
ALUNOS E MÉDIA POSICIONADA NAS
ESCALAS MATEMÁTICA
MÉDIAS COMPARADAS DA
4ª SÉRIE LÍNGUA
PORTUGUESA
DISTRIBUIÇÃO PERCENTUAL DE
ALUNOS E MÉDIA
POSICIONADA NAS ESCALAS
LÍNGUA PORTUGUESA
PARA QUE SERVEM OS
INDICADORES?

 Dimensionar a nossa realidade

 Monitorar a evolução – ou a involução – de


um fenômeno

 Comparar diferenças

 Subsidiar tomada de decisões


ÍNDICES EDUCACIONAIS

Associação de vários indicadores

Metodologias especiais

Vários aspectos ou dimensões do


desenvolvimento educacional em um
único número

Conjuga as dimensões da
realidade-causalidade
ÍNDICES EDUCACIONAIS

Distorção idade/série
Levando em conta crianças e adolescentes com
idade superior em até dois anos para a série
adequada:
Distorção idade/ série
Brasil 25.7%
Sudeste 16.3%
São Paulo 10%
Rio de Janeiro 28.8%
ÍNDICE DE DESENVOLVIMENTO DA
EDUCAÇÃO BÁSICA

 Indicador de qualidade da educação básica

 Permite a informação por escola, município e


estado

 Combina os resultados da proficiência média


dos alunos nas disciplinas de Língua
Portuguesa e Matemática com resultados de
fluxo escolar (através das taxas de aprovação
das escolas)
CÁLCULO DO IDEB

IDEB = N x P

 N é a média de proficiências padronizada dos


estudantes em língua portuguesa e matemática (0 a
10) – obtida dos resultados do Saeb e Prova Brasil

 P é a taxa de aprovação média da fase avaliada. É


também o inverso do tempo médio de duração para a
conclusão da etapa escolar (normalizado entre 0 e 1)
– obtida pelo fluxo no censo escolar
CÁLCULO DO IDEB – RIO DE JANEIRO
4ª SÉRIE EF – REDE ESTADUAL

Média de Proficiência Padronizada


N é a média de proficiências padronizada dos estudantes em língua portuguesa e
matemática (0 a 10) – obtida dos resultados do Saeb e Prova Brasil

• Desempenho padronizado por disciplina na escala de 0 a 10

Resultados Prova Brasil 2007


Rio de Janeiro – Rede Estadual Resultados Saeb 1997

4ª série EF L. Portuguesa Matemática 4ª série EF L. Portuguesa Matemática

Média 172,4 188,7 * Lim. Inferior (Média 97 – 3DP) 49 60

** Lim. Superior (Média 97 + 324 322


3DP)

172,4 − 49* 188,7 − 60*


n port = x10 = 4,49 nmat = x10 = 4,91
324** − 49* 322** − 60*

• Desempenho geral padronizado na escala de 0 a 10

4,49 + 4,91
N= = 4,7
2
CÁLCULO DO IDEB – RIO DE JANEIRO
4ª SÉRIE EF – REDE ESTADUAL

Taxa de Aprovação Média


P é a taxa de aprovação média da fase avaliada. É também o inverso do tempo
médio de duração para a conclusão da etapa escolar (normalizado entre 0 e 1) –
obtida pelo fluxo no censo escolar

SI 1ª série 2ª série 3ª série 4ª série Indicador de


Rendimento (P)
86,7 % 87,8 % 67,0 % 90,8 % 76,4 % 81 % = 0,81

IDEB = 4,7 x 0,81 = 3,8


ÍNDICES SOCIAIS

ÍNDICE DE DESENVOLVIMENTO HUMANO


IDH - MEDIDA COMPARATIVA DO
DESENVOLVIMENTO SOCIAL

 taxa de analfabetismo a partir dos quinze


anos de idade
 número de pessoas matriculadas em todos os
graus de ensino
 o indicador da expectativa de vida – que
reúne vários outros como o de mortalidade,
salubridade, etc.
 indicador da renda per capita do país
IDH

 varia de 0 a 1, e quanto mais perto de 1,


maior a qualidade de vida de um
determinado país.
 0 a 0,499 - país com baixa qualidade de vida
 0,5 a 0,799 - país com média qualidade de
vida
 acima de 0,8 - país com alta qualidade de
vida
IDH de todos os estados brasileiros
e a evolução de cada um deles de
2000 a 2005
Estado IDH 2000 IDH 2005
Distrito Federal ▲ 0,844 ▲ 0,874
Santa Catarina ▲ 0,822 ▲ 0,840
São Paulo ▲ 0,820 ▲ 0,833
Rio de Janeiro ▲ 0,814 ▲ 0,832
Rio Grande do Sul ▲ 0,807 ▲ 0,832
Paraná ▲ 0,787 ▲ 0,820
Espírito Santo ▲ 0,765 ▲ 0,802
Mato Grosso do Sul ▲ 0,778 ▲ 0,802
Goiás ▲ 0,776 ▲ 0,800
Minas Gerais ▲ 0,773 ▲ 0,800
Mato Grosso ▲ 0,773 ▲ 0,796
Amapá ▲ 0,753 ▲ 0,780
Amazonas ▲ 0,713 ▲ 0,780
IDH de todos os estados brasileiros
e a evolução de cada um deles de
2000 a 2005
Estado IDH 2000 IDH 2005
Rondônia ▲ 0,735 ▲ 0,776
Tocantins ▲ 0,710 ▲ 0,756
Pará ▲ 0,723 ▲ 0,755
Acre ▲ 0,710 ▲ 0,751
Roraima ▲ 0,746 ▲ 0,750
Bahia ▲ 0,688 ▲ 0,742
Sergipe ▲ 0,682 ▲ 0,742
Rio Grande do Norte ▲ 0,705 ▲ 0,738
Ceará ▲ 0,700 ▲ 0,723
Pernambuco ▲ 0,705 ▲ 0,718
Paraíba ▲ 0,661 ▲ 0,718
Piauí ▲ 0,656 ▲ 0,703
Maranhão ▲ 0,636 ▲ 0,683
Alagoas ▲ 0,649 ▲ 0,677
O IDH – Rio de Janeiro

O Estado do Rio de Janeiro encontra-


se em quarto lugar, com um IDH de
0,832 e acima do índice brasileiro,
aumentando 0,018 por comparação
com o ano 2000
O IDH – Rio de Janeiro

IDH
DESAGREGADO 2000 2005
IDH/Longevidade 0,766 0,793
IDH/Educação 0,902 0,945
IDH/Renda 0,766 0,758

taxa de analfabetismo a partir dos quinze anos de idade


número de pessoas matriculadas em todos os graus de
ensino
INDICADORES SOCIAIS E
EDUCACIONAIS DO
RIO DE JANEIRO

LINA KÁTIA MESQUITA OLIVEIRA


Doutora em Educação – PUC-Rio
Coordenadora do Centro de Políticas Públicas e Avaliação da Educação –
CAEd/UFJF

Оценить