Вы находитесь на странице: 1из 28

CLASSIFICAÇÃO DOS MATERIAIS

CLASSIFICAÇÃO DOS MATERIAIS

Prof. Dr: Eliana Franco

1
CLASSIFICAÇÃO DOS
MATERIAIS
• Metais
• Cerâmicas Classificação tradicional

• Polímeros
• Compósitos
• Semicondutores
• Biomateriais (Mat. Biocompatíveis)
CLASSIFICAÇÃO DOS MATERIAIS

3
CLASSIFICAÇÃO DOS MATERIAIS

CLASSIFICAÇÃO DOS MATERIAIS

A classificação tradicional dos materiais geralmente é baseada na


estrutura atômica e química destes.

4
CLASSIFICAÇÃO DOS MATERIAIS

METAIS
•Combinação de elementos
metálicos;

•Ligação metálica;

•Não são transparentes à luz visível;

•Aparência lustrosa quando polidos;

•Resistentes porém deformáveis;

•Muito utilizados para aplicações


estruturais.

5
CLASSIFICAÇÃO DOS MATERIAIS

CERÂMICAS
•Combinação de elementos
metálicos e não-metálicos;

•Óxidos, nitretos e carbetos;

•Isolantes térmicos e elétricos;

•Duras, porém frágeis


ALUMINA

6
CLASSIFICAÇÃO DOS MATERIAIS

POLÍMEROS
•Compostos orgânicos C, H e outros
elementos não metálicos;

•Macro-moléculas;

•Baixa densidade;

•Flexíveis;

•Rígidos;

•Estão inclusos plásticos e


borrachas.

7
CLASSIFICAÇÃO DOS MATERIAIS

COMPÓSITOS
•Constituídos por mais de um tipo de
material, insolúveis entre si;

•Desenvolvidos para apresentarem


as melhores características de cada
componente;

•Um exemplo classico é o compósito


de matriz polimérica com fibra de
vidro. O material compósito
apresenta a resistência mecânica da
fibra de vidro associado a
flexibilidade do polímero

8
CLASSIFICAÇÃO DOS MATERIAIS

BIOMATERIAIS
•Empregados para implantes de
partes em seres humanos;

•Não devem causar rejeição;

•Metais, cerâmicas, polímeros e


compósitos podem ser usados como
biomateriais.

9
• Materiais semicondutores
apresentam propriedades
elétricas que são intermediárias
• Semicondutores entre metais e isolantes
• Os semicondutores tornaram
possível o advento do circuito
integrado que revolucionou as
indústrias de eletrônica e
computadores
• Ex: Si, Ge, GaAs, InSb, GaN,
CdTe..
InP
OS MATERIAS CERÂMICOS NA TABELA PERIÓDICA

Os cerâmicos são constituídos de metais e não-metais


LIGAÇÕES QUÍMICAS
EM MATERIAIS
SÓLIDOS
Por quê estudar?
O tipo de ligação interatômica geralmente explica a
propriedade do material.
Exemplo: o carbono pode existir na forma de grafite que é mole,
escuro e “gorduroso” e na forma de diamante que é extremamente
duro e brilhante. Essa diferença nas propriedades é diretamente
atribuída ao tipo de ligação química que é encontrada no grafite e
não no diamante.
Veja mais informações no site www.cimm.com.br (material didático)
LIGAÇÕES QUÍMICAS EM
MATERIAIS SÓLIDOS
• Os elementos se ligam para formar os sólidos
para atingir uma configuração mais estável: oito
elétrons na camada mais externa
• A ligação química é formada pela interação dos
elétrons de valência através de um dos
seguintes mecanismos:
- Ganho de elétrons
- Perda de elétrons
- Compartilhamento de elétrons
TIPOS DE LIGAÇÕES
• Metálica • Forma-se com átomos de
baixa eletronegatividade
(apresentam no
máximo 3 elétrons de
valência)
• Então, os elétrons de
valência são divididos com
todos os átomos (não estão
ligados a nenhum átomo em
particular) e assim eles
estão livres para conduzir
• A ligação metálica é
geralmente forte (um pouco
menos que a iônica e
covalente)
Elétrons de valência
• Ex: Hg e W
Átomo+elétrons das camadas mais internas
TIPOS DE LIGAÇÕES

• Covalente • Os elétrons de valência são


compartilhados
• Forma-se com átomos de
alta eletronegatividade
• A ligação covalente é forte
• Esse tipo de ligação é
comum em compostos
orgânicos, por exemplo em
materiais poliméricos e
diamante.

Ex: metano
(CH4)
TIPOS DE LIGAÇÕES
• Os elétrons de valência são
• Iônica transferidos entre átomos
produzindo íons
• Forma-se com átomos de
diferentes
eletronegatividades (um alta
e outro baixa)
• A ligação é forte
• A ligação predominante nos
materiais cerâmicos é iônica
LIGAÇÃO IÔNICA
• Os átomos num material iônico arranjam-se de forma
que todos os íons positivos têm como vizinho mais
próximo íons negativos.
LIGAÇÕES QUÍMICAS
EM MATERIAIS
SÓLIDOS
Por quê estudar?
O tipo de ligação interatômica geralmente explica a
propriedade do material.
Exemplo: o carbono pode existir na forma de grafite que é mole,
escuro e “gorduroso” e na forma de diamante que é extremamente
duro e brilhante. Essa diferença nas propriedades é diretamente
atribuída ao tipo de ligação química que é encontrada no grafite e
não no diamante.
Veja mais informações no site www.cimm.com.br (material didático)
LIGAÇÕES QUÍMICAS EM
MATERIAIS SÓLIDOS
• Os elementos se ligam para formar os sólidos
para atingir uma configuração mais estável: oito
elétrons na camada mais externa
• A ligação química é formada pela interação dos
elétrons de valência através de um dos
seguintes mecanismos:
- Ganho de elétrons
- Perda de elétrons
- Compartilhamento de elétrons
TIPOS DE LIGAÇÕES
• Metálica • Forma-se com átomos de
baixa eletronegatividade
(apresentam no
máximo 3 elétrons de
valência)
• Então, os elétrons de
valência são divididos com
todos os átomos (não estão
ligados a nenhum átomo em
particular) e assim eles
estão livres para conduzir
• A ligação metálica é
geralmente forte (um pouco
menos que a iônica e
covalente)
Elétrons de valência
• Ex: Hg e W
Átomo+elétrons das camadas mais internas
TIPOS DE LIGAÇÕES

• Covalente • Os elétrons de valência são


compartilhados
• Forma-se com átomos de
alta eletronegatividade
• A ligação covalente é forte
• Esse tipo de ligação é
comum em compostos
orgânicos, por exemplo em
materiais poliméricos e
diamante.

Ex: metano
(CH4)
TIPOS DE LIGAÇÕES
• Os elétrons de valência são
• Iônica transferidos entre átomos
produzindo íons
• Forma-se com átomos de
diferentes
eletronegatividades (um alta
e outro baixa)
• A ligação é forte
• A ligação predominante nos
materiais cerâmicos é iônica
LIGAÇÃO IÔNICA
• Os átomos num material iônico arranjam-se de forma
que todos os íons positivos têm como vizinho mais
próximo íons negativos.
CLASSIFICAÇÃO DOS MATERIAIS

Espumas

26
CLASSIFICAÇÃO DOS MATERIAIS

27
CLASSIFICAÇÃO DOS MATERIAIS

Stiff = Rígido

tough= tenacidade

28