Вы находитесь на странице: 1из 12

SISTEMA OPERACIONAL

DISTRIBUÍDO

Ernani Cristiano Siebert


Bernardo Marquardt Müller
SUMÁRIO
 Desenvolvimento
 Características

 Arquitetura

 Aplicação

 Desvantagens

 Conclusões

 Referências
DESENVOLVIMENTO
 Andrew S. Tanenbaum

 Universidade Vrije, Amsterdam, Holanda

 Transforma um aglomerado de estações de


trabalho em um sistema distribuído transparente
 Usado no desenvolvimento de Python

 Usado nas universidades, indústria e governo por


5 anos

 Interrompido em 2002
CARACTERÍSTICAS
 O sistema operacional distribuído
mais rápido

 Código aberto

 Baseado em micro-kernel

 Roda num SPARC (Sun4c and


Sun4m), 386/486, 68030, Sun 3/50 e
Sun 3/60

 Tempo compartilhado

 Suporta multi-threads
CARACTERÍSTICAS
 Montar várias máquinas em um único sistema é
fácil e flexível

 O usuário do sistema não tem conhecimento de


onde estão seus arquivos, muito menos em quais
processadores seu programa está executando

 Suporte a Fast Ethernet (100mbps)

 Utiliza o protocolo de rede FLIP

 Componentes se comunicam sobre RPC (Remote


Procedure Call)
CARACTERÍSTICAS
 Linguagem para programação distribuída
disponível (ORCA)

 Suporta tanto computação paralela quanto


distribuída

 Suporta diferentes sistemas ligados à uma mesma


rede

 Gerenciamento de memória baseada em segmentos


ARQUITETURA
APLICAÇÃO
 Universidade Vrije, na Holanda, roda num
agrupamento de 80 computadores conectados por
Ethernet

 Poderosa ferramenta de processamento

 Usado para pesquisa em sistemas operacionais


distribuídos e paralelos, sistema em tempo de
execução, linguagens e aplicações
APLICAÇÃO
 Estudos de física

 Medição de velocidade gradiente em líquidos de


alta viscosidade

 Pode ser usado para diversos cálculos


matemáticos complexos
DESVANTAGENS
 Planejado do rascunho com novos conceitos

 Sofre da falta de aplicativos

 Porta programas UNIX apenas com emulador

 Somente programadores devotados

 Não serve para usuários finais

 Projeto foi descontinuado


CONCLUSÕES
 Grande poder computacional
 Descontinuidade impedirá o desenvolvimento

 Fora da realidade do usuário comum

 Roda aplicações UNIX somente com emulador

 Falta de compatibilidade

 Poder de processamento pode aumentar com o


número de computadores
REFERÊNCIAS
 http://fsd-amoeba.sourceforge.net/amoeba.html

 http://www.cs.vu.nl/pub/amoeba/amoeba.html

 http://pt.wikipedia.org/wiki/Amoeba