Вы находитесь на странице: 1из 40

RELATÓRIO DE INSPEÇÃO PREVENTIVA

EM TANQUE DE ARMAZENAMENTO
RELATÓRIO DE INSPEÇÃO PREVENTIVA EM
TANQUE DE ARMAZENAMENTO

IDENTIFICAÇÃO DO EQUIPAMENTO
Nome do Equipamento: Tanque de Armazenamento de Etanol n° 03
Fabricante: Não especificado
Ano de Fabricação: 1980 (estimado)
Fluído: Etanol
Capacidade: 5.000.000 litros

OBJETIVO
Inspeção externa e interna.
Inspeção por ensaios não destrutivos, dimensional e visual para avaliação conforme norma
API 653 (Inspeção em Tanques, Reparo, Avaliação e Reconstrução).

NORMA DE REFERÊNCIA
API 653 – Inspeção, Reparo, Alteração e Reconstrução de Tanque.
Portaria 104 da Agencia Nacional do Petróleo, que verifica as conformidades de instalações de
armazenamento e distribuição de petróleo, derivados e álcool.
N1596 – ensaio não destrutivo – Liquido penetrante.
N1593 – ensaio não destrutivo – Estanqueidade.
N1597 – ensaio não destrutivo – Visual.
N2111 – Segurança na limpeza, inspeção e manutenção de tanque.
N2318 – Inspeção de tanque de armazenamento atmosférico.
N2260 – Graus de corrosão e tipos de superfícies avariadas e preparadas.
N1807 – Medição de recalques de fundações.
NBR 7505-1 – Armazenamento de Líquidos Inflamáveis e Combustíveis.
RELATÓRIO DE INSPEÇÃO PREVENTIVA EM
TANQUE DE ARMAZENAMENTO

INSPEÇÃO VISUAL DO TANQUE

Identificação do tanque Vista geral


RELATÓRIO DE INSPEÇÃO PREVENTIVA EM
TANQUE DE ARMAZENAMENTO

Vista geral do tanque


RELATÓRIO DE INSPEÇÃO PREVENTIVA EM
TANQUE DE ARMAZENAMENTO

Vazamento
Não foram observados sinais de vazamento nas regiões do costado, teto e fundo do
tanque.
Pintura
Observa-se que a pintura do equipamento pelo lado externo foi realizado sem a preparação
de toda a superfície, sendo que possui pontos de oxidação abaixo da camada de tinta em
várias chapas .
RELATÓRIO DE INSPEÇÃO PREVENTIVA EM
TANQUE DE ARMAZENAMENTO

Corrosão
Apresenta-se corrosão alveolar acentuada na região do costado e fundo pelo lado interno e
nas soldas do rodapé (união do costado com o teto) distribuídas por todo o seu perímetro
pelo lado externo.
RELATÓRIO DE INSPEÇÃO PREVENTIVA EM
TANQUE DE ARMAZENAMENTO

ACESSÓRIOS

Válvula de Bloqueio
O tanque possui 1 válvula de bloqueio de 4 “ e 1 válvula de bloqueio de 6” posicionada na
saída de álcool com classe de pressão de 150 libras, e 1 válvulas de bloqueio de 3”
posicionada na entrada de álcool com classe de pressão de 150 libras visualmente
encontra-se com oxidação acentuada pelo corpo castelo e haste e não possui nenhuma
placa de identificação fixada em seu corpo indicando a data da ultima revisão.
RELATÓRIO DE INSPEÇÃO PREVENTIVA EM
TANQUE DE ARMAZENAMENTO

Válvula Quebra Vácuo / Alívio de Gases


O Tanque não possui válvula de quebra vácuo, válvula de alívio de gases, válvula de corta
chamas instalada no teto do tanque.
Possui apenas um suspiro instalado no teto na região central.
RELATÓRIO DE INSPEÇÃO PREVENTIVA EM
TANQUE DE ARMAZENAMENTO

Sistema de Resfriamento de combate a incêndio do Tanque


O tanque não possui sistema de resfriamento de instalado no corpo/teto.
Localização do sistema de combate a incêndio no Parque de Armazenamento
No parque dos tanques de armazenamento de etanol, não possui hidrantes instalados nas
proximidades dos tanques.

