Вы находитесь на странице: 1из 31

EDUCAÇÃO

FÍSICA
ADAPTADA

UM CAMINHO A SER PERCORRIDO OBJETIVANDO A


INCLUSÃO SOCIAL
Estratégias de Aula para
Inclusão da Pessoa com
Deficiência: da recepção do
aluno deficiente à escolha de
atividades/turmas

Profª Ms. Jacqueline Dourado Penafort


Preconceitos e Estigmas

generalizações direitos

O deficiente:
Tem necessidade de:
Trabalho - Cultura - Lazer - Esportes
e
pode vencer.

Reflexão:
Se vence, é uma exceção que confirma a regra?

É concebível que Deficiência, alegria, alto desempenho


prazer, sucesso e felicidade estejam juntos numa mesma
pessoa?
O QUE VOCÊ ENTENDE POR:

• DEFICIÊNCIA;

• EXCLUSÃO E INCLUSÃO;

• ESCOLA E SEU PAPEL SOCIAL


Vamos contar uma história

Mariah e Jonas, um casal batalhador, na faixa etária dos 30 anos,


já estão casados há 5 anos e resolveram ter um filho;

Estão bem de saúde, com as contas em dia e não demoram muito


para engravidar;

Conforme a gravidez vai ficando evidente, já começam a realizar


as mudanças que queriam para receber bem o filho que está
chegando;
Quantos sonhos?
Quantas expectativas?
Quantos desejos estão aguardando a espera do filho que
eles já deram o nome de Paulo

Paulo nasce lindo, forte, corado, só que ele teve


uma má formação das pernas e pés

E agora?
O que vamos fazer?
O que vai ser dele?
De quem é a culpa?
Ele é Doente?

Culpa Tem defeito?

Será segregado? Revolta


Seu futuro será bom?
Tristeza
???
E se a gente morrer quem vai cuidar dele?

E o que planejei pra ele?


Precisa sempre de ajuda?
Insegurança

Tem opção de escolha?

Como as pessoas vão lidar com ele?


Espera aí!!!!!!!!
Eu nasci dentro de uma família
Eu sou deficiente e daí?

Não me excluam!!!

INCLUSÃO X NÃO EXCLUSÃO


Deficiência no Brasil
• OMS/ONU - 10%
• IBGE 14 %
• 20 milhões x 3
• Importância social, política e econômica

Qual é o primeiro segmento da sociedade


que recebe o deficiente?
A Família

• Do “choque inicial” à participação plena no processo


• Luto, fuga, negação, busca => compreende a
realidade => participa
• Maiores educadores
• Direitos – informações, apoio e tempo

HISTÓRIA E EVOLUÇÃO DAS


NOMENCLATURAS:
Excepcional
Deficiente
Portador de deficiência
Portador de necessidades especiais
Pessoa com deficiência
A Escola

 Toda escola é sempre um espaço de


inclusão?
 Como lida a Escola com as
diferenças?
 Igualdade de oportunidades é um fato?

 Não à exclusão está presente como


linha mestra dos relacionamentos?

 Comunidade (Sociedade) está envolvida


no processo escolar?
Serviços de saúde pública
A Integração entre as ações da Escola e da área da Saúde é o
caminho para minimizar o choque.

DEFICIÊNCIA - MAIOR DAS DIFERENÇAS


Desconhecimento – falta de informações

As barreiras físicas e atitudinais

A generalização - ação de estender os resultados da


observação de alguns casos ao conjunto dos casos possíveis
criando uma proporção de caráter geral.

Direito – conjunto de princípios e normas da vida em


sociedade que buscam expressar e também alcançar um ideal
de justiça, traçando as fronteiras do ilegal e do obrigatório, ou
seja, aquilo que é facultado a um individuo ou a um grupo de
indivíduos por força de leis ou dos costumes.
INCLUSÃO
SOCIAL
ENCARAR A QUESTÃO É UMA DECISÃO INDIVIDUAL, MAS,
COM CERTEZA IMPLICA EM CORAGEM E DISPOSIÇÃO DE
TOMAR PARTE DISSO!
O Ensino inclusivo apóia-se em 3 pilares:
1. Rede de apoio – apoio através das conexões formais e
informais.
2. Consulta cooperativa e – várias especialidades planejando,
e trabalho em equipe implementando juntas programas
para diferentes alunos
3. Aprendizagem cooperativa – agrupamentos heterogêneos
- tutela de pares - vários
interesses e formas para
desenvolver atividades -
instrução multinível

Precisamos praticar para que isso se torne


realidade efetivamente em todos os níveis.
Acredita-se que a diversidade fortaleça
a turma e ofereça a todos os seus
membros maiores oportunidades de
aprendizagem. Logo, adaptar o
ambiente às necessidades da
diversidade dos alunos, estar pronto
para receber e dar condições de
usufruto igual para todos, são desafios
para os professores, para a escola, para
a sociedade
A Educação Inclusiva vem se
mostrando como uma nova
tendência educacional e social,
introduzindo transformações
nas aplicações feitas pela
Educação, principalmente na
área Adaptada.
Exemplo na Educação

Educação Física
Adaptada - Utilização dos princípios e
bases da Educação Física
aplicados às pessoas com
deficiência.
Como?
BUSCAR- Uso das adaptações necessárias
- Desenvolver holisticamente e
- Dar condições do aluno usufruir das
opções da prática
Indivíduo
Sujeito às influências das tendências
educacionais, sociais, políticas que atuam
diretamente no universo da Educação e
do Esporte.

