Вы находитесь на странице: 1из 34

Juros Simples

Profº.: Klerysson Barroca


FLUXO DE CAIXA - Linha do Tempo

• Convenção:
– Seta para baixo: saída de dinheiro;
depósito, pagamento a terceiro, aplicação,
investimento.

VALOR NEGATIVO =

– Seta para cima: entrada de dinheiro;


saque, recebimento, resgate, retorno de
investimento.

VALOR POSITIVO =
FLUXO DE CAIXA - EXEMPLO

15.000,00

10

-1.872,45

O fluxo de caixa acima poderia representar por


exemplo um empréstimo de R$ 15.000,00 pago
em 10 prestações de R$ 1.872,45.
JUROS SIMPLES - CONCEITO

O QUE SÃO JUROS?

• Os juros são a remuneração pelo empréstimo


do dinheiro.
• Representam a remuneração do capital
empregado em alguma atividade produtiva.
• Pode ser caracterizado como o aluguel do
dinheiro que se negocia.
PARÂMETROS BÁSICOS
• VALOR PRESENTE (Present Value) (P ou PV):
É o Valor Atual ou Capital Inicial. Valor do dinheiro
na Data Zero do Fluxo de Caixa. Também é
chamado de Principal.
• VALOR FUTURO (Future Value) (F ou FV):
É o Valor do Dinheiro em uma data futura. É
conhecido por Montante ou Capital Acumulado.
Este Valor Futuro, é o Principal acrescido dos
juros.
• PERÍODOS DE CAPITALIZAÇÃO (n):
É o número de períodos em que um determinado
valor de Principal, ficará aplicado, ou será
emprestado a uma determinada taxa de juros.
JUROS SIMPLES - CONCEITO

Dado um principal (PV), ele deverá render


juros (J) a uma taxa constante (i) por um
determinado número de períodos (n), gerando
um montante (FV). O juro produzido em
determinado momento não rende mais juros.

Os juros calculados de cada intervalo de tempo


sempre são calculados sobre o capital inicial
emprestado ou aplicado.
JUROS SIMPLES - FÓRMULAS

Assim, a cada período há um acréscimo de


“PV.i” ao capital inicial. Desse modo, após n
períodos o juro total produzido será:
J = PV . i . n

PV = Valor Presente ou capital inicial


n = períodos
i = taxa de remuneração do capital inicial
J = valor dos juros produzidos pelo capital “PV”
à taxa de juros “i” em “n” períodos.
EXEMPLO

Um capital inicial de R$ 500,00 é aplicado


durante 4 meses a uma taxa de juros simples de
3% ao mês. Qual é o valor dos juros recebidos
por essa aplicação durante o período?

J = PV . i . n
J = 500 . 0,03 . 4
J = 60
Resposta: Essa aplicação rende R$ 60,00 de
juros durante o período aplicado (4 meses).
JUROS SIMPLES - FÓRMULAS

Sabemos que o montante (FV) é igual ao Capital


Inicial (PV), acrescido do total de juros (J), ou seja:
FV = PV + J
Conforme vimos anteriormente: J = P . i . n, então:
FV = PV + PV . i . n
E colocando o PV em evidência, tem-se que

FV = PV.(1+ i . n) Fórmula de
Juros Simples
Em outras palavras...

Dinheiro tem um
custo associado
ao tempo
Componentes do custo do $

• Os pontos questionados
remetem ao custo do dinheiro.
• Ao transportar $ no tempo,
existe um custo que pode ser
decomposto em:
– inflação
– risco de crédito
– taxa real de juros
Exemplo de DFC

Diagrama de Fluxo de Caixa


Valor Presente Operação de Empréstimo
Período de capitalização

n
0

Valor Presente
Valor Futuro +

Juros
DIAGRAMA DE FLUXO DE CAIXA

EXEMPLO:
Um investidor aplica no banco R$ 1.000,00, em
20/09/08.
• Em 20/09/09 a instituição devolve ao investidor
R$ 1.100,00.
• JUROS = 1.100 – 1.000 = 100,00
• Taxa de Juros no Período = 100/1000 = 0,1 = 10%.
DIAGRAMA DE FLUXO DE CAIXA
REPRESENTAÇÃO GRÁFICA:

R$ 1.100,00 (Resgate)
ENTRADA DE CAIXA

0 PERÍODO
1

R$ 1.000,00 (Aplicação)
SAÍDA DE CAIXA
DIAGRAMA DE FLUXO DE CAIXA

DIAGRAMA DE FLUXO DE CAIXA é o Conjunto


de Entradas e Saídas de Caixa durante um período
de tempo.
Graficamente o Diagrama (DFC) é representado
por um Eixo Horizontal (que representa o tempo,
normalmente dividido em períodos).
• Entradas de Caixa (+): seta voltada para cima.
• Saída de Caixa (-): seta voltada para baixo.
0 1 2

