Вы находитесь на странице: 1из 53

REDES DE

COMPUTADORES
Trabalho realizador por:
Ruben Pereira
Helder Sousa
Francisco Magalhães
Conceito de rede de
computadores
 Uma rede de computadores é um grupo
de computadores interligados que
permite aos utilizadores a partilha de
informação e equipamento.

 Consiste em 2 ou mais computadores


ou outros dispositivos ligados entre si
compartilhando dados, impressoras e
troca de mensagens. 

Vantagens do uso de redes de
computadores
 
 TROCA DE INFORMAçãO

 PARTILHA DE RECURSOS FíSICOS DA


REDE

 PARTILHA DE PROGRAMAS E
FICHEIROS
Requisitos de uma rede de
computadores (Hardware e
Software)
   uma rede de
O funcionamento de
computadores implica a existência de
um conjunto de meios físicos ou
hardware:

 - Computadores;

 - Dispositivos de ligação dos


computadores (placa de rede – rede
computadores; Modem – rede
telefónica);

Requisitos de uma rede de
computadores (Hardware e
Software)
 - Meios físicos de transmissão; permitem
interligar computadores e periféricos:
 - (Cabos e Wireless)
 - Periféricos de rede (impressoras,
faxes, scanners, etc.) (opcional).

Requisitos de uma rede de
computadores (Hardware e
Software)
 Ao nível do software, uma rede de
computadores normalmente implica:

 - Sistema operativo de rede;


 - Drivers da placa de rede;
 - Protocolos de comunicação;
 Aplicações especificas de rede.

Noções associadas às redes de
computadores
 A taxa de transmissão de um canal ou
meio físico é a quantidade de bits que
esse meio consegue transmitir por
segundo. Expressa em bits por segundo
bps (bits per second).

 Exemplo: Um modem através de uma


linha telefónica pode transmitir a
56000 bps (56 Kbps), 128 Kbps ou a
clix 24 Mbps.
Pacotes de dados

 

 Uma transmissão de dados entre


computadores consiste no envio e
recepção de sinais eléctricos ou outros
os quais codificam bits. Os bits são
agrupados em pacotes (packets) ou
frames. Assim uma mensagem ou
ficheiro a enviar para outro computador
é fragmentada em vários pacotes.

Largura de Banda

 A largura de banda é a diferença entre as


frequências mais alta e a mais baixa
que um canal de transmissão permite
ou utiliza.

Classificação de redes informáticas
quanto à distância entre nós

 O que determina se uma rede funciona


como rede Cliente-Servidor ou Peer-to-
Peer é essencialmente o sistema
operativo de rede que está instalado
nos computadores dessa rede e que
controla o seu modo de funcionamento.

Redes Cliente-Servidor

 Numa rede Cliente-Servidor existe um ou


mais computadores que desempenham
funções especiais, que consistem em
prestar serviços aos outros
computadores da rede.

 O ou os computadores que
desempenham essas funções são
denominados de SERVIDORES os outros
postos de trabalhos que utilizam esses
serviços são denominados CLIENTES.
Podem existir diferentes tipos
de servidores:
 • Servidor de Programas ou Ficheiros (File
Server); Disponibiliza um espaço de
 armazenamento de ficheiros (programas
e documentos), que podem ser
 acedidos por parte dos clientes.
 • Servidor de Base de Dados (Database
Server);

Podem existir diferentes tipos
de servidores ( c ont 
 • Servidor de Impressoras (Print Server);
 • Servidor de Comunicação
(Comunication Server);
 Todos estes servidores necessitam de
AUTENTICAÇÃO por parte dos
utilizadores:
 Servidor de Programas; Ficheiros
Servidor de Base de Dados; Servidor de
Impressoras e Comunicação

Redes Peer-to-Peer

 Numa rede do tipo peer-to-peer


(Parceiro-a-Parceiro) não existe uma
diferenciação entre servidores e
clientes, pois todos os computadores
estão à partida em pé de igualdade. A
principal característica de uma rede
peer-to-peer é a possibilidade de
qualquer computador poder partilhar
os seus recursos com qualquer outro
computador da rede e, reciprocamente,
aceder aos recursos partilhados em
outros computadores.

