Вы находитесь на странице: 1из 13

ESCOLA SUPERIOR MADRE CELESTE – ESMAC

CURSO DE BACHARELADO EM ENFERMAGEM

ESTRATÉGIAS NÃO FARMACOLÓGICAS REALIZADAS


PELO ENFERMEIRO PARA O ALÍVIO DA DOR NO
TRABALHO NO PARTO E PARTO: RELATO DE
EXPERIÊNCIA

AMANDA GABRIELLE SOARES TAVARES


ELISA GABRIELA SOARES DA SILVA
RAFAELLA NUNES DA SILVA

Profª. Msc. Maria do Perpétuo Socorro Dionízio Carvalho da Silva

Ananindeua - PA
2017
ESTRATÉGIAS NÃO FARMACOLÓGICAS REALIZADAS PELO ENFERMEIRO PARA O ALÍVIO DA DOR NO
TRABALHO NO PARTO E PARTO: RELATO DE EXPERIÊNCIA

1 INTRODUÇÃO
1.1 Qualidade da assistência obstétrica;

Brüggemann et al. (2013); Aquino et al. (2014); Gomes et al. (2014)

1.2 Programa de Humanização no Pré-natal e Nascimento;

Brasil (2000)

1.3 Parto humanizado;

Borges et al. (2011)


ESTRATÉGIAS NÃO FARMACOLÓGICAS REALIZADAS PELO ENFERMEIRO PARA O ALÍVIO DA DOR NO
TRABALHO NO PARTO E PARTO: RELATO DE EXPERIÊNCIA

1 INTRODUÇÃO

1.4 Dor durante o trabalho de parto e parto;


Medeiros et al. (2015)

1.5 Estratégias não farmacológicas


Strapasson e Fischer (2011)
ESTRATÉGIAS NÃO FARMACOLÓGICAS REALIZADAS PELO ENFERMEIRO PARA O ALÍVIO DA DOR NO
TRABALHO NO PARTO E PARTO: RELATO DE EXPERIÊNCIA

2 PROBLEMA
Uma questão amplamente abordada trata da questão de que uma
gama muito grande de profissionais de saúde que atuam em
maternidades são meros expectadores e nada podem fazer quando
se trata do cenário da dor sentida pelas parturientes, pois, sabe-se
que essa experiência é muitas vezes desagradável, onde, a mulher
queima-se de dor e nada se pode fazer, se não permanecer
esperando que o processo se desenvolva de forma natural.
(STRAPASSON; SANTOS FISCHER; LOURENZI BONILHA, 2011).

2.1 QUESTÃO PROBLEMA


Quais as estratégias não farmacológicas realizadas pelo
enfermeiro para o alívio da dor durante o trabalho de parto e
parto?
ESTRATÉGIAS NÃO FARMACOLÓGICAS REALIZADAS PELO ENFERMEIRO PARA O ALÍVIO DA DOR NO
TRABALHO NO PARTO E PARTO: RELATO DE EXPERIÊNCIA

3 OBJETIVO GERAL

Relatar a experiência vivenciada durante ações de


humanização do trabalho de parto e parto por
meio de métodos não farmacológicos para alívio
da dor.
ESTRATÉGIAS NÃO FARMACOLÓGICAS REALIZADAS PELO ENFERMEIRO PARA O ALÍVIO DA DOR NO
TRABALHO NO PARTO E PARTO: RELATO DE EXPERIÊNCIA

4 JUSTIFICATIVA

Dessa maneira, a escolha do tema se deu pela


necessidade de se fazer uma abordagem sobre a
atuação do enfermeiro na obstetrícia moderna por
se entender que o parto é um momento muito
especial para todas as mulheres.
ESTRATÉGIAS NÃO FARMACOLÓGICAS REALIZADAS PELO ENFERMEIRO PARA O ALÍVIO DA DOR NO
TRABALHO NO PARTO E PARTO: RELATO DE EXPERIÊNCIA

5 REVISÃO DA LITERATURA

5.1 Trabalho de parto e parto

Osório, Silva Júnior; Nicolau (2014);


ESTRATÉGIAS NÃO FARMACOLÓGICAS REALIZADAS PELO ENFERMEIRO PARA O ALÍVIO DA DOR NO
TRABALHO NO PARTO E PARTO: RELATO DE EXPERIÊNCIA

5 REVISÃO DA LITERATURA

5.2 Dor do parto

Gayeski e Ggemann (2010)


