Вы находитесь на странице: 1из 36

O que você sabe sobre a África?

Coloque V para verdadeiro ou F para


falso
• 1. A África precedeu a Europa no
uso de roupas.
• 1. (V) Existiu uma forte indústria
têxtil africana e que exportava
tecidos para a Europa, o uso de
roupas é uma invenção africana.
• 2. A África se manteve isolada dos espaços
econômicos mundiais até que o europeu
chegou ao Continente Africano.
• 2. (F) O continente Africano não se manteve
isolado, primeiro porque existia integração
entre todo o continente, segundo que
caravanas atravessavam a África,
comercializando interna e externamente, com
a Europa, a China e a Índia.
• 3. Muitos africanos são poliglotas
(falam mais de um idioma).
• 3. (V) Um grande número de
africanos fala suas línguas
nacionais e as línguas oficiais de
colonização.
• 4. A clima africano é uniforme em
todas as regiões e estações do ano,
ou seja, sempre quente.

• 4. (F) A África é diversa também no


clima. Não é só selva tropical. No
Quênia, as savanas, com clima
úmido, e na Tanzânia, no Monte
Kilimanjaro.
• 5. As culturas africanas utilizavam-se
da escrita desde as civilizações
egípcias.
• 5. (V) As culturas africanas não são
todas ágrafas. A escrita é parte de
sua cultura, vide os egípcios. A
oralidade é importante, mas não é a
única forma de transmissão cultural.
•6. O europeu foi quem levou a
civilização para o Continente Africano.

•6. (F) É um erro pensar assim, pois


estamos considerando comparações e
idealizações depreciativas racializadas
feitas entre a história africana e
européia, onde um é fonte do saber e
a outra é primitiva e atrasada.
• 7. As civilizações africanas
desenvolveram pelo menos
quatro tipos de alfabeto.
• 7. (V) Em diversas áreas do
continente africano e no conjunto
das civilizações africanas foram
desenvolvidos diferentes tipos de
alfabetos.
8. A civilização do Egito Faraônico
é proveniente de povos de pele
branca, vindos do Oriente Médio.

8. (F) A civilização egípcia é


negra, mas isso foi negado
durante muito tempo e a escola
não frisa isso.
• 9. A família humana teve sua
origem na África e de lá se
espalhou, povoando o planeta.
• 9. (V) A África é o berço da
humanidade. Deste continente
saíram os “pais” de todas as
populações do planeta.*
Observação
• Há 7 milhões de anos houve a separação entre as linhagens
do macaco e do que viria a ser o homem mais tarde. Os
fosseis mais antigos de nossos ancestrais foram encontrados
no Vale da Grande Fenda, formação que atravessa a Etiópia, o
Quênia e a Tanzânia. Milhões de anos depois, o Homo erectus
teria partido dessa região para povoar a Ásia e a Europa, onde
se transformou em homem de Neanderthal.
• Os que continuaram na áfrica evoluíram para a espécie
sapiens, que mais uma vez migrou, dizimando ou substituindo
os neandertais e os hominídeos asiáticos. E assim o planeta
foi povoado.
10. As primeiras civilizações
mundiais de originaram na África.
10. (V) Sim, todos os registros até
agora encontrados dão conta de
que as primeiras civilizações são
africanas, as primeiras sociedades
agrossedentárias e os primeiros
estados burocráticos surgiram ao
longo do Nilo.
• 11. A África é o berço do
pensamento matemático.
• 11. (V) O “Bastão de Ishango”* é um
pequeno objeto encontrado no
centro da África, datado de 15 mil
anos antes dos cálculos dos faraós e
18 mil anos antes do surgimento da
matemática na Grécia. É o mais
antigo testemunho matemática da
humanidade.
“Bastão de Ishango”*
*Observações
• Império de Gana
Entre os séculos 4 e 11, era conhecido como o Império do Ouro.
Seu povo dominava técnicas de mineração e usava instrumentos
como a bateia, importante para o avanço do ciclo do ouro no Brasil.
O clima úmido da região favorecia o desenvolvimento da agricultura
e da pecuária.

