Вы находитесь на странице: 1из 19

Livro Profeta

Joel
José Adelson de Noronha
http://verboeterno.me
Recapitulando o contexto
Profetas antes do Exílio
Ano do
Profeta livro
Rei em Israel Rei em Judá
Jonas 762 a.C Uzias (reto, mas soberbo. Ficou
Jeroboão II (mau)
Amós 750 a.C leproso)

Jeroboão II, Zacarias


Uzias e Jotão (reto, mas o povo
Oséias 740 a.C (mau), Salum (mau),
praticava o mal)
Menaém (mau)

740 a Uzias, Jotão, Acaz , Ezequias


Isaías e Manassés (mau. Mandou
680 a.C
Menaém (mau), serrar Isaías. Arrependeu)
727 a Pecas (mau), Jotão, Acaz (mau),
Miquéias 710 a.C Oséias (mau. Ezequias (reto, o que
Último rei). mais se aproxima de
Joel indefinido Davi),
Ambiente Político Internacional
Miquéias e Joel provavelmente eram contemporâneo de Isaías
e pregaram tanto ao Reino do Norte, quanto ao Reino do Sul,
onde 3 coisas principais ocorreram:

1. Invasão do Norte/Leste, por Tiglate-Pileser entre 745-734 a.C;

2. Invasão de Samaria por Sargom e Salmonasar, em 724-722 a.C;

3. Tentativa fracassada de invasão de Judá (sul) e Oeste por


Senaqueribe, entre 714-701 a.C.

185 mil soldados assírios foram mortos numa só noite, por um


anjo.
Ambiente Político Interno

 Enquanto o Reino do Norte estava derrotado


depois do período áureo de Jeroboão II, o Reino
do Sul estava entregue à perversidade interna
sob Acaz;

 Mas Ezequias, filho de Acaz, era bom (o mais


parecido com Davi). Sob conselho de Isaías e
dando ouvidos às profecias de Miquéias e Joel,
fez uma revolução moral e religiosa na nação.
Ambiente Religioso

 Acentuado declínio espiritual nos dois reinos. No


norte havia adoração a dois bezerros de ouro,
feitos por Jeroboão , 170 anos antes;

 No sul, Acaz fazia alianças com nações


estrangeiras, inclusive Assíria e Egito, em vez de
confiar no Senhor. Sob ataque, queimou a seu
filho em altar pagão. Foi ecumênico religioso e
idólatra de outros deuses.
Deus nunca deixou os fiéis na ignorância,
mesmo vivendo em tempos de perversidade:
“Ele te declarou, ó homem, o que é bom e o
que o Senhor pede de ti: que pratiques a
justiça, e ames a misericórdia, e andes
humildemente como teu Deus.” (Mq 6:8)
• Nome Joel significa "O Senhor (Jeová) é Deus

• Pouco se sabe a respeito do homem Joel e


nem a época correta em que viveu

• Isso, no entanto, não anula o profundo valor


das suas profecias, sendo citado por Jesus,
Pedro, Paulo
Esquema do Livro
Os principais tópicos do livro de Joel são quatro:
1. A tremenda devastação de sucessivas pragas de
gafanhotos;
2. A renovada frutificação da terra por ocasião do
arrependimento de Israel;
3. Os dons do Espírito (o derramamento do E. Santo);
4. O julgamento final contra as nações que foram
injustas contra Israel e a futura bem-aventurança
da terra de Judá
Propósito do Livro de Joel
Conclamar o povo ao arrependimento, porque
o dia do Senhor está próximo:
• Os castigos de Deus pedem submissão do
Seu povo a Ele, o Deus.
• Tudo o que Deus faz acontecer na terra,
prepara-a para o futuro Dia do Senhor:
“Multidões, multidões no vale da Decisão!
Porque o Dia do Senhor está perto, no vale
da Decisão” (Jl 3:14
O Dia do Senhor - Vários Significados
• Para os judeus, significava os dias do Messias
reinando, assim como para a Igreja a
expressão “Últimos Dias” significa o tempo que
antecede a Parousia (vinda de Cristo);
• Pode significar também o Dia do Juízo, ou seja,
tempo da intervenção de Deus na história, como:
• O dilúvio (II Pe 3:5-10);
• A purificação da terra (II Pe 3:5-10);
• A estiagem e fome narrada por Joel (Jl 2:1-11);
• A destruição de Jerusalém (Sf 1:4,7);
• O julgamento da Palestina e Egito por
Nabuconosor (Ez 30:3)
O Dia do Senhor - Vários Significados
• Para Paulo é o dia da ressurreição, que será
também o mesmo dia do arrebatamento (Rm 1:4);

• “O grande e terrível Dia do Senhor” é uma


expressão que indica o período da grande
tribulação (Jl 2:31; Ml 4:5; Mt 24:21; Ap 7:14);
• João fala do “Dia do Senhor” como sendo o
domingo (Ap 1:10)
O Dia do Senhor, segundo os Profetas
• Obadias: Um tempo de julgamento e retaliação;
• Joel: Dia de destruição, vinda do Senhor;
• Amós: Dia de grande escuridão para o mundo, mas
também para Israel;
• Isaías: Dia de ajuste de contas para os soberbos e um
dia de destruição cruel, vinda do Altíssimo;
• Sofonias: Dia de grande ira, da parte do Senhor, o qual
se aproxima muito rapidamente;
O Dia do Senhor, segundo os Profetas
• Ezequiel: Dia em que as nações se lamentaram
quando Nabuconodosor empunhou a “espada do
Senhor” ao conquistar o Ocidente;
• Zacarias: Dia da ardente defesa de Jerusalém pelo
Senhor, quando todas as nações estarão reunidas
contra ela (Zc 14:1);
• Malaquias: O dia em que o Senhor esmagará os
perversos e os destruirá como refugo.
O Derramamento do Espírito Santo
A promessa de um derramamento universal do Espírito
Santo (Jl 2:28-32) é lembrada por Pedro no dia de
Pentecostes (At 2:16-21) e parte do texto por Paulo (Rm 10:13);

Essa profecia tem parte a ser cumprida, pois faltam os


abalos sísmicos que irão acontecer pouco antes do grande
dia da ira do Cordeiro (Ap 6:12-17)
O Derramamento do Espírito Santo

Para Pedro, o derramamento do Espírito Santo no


Pentecostes inaugurou uma época escatológica. A Igreja
passou a esperar a Parousia, isto é, a vinda de Cristo
A misericórdia do Senhor alerta a todos, por
meio dos profetas:
“Multidões, multidões no vale da Decisão!
Porque o Dia do Senhor está perto, no vale
da Decisão.” (Jl 3:14)
Quem passou corretamente pelo vale da
decisão, poderá atravessar outro vale, seguro e
sem medo:

O vale da sombra da morte!


GRAÇAS A DEUS POR
JESUS CRISTO,
o Bom Pastor que nos conduz pelo vale
da sombra da morte com segurança!

Download disponível em http://verboeterno.me