Foco da Educação Física Adaptada

Sempre no atendimento ao
aluno.
Percebemos que o esporte adaptado de rendimento atua
como LOCOMOTIVA no desenvolvimento da relação
Sociedade / PPD / Esporte.

PPD Esporte

Exemplo:
Sociedade Inserção de provas
adaptadas nos Jogos
Regionais e Abertos do
Essa oportunidade, proporcionada pelo poder
Estado de São Paulo
público, tem fomentado e difundido o trabalho de
atividade física, lazer e iniciação esportiva com a
PPD, estimulando as demais dimensões do esporte e
gerando novas formas de se encarar o deficiente.
SUGESTÃO

Contato inicial - recepção do aluno e sua família.


Solicitar algumas informações:

- documentação;
- o que é oferecido;
- quais regras

Processo de avaliação do aluno


(começa na recepção, segue na entrevista e encaminhamento para
avaliação na atividade)

Avaliação inicial - pode ser uma aula na possível turma


do aluno
Deve-se observar: É importante ainda
realizar a avaliação
nível de habilidade motora e
continuada, ou seja,
social;
limites; acompanhar o
quadro geral; desenvolvimento do
como estabelece relação; aluno e ir adequando o
grau de comunicação; trabalho sempre que
grau de independência; necessário e possível
grau de atenção e resposta

INCORPORADO

PLANEJAMENTO;
SUPORTE;
REDIMENSIONAR ORIENTAÇÃO;
ACOMPANHAMENTO;
REAVALIAÇÃO;
AJUSTE
DESAFIO
Equipe integrada - entre si
- local de trabalho e comunidade

Manter contato - colegas de trabalho,


- os alunos e seus familiares,
- áreas afins

Reunião mensal de equipe - discutir


- analisar
- estudar

A troca (de dados, idéias,


informações, etc) será a base da
qualidade do serviço
Núcleo de suporte - uma equipe
Ideal multidisciplinar ao trabalho

Trabalhar um grupo de profissionais com o


Justificativa deficiente e sua família; as questões são
amplas e têm raízes profundas.
Trabalhar a comunidade escolar como um
todo.

Requer Adaptação – ao local,


às condições,
aos recursos,

Envolvimento Fazer parcerias, investimentos e


doações locais
Lembrem-se!!!
Nós estamos construindo essa ação

Podemos desenvolver alicerces do nosso


trabalho, para que a qualidade se instale, o
deficiente usufrua e a Sociedade se
transforme em melhor para TODOS!
Dados pessoais

1- Nome completo: _____________________________________________

2- Sexo: ( ) Feminino ( ) Masculino

3- Data de Nascimento: ____/____/____

4- Endereço:___________________________________________________

5- Bairro:________________________CEP:__________________________

6- Telefone para contato: Resid.:________________Cel.:_______________

Recado:_________________Nome/relação:___________________________

7- Nome da mãe:_______________________________________________

8- Nome do pai:________________________________________________
Características clínicas do aluno

Área da deficiência e Patologia: ___ __________________________


Usa medicação? ( ) Sim ( ) Não Quais e para quê?__________________________
______________________________________________________________________

Documentação apresentada: ( ) Laudo Médico (original e cópia)


Falta o que:_____________ ( ) Atestado médico data do exame:___/___/___
______________________ ( ) 2 fotos (atual do aluno e responsável, se for o caso)
______________________ ( ) Comprovante de residência (atual)
______________________ ( ) outros:
Características pessoais do aluno

Altura:_____________ Peso:___________ Idade:_________ Tamanho de camisa: P( )


Se locomove sozinho? ( ) Sim ( ) Não M ( ) G ( ) GG ( )
Precisa de algum apoio? ( ) Sim ( ) Não Qual?_____________________________
Alguém o ajuda? ( ) Sim ( ) Não Como?___________________________________

Como se relaciona com:


Familiares _____________________________________________________________
Amigos _______________________________________________________________
Estranhos _____________________________________________________________
Animais domésticos _____________________________________________________
Tarefas _______________________________________________________________
Obrigações ____________________________________________________________
Informações sobre a expectativa do aluno
e sua família sobre o trabalho oferecido

Qual a atividade indicada e /ou pretendida? ________________________________


Por que? _____________________________________________________________
____________
(Natação: Já participou? quanto tempo?)____________________________________
______________________________________________________________________

O que a família espera desse trabalho? ______________________________________


______________________________________________________________________

O que o aluno quer do trabalho? ____________________________________________


______________________________________________________________________
Pensem nisso
– os deficientes:

Sofrem o preconceito da Sociedade,

Algumas famílias os rejeitam,

Muitos dos nossos alunos mal conhecem a si


próprios (potencial),

Perspectivas de praticamente tudo, para eles, estão


começando a ser ampliadas.
Caso queira ajudar de verdade
Faça o seu trabalho de forma séria,
bem humorada
e carinhosa
Acredite no seu trabalho,
Sempre procure melhorar a qualidade
E nunca faça por menos, tenha sempre um objetivo
maior.