Вы находитесь на странице: 1из 23

OS CLASSICOS DA

SOCIOLOGIA

MAX WEBER
1864-1920
CONCEITOS BÁSICOS

AÇÃO SOCIAL COMPREENSÃO SOCIAL

TIPO IDEAL
PATRIMONIALISMO TIPOLOGIA DA AÇÃO
SOCIAL
TIPOLOGIA DA
COMPREENSÃO DOMINAÇÃO
BUROCRACIA
LEGITIMA

CARISMA ÉTICA PROTESTANTE


RACIONALIDADE

VALORES SENTIDO ETICA CALVINISTA


CONTEXTO HISTÓRICO
DURKHEIM
ESTADO NACIONAL UNIFICADO

DESENVOLVIMENTO CAPITALISTA

FRANÇA CIÊNCIAS FÍSICAS E


BIOLÓGICAS
UNIVERSALIDADE

POSITIVISMO

CIÊNCIAS HUMANAS CIÊNCIAS NATURAIS


WEBER FRAGMENTAÇÃO POLÍTICA

CAPITALISMO TARDIO

ALEMANHA CIÊNCIAS HUMANAS

DIVERSIDADE

IDEALISMO

CIÊNCIAS HUMANAS CIÊNCIAS NATURAIS


DURKHEIM WEBER

POSITIVISMO IDEALISMO

HISTORIA = PROCESSO HISTÓRIA = DIVERSIDADE DAS


UNIVERSAL FORMAÇÕES SOCIAIS

GENERALIZAÇÃO –
COMPARAÇÃO ESPECIFICIDADE
OBJETO DA SOCIOLOGIA

“A ação humana é social na


medida em que, em função
AÇÃO SOCIAL da significação subjetiva que
o indivíduo que age lhe
atribui, toma em
consideração o
comportamento dos outros e
é por ele afetada no seu
curso”.

arnaldolemos@uol.com.br
Weber x Marx
 Tentativa de ultrapassar Marx – rejeitava a
ideia de revolução socialista;
 Não aceitava nenhuma teoria do
desenvolvimento históricos
 Rejeitava o materialismo histórico como
mudanças
Visão da história
 Maneira multidimensional que levasse em conta
diversos fatores como as realidades sociais
ignoradas por Marx
 Existem diversas práticas que influenciavam a
economia
 Ex: Religião
 Marx interessado em intervir na realidade
OBJETO DA SOCIOLOGIA
Indivíduos constroem sua realidade

PRESENÇA DO OUTRO

AÇÃO SOCIAL
SIGNIFICADO

SER AFETADA
• Compreender as ações dos indivíduos PELO OUTRO
• Atribuir sentido as suas ações
• Buscar verificação empírica Subjetivo
• Checar conclusões – p. 127
FUNÇÃO DA SOCIOLOGIA

Investigar a ação social e


ressaltar os elementos mais gerais
de cada fase do processo histórico
da sociedade
METODO

Todo indivíduo, ao agir, (ator social), age


guiado por motivações que, por sua vez,
são baseadas em valores

O cientista deve descobrir os possíveis


significados (sentidos) da ação humana
COMPREENSÃO presente na realidade social que interessa
estudar
SOCIAL
Um ator age sempre em função de sua
motivação e da consciência de agir em
relação a outros atores.

impossível descartar-se das pré-noções,


como queria Durkheim. Existe uma
parcialidade na análise sociológica.Não há
neutralidade científica.
DURKHEIM WEBER

A REALIDADE NUMA A REALIDADE NUMA


PERSPECTIVA OBJETIVA PERSPECTIVA SUBJETIVA

S S O
O

arnaldolemos@uol.com.br
TIPOLOGIA DA AÇÃO SOCIAL
determinada por um costume arraigado”
Exs. – Trocas de presentes no Natal,
AÇÃO TRADICIONAL
Dia da mães, Dia dos namorados

especialmente emotiva, determinada


por afetos e estados sentimentais
AÇÃO AFETIVA
atuais”.
Ex. Torcida de futebol

AÇÃO RACIONAL COM


determinada pela crença consciente
RELAÇÃO A VALORES em valores (ético, estético, religioso
ou qualquer outra forma)”
ex. trabalho voluntario