INSPEÇÃO DIMENSIONAL

Dimensões Gerais
Diâmetro interno ------------------------------- 20.000 mm
Altura cilíndrica -------------------------------- 15.000 mm.
Capacidade nominal --------------------------- 5.000.000 litros
Verticalidade
Prumo especificado: 1:200.Visualmente não foi observada nenhuma não conformidade,
sugerimos a medição com o teodolito.
RELATÓRIO DE INSPEÇÃO PREVENTIVA EM
TANQUE DE ARMAZENAMENTO

FUNDAÇÃO E BASE CIVIL


Tipo da fundação
A fundação do tanque é do tipo direta com anel de concreto, nota-se que o tanque não está
com o costado apoiado sobre o anel de concreto.
OBS: Em situações mais freqüentes de uma fundação direta com anel de concreto, o
método mais correto seria que o costado estivesse apoiado sobre o anel de concreto para
suportar a concentração de pesos existentes nessa região, conforme mostra detalhamento
na figura abaixo:
RELATÓRIO DE INSPEÇÃO PREVENTIVA EM
TANQUE DE ARMAZENAMENTO
RELATÓRIO DE INSPEÇÃO PREVENTIVA EM
TANQUE DE ARMAZENAMENTO

Altura da Base em relação ao Solo


Altura Especificada mínima ------------------------ 300 mm
Altura Encontrada ------------------------------------ 200 mm
As bases para tanques de etanol (Classe I) obrigatoriamente devem ter base de concreto,
alvenaria ou aço.
Altura da base deve ser de no mínimo 300 mm mais elevada que o fundo da bacia de
contenção.
Aspecto Visual da Base Civil
A base civil do tanque apresenta vários pontos com rachaduras e destacamento de
concreto.
RELATÓRIO DE INSPEÇÃO PREVENTIVA EM
TANQUE DE ARMAZENAMENTO

BACIA DE CONTENÇÃO

Aspecto visual da bacia de contenção

A bacia de contenção é do tipo coletiva, contendo quatro tanques, sendo dois


desativados e
dois em operação, possuindo taludes e solos de terra, sendo que foram observados
vários
não conformidades tais como:
- Perfuração no talude para passagem das tubulações de entrada e saída de álcool.
- A bacia não possui material de proteção no solo (manta de concreto ou grama).
- A bacia de contenção possui um sistema de drenagem com uma válvula bloqueio no
lado externo sem conservação.
- Observa-se vegetação rasteira (matos) nas proximidades do tanque.
RELATÓRIO DE INSPEÇÃO PREVENTIVA EM
TANQUE DE ARMAZENAMENTO

Croqui parque dos tanques


RELATÓRIO DE INSPEÇÃO PREVENTIVA EM
TANQUE DE ARMAZENAMENTO

Capacidade da bacia de contenção


Capacidade da bacia é de aproximadamente 7000 m³.
Conforme norma toda bacia de contenção coletiva, deve ter sua capacidade igual ou maior
que o maior tanque na mesma existente.

FUNDO

Barrigas nas Chapas do Fundo (Recalque)


Não foram observadas deformações do tipo recalque nas juntas soldadas do fundo acima do
especificado por norma.
RELATÓRIO DE INSPEÇÃO PREVENTIVA EM
TANQUE DE ARMAZENAMENTO

Largura das Chapas


Mínimo especificado: 1200 mm
Encontrado: 2200 mm x 9000 mm
Disposições das Chapas
A disposição das chapas é do tipo recortada.
Junta entre o Fundo e o Costado (Solda do Rodo)
As juntas soldadas entre o fundo e o costado (solda do rodo) estão com deposição
insuficiente de material de adição e mordeduras distribuídas em 100% de todo o seu
perímetro.
Visual das Juntas das chapas do fundo
As juntas das chapas do fundo apresentam-se com mata juntas superiores soldados pelos
dois lados das chapas as mesmas apresentam com desgaste de pequena intensidade e
respingos distribuídos por toda sua extensão.
O correto por norma seria utilizarem juntas sobrepostas ou mata-juntas inferiores,
conforme, mostra na figura abaixo.
RELATÓRIO DE INSPEÇÃO PREVENTIVA EM
TANQUE DE ARMAZENAMENTO

Mastro Central
O tanque possui apenas um mastro central cujo mesmo não possui uma chapa de sacrifício
abaixo da sapata e observa-se que o mastro encontra-se soldado na chapa do fundo do
tanque e também não possui uma abertura localizada nas regiões inferior / superior para
saída de gases.
RELATÓRIO DE INSPEÇÃO PREVENTIVA EM
TANQUE DE ARMAZENAMENTO

Medição de Espessura por Ultra-Som.


RELATÓRIO DE INSPEÇÃO PREVENTIVA EM
TANQUE DE ARMAZENAMENTO

Mapeamento das Espessuras do Fundo


RELATÓRIO DE INSPEÇÃO PREVENTIVA EM
TANQUE DE ARMAZENAMENTO

COSTADO
Dimensional / Medição de Espessuras por Ultra-Som
RELATÓRIO DE INSPEÇÃO PREVENTIVA EM
TANQUE DE ARMAZENAMENTO
RELATÓRIO DE INSPEÇÃO PREVENTIVA EM
TANQUE DE ARMAZENAMENTO