• Império de Songai
Nos séculos 14 e 15, se sobrepôs ao Império de Mali. Técnicas de
plantio e de irrigação por canais foram aperfeiçoadas e vieram
para o Brasil juntamente com os negros escravizados. Esses saberes
favoreceram a expansão da agricultura, principalmente durante os
ciclos da cultura de cana-de-açúcar e do café.
• 12. O comércio entre África e outras regiões
começou com o tráfico de seres humanos para
a escravização.
• 12. (F) O Continente Africano viveu épocas de
grande desenvolvimento econômico, político e
cultural antes de ser colonizado pelos
europeus. Comerciavam com a Europa e a
Ásia, conheciam e lidavam com a agricultura,
mineração, ourivesaria, metalurgia,
astronomia e medicina.*
Observações 1*
• Império de Mali
Expandiu-se por volta do século 12. as cidades de Tumbuctu, Gao e Djeme
eram importantes centros universitários e culturais. O povo Dogon, que
habitava a região, registrou em monumentos as luas de Júpiter, os anéis
de Saturno e a estrutura espiral da Via-láctea, observações feitas a partir
do século 17, na Europa.

Civilização Iorubá
Desenvolveu-se a partir do século 11. Os povos dominavam técnicas de
olaria, tecelagem, serralheria e metalurgia do bronze, utilizando a técnica
da cera perdida (molde de argila que serve de receptáculo para o metal
incandescente). A capital, Oyo Benin, era dividida em quarteirões
especializados (curtume, fundição etc.).
• Reino do Congo
Já no final do século 16, os habitantes dessa
região eram especialistas em forjar ferro e
cobre para produção de ferramentas.
Introduziu na nossa lavoura a enxada, uma
espécie de arado e diversos tipos de
machados, que serviam tanto para cortar
madeira como para uso em guerras.
Observações 2*
 3000 a.c - o medico negro Imhotep é o verdadeiro pai da
medicina: ele viveu 25 séculos antes de Hipocrates e já aplicava
no Egito conhecimentos de Fisiologia, Anatomia e drogas
curativas em seus pacientes.
2000 a.C. - o povo haya (da região da atual Tanzânia) produzia
aço a 400 graus Celsius - temperatura superior a dos fornos
europeus do século 19. Uma faca datada de 900 a.C., feita no
Egito, é o objeto de ferro mais antigo.

 1879 - o médico Inglês R. W. Felkin aprendeu com os banyoro


técnicas da cesariana. O procedimento já envolvia assepsia,
anestesia e cauterização do corte, que era vertical.
• 13. As línguas diversificadas
impedem os africanos de construir
uma verdadeira integração.
• 13. (F) O que marca a territorialidade
é, sobretudo, a integração histórica.
Mesmo com suas diferenças
lingüísticas, os africanos falam
muitas línguas de matrizes comuns e
têm a União Africana como
referência continental.
• 14. O esqueleto mais complexo de um pré-
humano, dos mais antigos, recebeu o nome
de “Lucy”, por causa de uma canção dos
Beatles “Lucy in the sky”.
• 14. (V) Os pesquisadores, ao encontrarem
esse fóssil, estavam ouvindo os Beatles e
resolveram então, dar o nome de Lucy ao
achado arqueológico
• 15. São egípcios os fundamentos da
geometria, o jogo de damas e formulações
matemáticas.
• 15. (V) Não só as pirâmides. Os egípcios
deixaram grande legados para a humanidade
em várias áreas do conhecimento humano
como, por exemplo, na Matemática.*
Observações*
• 1650 a.C. - o papiro de Rhind indica que os
egípcios sabiam o valor da constante
geométrica pi muito antes de Arquimedes
(250 a.c) e as propriedades do triangulo
retângulo antes de Pitágoras (séc.6 a.C.).