Classificação de redes informáticas
quanto à abrangência geográfica

 LAN – Local Area Network


 MAN – Metropolitan Area Network


 WAN – Wide Area Network


LAN – Local Area Network

 Uma rede de computadores cuja


abrangência não ultrapassa algumas
dezenas ou centenas de metros,
normalmente dentro de um edifício ou
sala. (Exemplo: Rede de computadores
da sala TIC).
MAN – Metropolitan Area
Network

 Uma rede de computadores cuja


abrangência se estende por uma área
de uma cidade ou região urbana,
interligando determinadas entidades ou
instituições. (Exemplo: Rede de
computadores que interliga as escolas
superiores de um Instituto Politécnico).

WAN – Wide Area Network

 Uma rede de computadores cuja


abrangência se estende por uma
região, país, vários países, continentes
ou a totalidade do globo. (Exemplo:
Internet).

Meios Físicos de Transmissão

 Um meio físico de transmissão, numa


rede de computadores, é o canal de
comunicação pelo qual os
computadores enviam e recebem os
sinais que codificam a informação. O
meio fisco de transmissão mais
utilizado em redes de computadores é
os cabos; no entanto também existem
redes de computadores que funcionam
sem cabos, através de ondas de rádio –
comunicação Wireless ou sem fios.

Cabos

 O Sistema de cabos usados numa rede de


computador é designado por cabling.

 Os cabos usados nas redes de


computadores podem ser condutores
de sinais eléctricos ou de sinais ópticos.
Quanto aos da primeira categoria os
mais utilizados são os de pares
entrançados e os coaxiais.

Cabos eléctricos

 Cabos de pares entrançados


 Cabos STP
 Cabos UTP
 Cabos Coaxiais
 Thin Ethernet
 Thick Ethernet
 Cabos de Fibra Óptica

Cabos eléctricos
 Os cabos de pares entrançados consistem
em um ou vários pares de fios de cobre
(os dois fios de cada par encontram-se
entrançados, ou seja, enrolados em
torno um do outro) com o objectivo de
criar à sua volta um campo
electromagnético que reduz a
interferência de sinais externos.
Cabos eléctricos
 Devido à sua relação de velocidade
de transmissão e baixo custo,
conjugada mente com boas
características de transmissão, estes
cabos têm sido largamente utilizados
quer em redes locais (LAN) quer em
redes alargadas (MAN e WAN).
 Os cabos de pares entrançados
utilizam conectores do tipo RJ45 para
ligação às placas de rede.
Cabos eléctricos
 Ligação directa – Ligar um computador
a um dispositivo de rede, como por
exemplo um Hub ou Switch.
 Ligação cruzada – Ligar um computador
directamente a um outro computador.
Em redes locais, são utilizados dois
tipos de cabos de pares entrançados,
estes são:
 • Cabos STP – Shielded Twiested-Pair
 • Cabos UTP – Unshielded Twiested-Pair
Cabos STP

 STP são cabos de pares entrançados


blindados. Consiste em pares de fios
entrançados revestidos por um
invólucro metálico, com o objectivo de
proteger os fios condutores de
interferências electromagnéticas. Este
tipo de cabo é utilizado em instalações
de redes de computadores onde exista
equipamento gerador de interferências
electromagnéticas (instalações fabril,
etc.)
Cabos UTP
 
 UTP são cabos de pares entrançados não
blindados. Consiste em apenas cabos
de pares entrançados sem blindagem.
Os cabos UTP são mais baratos que os
cabos STP e mais práticos de instalar;
por isso são os mais utilizados em
redes LAN, embora mais sensíveis a
interferências electromagnéticas.
 Foram estabelecidos standards a
nível internacional que definem 6
categorias de cabos de pares
entrançados do tipo UTP. As Categorias
são:
6 categorias de cabos de
pares entrançados do tipo UTP
 • Categoria 1 – cabo com apenas dois pares
entrançados, tradicionalmente
 utilizados em redes telefónicas;
 • Categoria 2 – cabo com quatro pares entrançados,
capacidade de 4 Mbps.
 • Categoria 3 – cabo com quatro pares entrançados,
capacidade de 16 Mbps.
 • Categoria 4 – cabo com quatro pares entrançados,
capacidade de 20 Mbps.
 • Categoria 5 – cabo com quatro pares entrançados,
capacidade de 100 Mbps.
 • Categoria 5e – cabo com quatro pares entrançados,
capacidade de 100 Mbps de comunicação em
cada par.
 • Categoria 6 – cabo com quatro pares entrançados,
capacidade de 250 Mbps.
Cabos Coaxiais