Mapeamento das Espessuras do Costado


RELATÓRIO DE INSPEÇÃO PREVENTIVA EM
TANQUE DE ARMAZENAMENTO

Visual das Chapas do costado


Região externa encontra-se com inicio de o xidação em vários pontos.
Visual das Soldas do Costado
Apresentam-se com deposição insuficiente, mordeduras aproximadamente em 100 %
das
juntas soldadas pelo lado externo.
RELATÓRIO DE INSPEÇÃO PREVENTIVA EM
TANQUE DE ARMAZENAMENTO
RELATÓRIO DE INSPEÇÃO PREVENTIVA EM
TANQUE DE ARMAZENAMENTO

TETO
Tipo
O teto é do tipo cônico suportado com vigas de sustentação em um mastro central, sendo
que não possui guarda corpo de proteção.
Visual
As chapas pelo lado externo apresentam-se com oxidação e destacamento de tinta em
vários pontos.
Não observado não conformidades como: deformações e furos.
RELATÓRIO DE INSPEÇÃO PREVENTIVA EM
TANQUE DE ARMAZENAMENTO

Verificação do tipo de solda de ligação do teto com o costado


Observa-se que as soldas do teto possuem uma ligação de baixa resistência mecânica
entre o teto e o costado, que normalmente é a solda de ângulo, contínua, da periferia do
teto à cantoneira de reforço do costado.
RELATÓRIO DE INSPEÇÃO PREVENTIVA EM
TANQUE DE ARMAZENAMENTO

Vigas de Sustentação.
Sem acesso as vigas de sustentação do teto para a realização da medição de espessura.

Medição de Espessura por Ultra-Som


RELATÓRIO DE INSPEÇÃO PREVENTIVA EM
TANQUE DE ARMAZENAMENTO

CONEXÕES

Boca de Visita do Costado


Possui uma boca de visita no costado sendo que se observa que a chapa de reforço não
possui furo para saída de gases.
Observa-se também que as soldas apresentam com deposição insuficiente e oscilação
excessiva.
RELATÓRIO DE INSPEÇÃO PREVENTIVA EM
TANQUE DE ARMAZENAMENTO

Boca de Visita do Teto


Possui uma boca de inspeção.
RELATÓRIO DE INSPEÇÃO PREVENTIVA EM
TANQUE DE ARMAZENAMENTO

Régua de medição
Orifício de entrada do cabo guia (bóia), o mesmo encontra-se sem revestimento com
material anti-faisca.
RELATÓRIO DE INSPEÇÃO PREVENTIVA EM
TANQUE DE ARMAZENAMENTO

C onexão para Saída de Álcool


Possui um dreno no costado, com uma válvula de Ø 6”.
Válvula de Alivio e Corta Chamas
Não possui válvula de alívio e corta chamas e quebra vácuo instalado no teto, possui
apenas um suspiro instalado na região central do teto.

Tubulações

Visual da tubulação
Apresentam-se corrosão acentuada em toda extensão.
RELATÓRIO DE INSPEÇÃO PREVENTIVA EM
TANQUE DE ARMAZENAMENTO

Visual das soldas


Apresentam-se com oscilação e deposição excessiva em 100% das juntas.
RELATÓRIO DE INSPEÇÃO PREVENTIVA EM
TANQUE DE ARMAZENAMENTO

Visual da pintura
Apresentam com destacamento de pintura em vários pontos.
RELATÓRIO DE INSPEÇÃO PREVENTIVA EM
TANQUE DE ARMAZENAMENTO

Medição de espessura

CONCLUSÃO

Pintura
Aplicar pintura de proteção em todo costado e teto pelo lado externo conforme norma
N – 1205, pois se encontra com destacamento de tinta e inicio de oxidação.
Corrosão
Deverá ser realizada pintura conforme item 15.1 para interrompimento do crescimento da
corrosão.
Válvula de Bloqueio
Deverá haver manutenção periódica, contendo placa de identificação fixada em seu corpo
indicando a data da ultima revisão.
Sistema Resfriamento do Tanque.
Todo tanque deve haver sistema de resfriamento de acordo com a Norma NBR 7505
Armazenamento de Líquidos Inflamáveis e Combustíveis.
A usina deverá providenciar um projeto de resfriamento de combate a incêndio através de
empresa especializada e adequar à área onde está localizado o tanque.
RELATÓRIO DE INSPEÇÃO PREVENTIVA EM
TANQUE DE ARMAZENAMENTO

