Вы находитесь на странице: 1из 30

Incentivo

aos Líderes
1. Multiplicação das
Células.

Alvo
30 Células para cada
região.
2. Faça projeto dentro da
sua região para essa
multiplicação.
3. Fale Constantemente
sobre a multiplicação
para seus liderados.
4. Faça em suas células
uma minuciosa
supervisão para
preparação da
multiplicação.
5. Aproveite as reuniões
e comunhões para falar
sobre crescimento e
multiplicação (remindo o
tempo).
6. Acompanhe a
temperatura da corrida
até o dia da
multiplicação. Falta
pouco tempo.
7. Coloque um alvo
sempre acima do que lhe
foi dado.
I- A vida do líder reflete
da seguinte forma:
a) Líderes vazios: Igreja ou células
vazias;
b) Líderes frios: Igreja ou células
frias;
c) Líderes doentes: Igreja ou
células doentes;
d) Líderes limitados: Igreja ou
células limitadas;
e) Líderes sem maturidade: Igreja
ou células imaturas;
f) Não existem igrejas ou células
difíceis, existem líderes difíceis.
II-As Pedras que
ficam no caminho do
líder:
• Pedra do comodismo.
1Pedro 1:14
“Como filhos obedientes, não se
deixem amoldar pelos maus desejos
de outrora, quando viviam na
ignorância.”
b) Pedra do conformismo.
Romanos 12:2
Não se amoldem ao padrão deste
mundo, mas transformem-se pela
renovação da sua mente, para que
sejam capazes de experimentar e
comprovar a boa, agradável e perfeita
vontade de Deus.
c) Pedra da negligência.
Mateus 25:26
"O senhor respondeu: 'Servo mau e
negligente! Você sabia que eu colho
onde não plantei e junto onde não
semeei?”

Provérbios 18:9
“Quem relaxa em seu trabalho é
irmão do que o destrói.”
d) Pedra do desleixo (relaxo).
Hebreus 6:12
“de modo que vocês não se tornem
negligentes, mas imitem aqueles que,
por meio da fé e da paciência, recebem
a herança prometida.”

Jeremias 48:10
"Maldito o que faz com negligência o
trabalho do SENHOR! Maldito aquele
que impede a sua espada de derramar
sangue!”
e) Pedra da soberba.

Tito 1:7
“Por ser encarregado da obra de Deus, é
necessário que o bispo seja irrepreensível:
não orgulhoso, não briguento, não apegado
ao vinho, não violento, nem ávido por lucro
desonesto.”

Tiago 4:6
“Mas ele nos concede graça maior. Por isso
diz a Escritura: "Deus se opõe aos
orgulhosos, mas concede graça aos
humildes".
III- Marcas que devem
acompanhar o líder.
• Marca da experiência.
Lucas 9:62
“Jesus respondeu: ‘Ninguém que põe a mão
no arado e olha para trás é apto para o Reino de
Deus’.”

Timóteo 3:6
“Não pode ser recém-convertido, para que não
se ensoberbeça e caia na mesma condenação
em que caiu o Diabo.”
b) A marca da sabedoria.

