Вы находитесь на странице: 1из 67

UNIVERSIDADE ESTADUAL DE

LONDRINA

CENTRO DE CIÊNCIAS DA SAÚDE

•ANDROPAUSA
•Antonio Fernandes Neto
Andropausa
O que é isto ?

• Andropausa ou Androclise
• Deficiência androgênica do envelhecimento
masculino (DAEM)
• " Partial Androgen Deficiency in the Aging Male"
(PADAM)
ANDROPAUSA
Ocorre na faixa etária dos 50 anos, devido queda
da produção de testosterona (hormônio sexual
masculino)
Detectado em somente 7% dos homens com
menos de 60 anos e em 20% dos homens
saudáveis entre 60 e 80 anos.

O quadro clínico das alterações hormonais no


homem idoso pode ser apenas sutil ou mesmo
imperceptível.
EPIDEMIOLOGIA IDOSOS
• Em 1950 menos de 5% da população mundial
tinha mais do que 65 anos de idade e que em
2025 essa taxa será maior do que 15%;
• A população de homens com mais de 100 anos
no mundo em 1998 era de 0,1%, devendo atingir
os 2,2% no ano 2050;
• 14 países do mundo terão pelo menos 10% de
sua população com mais de 80 anos de idade por
volta de 2050;
• A expectativa de vida pulou de 46,5 anos em 1950
para 66,5 anos em 2000 devendo chegar a 76
anos de idade em 2040.
COMO A TESTOSTERONA É
PRODUZIDA
A hipófise Libera os
hormônios LH e o FSH

No testículo, o LH atua
nas células de Leydig
estimulando a produção
da TESTOSTERONA
COMO A TESTOSTERONA É
PRODUZIDA

O colesterol (LDL) é o precursor da maioria dos


hormônios sexuais. Nas glândulas, responsáveis
pela produção dos hormônios, o colesterol sofre
reações até virar testosterona.
O PROBLEMA DA ANDROPAUSA
• Com a idade, a
produção de
Testosterona
diminui porque o
processo de
transformação do
colesterol em
testosterona não
se realiza com
eficácia.
ANDROPAUSA FISIOPATOLOGIA
ANDROPAUSA FISIOPATOLOGIA

SHBG (Sex Hormone Binding Globulin)


ANDROPAUSA FISIOPATOLOGIA
Valores normais
Valores
• Albumina valor médio normais
4,3 gr/dl
• Testosterona total 350 – 850 ng/dl
• SHBG 30 a 70 nmol/ml
• Testosterona biodisponível 90 a 420
ng/dl
• Testosterona Livre Calculada 60 a 312
pg/ml ou
5 a 20 ng/dl
• Testosterona biodisponível = testosterona
ligada a albumina + a testosterona livre
ANDROPAUSA FISIOPATOLOGIA
ANDROPAUSA FISIOPATOLOGIA
ANDROPAUSA FISIOPATOLOGIA
ANDROPAUSA FISIOPATOLOGIA
ANDROPAUSA FISIOPATOLOGIA
ANDROPAUSA FISIOPATOLOGIA
•T Testosterona função
ANDROPAUSA FISIOPATOLOGIA
•T Testosterona função
ANDROPAUSA FISIOPATOLOGIA
•T Testosterona função
ANDROPAUSA FISIOPATOLOGIA
•T Testosterona função
ANDROPAUSA FISIOPATOLOGIA
Testosterona função
ANDROPAUSA FISIOPATOLOGIA

Diminuição da testosterona e DHEA com a idade


ANDROPAUSA FISIOPATOLOGIA

Comportamento da testosterona total,


testosterona livre e SHBG com o envelhecimento
ANDROPAUSA FISIOPATOLOGIA
POSSÍVEIS CONSEQÜÊNCIAS
Diminuição do Tendência à anemia
desejo sexual

Diminui a massa
Alterações texturais
muscular e a
da pele e
resistência física
ginecomastia

Dificuldade de Aumento da proporção


ereção, da gordura corporal
infertilidade,
diminuição dos Tendência a
testículos Osteoporose
15 a 16% dos homens acima de
90 anos terão fratura de bacia
Perda de pelos axilares e pubianos
POSSÍVEIS CONSEQÜÊNCIAS
Problemas de
Perda de memória
cabelo Diminui atividade
intelectual e
orientação espacial

Dificuldade de
concentração Apatia,
depressão,
mau humor,
irritabilidade
Insônia, fadiga
Irritabilidade

Perda do apetite
Ondas de calor e sudorese
Diagnóstico da andropausa - DAEM
• Dosagem da Testosterona Total, SHBG e Testosterona
biodisponível e a Testosterona Livre calculada,

