Вы находитесь на странице: 1из 14

Doenças das crianças

Nome: Inês Fernandes


Turma:12º Nº3
Professor: Pedro Costa
Curso: Técnico Auxiliar de Saúde
Disciplina: Saúde
Ano letivo:2019/2020
Índice

 Sintomas comuns na infância  Rubéola


 Varicela
 Febre
 Escarlatina
 Vómitos
 Exantema súbito
 Diarreia
 Eritema infecioso
 Dor abdominal / Cólicas
 Tosse
 Rinorreia
 Sarampo
Febre

 A febre é uma manifestação comum a muitas doenças. O corpo saudável mantém uma
temperatura constante situada entre os 36-37ºC , estabelecendo um equilíbrio entre o calor
que produz e o que liberta.
 A febre muito alta pode ser perigosa em bebés e crianças pequenas pelo risco de
convulsões.
Vómitos

 Os vómitos na criança podem ser um sintoma de diferentes doenças ou problemas, como


por exemplo: Constipação, traumatismo craniano, febre, intoxicação alimentar, ingestão de
substância tóxica, apendicite, amigdalite, otite, obstrução intestinal ou infeção urinária entre
outras causas.

 Os vómitos são muito perigosos pois podem levar à desidratação, que é tanto maior quanto
menor for a idade da criança.
Diarreia

 A diarreia é um problema frequente nas crianças de diferentes idades, é um sinal de irritação do intestino.
Pode ter causas muito diferentes como:

 Intoxicação alimentar

 Parasitas intestinais

 Otites

 Infeções urinárias

 Alimentação inadequada

 Outras causas
Dor abdominal / Cólicas abdominais

 As crianças pequenas queixam-se com alguma outros


frequência de dores de barriga. Isto significa a maior
 Problemas respiratórios como constipação, gripe, otite,
parte das vezes que não se sentem bem.
amigdalite e outras infeções respiratórias
 A dor de barriga pode ter causas físicas ou
 Problemas emocionais como tensão nervosa, medo e
psicológicas:
preocupações ( ex. entrada para a escola, agressão
 Problemas abdominais relacionados com náuseas e de um colega, ausência do pai ou da mãe )
vómitos, diarreia, “gases”, cólica do recém nascido,
 Outros problemas
obstipação, apendicite ( pouco frequente em crianças
menores de cinco anos e ainda mais rara no 1º ano de
vida ), infecção intestinal, parasitas intestinais, entre
Tosse

 A tosse pode ser causada por:


 A tosse é um sintoma muito comum na
 Uma infecção respiratória que causa
criança, tendo um papel de defesa, pois inflamação das mucosas e consequente
aumento de secreções, tendo a tosse um
ajuda a expulsar da garganta restante
papel muito importante na sua remoção,
aparelho respiratório, substâncias irritantes mantendo as vias aéreas desobstruídas.

como muco, fumo, alimentos, objectos  Nervosismo


 Laringite estridulosa ou Falso Croupe,
inalados acidentalmente como situação em que as cordas vocais ficam
amendoins, pedaços de carne, inchadas e inflamadas como resultado de
uma infecção das vias aéreas superiores.
rebuçados, botões, moeda e outros.
 Asma
Rinorreia

 É uma doença de infância provocada por um vírus, que ocorre  Possíveis sinais e sintomas
sobretudo entre os seis e os vinte e quatro meses de idade. É
 Início súbito
também designada por febre dos três dias ou 6ª Doença. A
forma de transmissão é desconhecida.  Febre elevada (39,5º-40,5ºC), que pode ser acompanhada de
convulsões.

 Falta de apetite.

 Irritabilidade

 A criança está ativa apesar do seu estado de doença.

 A febre desce e aparece a erupção caracterizada por manchas


simples, que começam no tronco e se estendem ao pescoço e
membros superiores, pouco ou nada afetando a face e membros
inferiores. Desaparece rapidamente.
Sarampo

 O sarampo é uma doença muito contagiosa de origem viral, cuja incidência diminuiu
drasticamente nos países desenvolvidos desde que se efetua a vacinação infantil
sistemática, embora continue a ser muito comum nos países subdesenvolvidos, onde
afeta, sobretudo, crianças entre 1 e os 5 anos de idade.

 Após um período de incubação de cerca de dez dias, a doença manifesta-se através


de febre e rinoconjuntivite que provoca a congestão ocular e sinais e sintomas
catarrais. Em seguida, evidencia-se uma erupção cutânea formada por pequenas
manchas vermelhas que se inicia na face e por trás das orelhas, para se irradiar ao
longo de dois ou três dias ao tronco e aos membros.
Rubéola

 A rubéola é uma doença muito contagiosa de origem viral com uma

evolução benigna e que afeta, sobretudo, as crianças com menos de 10

anos, embora a sua incidência seja atualmente reduzida nos países onde

se procede à vacinação infantil sistemática.


Varicela

 A varicela é uma doença contagiosa provocada pelo vírus varicela-zóster (igualmente responsável pelo

herpes zóster), muito frequente nas crianças dos 2 aos 9 anos de idade.

 Após um período de incubação de uma a três semanas, a doença começa a manifestar-se através de

febre, mal-estar geral e perda de apetite, a que se segue, ao fim de um a três dias, a erupção de

pequenas manchas vermelhas muito pruriginosas que revestem toda a superfície do corpo e adquirem, ao

fim de algumas horas, um certo volume, convertendo-se em vesículas repletas de um líquido amarelado.

 Tanto a erupção cutânea como os restantes sinais e sintomas desaparecem ao fim de sete a dez dias,

normalmente sem originar complicações.


Escarlatina

 Esta doença infeciosa é provocada pelo estreptococo beta-hemolítico do grupo A, uma

bactéria muito contagiosa, igualmente responsável por outras doenças, como a erisipela, que

afeta, sobretudo, as crianças entre os 6 e os 10 anos de idade.

 Após um período de incubação de três a cinco dias, a escarlatina manifesta-se através do

aparecimento de febre alta (cerca de 40°C), de uma faringite que provoca dor de garganta,

tumefação dos gânglios do pescoço e, sobretudo nos bebés pequenos, dor abdominal, náuseas

e até vómitos.
Eritema infecioso

 Igualmente designada quinta doença, pois foi descrita após as quatro já mencionadas,
esta patologia é provocada por um vírus que se transmite de forma direta por via aérea e
que afeta, sobretudo, as crianças de idades compreendidas entre os 5 e os 14 anos.

 Após um período de incubação de duas semanas, o problema evidencia-se através de


manifestações gerais não muito graves, como por exemplo febre moderada, problemas
gastrointestinais, dores nas articulações e um exantema típico, uma erupção cutânea que
se evidencia nas bochechas através da formação de manchas cor-de-rosa ou vermelhas
que se vão irradiando até
Exantema súbito

 Igualmente conhecida como sexta doença ou roséola infantil, esta patologia,


provocada por um vírus do grupo herpes, afeta essencialmente os bebés entre
os 6 meses e os 2 anos de idade.

 Após um período de incubação de uma ou duas semanas, manifesta-se


através do aparecimento de febre elevada (39°C a 40°C), dor de garganta,
aumento do volume dos gânglios cervicais e, por vezes, igualmente através de
vómitos e diarreia.