Вы находитесь на странице: 1из 22

Curso Técnico de Instalação e Manutenção de Sistemas

fotovoltaicos de Produção de Energia elétrica de Baixa


Tensão, Nível 5
Aula 3– 16 de fevereiro

INSTALAÇÕES ELÉTRICAS I – PROJETO


E N G ª I Z A U D A M O N T E I R O D O C A N TO
Conceção das instalações Elétricas -
Projeto
Peças escritas
 Memoria descritva e justificativa;
Projeto de Mapa de medições;
instalação Orçamento;
Termo de responsabilidade;
elétrica Fichas eletrotécnica;
Constituição
Peças Desenhadas
Planta em escala conviniente ( 1:20; 1/50 ou 1/100)
com o traçado das canalizações e indicação dos
elementos indispensáveis à conviniente apreciação
do seu dimensionamento. Cada tipologia do circuito
deve ser desenhado em plantas diferentes para uma
melhor interpretação.
Esquemas elétricos de quadros, com indicação das
carateríscas de aparelhos e restantes equipamentos;
Projeto de
Esquema das instalações coletivas e entradas,
instalação quando existirem com indicação da seção dos
elétrica consutores, nºs de consutores, dimensões e
caterísticas dos tubos e localização das proteções
Constituição contra sobreintensidades.
Utilização
Estabelecimentos agrícolas ou pecuários.
Estabelecimentos industriais.
Instalação
Estabelecimentos recebendo público.
elétrica
Locais afectos a serviços técnicos
Classificação
Locais contendo banheiras ou chuveiros (casas de
banho)
Locais de habitação
Fatores de Influências externas

Codificação constituída por um grupo de 2 letras e


Instalação um Número
elétrica
Classificação – Primeira letra L1 – Categoria Geral (são 3: A B C )

– Segunda letra L2 – Natureza (são 24: 17 + 5 + 2 )

– Algarismo A – Classe (1 a 8)
Codificação da categoria geral das influências externas,
referente à primeira letra - L1

Instalação A Ambientes
elétrica B Utilizações
Classificação C Construção de edifícios
Resumo dos Fatores de influência externa

2.ª Letra Algarismo


1.ª Letra L1
L2 A
Estrutura
Designação da influência
Natureza do código
Classe da
Categoria geral da
influência
influência

A 1a8 AAX Temperatura ambiente

Instalação B
C
1a8
1e2
ABX
ACX
Condições climáticas
Altitude

elétrica D
E
1a8
1a6
ADX
AEX
Presença de água
Presença de corpos sólidos estranhos

Classificação F
G
1a4
1a3
AFX
AGX
Presença de corpos substâncias corrosivas ou poluentes
Acções mecânicas (Impactos)
H 1a3 AHX Acções mecânicas (Vibrações)
A J 1 AJX Acções mecânicas (Outras)
(Ambientes)
K 1a2 AKX Presença de Flora e Bolores
L 1a2 ALX Presença de fauna

M 1a6 AMX
Influências electromagnéticas, electrostáticas ou ionizantes
N 1a3 ANX Radiações solares
P 1a4 APX Efeitos sísmicos
Q 1a3 AQX Descargas atmosféricas, nível cerâunico (N)
R 1a3 ARX Movimentos do ar
S 1a3 ASX Vento
Resumo dos Fatores de influência externa

2.ª Letra Algarismo


1.ª Letra L1
L2 A
Estrutu
Natureza ra do Designação da influência
Categoria Classe da código
da
Instalação geral
influência
influência

elétrica A
B
1a5
1a3
BAX
BBX
Competência das pessoas
Resistência eléctrica do corpo humano
Classificação B C 1a4 BCX Contacto das pessoas com o potencial da
terra
(Utilizações
) Evacuação das pessoas em caso de
D 1a4 BDX
emergência

E 1a4 BEX Natureza dos produtos tratados ou


armazenados

C A 1a2 CAX Materiais de construção


(Construçã
o dos
B 1a4 CBX
edifícios) Estrutura dos edifícios
Temperatura do ambiente
Código Classificação Características
AA1 Frígido -60 º C a + 5 º C
AA2 Muito frio -40 º C a + 5 º C
Referência
Instalação AA3
AA4
Frio
Temperado
-25 º C a + 5 º C
-5 º C a + 40 º C
elétrica +5 º C a + 40 º
AA5 Quente
C
Classificação
+5 º C a + 60 º 512.2
AA6 Muito quente
C e
522.1
-25 º C a + 55 º
AA7 Exterior abrigado
C
Exterior não -50 º C a + 40 º
AA8
protegido C
Condições Climáticas AB