Método indireto e confiável


Através da dosagem da testoterona total e da SHBG,
dosadas por radioimunoensaio, colhida pela manhã
entre 8 e 11 horas (ritmo circadiano) pode ser calculada
a testosterona livre calculada e biodisponível.
Diagnóstico da andropausa – DAEM
Tabela que calcula a testosterona livre calculada através da
SHBG e testosterona total

Valores normais da
testosterona total
Diagnóstico da andropausa – DAEM
Site que cálcula a testosterona livre calculada e a testosterona
biodisponível através da Testosterona total e SHBG

http://www.issam.ch/
SHBG normal e testosterona total normal.
SHBG normal, testosterona total normal e albumina
baixa.Testosterona livre aumenta e a biodisponível diminui.
SHBG normal e testosterona total alta. Aumenta
testosterona livre e a biodisponível
Aumentando SHBG – diminui testosterona livre e
biodisponível
QUANDO REPOR TESTOSTERONA
• Homens com
avaliação laboratorial
normal ou
assintomáticos não
devem ser tratados

• Quando a
testosterona total
estiver 1 a 2 desvios-
padrão abaixo da
faixa normal para o
adulto jovem, ou entre
200 a 350 ng/dl
associado a quadro
clínico.
QUANDO REPOR TESTOSTERONA
• Quando há diminuição
de libido com
testosterona total e/ou
livre abaixo do normal (e
prolactina normal)

• É controversa quando
existe disfunção erétil e
testosterona total e/ou
livre nos limites
inferiores da
normalidade e nos casos
de osteoporose
TRATAMENTO
1 – Reposição de
testosterona
Deve ser feita com acompanhamento médico.
• Comprimidos por via oral - A absorção pelo
intestino é irregular e os remédios são mais tóxicos para o fígado.

• Injeção intramuscular - Semanais ou mensais - É o


método mais usado no Brasil.

• Transdermicas - São colocados sobre a pele. Há


relatos de até 80% de reações alérgicas.
• Gel de testosterona - Tem as mesmas vantagens
dos adesivos transdermicos, sem as reações na pele. Vai ser
lançado este ano nos Estado
TRATAMENTO
1. Oral: Não devem ser utilizados os
medicamentos à base dos 17 alfa-alquilados
e fluocimesterolona já que estes possuem um
grande potencial carcinogênico,
principalmente hepático. A forma oral segura
é o undecanoato de testosterona
(ANDOXON), disponível no mercado
brasileiro em cápsulas de 40 mg. A posologia
varia de 1 a 4 cápsulas por dia, podendo ser
ajustada para manter um nível adequado nas
24 horas do dia.
TRATAMENTO
• 2. Injetável: por via intramuscular, sob a forma de
enantato, cipionato, propionato ou
ésteres de testosterona. A posologia em
geral é de 250 mg a cada 2 a 4 semanas; essa
dosagem deve ser ajustada para cada paciente. A
desvantagem da aplicação intramuscular é que ela
dá um grande pico sérico logo após a injeção, caindo
progressivamente. É um método barato e bastante
eficaz.
Cipionato=Deposteron 200 mg
Ésteres=Durateston 250 mg
TRATAMENTO
• 3. Transdérmicas: que podem ser
colocados na pele da bolsa escrotal
(Testoderm®) ou não escrotal (Androgel,
Testim gel 1%, Androderm® e Testoderm
TTS), diariamente. A vantagem desse
método é a liberação lenta e gradual do
hormônio, porém muitos pacientes se
queixam do desconforto e incômodo de sua
utilização, assim como do aparecimento de
dermatites.
TRATAMENTO
Transdérmica - Testoderm e Androderm

Androderm 2,5 37 Arm, Back, Upper


Buttocks
Androderm 5 44 Arm, Back, Upper
Buttocks
TRATAMENTO
Formas transdérmica escrotais
TRATAMENTO
Formas transdérmica não escrotais
TRATAMENTO
Formas transdérmica gel de testosterona
• 4. Gel cutâneo (Androgel®): AndroGel
5 g, 7.5 g, ou 10 g contem 50 mg,
75 mg, or 100 mg of testosterone,
respectivamente.
Approximadamente 10% da dose
de testosterona é absorvida em 24
horas.
TRATAMENTO
Formas transdérmica gel de testosterona
CONTROLE
Inicialmente a cada 3 meses no primeiro ano,
passando-se após para um controle anual
• Próstata: toque retal e PSA
• Perfil lipídico
• Enzimas hepáticas
• Eritropoese
• Apnéia do sono
TRATAMENTO
Benefícios
• Retardo da osteoporose.
• Melhora no desempenho sexual e o
libido.
• Melhora dos distúrbios neurológicos.
• Melhora da qualidade de vida.
• Melhora a resposta ao sidenafil.
• Aumenta as ereções noturnas.
RISCOS DA REPOSIÇÃO
HORMONAL
COMPROVADOS

• Crescimento das mamas.


