Вы находитесь на странице: 1из 27

Economia

Unidade1- A Atividade económica


e a Ciência económica

1
Conceito de Economia

O que é a economia?
Podemos, então, identificar a economia como sendo um
conjunto de fatores naturais e produzidos pelo Homem
que sustentam o seu dia -a -dia e promovem o seu
desenvolvimento.

Aplicação Racional de Recursos Escassos

2
Conceito de Economia

A actividade económica:
São todas as intervenções que levam à aquisição de bens
e serviços para a satisfação das necessidades humanas.
Estas necessidades só podem ser satisfeitas se existir nos
ciclos económicos, acções de produção, distribuição, e
repartição de rendimentos e sua aplicação, em consumo e
poupança.

3
Conceito de Economia

Produção Distribuição

Repartição dos Consumo


Rendimentos

4
A influência da população na Economia

•O que produzir?

População •Como produzir?

•Quanto produzir?

5
A influência da população na Economia

Alguns índices de cálculo da população e da sua


actividade:

• Permilagem
• Taxa de Natalidade
• Taxa de Mortalidade
• Taxa de Mortalidade Infantil
• Crescimento Total da População (ou Taxa de Crescimento Natural):
• Taxa de Actividade
• Taxa de actividade por sector

6
Revisão de alguns conceitos

Natalidade e Taxa de Natalidade

• Natalidade – representa o número total de nascimentos ocorridos num


determinado período de tempo, num determinado conjunto populacional. A
partir da natalidade e da população total de um país, podemos calcular a sua
taxa de natalidade.

• Taxa de Natalidade – dá-nos a conhecer o número médio de nados vivos por


cada mil habitantes num determinado país e referente a um período de tempo.

7
Revisão de alguns conceitos

Mortalidade e Taxa de Mortalidade

• Mortalidade – representa o número total de óbitos ocorridos num


determinado período de tempo para uma população.

• Taxa de Mortalidade – permite-nos conhecer o número médio de óbitos por


mil habitantes num determinado período de tempo para um dado país ou
região.

8
Revisão de alguns conceitos

Taxa de Crescimento Natural e População Activa do País

• Taxa de Crescimento Natural – dá-nos o número médio de indivíduos a mais


ou a menos por cada 1000 habitantes em determinado período de tempo para
dado país ou região.

• População activa do país – representa a quantidade de indivíduos que


exercem ou podem exercer uma actividade remunerada. As donas de casa, os
estudantes e os reformados não fazem parte deste conjunto, dado que não
exercem uma actividade remunerada.

9
Revisão de alguns conceitos

Exportações e Importações

• Exportações de mercadorias – representam as vendas efectuadas ao exterior


de bens acabados, bens em curso de fabrico, matérias-primas e subsidiárias.

• Importações de mercadorias – traduzem as compras de mercadorias


realizadas por um país ao exterior e o consequente pagamento desses bens.

10
Revisão de alguns conceitos

A actividade económica e os seus sectores

• Actividade económica – podemos designar como sendo o conjunto das


actividades desenvolvidas pelo Homem, como a produção, a distribuição e o
consumo.

• Sectores de actividade económica – a actividade económica pode ser


dividida em sectores e cada sector agrupa actividades similares com processos
produtivos idênticos ou obtendo bens parecidos. Os sectores de actividade
económica são: o sector primário, o sector secúndário e o sector primário.

11
Economia
A Economia como ciência

12
A ciência social

A Economia é uma
Ciência Social!

13
A ciência social
O que é a Ciência Social?
Designa-se por ciência social, qualquer ciência que estude os
fenómenos sociais, resultantes da acção dos homens na sociedade.

