Вы находитесь на странице: 1из 22

Via das Pentoses-Fosfato

glicose
ATP
hexocinase
ADP
glicose-6-fosfato

fosfo-hexose isomerase
frutose-6-fosfato
ATP
fosfofrutocinase ADP

frutose-1,6-bisfosfato
Otto Meyerhof
(Prêmio Nobel de Medicina em 1922) aldolase
iodoacetamida
gliceraldeído-3-fosfato

Mesmo com iodoacetamida em concentrações


que inibem completamente a aldolase, havia
desprendimento de CO2 em células incubadas
com glicose
glicose
ATP
hexocinase
ADP
glicose-6-fosfato

fosfo-hexose isomerase
frutose-6-fosfato
ATP
fosfofrutocinase ADP

frutose-1,6-bisfosfato
Otto Meyerhof
(Prêmio Nobel de Medicina em 1922) aldolase
iodoacetamida
gliceraldeído-3-fosfato

Mesmo com iodoacetamida em concentrações


que inibem completamente a aldolase, havia
desprendimento de CO2 em células incubadas
com glicose piruvato

piruvato

CO2
acetil-CoA

CO2
glicose
ATP
hexocinase
ADP
glicose-6-fosfato

fosfo-hexose isomerase
frutose-6-fosfato
ATP
fosfofrutocinase ADP

frutose-1,6-bisfosfato
Otto Meyerhof
(Prêmio Nobel de Medicina em 1922) aldolase
iodoacetamida
gliceraldeído-3-fosfato

Mesmo com iodoacetamida em concentrações


que inibem completamente a aldolase, havia
desprendimento de CO2 em células incubadas
com glicose piruvato

piruvato

CO2
acetil-CoA
Compostos iniciais da glicólise
podem ser oxidados em outra via

CO2
A liberação de CO2 estava associada à redução
de NADP+ e à formação de pentoses
Fritz Lipmann
Efraim Racker (Prêmio Nobel de Medicina em 1953)
A liberação de CO2 estava associada à redução
de NADP+ e à formação de pentoses
Fritz Lipmann
Efraim Racker (Prêmio Nobel de Medicina em 1953)

Compostos iniciais da glicólise são


oxidados e descarboxilados com
concomitante redução de NADP+ a NADPH

CO2

6C 5C

NADP+ NADPH
glicose
NADP+ NADPH
Era possível acompanhar a produção de
piruvato marcado com 14C a partir de glicose G6P
ribulose-5-P
14C. CO2
F6P
A marcação do piruvato era significativa
quando a marcação da glicose era efetuada
F1.6BP
em átomo de carbono diferente do C1.

DHAP G3P

piruvato

piruvato

CO2
acetil-CoA

CO2
glicose
NADP+ NADPH
Era possível acompanhar a produção de
piruvato marcado com 14C a partir de glicose G6P
ribulose-5-P
14C. CO2
F6P
A marcação do piruvato era significativa
quando a marcação da glicose era efetuada
F1.6BP
em átomo de carbono diferente do C1.

DHAP G3P

A descarbolixação ocorre no carbono 1. piruvato

Os carbonos das pentoses retornam para


a formação de piruvato.
piruvato

CO2
acetil-CoA

CO2
Via das Pentoses Fosfato

Ramo Oxidativo

Glicose-6- 6-fosfo Fosfo


fosfato Glucono Gluconato
desidrogenase lactonase desidrogenase

Glicose-6-fosfato 6-fosfoglucono- 6-fosfogluconato Ribulose-5-fosfato


-lactona
Glicose-6- 6-fosfo Fosfo
fosfato Glucono Gluconato
desidrogenase lactonase desidrogenase

Glicose-6-fosfato 6-fosfoglucono- 6-fosfogluconato Ribulose-5-fosfato


-lactona

transcetolase Ribulose-5-fosfato
isomerase

Ribose-5-
fosfato

Gliceraldeído-3- Sedoheptulose-7-
fosfato fosfato

Ribulose-5-fosfato Ramo não-oxidativo


epimerase
transaldolase

Xilulose-5- Reações reversíveis


fosfato

transcetolase

Frutose-6- Eritrose-4- Frutose-6- Gliceraldeído-3-


fosfato fosfato fosfato fosfato
Via das Pentoses-Fosfato

Metabolismo secundário da utilização de glicose pelos tecidos. Os principais


produtos dessa via são NADPH e Ribose-5-Fosfato (R5P)

Reação

6 G-6P + 12 NADP+ + 6 H2O 12 NADPH + 12 H+ + 6 CO2 + 3 F-6P + 2 G3P


Via das Pentoses-Fosfato

Metabolismo secundário da utilização de glicose pelos tecidos. Os principais


produtos dessa via são NADPH e Ribose-5-Fosfato (R5P)

Reação

6 G-6P + 12 NADP+ + 6 H2O 12 NADPH + 12 H+ + 6 CO2 + 3 F-6P + 2 G3P

Onde ocorre?
Via das Pentoses-Fosfato

Metabolismo secundário da utilização de glicose pelos tecidos. Os principais


produtos dessa via são NADPH e Ribose-5-Fosfato (R5P)