Século 12 - muros de pedra de 10 metros de


altura foram erguidos na região do Zimbábue.
As ruínas revelam saberes avançados também
dos povos subsaarianos em construção civil.
• 16. Santo Agostinho, o “Pai da
Igreja Católica”, era africano.
• 16. (V) Santo Agostinho era
berbere. Nasceu em Gasgasta, de
pai pagão e mãe cristã. Morreu
em 430, na Argélia.
• 17. A Libéria é um país da África que,
na sua origem, foi povoado por
africanos do Norte da África.
• 17. (F) Este país africano foi
constituído de negros dos estados
unidos que, após a abolição da
escravatura, resolveram voltar à
África.
• 18. Os egípcios foram os únicos
povos a construir pirâmides.
• 18. (F) Egípcios, mesopotâmios,
povos da América pré-
colombiana e chineses também
faziam pirâmides.
19. Forma-se neve no
Continente Africano.
19. (V) Há neve no Tibete
Saariano, os altos planaltos
etíopes, o pico de Ceide, nas
Canárias e no Kilimanjaro.
20. As duas universidades mais
antigas em funcionamento no
mundo ficam na África.
20. (V) A universidade mais antiga
do mundo, ainda funcionando, é a
de Karueein no Marrocos, fundada
em 859. A Universidade de Al-Azhar,
localizada no Cairo (Egito), foi
fundada em 988.
21. O primeiro transplante de coração do
mundo foi feito por na África do Sul, por
um negro africano chamado Hamilton
Naki.
21. (V) Em 3 de dezembro de 1967,
Christian Bernard e Hamilton Naki,
realizaram o primeiro transplante de
coração humano no Hospital Groote
Schuur, África do Sul. O fato só não foi
reconhecido pelo fato dele ser negro
num país onde existia o Apartheid.
Marcos referencias para História da
África
• No Ocidente costumamos dividir a história em
5 grandes períodos: pré-história, História
Antiga, Medieval, Moderna e Contemporânea.
• Dessa divisão fazemos uso para determinar
períodos ou grandes fases, quase, sempre
políticas, e todas ligadas a Europa.
• Mas isso vale para a História da África?
Marco Referencial Antigo
Antiguidade Antiguidade Antiguidade Antiguidade
Pré-Histórica Remota I Remota II Remota III

7.000.00 2.500.00
1.000.000 a 200.000 a
a 2.500.00 a.C a
200.000 a. C. 10.000 a. C.
1.000.000 a. C.

Surgimento da
Processo de Surgimento da
família humana
Surgimento da família
família humana humana moderna:
Hominização e arcaica: Homo proto-moderna:
Homo sapiens
aparição de Habilis e Erectus e Homo Sapiens e
sapiens e
as migrações fora da neanderthalensis
várias espécies e migrações para
povoamento
África (Oriente definitivo do planeta
de hominídeos Médio e Ásia) o Oriente Médio e
a partir da África
Europa
Marco referencial Formador (10.000 a
1.500 d. C)
Antiguidade Antiguidade Antiguidade
Próxima Clássica Neoclássica

10.000 5.000 a. C 200


a a a
5.000 a. C. 200 d. C. 1.500 d. C.

Aparição, apogeu e Outros estados


Aparição das primeiras declínio das primeiras agroburocráticos. O Império
sociedades sedentárias civilizações Árabe e os tráficos
agrícolas nos diferentes agroburocráticas escravistas pelo Saara, pelo
espaços civilizatórios (primeiras potências Oceano Índico e pelo Mar
africanas) Vermelho. )Século VIII-XVI).
Marco Referencial Moderno (1.500 d.
C. ...)
Período Período Período
Ressurgente Colonial Contemporâneo

1.500 a 1870 1870-1960 1960...

Destruição dos estados


Aparição, apogeu e declínio Independências políticas.
agroburocráticos ressurgentes.
dos estados burocráticos Problemas com as elites e
Colonização do Continente
ressurgentes. Dominação conflitos internos. Busca pela
Africano. Lutas de povos
Imperial européia e o tráfico unidade dos povos africanos.
africanos pela descolonização.
Busca de fortalecimento de
escravista transoceânico pelo Surgimento da ideologia pan-
ações para o desenvolvimento
Atlãntico (Séculos XVI – XIX) africanista na África e nas
econômico dos países africanos.
diásporas africanas.