 Este tipo de cabo consiste em diversas


camadas concêntricas (designação de
coaxial) de condutores e isolantes:
 Um núcleo de cobre relativamente
espesso, envolto por um isolador
(dieléctrico em polietileno), o qual, por
a sua vez é rodeado por uma malha
metálica, por fim existe um invólucro
externo de plástico ou PVC.
Cabos Coaxiais
 Os cabos coaxiais utilizam conectores
do tipo BNC-T. A seguinte imagem
apresenta conector BNC-T e terminador
para cabos coaxiais.
 

 Existem dois formatos principais de


cabos coaxiais, estes são:
 • Thin Ethernet
 • Thick Ethernet

Thin Ethernet
 Também designada de Thinnet ou
10Base2. É um cabo coaxial fino, com
uma capacidade de transmissão de
cerca de 10 Mbps, com uma extensão
máxima de segmento de cerca de 185
metros.
 Com este tipo de cabo a ligação às
placas de rede dos computadores é
feita através de conectores BNC.
Thick Ethernet

 Também designada de Thicknet ou


10Base5. É um cabo coaxial grosso,
com uma taxa de transmissão
semelhante ao Thinnet, mas com uma
extensão máxima de segmento de rede
de cerca de 500 metros.
 Com este tipo de cabo as ligações às
placas de rede dos computadores não
são feitas directamente mas através de
dispositivos específicos denominados
de transceivers (Transmiter e
Receiver).
Cabos de Fibra Óptica

 Os cabos de fibra óptica diferem dos


anteriores cabos, cabos de pares
entrançados e coaxiais, porque
transmitem os dados através de sinais
ópticos (fotões), em vez de ser através
de sinais eléctricos (electrões).

Wireless

 Muitas empresas têm a necessidade


de interligar unidades distantes de
algumas dezenas de quilómetros uma
da outra, podem então, utilizar os
sistemas de comunicação sem fio.
Normalmente estes sistemas são
utilizados em locais e regiões onde não
se tem um acesso terrestre disponível.

Infravermelhos

 O raios infravermelhos podem ser


utilizados para transmitir sinais digitais
entre computadores.

 É um sistema que exige que os dois


pontos a serem conectados se
encontrem relativamente próximos uns
dos outros; por conseguinte apenas
poderão ser usados em Lan’s.

Ondas de Rádio e Microondas

 A constituição de redes baseada em


ondas de rádio ou em micro-ondas
implicam a instalação de antenas ou
dispositivos de emissão e recepção. A
partir de certas distâncias, torna-se
mesmo necessária a instalação de
retransmissores.
 - Trabalham em distâncias curtas;
 - O transmissor tem de estar na linha
do sinal, caso contrário a ligação é
perdida, isto é, não pode haver
obstruções.
Ondas de Satélite
 utilizados para telecomunicações ou
transmissão de dados sob a forma
digital encontram-se situados em
órbitas, em torno do equador, a cerca
de 30 – 40 Km da superfície terrestre.
 A transmissão via satélite é
normalmente utilizada para atingir
pontos onde a rede terrestre não chega
ou tem dificuldade de chegar.
Componentes de interligação
de redes
 Para ligar redes locais ou alargadas são
utilizados dispositivos designados de
interligação, nomeadamente:

 Modem
 Hub
 Switch
 Bridge
 Router
 Gateway

Repetidores ou Repeaters

 Os repetidores são simples dispositivos


electrónicos que recebem os sinais
transmitidos ao longo do cabo e
repetem-nos para o segmento seguinte
desse cabo, ou seja, regeneram ou
amplificam os sinais de modo a evitar a
atenuação que ocorre ao longo do
cabo, permitindo aumentar o alcance
desse cabo.
Modem
 Periféricos de entrada e saída, que
convertem os sinais digitais do
computador em sinais capazes de serem
transmitidos pelas linhas telefónicas –
sinais analógicos.
 Existem modems externos e modems
internos.
 Os internos são ligados no interior do
computador através dos slots de
expansão existentes na motherboard. Os
externos ligam-se ao computador através
de diversas portas de comunicação que se
encontram no exterior da caixa do
computador, como e o caso da porta série
Hub
 Um Hub é um dispositivo de rede que serve para
interligar diversos computadores quando a
topologia física utilizada é estrela.

