Вы находитесь на странице: 1из 33

DERIVA dos

CONTINENTES

Professora: Cátia Fernandes (adaptado de vários autores)

CIÊNCIAS
NATURAIS
7ºANO
Alfred Wegener (1880 – 1930)
Meteorologista
alemão que propôs
a teoria da deriva
continental
Na tentativa de explicar como
se processava o movimento dos
continentes, em 1915, o
meteorologista alemão, Alfred
Wegener, publicou o livro A
origem dos Continentes e dos
Oceanos.
https://www.youtube.com/watch?v=qWifSGDh0lk
Hipótese da deriva dos continentes

Reconstituição da deriva dos continentes, segundo o modelo de Wegener.


• Wegener, admitiu, que, há cerca de
240 M.a., os continentes fizeram parte
de um único super continente, a que
chamou Pangeia, rodeado por um
•Há cerca
único de 150
super M.a., a que
oceano, Pangeia ter-se-á
designou
fragmentado
Pantalassa. em dois grandes
continentes: Laurásia (América do
Norte, Europa e Ásia) e Gondwana
(América do Sul, África, Austrália, Índia
•eWegener defendia Estes
Antárctida). que, há continentes
cerca de 65
M.a, a América
estariam do Sulpelo
separados começou
Mar dea separar-
Tétis.
se de África. As restantes massas
Argumentos que apoiam a hipótese
da deriva dos continentes
1.Argumento morfológico ou
geográfico
Contornos das costas de
continentes, África do Sul
e América do Sul,
separados por oceanos
que parecem poder
encaixar como peças de
um puzzle.
2. Argumento paleoclimático

Ao encontrar vestígios de
glaciares da mesma idade em
locais atualmente de clima
quente, Wegener admitiu que no Depósito glaciar na Namíbia
3. Argumento geológico ou
litológico Cadeias montanhosas
Formações rochosas antigas
(mais de 250 Ma)

A presença de rochas do mesmo tipo e da mesma


idade em diferentes continentes, em locais
complementares hoje separados.
4. Argumento paleontológico

Aparecimento de fósseis de organismos idênticos em


zonas continentais hoje separadas por largos
oceanos.
Apesar de todos os argumentos que
Wegener tinha apresentado, os geofísicos
(cientistas que estudam as propriedades
físicas da Terra) e muitos geólogos da época
não estavam convencidos que os continentes
se tinham deslocado.

 Não se conhecia, por exemplo, o fator


essencial para a aceitação geral da Teoria da
Deriva Continental:
Qual o mecanismo capaz de gerar “força”
suficiente para deslocar as gigantescas
massas continentais?
Segundo Wegener, essas forças resultavam
do movimento de rotação da Terra e a
força resultante da atração exercida pela
lua e os
Mas pelogeofísicos
sol. da altura
contra-argumentaram, pois
consideravam que estas
propriedades físicas da Terra
não permitiam explicar grandes
deslocamentos dos continentes.
A Teoria da Deriva dos
A Teoria da
Continentes foi Deriva dos Continentes
completamente
ignorada
não pelospela
foi aceite geofísicos e pela
comunidade científica.
Jurássico Inferior (200 Ma)
Jurássico Inferior (190 Ma)
Jurássico Médio (180 Ma)
Jurássico Médio (170 Ma)
Jurássico Médio (160 Ma)
Jurássico Superior (150 Ma)
Cretácico Inferior (140 Ma)
Cretácico Inferior (130 Ma)
Cretácico Inferior (120 Ma)
Cretácico Inferior (110 Ma)
Cretácico Inferior (100 Ma)
Cretácico Superior (90 Ma)
Cretácico Superior (80 Ma)
Cretácico Superior (70 Ma)
Paleocénico Superior (60 Ma)
Eocénico Inferior (50 Ma)
Eocénico Médio (40 Ma)
Oligocénico Inferior (30 Ma)
Miocénico Inferior (20 Ma)
Miocénico Superior (10 Ma)
Na actualidade
Críticas à hipótese da deriva dos
continentes
1 - Que forças originam o movimento
dos continentes?
2- Como podem os continentes
movimentar-se sobre os fundos
oceânicos?

FI
M