14
A ciência social

Realidade
Social

15
A ciência social
Por exemplo, o desemprego pode ser estados por várias ciências
sociais:
Direito

Economia História

Desemprego

Sociologia
Geografia

Demografia

16
A ciência social
Análise do fenómeno do desemprego:
 A Economia estuda as causas do desemprego e as formas de o combater,
quer estimulando a iniciativa privada quer através da participação directa
do Estado;
 A Sociologia estuda as alterações nas estruturas familiares provocadas
pelo desemprego;
 O Direito analisa os aspectos legais ligados ao desempregados, como, por
exemplo, a possibilidade de serem atribuídas indemnizações;
 A História poderá analisar e fornecer dados sobre a evolução da taxa de
desemprego ao longo dos anos, permitindo conhecer um pouco melhor a
situação actual;
 A Geografia poderá dar informações sobre novas unidades de produção;
 A Demografia apresenta-nos uma análise estatística do desemprego, ten
do em conta o sexo, a idade, as regiões, etc;.
17
A complementaridade das ciências
sociais
Ciências Sociais são todas as ciências que analisam a actividade do Homem.
Sem a História os fenómenos económicos não se compreendiam. Esta ciência
também nos mostra como as relações sociais foram evoluindo.
A Psicologia não é importante apenas pela dimensão individual do fenómeno
psicológico, ela também reflecte a caracterização dos empresários em
situações de risco de investimento ou de inovação.
A Sociologia é importante para a o estudo da Economia, por aquilo que ela
própria representa como ciência das leis gerais do desenvolvimento da
sociedade.
Como referem Samuelson e Nordhaus, “A Economia faz fronteira com outras
ciências. A Ciência Política, a Psicologia ou a Antropologia são ciências
Sociais cujas matérias se sobrepõem parcialmente ao objecto da economia.”

18
Fenómenos Sociais e Fenómenos
Económicos
Segundo nos diz João César das Neves, “a Economia não estuda os assuntos
económicos, e não os estuda por uma simples razão: porque não há assuntos
económicos. Não há problemas económicos como não há problemas sociais
ou químicos. O que existem são problemas.
Este professor de economia diz-nos ainda que “Não há fenómenos
eminentemente económicos” e que “Os fenómenos são fenómenos!
A realidade é única e, na sua riqueza natural, contém múltiplos aspectos
particulares, sociológico, químico, etc,.

19
Fenómenos Sociais e Fenómenos
Económicos

20
A Economia como ciência – objecto de
estudo

Podemos considerar que a Economia representa o estudo da forma


como a sociedade gere a escassez de recursos, com vista à produção
e distribuição de produtos e serviços para consumo, imediato ou a
médio/longo prazo.

A escassez constitui o principal problema económico e


resulta do facto de as necessidades serem ilimitadas
perante os recursos disponíveis que são escassos!

21
A actividade económica e os agentes
económicos - M2

Podemos considerar a actividade económica como:

 conjunto de actuações que têm como finalidade a obtenção de bens


e de serviços com vista à satisfação das necessidades humanas.
 conjunto de actividades de produção, distribuição, repartição de
rendimentos e a sua utilização, em consumo e poupança.

22
A actividade económica e os agentes
económicos

Podemos considerar como agente económico:

 Todo o indivíduo ou entidade que intervém na actividade económica


exercendo pelo menos uma função económica.
 Entre os agentes económicos temos:
 Famílias
 Empresas (não financeiras e financeiras)
 Estado
 Resto do Mundo (relações económicas e comerciais internacionais)

23
A actividade económica e os agentes
económicos
 Famílias:
A grande função destas estruturas sociais é realizar consumo, e
função de rendimento ou de poupança.

 Empresas:
Temos como grande função a produção e distribuição de bens e
serviços, com vista à satisfação das necessidades de consumo de
outras empresas, famílias e do próprio Estado.

 Estado:
A sua principal função é a satisfação das necessidades da sociedade.
Também actua como regulador da actividade económica privada e
como investidor no domínio público.
24
A actividade económica e os agentes
económicos

 Resto do Mundo:
O Resto do Mundo, engloba o conjunto de operações económicas
entre os residentes e organizações de um país e os residentes e
organizações de outro país.

25
Síntese
Em síntese podemos considerar que:

 A realidade social é una e constitui uma realidade;

 A complexidade social tem que ser analisada por várias ciências sociais,
em que cada uma analisa um determinado aspecto do mesmo fenómeno;

 As ciências sociais são interdependentes e complementares;

 Os fenómenos sociais são totais, podendo no entanto ser estudado sobre


diferentes perspectivas;

 A Economia é uma de várias ciências sociais, debruçando-se sobre o


problema de escolha da melhor aplicação a dar a um qualquer recurso
escasso;
26
Síntese (cont.)
 O problema económico surge devido ao facto de os recursos de que
dispomos serem limitados perante necessidades que são ilimitadas;

 Perante o emprego alternativo dos recursos para diferentes finalidades é


necessário escolher um fim, sacrificando assim outros fins que se poderiam
obter com os mesmos recursos;

 Estas escolhas são efectuadas pelos agentes económicos;

 A actividade económica é o conjunto das actividades de Produção,


Distribuição, Repartição e Utilização de Rendimentos;

 A venda da produção gera um conjunto de rendimentos que são repartidos


pelos vários intervenientes sob a forma de salários, lucros rendas e juros;

 Cada um dos agentes económicos utiliza os rendimentos recebidos para


efectuar os seus consumos ou para constituir uma poupança.
27