Вы находитесь на странице: 1из 16

LITERATURA / GRAMÁTICA

JOSI MOTTA / TIA JOSI


HELENA – MACHADO DE ASSIS
Romance Romântico Urbano - 1876
28 capítulos - folhetins
Rio de Janeiro - Andaraí (Menção ao RS)
Narrador: 3ª pessoa - Onisciente
Personagens: Helena; Estácio; Conselheiro Vale; D. Úrsula; Dr.
Camargo; Eugênia; D. Tomásia; Padre Melchior; Luís Mendonça;
Salvador; Ângela.

Características: Amor impossível, idealização, religião,


paternalismo, emoção supera a razão, mocinha – herói – vilão.

Lembrar: Preconceito social, maneira de fazer política, símbolos.

Literatura | Josi Motta


Gramática | Tia Josi
“Enquanto Melchior dava as ordens precisas
para que Helena tivesse os socorros espirituais,
Estácio saiu dali, para ir, longe, desabafar o
desespero; desceu à chácara, vagou por ela, a
soluçar como uma criança, ora abraçado a uma
árvore, ora ajoelhado pedindo a Deus a vida de Helena.
(...)
No dia seguinte, prestes a sair o enterro, as senhoras
deram à donzela morta as despedidas derradeiras. D.
Úrsula foi a primeira que lhe prestou esse dever (...) e
seguiram as outras. Estácio viu-as subir, uma a uma, o
estrado em que repousava a essa.”
(HELENA – pág 187)

Literatura | Josi Motta


Gramática | Tia Josi
( ) Em “a soluçar como uma criança”
há um indicativo de conformidade.

( ) A expressão destaca da em “desceu


à chácara” constitui um complemento verbal indireto.

( ) Na oração “pedindo a Deus a vida de Helena”,


o emprego de crase é facultativo.

Literatura | Josi Motta


Gramática | Tia Josi
( ) A oração “prestes a sair o enterro”
apresenta uma ideia de temporalidade tal como
a oração de abertura do texto.
( ) Os pronomes “lhe” e “as” (l. 9-10)são,
respectivamente, complementos verbais direto e indireto.
( ) A oração “em que repousava a essa” (l. 11-12)
classifica-se como Restritiva.
“Enquanto Melchior dava as ordens precisas para que Helena
tivesse os socorros espirituais, Estácio saiu dali (...).”
“D. Úrsula foi a primeira que lhe prestou esse dever (...) e seguiram
as outras. Estácio viu-as subir, uma a uma, o estrado em que
repousava a essa.”
Literatura | Josi Motta
Gramática | Tia Josi
CÁRCERE DAS ALMAS ÚLTIMOS SONETOS
Ah! Toda a alma num cárcere anda presa,
Soluçando nas trevas, entre as grades
Do calabouço olhando imensidades,
• Inconsciente
Mares, estrelas, tardes, natureza.
• Vagueza
Tudo se veste de uma igual grandeza • Fantasia
Quando a alma entre grilhões as liberdades • Alma e seus estados
Sonha e, sonhando, as imortalidades • Imaginação
Rasga no etéreo o Espaço da Pureza.
• Musicalidade
Ó almas presas, mudas e fechadas • Dor
Nas prisões colossais e abandonadas, • Morte
Da Dor no calabouço, atroz, funéreo! • Cromatismo
• Sinestesia
Nesses silêncios solitários, graves,
que chaveiro do Céu possui as chaves
• 01 metapoema
para abrir-vos as portas do Mistério?!

Literatura | Josi Motta


Gramática | Tia Josi
AMAR, VERBO INTRANSITIVO – MÁRIO DE ANDRADE
Romance modernista – sem divisão de capítulo.
Modernismo – 1ª Fase – 1927
São Paulo – Rio de Janeiro
NARRADOR 3ª pessoa [o autor se coloca dentro do livro para fazer
observações = 1ª pessoa, eventualmente]

Personagens: Carlos; Elza – Fräulein; Sousa Costa; Laura; Aldinha;


Laurita; Maria Luísa; Tanaka.

Características: Linguagem coloquial, pontuação liberal, desacordos


gramaticais, digressões.

Temas: Burguesia, amor, liberdade feminina, imigração.

Literatura | Josi Motta


Gramática | Tia Josi
CLARISSA – ÉRICO VERÍSSIMO
Romance Modernista [31 capítulos] – 2ª fase - 1933
Porto Alegre, Jacarecanga
Narrador: 3ª pessoa - Onisciente

Personagens: Clarissa; Amaro; Tia Zina; Tio Couto ,Tonico; Dona


Tatá; Ondina; Barata;; Levinsky; Dudu; Mandarim; Nestor;
Belmira; Belinha; Nico Pombo; Zezinho; Gamaliel.