ESTRATÉGIAS NÃO FARMACOLÓGICAS REALIZADAS PELO ENFERMEIRO PARA O ALÍVIO DA DOR NO
TRABALHO NO PARTO E PARTO: RELATO DE EXPERIÊNCIA

5.3 Métodos não farmacológicos para alívio da dor


do trabalho de parto e parto

Banho de
Aspersão

Técnicas de
Cavalinho Relaxamento

Método
Massagem Mobilidade
materna

Bola de
Nascimento
Exercícios
birthball ou Respiratórios
bola
obstétrica
ESTRATÉGIAS NÃO FARMACOLÓGICAS REALIZADAS PELO ENFERMEIRO PARA O ALÍVIO DA DOR NO
TRABALHO NO PARTO E PARTO: RELATO DE EXPERIÊNCIA

3 METODOLOGIA
TIPO DE PESQUISA E ABORDAGEM
Pesquisa Descritiva e Pesquisa Qualitativa

LOCAL DA PESQUISA
Centro de Parto Normal Haydee Pereira de Sena

PERÍODO
Julho de 2017 à Setembro de 2017

SUJEITOS DA PESQUISA
Profissionais de Enfermagem

ANÁLISE E DISCUSSÃO
Relatar a experiência do trabalho de parto e parto por meio de métodos
não farmacológicos para alívio da dor.
ESTRATÉGIAS NÃO FARMACOLÓGICAS REALIZADAS PELO ENFERMEIRO PARA O ALÍVIO DA DOR NO
TRABALHO NO PARTO E PARTO: RELATO DE EXPERIÊNCIA

CRONOGRAMA
ATIVIDADES ABR MAI JUN JUL AGO SET OUT NOV DEZ
2017 2017 2017 2017 2017 2017 2017 2017 2017
Delimitação do tema, X
problema/hipótese
Levantamento X X X X X X X X
bibliográfico Exploração da
bibliografia
Qualificação do Projeto X
Correção do Projeto X
Coleta dos dados X X X
(Experiência)
Análise e Discussão X X
Revisão Final do texto e X
Encadernação
Defesa X
ESTRATÉGIAS NÃO FARMACOLÓGICAS REALIZADAS PELO ENFERMEIRO PARA O ALÍVIO DA DOR NO
TRABALHO NO PARTO E PARTO: RELATO DE EXPERIÊNCIA

REFERÊNCIAS

ALMEIDA, Olivia Souza Castro; GAMA, Elisabete Rodrigues; BAHIANA, Patricia Moura. HUMANIZAÇÃO DO
PARTO: A ATUAÇÃO DOS ENFERMEIROS. Revista Enfermagem Contemporânea, v. 4, n. 1, 2015.
AQUINO, Estela Maria Motta Lima Leão et al. Para reinventar o parto e o nascimento no Brasil: de volta ao
futuro. 2014.
BORGES, Maritza Rodrigues et al. As práticas integrativas e complementares na atenção à saúde da mulher:
uma estratégia de humanização da assistência no Hospital Sofia Feldman. Revista Mineira de Enfermagem,
v. 15, n. 1, p. 105-113, 2011.
BRASIL. Ministério da Saúde. Secretaria de Políticas de Saúde. Programa de Humanização no Pré-natal e
Nascimento. Brasília: Ministério da Saúde, 2000.
COELHO, Marina Mendes. Métodos de alívio da dor no trabalho de parto e repercussões na saúde materno-
fetal. 53 fls. 2012. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Enfermagem) – Universidade Federal do
Rio Grande do Sul, Rio Grande do Sul, 2012.
DAVIM, Rejane Marie Barbosa; TORRES, Gilson de Vasconcelos; DANTAS, Janmilli da Costa. Effectiveness
of non-pharmacological strategies in relieving labor pain. Revista da Escola de Enfermagem da USP, v. 43, n.
2, p. 438-445, 2009.
FIGUEIREDO, Bárbara; COSTA, Raquel; PACHECO, Alexandra. Experiência de parto: Alguns factores e
consequências associadas. Análise Psicológica, v. 20, n. 2, p. 203-217, 2012.
ESTRATÉGIAS NÃO FARMACOLÓGICAS REALIZADAS PELO ENFERMEIRO PARA O ALÍVIO DA DOR NO
TRABALHO NO PARTO E PARTO: RELATO DE EXPERIÊNCIA

Obrigada!