Localização do Sistema de Combate a Incêndio no Parque de Armazenamento


Todos os equipamentos do Sistema de Combate a Incêndio devem ter manutenção correta,
alem de serem realizados inspeções periódicas e ensaios obrigatórios, de acordo com as
recomendações dos fabricantes.
O Sistema de proteção com base em água devem ser inspecionados, ensaiados e
mantidos de acordo com a NFPA 25, ou Norma Brasileira correspondente.
A usina deverá providencia um projeto de sistema de combate a incêndio através de
empresa especializada e adequar o Parque de Armazenamento.
Fundação e Base Civil
A fundação é do tipo direta com anel de concreto, porém observa-se que o costado do
tanque não está apoiado corretamente sobre o anel de concreto.
Conforme norma N -1822 é exigida tratamento da superfície da base, com material
impermeabilizante, objetivando a proteção da chaparia do fundo do tanque contra a
agressividades do solo.
Altura da base em relação ao solo não atende o especificado por norma (min.300 mm), tal
procedimento visa garantir uma drenagem conveniente, mantendo o fundo do tanque
praticamente seco.
Conforme norma N – 2318 no anel de concreto, fissuras com abertura igual ou superior a 2,0 mm
são inaceitáveis independente do comprimento ou localização. Não deve haverferragens
expostas.
RELATÓRIO DE INSPEÇÃO PREVENTIVA EM
TANQUE DE ARMAZENAMENTO

Bacia de Contenção
Bacia de contenção atende o especificado por norma, pois sua capacidade é de
aproximadamente 7000 m³.
Realizar a soldagem (Vedação) na passagem das tubulações pelo talude.
Deverá possuir laudo de coeficiente de permeabilidade do solo da bacia de contenção, para
solos de terra, o máximo especificada é 10 4 ֿcm/s
Realizar a manutenção do sistema de drenagem, retirando toda a vegetação rasteira (mato)
do dreno pelo lado interno da bacia e manutenção periódica na válvula de bloqueio pelo
lado externo da bacia.
Nota-se a presença de pedras, vegetação rasteira (mato) nas proximidades da bacia sendo
que as mesmas deverão ser retiradas.
RELATÓRIO DE INSPEÇÃO PREVENTIVA EM
TANQUE DE ARMAZENAMENTO

F undo
O sistema adotado para as juntas do fundo não é aprovado por norma, pelo fato de ser
praticamente impossível assegurar uma boa qualidade de soldagem de topo das chapas do
fundo.
Recomendamos que se fizesse a colocação de um tubo da entrada de etanol do teto até
150mm do fundo para direcionar a queda do fluido.
Não é recomendado a soldagem do mastro diretamente ao fundo, podendo ocasionar
danos ao fundo e ao teto, pois encontra-se fixado não sofrendo movimentação de operação
do tanque.
Recomenda-se que o mastro seja soldado sobre sapatas, estas devem ser apoiadas sobre
uma chapa de sacrifício soldada toda sua periferia ao fundo. Tais sapatas são guiadas por
cantoneiras soldadas somente a chapa de sacrifício.
Costado
As não conformidades detectadas durante o ensaio visual e dimensional de solda deveram
ser recuperadas.
Conforme cálculo em anexo, as espessuras das chapas do costado encontram-se
satisfatórias.
Realizar a soldagem interna em um reparo no 1º anel e na tubulação de saída de 4”.
Necessita também de uma proteção contra infiltração em sua base com o fundo, que pode
ser de material betuminoso (asfalto) ou anel defletor de águas pluviais, conforme anexo 01
No tanque deve existir uma placa de identificação de aço inoxidável fixada no costado, junto
ao inicio da escada de acesso, de acordo com a Norma NBR 7821, conforme anexo 02.
RELATÓRIO DE INSPEÇÃO PREVENTIVA EM
TANQUE DE ARMAZENAMENTO
RELATÓRIO DE INSPEÇÃO PREVENTIVA EM
TANQUE DE ARMAZENAMENTO

Teto
O orifício de entrada do cabo guia (bóia), deverá ser revestido com material anti-faisca, ou
vedado na sua não utilização.
Sugerimos a montagem de guarda corpos em todo seu perímetro.
Conforme norma N – 2318, para tanques de teto fixo armazenando produtos de Classe I (ponto
de Fulgor inferior a 37,8°C) ou Classe II (ponto de Fulgor igual ou superior a 37,8°C, mas inferior
a 60°C), a espessura mínima das chapas do teto deve ser de 4,0 mm, portanto deverá haver
nova inspeção no período de 12 meses, para verificação da espessura abaixo do recomendado,
ou a substituição das chapas do teto com espessuras abaixo de 4,0mm.
Sugerimos a instalação de uma válvula de quebra vácuo, válvula de alívio de gases, válvula
de corta chamas, e uma tampa calibrada no teto, conforme mostra nas figuras abaixo
RELATÓRIO DE INSPEÇÃO PREVENTIVA EM
TANQUE DE ARMAZENAMENTO

Tubulações
Aplicar pintura de proteção em toda sua extensão com a preparação adequada em toda a
superfície, conforme norma N – 0442.
15.12 Teste de Estanqueidade
Sugerimos realizar teste de estanqueidade operacional do tanque e suas tubulações, para
preservar a integridade do mesmo.