AÇÃO RACIONAL COM determinada por expectativas,


RELAÇÃO A FINS condições ou meios para alcançar
fins próprios, racionalmente
perseguidos.
arnaldolemos@uol.com.br
Ex. Empresa Capitalista
Burocratização
 Cria leis
 Estado : administra a população
 Seria a garantia das formas de obediência
TIPOLOGIA DA DOMINAÇÃO

Por que um determinado


indivíduo ou conjunto de
indivíduos detém a
capacidade de dirigir a
A sociedade?
QUESTÃO
DO PODER
Por que ao Estado é dado
o direito de estabelecer e
aplicar as leis e controlar
os meios de controle
social ?
O Estado ou alguém detem a
capacidade de dominar a sociedade
porque são reconhecidos como
legítimos pelos indivíduos.
TIPOLOGIA DA DOMINAÇÃO
LEGÍTIMA

refere-se à autoridade pessoal do governante,


DOMINAÇÃO
investida por força do costume.
TRADICIONAL

É baseada no carisma. Ou seja, na


DOMINAÇÃO capacidade excepcional de liderança de
CARISMÁTICA alguém

DOMINAÇÃO baseada no direito que se liga a


RACIONAL-LEGAL aspectos racionais e técnicos de
administração
TRADICIONAL PATRIMONIALISMO

FORMAS CARISMÁTIC CARISMA


TÍPICAS
A
DE
DOMINAÇÃO

RACIONAL- BUROCRACIA
LEGAL

arnaldolemos@uol.com.br
Surgimento num momento de uma ruptura:
utilizado na subversão ou na abolição de um
regime tradicional ou legal

Nem todas as revoluções são carismáticas e


nem todos os domínios carismáticos são
revolucionários
CARISMA
Fanatismo de seus seguidores : relações
sociais quase que religiosas.

Dificuldades na sucessão: não há


continuidade

Ex. Che Guevara, Eva Peron, Vargas,


Hitler, Aiatolá Khomeini. João Paulo II,
Lula.
Caráter estatutário : todos devem
basear seu comportamento em
estatutos e normas
Racionalidade técnica : os cargos
são preenchidos por competência,
BUROCRACIA a promoção é por mérito e tempo
de serviço
Relações sociais formais :
impessoalidade
Distinção entre o público e o
privado
Dificuldade : pode se tornar
uma “gaiola de ferro”
CONCLUSÃO

teve uma contribuição importantíssima para o


desenvolvimento da Sociologia. Em meio a uma
tradição filosófica peculiar, a alemã, e vivendo
os problemas de seu país, diferente da França
de Durkheim, pode trazer uma nova visão não
influenciada pelo racionalismo positivista.
WEBER
Mostrou, em seus estudos, a fecundidade da
analise histórica e da compreensão dos
processos históricos e sociais

Seus trabalhos abriram as portas para as


particularidades historicas das
sociedades e para o papel da
subjetividade na ação e na pesquisa
social, fazendo analises independentes
das ciências naturais.
Para ele, o ser humano é um ser
diferente dos demais e portanto sujeito
a leis de ação e comportamento
proprios. Daí a especificidade das
ciências humanas.

Ao contrario de Marx e Durkheim,


acreditava que a Sociologia deveria se
WEBER concentrar na ação social e não nas
estruturas..
Não defendia que as estruturas sociais
existiam externa e independente dos
indivíduos.

Ao contrario, as estruturas da sociedade


eram formadas por uma complexa
interação de ações.

Idéia e valores culturais ajudam a modela


a sociedade e modela as nossas ações
individuais.
Outra contribuição: a idéia de
indeterminismo histórico. Para ele não
há lei preexistente que regula o
desenvolvimento da sociedade. Daí o
estudo das particularidades,
procurando entender as formações
WEBER sociais e suas singularidades.

Na concepção de Weber, os fatores econômicos


são importantes, mas as idéias e os valores têm
exatamente o mesmo impacto na mudança
social. Daí sua analise das relações entre a
religião protestante e o desenvolvimento do
capitalismo ser hoje um estudo clássico da
Sociologia.