3 4 5 6
JUROS SIMPLES

• A representação gráfica seria:


$ 15,00
Juros
$ 115,00
Valor Futuro
$ 100,00
Valor Presente

0 1 2 3
n
$ 5,00 $ 5,00 $ 5,00

$ 100,00
Valor Presente Incidência de Juros
PARÂMETROS BÁSICOS

• PRESTAÇÕES UNIFORMES (PMT):


É o valor a ser pago ou recebido, por determinado
período de capitalização no caso em que a série de
pagamentos/recebimentos for uniforme.
• TAXA DE JUROS (i):
É o valor da taxa de juros a que um valor fica
aplicado por n períodos.
• TAXA DE DESCONTO (Discount Rate) (d):
É a taxa de juros que transforma um Valor Futuro em
um Valor Presente (PV).
PARÂMETROS BÁSICOS

• ANO CIVIL:
Também chamado de ano calendário, período de
365 dias ou 366 (para os anos bissextos), com
meses de 28/29, 30 e 31 dias.
• ANO COMERCIAL:
Muito utilizado em operações financeiras, é o ano
de 360 dias com todos os meses de 30 dias.
• FORMAS OU REGIMES DE CAPITALIZAÇÃO:
É a maneira como os juros são calculados em uma
determinada operações. Podem ser Capitalizados a
juros simples ou a juros compostos.
REGIMES DE CAPITALIZAÇÃO
JUROS SIMPLES E JUROS COMPOSTOS
JUROS SIMPLES:
Os juros de cada período são sempre calculados sobre o
Capital Inicial empregado.
Exemplo: Capital Inicial: R$ 10.000,00 (PV) e Taxa de
Juros: 5% a.a.

Final do Saldo Inicio


Juros a Cada Ano Saldo Final do Ano
Ano do Ano
0 10.000,00
1 10.000,00 10.000,00 x 0,05 = 500,00 10.500,00
2 10.500,00 10.000,00 x 0,05 = 500,00 11.000,00
3 11.000,00 10.000,00 x 0,05 = 500,00 11.500,00
4 11.500,00 10.000,00 x 0,05 = 500,00 12.000,00
5 12.000,00 10.000,00 x 0,05 = 500,00 12.500,00
JUROS SIMPLES

Como vimos, juros é a remuneração do capital:


Juros = J = PV * i * n
Assim, para calcular o valor futuro, basta somar os
juros ao valor presente:
FV = PV + J
Juntando as duas expressoes “Juros” e “Valor
Futuro” temos:
FV = PV + (PV * i * n)  FV = PV * [1 + (i * n)]
Essa é a fórmula básica da matemática financeira e
mostra como corrigir o dinheiro no tempo.
FV = PV * [1 + (i * n)]
Formulação Matemática:
• Juros: J = PV . i . n
• Montante: FV = PV . [1 + (i.n)]
• Principal: PV = FV / [1 + (i.n)]
• Taxa: i = [(FV / PV) – 1] / n
• Período: n = [(FV / PV) – 1] / i
Notas:
• Nas fórmulas, a taxa de juros i está expressa em forma
decimal.
• Os valores de i e de n deverão ser compatíveis, ou seja, se
i for expresso ao ano, n deverá também ser expresso em
anos.
• Como os juros simples variam de forma linear, i e n podem
ser compatibilizados, dividindo-se ou mutiplicando-se pelo
período correspondente à taxa.
Pré-requisito básico!!!

Importante
Taxa (i)
e
Número de Períodos (n)
devem estar sempre na
mesma base!!
Sugestão:
altere sempre n e evite
alterar i
Fórmulas de Juros Simples

FV
PV =
(1 + i  n )

 FV 
 - 1
FV = PV(1 + i  n ) i=
 PV 
n

 FV 
 - 1
 PV 
n=
i
EXERCÍCIOS DE APLICAÇÃO DA FÓRMULA

1o Grupo – Dados PV, n, i, achar FV

Ex: Um capital de R$ 50.000,00 estará aplicado à


taxa de juros simples de 2% ao mês durante 3
anos. Determinar o valor do montante dessa
aplicação.
3 anos = 36 meses (taxa e prazo compatíveis)
FV = PV (1 + i * n)
FV = 50.000 (1 + 0,02 * 36)
FV = 50.000 * 1,72
FV = 86.000
Resposta: O montante é de R$ 86.000,00
EXERCÍCIOS DE APLICAÇÃO DA FÓRMULA