• Aumento do número de glóbulos
vermelhos no sangue , o que pode
predispor a derrames e infarto.
• Lesões no fígado , desde uma hepatite
• ( inflamação até câncer).
• Retenção de água e sais minerais , o
que pode agravar a insuficiência cardíaca e a
hipertensão.
RISCOS DA REPOSIÇÃO
HORMONAL
COMPROVADOS

• Aceleração do crescimento de tumores


na próstata.
• Atrofia dos testículos e infertilidade.
• Apnéia do sono (piorar ou induzir).
• Aumento do risco cardiovascular.
• Aumenta a fração ruim do colesterol.
TRATAMENTO
3 - Alimentação
• A dieta deve restringir
colesterol e açúcar

• O homem nesta faixa etária


deve comer alimentos com
maior teor de sais e vitaminas
como legumes, verduras e
frutas
Falemos agora um pouco
sobre alimentação. Um fator
muito importante no Ela exigira algumas
tratamento da Andropausa privações mais logo
a gente se acostuma
Para Terceiro:
começar: Segundo: Prefira
Fuga do sal Reduza a
alimentos
alimentos com frescos
e açúcar muitas calorias e
diminuam os ricos
em gordura
animal
Permita-me demonstrar agora o que
seria uma dieta para pessoas acima
de 50 anos

Alimentos
Recomendados:
-Verdura frescas
-Frutas frescas e sucos
-Aves
-Pescados
-Carnes magras
-Cereais
Alimentos
Não Recomendados:
-Frituras
-Creme de leite
-Maionese
-Embutidos (salsicha, presunto,
mortadela, salame, copa etc.)
-Banha
-Enlatados
Deve-se parar bebida
alcoólica em excesso
Note bem: Exercícios que
Os exercícios físicos exijam grandes
devem ser orientados esforços físicos
pelo médico para que não devem ser
não sejam prejudiciais recomendados

Prefira exercícios ao ar livre e não exceda seus limites


O exercício físico
contribui para reduzir
o excesso de peso,
conservar o estado do
coração e artérias,
aliviar o estress
favorecer o
relaxamento, melhorar
a circulação pélvica e
perineal
Resumo
Resumo
Resumo
Resumo

TRH = Terapia de Reposição Hormona


DAEM= Distúrbio Androgênico do envelhecimento masculino
Responda ao questionário a seguir, ele é um
dos indicativos para o reconhecimento da
ANDROPAUSA

• 1 . Tenho perdido o interesse sexual?


a. Sim
b. Não
• 2. Tenho sentido desgaste físico (falta de energia)?
a. Sim
b. Não
• 3. Tenho observado que minha força muscular diminuiu?
a. Sim
b. Não
• 4. Perdi peso?
a. Sim
b. Não
• 5. Tenho perdido o interesse nas coisas das quais mais gostava?
a. Sim
b. Não
Responda ao questionário a seguir, ele é um
dos indicativos para o reconhecimento da
ANDROPAUSA
• 6. Estou me sentindo triste?
a. Sim
b. Não
• 7. Minhas ereções estão menos fortes?
a. Sim
b. Não
• 8. Notei recentemente diminuição na capacidade de praticar
esportes?
a. Sim
b. Não
• 9. Estou adormecendo logo após o jantar?
a. Sim
b. Não

• 10. Houve diminuição na minha capacidade de trabalho?


a. Sim
b. Não
MAIORIA B
• Seu interesse pelo sexo não foi
afetado ou melhorou ainda mais com
a idade, o que significa que você
está muito bem com sua
sexualidade.
•Continue aproveitando esta nova fase de
vida cuidando do seu corpo. Uma boa
alimentação e exercícios regulares
ajudam, mas não se esqueça de visitar o
médico regularmente
MAIORIA A
• Se você respondeu SIM para a maioria das
questões, isto pode indicar a diminuição nos
níveis de testosterona, ou seja, a Andropausa.

• A meia–idade é uma fase complicada na vida de


muitos homens, muitas mudanças ocorrem no âmbito
profissional, familiar, social, etc. Isto torna difícil
diferenciar sintomas decorrentes destas mudanças
daqueles que ocorrem devido a deficiência de
testosterona.