 De cada computador individual sai um cabo
que é ligado a uma ficha do hub assim, se
houver um problema num cabo ou numa ficha
, somente aquele computador é que deixa de
funcionar.

 Caso dois computadores estejam a


comunicar não é possível comunicar no
mesmo instante com outros dois
computadores, visto que o seu interior
funciona como um barramento que é
partilhado por todos os computadores. 
Switch

 É um comutador que tem a mesma


função de um Hub, mas o
funcionamento interno é diferente.

 Se 2 computadores estiverem a
comunicar, as duas portas comutam e
interligam-se de modo a outros
computadores poderem também
comunicar em simultâneo.

Bridge

 A bridge funciona como um filtro,


permitindo a separação do tráfego
entre dois segmentos, evitando a
propagação da informação sem
interesse para outros segmentos.
Router

 É um equipamento mais "inteligente" que


o switch, pois além de poder fazer
função deste, também tem a
capacidade de escolher a melhor rota
que um determinado pacote de dados
deve seguir para chegar em seu
destino.
 Existem dois tipos de routers:
 Estáticos
 Dinâmicos

Gateway

 São todos aqueles dispositivos que


permitem o acesso de uma rede ao seu
exterior (pode englobar switches,
bridges e routers).

 Pode ser implementada em software , em


hardware ou com a combinação das
duas
Topologias de rede

 Física - modo como os computadores se


se interligam fisicamente. 
 Malha (mesh)
 Anel (ring)
 Barramento (bus)
 Estrela (star)
 Espinha dorsal (backbone)

Topologias de rede

 Lógica - modo como os sinais circulam


entre os computadores da rede.
 Barramento
 Anel (ring)

Topologia Física

 Malha ou Mesh

 Nesta topologia os computadores


interligam-se entre si, formando uma
malha de caminhos possíveis pois,
existem diversos caminhos parachegar
ao mesmo destino.


Anel ou Ring

 Nesta topologia existe um cabo coaxial


fechado em si próprio (anel), ao
qual se ligam os vários Nós da
rede.

 Os sinais ou mensagens circulam


dentro do referido cabo em anel,
passando sequencialmente de
ligação em ligação até chegarem
aodestinatário.
Barramento ou Bus
 Neste tipo de topologia temos um cabo (com
duas extremidades separadas),
geralmente
 coaxial, ao longo do qual se ligam os
computadores.
 O cabo utilizado pode ser:
 - cabo coaxial fino - a ligação faz-se
 através de um “T” (conector), directamente
ligado à ficha BNC da placa, sendo
colocados nas extremidades, conectores
do tipo terminador.
 - Cabo coaxial grosso - a ligação faz se
através de uma ficha de 25 pinos,
 designada por AUI, à qual será ligado o cabo
de um adaptador por onde passa o cabo
Estrela ou Star
 

 

 Nesta topologia existe um dispositivo


central – hub ou switch – ao qual se
ligam os vários computadores de rede,
através de cabos de pares entrelaçados
individuais.
 Os cabos utilizados são UTP ou STP, com
fichas RJ45.

BackBone ou Espinha Dorsal

 Caracteriza-se pela existência de um


cabo que desempenha o papel de
BackBone, isto é, um cabo
normalmente de elevado desempenho
que cobre determinada área, mais ou
menos, extensa, ao qual se ligam
diversas redes ou sub-redes, através de
dispositivos de interligação.
 É possível ligar a este barramento
redes com outras topologias físicas.
Topologia Lógica 
Barramento ou Bus
 Os dados circulam em difusão
(broadcast), isto é, se um computador
enviar dados, toda a rede fica ocupada
por esses sinais e, como tal, todos os
outros computadores detectam que
existem dados na rede, mas só o
computador a quem se destinam esses
dados é que os recolhe, os restantes
ficam à “escuta” mas não recolhem os
dados.
Anel ou Ring

 Neste tipo de topologia, quando um


computador transmite dados, estes
circulam pela rede de nó em nó (ponto-
a-ponto), ou seja, de computador em
computador.