Instalação
elétrica
Classificação
Presença de corpos sólidos AE
Índice de
Referênci
Código Protecção Classificação Características
a
NP EN 60 529
Ausência de quantidades
apreciáveis de poeiras ou corpos
AE1 IP0X Desprezável
sólidos estranhos (instalações
domésticas)
Instalação Presença de corpos sólidos
estranhos, cuja menor dimensão

elétrica AE2 IP3X Objectos pequenos seja não inferior a 2,5 mm


( ferramentas e pequenos
objectos)
512.2
Classificação Presença de corpos sólidos
estranhos, cuja menor dimensão
e
522.4
Objectos muito pequenos
AE3 IP4X seja não inferior a 1 mm
( pequenos fios e arames
condutores)
Presença de depósitos de poeiras em quantidades diárias (q):
AE4 Poeiras ligeiras 10 < q ≤ 35 mg/m2
IP5X
AE5 OU Poeiras médias 35 < q ≤ 350 mg/m2
IP6X
AE6 Poeiras abundantes 350 < q ≤ 1 000 mg/m2
Presença de corpos sólidos AE
Índice de Protecção
Código Classificação Características Referência
NP EN 60 529
Ausência de quantidades

Instalação AE1 IP0X Desprezável


apreciáveis de poeiras ou corpos
sólidos estranhos (instalações
domésticas)

elétrica AE2 IP3X Objectos pequenos


Presença de corpos sólidos
estranhos, cuja menor dimensão
seja não inferior a 2,5 mm
Classificação ( ferramentas e pequenos objectos)
512.2
Presença de corpos sólidos
estranhos, cuja menor dimensão e
Objectos muito pequenos seja não inferior a 1 mm 522.4
AE3 IP4X
( pequenos fios e arames
condutores)

Presença de depósitos de poeiras em quantidades diárias (q):


AE4 Poeiras ligeiras 10 < q ≤ 35 mg/m2
IP5X
AE5 OU Poeiras médias 35 < q ≤ 350 mg/m2
IP6X
AE6 Poeiras abundantes 350 < q ≤ 1 000 mg/m2
Acções mecânicas
Impactos
Código Classificação Características Referência
AG1 Fracos ( IK02 - Habitação )

Instalação AG2 Médios ( IK07 – Industria


corrente) Ver classificação das condições

elétrica AG3 Fortes


Industria
( IK08 a IK10 –

submetida a condições
mecânicas
no Anexo III da Parte 3 das RTIEBT
512.2 e 522.6

severas)

Vibrações
Classificação Código
AH1 Fracas
Classificação
( IK02 – habitação )
Características Referência

AH2 Médias ( IK07 – Industria


Ver classificação das condições
corrente )
mecânicas 512.2 e 522.7
AH3 Fortes ( IK08 a IK10 – no Anexo III da Parte 3 das RTIEBT
Industria submetida a condições
severas )

Outras
Código Classificação Características Referência
AJ (Em estudo) - -
Ìndice de Proteção e influências externas

Instalação
elétrica
Classificação
Instalação
elétrica
Classificação
Instalação
elétrica
Classificação
As instalações elétricas de utilização devem ser
estruturadas para uma distribuição de energia do tipo
radial, conforme exemplo em baixo.

Instalação
elétrica
Estrutura da
instalação
Para se definir o numero de circuito numa instalação de
uma habitação, ou de qualquer outras instalação é
importante que previamente se conheça:
A forma, dimensão e estrutura do edifício;
Instalação
A compartimentação do edifício e respetivas funções;
elétrica
A canalização, natureza e potência de todo o
Circuitos equipamento elétrico que nele se prevê instalar.
Pontos de utilização recomendadas –
habitação

Salas:
Instalação 1 tomada para usos gerais por cada 5 m de parede;
1 ou dois pontos de iluminação;
elétrica
1 caixa terminal para ligação de aparelho de ar
Circuitos condicionado;
Quartos
3 tomadas para usos gerais;
1 ponto de iluminação;
1 caixa terminal para ligação de aparelhos de
climatização:
- Ar condicionado;
Cozinhas
5 tomadas para usos gerais
1 tomada para máquina de lavar roupa
1 tomada para máquina de lavar loiças
Instalação 1 tomada para o termoacumulador
elétrica 1 tomada para forno eletrico ( caso existir)
Circuitos 1 ponto de lampada;
A localização das caixas de aparelhagem respeitará o sentido
de abertura das portas e janelas, bem como a altura de
colocação em relação ao pavimento de acordo com as
indicações da obra. São consideradas as seguintes alturas em
relação ao pavimento:
Interruptores e comutadores ……………1.10m
Tomadas de uso geral…………………………0.3m
Tomadas de uso especial…………………….1.25m
Dimensionamento de circuitos finais
As regras técnicas estabelecem dimensões mínimas
dos condutores elétricos, sendo função da natureza
Instalação dos condutores e dos modos de colocação.
elétrica
Circuitos