Mateus 22:15-33
15 Então os fariseus saíram e começaram a
planejar um meio de enredá-lo em suas
próprias palavras.
16 Enviaram-lhe seus discípulos junto com os
herodianos, que lhe disseram: "Mestre,
sabemos que és íntegro e que ensinas o
caminho de Deus conforme a verdade. Tu não
te deixas influenciar por ninguém, porque não
te prendes à aparência dos homens.
17 Dize-nos, pois: Qual é a tua opinião? É certo
pagar imposto a César ou não?"
18 Mas Jesus, percebendo a má intenção
deles, perguntou: "Hipócritas! Por que
vocês estão me pondo à prova?
19 Mostrem-me a moeda usada para
pagar o imposto". Eles lhe mostraram
um denário{1},
20 e ele lhes perguntou: "De quem é esta
imagem e esta inscrição?"
21 "De César", responderam eles. E ele
lhes disse: "Então, dêem{2} a César o
que é de César e a Deus o que é de
Deus".
22 Ao ouvirem isso, eles ficaram
admirados; e, deixando-o, retiraram-se.
23 Naquele mesmo dia, os saduceus, que
dizem que não há ressurreição,
aproximaram-se dele com a seguinte
questão:
24 "Mestre, Moisés disse que se um
homem morrer sem deixar filhos, seu
irmão deverá casar-se com a viúva e
dar-lhe descendência.
25 Entre nós havia sete irmãos. O
primeiro casou-se e morreu. Como não
teve filhos, deixou a mulher para seu
irmão.
26 A mesma coisa aconteceu com o
segundo, com o terceiro, até o sétimo.
27 Finalmente, depois de todos, morreu a
mulher.
28 Pois bem, na ressurreição, de qual dos
sete ela será esposa, visto que todos
foram casados com ela?"
29 Jesus respondeu: "Vocês estão
enganados porque não conhecem as
Escrituras nem o poder de Deus!
30 Na ressurreição, as pessoas não se
casam nem são dadas em casamento;
mas são como os anjos no céu.
31 E quanto à ressurreição dos mortos,
vocês não leram o que Deus lhes
disse:
32 'Eu sou o Deus de Abraão, o Deus de
Isaque e o Deus de Jacó? Ele não é
Deus de mortos, mas de vivos!"
33 Ouvindo isso, a multidão ficou
admirada com o seu ensino.
João 8:1-11
1 Jesus, porém, foi para o monte das
Oliveiras.
2 Ao amanhecer ele apareceu novamente
no templo, onde todo o povo se reuniu
ao seu redor, e ele se assentou para
ensiná-lo.
3 Os mestres da lei e os fariseus
trouxeram-lhe uma mulher surpreendida
em adultério. Fizeram-na ficar em pé
diante de todos
4 e disseram a Jesus: "Mestre, esta
mulher foi surpreendida em ato de
adultério.
5 Na Lei, Moisés nos ordena apedrejar
tais mulheres. E o senhor, que diz?“
6 Eles estavam usando essa pergunta
como armadilha, a fim de terem uma
base para acusá- lo. Mas Jesus
inclinou-se e começou a escrever no
chão com o dedo.
7 Visto que continuavam a interrogá-lo,
ele se levantou e lhes disse: "Se algum
de vocês estiver sem pecado, seja o
primeiro a atirar pedra nela".
8 Inclinou-se novamente e continuou
escrevendo no chão.
9 Os que o ouviram foram saindo, um de
cada vez, começando pelos mais
velhos. Jesus ficou só, com a mulher
em pé diante dele.
10 Então Jesus pôs-se em pé e
perguntou-lhe: "Mulher, onde estão
eles? Ninguém a condenou?"
11 "Ninguém, Senhor", disse ela.
Declarou Jesus: "Eu também não a
condeno. Agora vá e abandone sua
vida de pecado".
Mateus 9:9-13
9 Saindo, Jesus viu um homem chamado
Mateus, sentado na coletoria, e disse-lhe:
"Siga-me". Mateus levantou-se e o
seguiu.
10 Estando Jesus em casa, foram comer
com ele e seus discípulos muitos
publicanos e "pecadores".
11 Vendo isso, os fariseus perguntaram
aos discípulos dele: "Por que o mestre de
vocês come com publicanos e
'pecadores'?"
12 Ouvindo isso, Jesus disse: "Não são
os que têm saúde que precisam de
médico, mas sim os doentes.
13 Vão aprender o que significa isto:
'Desejo misericórdia, não sacrifícios'.
Pois eu não vim chamar justos, mas
pecadores".
c) Marca da autoridade.

A autoridade se baseia na sua vida


como exemplo de tudo o que prega e
ensina.

Mateus 7:28,29
28 Quando Jesus acabou de dizer essas coisas,
as multidões estavam maravilhadas com o
seu ensino,
29 porque ele as ensinava como quem tem
autoridade, e não como os mestres da lei.
d) A marca da vida de Deus
(testemunho).