2o Grupo – Dados FV, n, i, achar PV

Ex: Sabendo-se que o montante resgatado no


vencimento foi de R$ 117.800,00, determinar o
principal aplicado durante o prazo de 8 meses
na taxa de 3% ao mês.
FV = PV (1 + i * n)
117.800 = PV (1 + 0,03 * 8)
117.800 = PV * 1,24
PV = 117.800 / 1,24 = 95.000
Resposta: O principal aplicado foi de R$ 95.000,00
EXERCÍCIOS DE APLICAÇÃO DA FÓRMULA

3o Grupo – Dados FV, n, PV, achar i

Ex: Conhecendo o montante resgatado de R$


172.000,00, o principal aplicado de R$ 100.000,00
e o prazo de 1 ano, determinar a taxa de juros
mensal relativa a aplicação.
1 ano = 12 meses
FV = PV (1 + i * n)
172.000 = 100.000 (1 + i * 12)
172.000 / 100.000 = 1 + i * 12
1,72 - 1 = 12 * i
i = 0,72 / 12 = 0,06
Resposta: A taxa de juros da aplicação é de 6% am
EXERCÍCIOS DE APLICAÇÃO DA FÓRMULA
4o Grupo – Dados FV, PV, i , achar n

Ex: Conhecendo o montante resgatado de R$


368.000,00, o principal aplicado de R$ 200.000,00
e a taxa de juros de 7% ao mês simples,
determinar o prazo da aplicação.
FV = PV (1 + i * n)
368.000 = 200.000 (1 + 0,07 * n)
368.000 / 200.000 = 1 + 0,07 * n)
1,84 = 1 + 0,07 * n
1,84 – 1= 0,07 * n
n = 0,84 / 0,07 = 12

Resposta: O prazo da aplicação é de 12 meses.


JUROS SIMPLES

Exercício 1
Um cliente pegou R$ 4.000,00 emprestado à taxa
de 2,5% a.p. Quanto pagará ao emprestador no
vencimento do empréstimo daqui a um período?

Soluçao:
Podemos calcular os juros e somar com o principal:
J = PV . i . n  J = 4.000,00 * 0,025 = 100,00
FV = PV + J  FV = 4.000,00 + 100,00 = 4.100,00
Podemos também calcular direto na fórmula do FV:
FV = PV . [1 + (i . n)]  FV = 4.000,00 . [1 + (0,025 . 1)]
FV = 4.100,00
JUROS SIMPLES

Exercício 2
Um hospital pegou um empréstimo a taxa de juros
de 5,5% a.p. e pagou no vencimento R$ 44.310,00.
Qual o valor do empréstimo sabendo-se que o
período para o pagamento foi de um mês?

Soluçao:
FV = PV x (1 + (i x n))
44.310,00 = PV x (1 + (0,055 x 1))
44.310,00 = PV x (1,055)
PV = 44.310,00 / 1,055
PV = 42.000,00
JUROS SIMPLES

Exercício 3
Uma clínica presta um serviço e cobra à vista a
quantia de R$ 500,00. Já a prazo, para pagamento
em um mês, cobra R$ 560,00. Qual a taxa incluída na
compra a prazo?
Soluçao:
i = ((FV / PV) – 1) x (1 / n)
i = ((560,00 / 500,00) – 1) x (1 / 1)
i = (1,12 – 1)
i = 0,12 ou 12%
JUROS SIMPLES

Exercício 4
Um cliente pegou R$ 1.000,00 emprestado no banco
ao custo de 4% a.m. Quanto pagará de juros após um
mês?

Soluçao:
J = PV x i x n
J = 1.000,00 x 0,04 x 1
J = 40,00
JUROS SIMPLES

Exercício 5
Uma loja vende uma mercadoria à vista por R$
400,00. Já a prazo, para pagamento em um mês, a
mesma mercadoria tem um acréscimo de 5%. Qual o
valor dos juros incluídos na compra à prazo?

Soluçao:
J = PV x i x n
J = 400,00 x 0,05 x 1
J = 20,00
JUROS SIMPLES

Exercício 6
Um cliente pegou R$ 1.000,00 emprestados e pagou
R$ 80,00 de juros em um mês. Qual a taxa de juros
cobrada pelo banco?

Soluçao:
J = PV x i x n
80 = 1.000,00 x i x 1
i = 80 / 1.000,00
i = 0,08 ou 8% a.m.
BOA NOITE!