Temas: senso de observação, análise psicológica, subjetivismo


sentimentalismo ,cromatismo, preconceito, contrastes,
força feminina

Literatura | Josi Motta


Gramática | Tia Josi
“(...) de sua janela vê Clarissa a brincar sob os pessegueiros floridos. As
glicínias roxas espiam por cima do muro que separa o pátio da
pensão do pátio da casa vizinha. O menino doente está na sua
cadeira de rodas; o sol lhe ilumina o rosto pálido (...).
Amaro sente no rosto a carícia leve do vento. Infla as narinas e sorve o
ar luminoso da manhã.” (CLARISSA – pág. 01

( ) A passagem “sob os pessegueiros floridos” é

empregada como adjunto adverbial.

( ) Na referência feita à glicínias, identifica-se uma Metáfora.

( ) A expressão “no rosto” (l. 7) poderia ser deslocado para o


final da oração sem comprometer a mensagem original do
período.

Literatura | Josi Motta


Gramática | Tia Josi
GABRIELA – JORGE AMADO
Romance Modernista [Prosa de 30] Duas partes.
Publicação: 1958 Tempo da narrativa: 1925
Local da narrativa: Ilhéus – Bahia
Narrador: 3ª pessoa
Linguagem simples, coloquial.

Personagens: Gabriela; Nacib; Mundinho Falcão; Ramiro Bastos;


Tonico Bastos; Cel. Jesuíno; Cel. Melk Tavares; Malvina; Cel.
Coriolano; Cel. Glória; Josué; entre outros.

Temas: Sensualidade, erotismo, adultério, amor, política,


coronelismo, violência, abuso de poder, machismo. Crônica de
costumes.

Literatura | Josi Motta


Gramática | Tia Josi
"O Doutor não era doutor, o Capitão não era capitão.
Como a maior parte dos coronéis não era coronéis.
Poucos, em realidade, os fazendeiros que nos começos
da República e da lavoura haviam adquirido patentes de
coronel da Guarda Nacional."

"A cultura do cacau dominava todo o sul do Estado da


Bahia, não havia lavoura mais lucrativa, as fortunas
cresciam, crescia Ilhéus, a capital do cacau.”

“Pela primeira vez, na história de Ilhéus, um coronel do


cacau viu-se condenado à prisão por haver
assassinado esposa adúltera e seu amante.”

Literatura | Josi Motta


Gramática | Tia Josi
ORFEU DA CONCEIÇÃO – VINICIUS DE MORAES
2ª fase modernista – 1954 – Rio de Janeiro
Gênero: dramático – 3 atos
Linguagem: poética
Personagens: Orfeu; Eurídice; Clio; Apolo; Aristeu; Mira; A Dama
Negra; Plutão; Prosérpina; Cérbero; Gente do Morro.
Temas: música, mitologia, favela carioca, carnaval, amor, loucura.

Literatura | Josi Motta


Gramática | Tia Josi
A HORA DA ESTRELA - CLARICE LISPECTOR
3ª fase modernista – 1977 - Rio de Janeiro
Narrador: 1ª pessoa, personagem + 3ª pessoa, onisciente

Características:
Metalinguagem
Regionalismo universal
Fluxo de consciência
Análise psicológica
Ironia
Crítica social/questionamento

Literatura | Josi Motta


Gramática | Tia Josi
“O quarto ficava num velho sobrado colonial da áspera rua do
Acre entre as prostitutas que serviam a marinheiros,
depósitos de carvão e de cimento em pó, não longe do cais
do porto. O cais imundo dava-lhe saudade do futuro.”
(A Hora da Estrela –pág. 30)
( ) Em “quarto” temos a presença de um ditongo oral tal
como ocorre em “marinheiros”.

( ) Em “rua” percebe-se um hiato

assim como em “cais”.

( ) O último período do texto constitui

um paradoxo.

Literatura | Josi Motta


Gramática | Tia Josi
O DETETIVE DE FLORIANÓPOLIS – JAIR F. HAMMS
Literatura Contemporânea -1983
32 Crônicas: 10 sobre o D.T. Tive e 22 sobre temas diversos.
Destaque: Florianópolis ou personagens de Florianópolis.

• Retrato da malandragem, da esperteza do manézinho;


Personagens caricaturais (observação dos tipos e costumes
sociais);
• Brincadeiras com as palavras, ambiguidades, trocadilhos, nível
coloquial e regional de linguagem, presença de gírias e
expressões idiomáticas típicas;
• Ironia;
• Humor.

Literatura | Josi Motta


Gramática | Tia Josi
FOCA NOS LIVRINHOS!

BOA PROVA! #tamojunto 

Literatura | Josi Motta