Reação

6 G-6P + 12 NADP+ + 6 H2O 12 NADPH + 12 H+ + 6 CO2 + 3 F-6P + 2 G3P

Onde ocorre?

o Tecidos onde há biossíntese de ácidos graxos e hormônios esteróides


• Fígado • Glândula Mamária em Lactação
• Tecido Adiposo • Córtex Adrenal
Via das Pentoses-Fosfato

Metabolismo secundário da utilização de glicose pelos tecidos. Os principais


produtos dessa via são NADPH e Ribose-5-Fosfato (R5P)

Reação

6 G-6P + 12 NADP+ + 6 H2O 12 NADPH + 12 H+ + 6 CO2 + 3 F-6P + 2 G3P

Onde ocorre?
o Tecidos onde há biossíntese de ácidos graxos e hormônios esteróides
• Fígado • Glândula Mamária em Lactação
• Tecido Adiposo • Córtex Adrenal

o Tecidos que normalmente necessitam de elevadas quantidades de


purinas e pirimidinas em função da elevada taxa de proliferação
• Epitélio Intestinal • Células Sanguíneas
• Epiderme • Células Cancerígenas
Via das Pentoses-Fosfato

Metabolismo secundário da utilização de glicose pelos tecidos. Os principais


produtos dessa via são NADPH e Ribose-5-Fosfato (R5P)

Reação

6 G-6P + 12 NADP+ + 6 H2O 12 NADPH + 12 H+ + 6 CO2 + 3 F-6P + 2 G3P

Onde ocorre?

o Tecidos onde há biossíntese de ácidos graxos e hormônios esteróides


• Fígado • Glândula Mamária em Lactação
• Tecido Adiposo • Córtex Adrenal

o Tecidos que normalmente necessitam de elevadas quantidades de


purinas e pirimidinas em função da elevada taxa de proliferação
• Epitélio Intestinal • Células Sanguíneas
• Epiderme • Células Cancerígenas

o Estado metabólico específico, onde há elevada demanda de nucleotídeos


• Músculo Esquelético Durante o Exercício
• Enfermidades Hipercatabólicas
NADPH também é um composto essencial para
hemácias e para células do cristalino

único agente redutor


proteção contra danos oxidativos

2 H2O

Glutationa Peroxidase
H2O2

+
Glutationa Oxidada Glutationa Reduzida
(GSSG) (2GSH)
Glutationa Redutase

NADPH NADP+
Glicose-6- 6-fosfo Fosfo
fosfato Glucono Gluconato
desidrogenase lactonase desidrogenase

Glicose-6-fosfato 6-fosfoglucono- 6-fosfogluconato Ribulose-5-fosfato


-lactona

transcetolase Ribulose-5-fosfato
isomerase

Ribose-5-
fosfato

Gliceraldeído-3- Sedoheptulose-7-
fosfato fosfato

Ribulose-5-fosfato Ramo não-oxidativo


epimerase
transaldolase

Xilulose-5- Reações reversíveis


fosfato

transcetolase

Frutose-6- Eritrose-4- Frutose-6- Gliceraldeído-3-


fosfato fosfato fosfato fosfato
Xilulose-5- Frutose-6-Fosfato
fosfato

+ - P
Fosfofrutocinase-2 / Frutose-2,6-Bifosfatase
PFK-2/F2,6BPase

Frutose-2,6-Bifosfato
Insulina/Glucagon Glicose
glicose
NADP+ NADPH

G6P
ribulose-5-P
CO2
F6P

F1.6BP

DHAP G3P

Xilulose-5-
fosfato

Frutose-2,6-
piruvato bifosfato

piruvato

CO2
acetil-CoA

CO2

HEPATÓCITO
Insulina/Glucagon Glicose
glicose
NADP+ NADPH

G6P
ribulose-5-P
CO2
Frutose-1,6-F6P
bifosfatase
F1.6BP

DHAP G3P

Xilulose-5-
fosfato

Frutose-2,6-
piruvato bifosfato

piruvato

CO2
acetil-CoA

CO2

HEPATÓCITO
Insulina/Glucagon Glicose
glicose
NADP+ NADPH

G6P
ribulose-5-P
CO2
Frutose-1,6-F6P
bifosfatase
F1.6BP

DHAP G3P

Xilulose-5-
fosfato

Frutose-2,6-
piruvato bifosfato

piruvato

CO2
acetil-CoA

CO2

HEPATÓCITO
Insulina/Glucagon Glicose
glicose
NADP+ NADPH

G6P
ribulose-5-P
CO2
Frutose-1,6-F6P
bifosfatase Fosfofrutocinase-1
F1.6BP

DHAP G3P

Xilulose-5-
fosfato

Frutose-2,6-
piruvato bifosfato

piruvato

CO2
acetil-CoA

CO2

HEPATÓCITO