Вы находитесь на странице: 1из 16

| |

 .) ± Prof. Luciana Porfirio


˜reve biografia«

‡ Nasceu em Atenas por volta de 469 a.C. adquiriu a


cultura tradicional dos jovens Atenienses aprendendo
música, ginástica e gramática.

‡ Lutou nas guerras contra Esparta (432 a.C.) e Tebas


(424 a.C.)

‡ Durante o apogeu de Atenas, onde se instalou a


primeira democracia da história, conviveu com
intelectuais, artistas, aristocratas e políticos.

‡ Convenceu-se de sua missão de mestre por volta dos


38 anos, depois que seu amigo Querofonte, em visita ao
templo de Apolo, em Delfos, ouviu do oráculo que
Sócrates era ³o mais sábio dos homens´.
  

‡ Deduzindo que sua sabedoria só podia ser resultado da


percepção da própria ignorância, passou a dialogar com
as pessoas que se dispusessem a procurar a verdade e
o bem.

‡ Em meio ao desmoronamento do império ateniense e à


guerra civil interna, quando já era septuagenário, foi
acusado de desrespeitar os deuses do Estado e de
corromper os jovens.

‡ Foi julgado e condenado à morte por envenenamento,


mas se recusou a fugir ou a renegar suas convicções
para salvar a vida. Ingeriu cicuta e morreu rodeado por
seus amigos, em 399. a.C.


‡ A coragem de Sócrates fazia par com uma paciência,


uma simplicidade e um domínio sobre si próprio a toda a
prova;

‡ A sua resistência à fadiga era célebre e lhe permitia


fazer boa figura em todos os banquetes, ser um conviva
agradável e jovial, bebendo tanto quanto os seus
companheiros sem nunca cair como eles na
embriaguez, proeza que enchia Alcibíades de
admiração.

‡ A cólera, a irritação, o ódio eram desconhecidos para


Sócrates
Pensamento educacional

‡ A filosofia antes de Sócrates procurava explicar o


mundo baseada na observação das forças da natureza.

‡ Com ele, o ser humano voltou-se para si mesmo e


passou a ser uma filosofia centrada no homem e em sua
alma (em grego ± psique).

‡ A sua preocupação era levar as pessoas, por meio do


autoconhecimento, à sabedoria e à prática do bem.
Pensamento educacional ± continuação«

‡ Nessa busca de colocar a filosofia a serviço da


formação do ser humano, Sócrates não estava sozinho.

‡ Os pensadores Sofistas, os educadores profissionais da


época também se voltavam para o homem, mas com um
objetivo mais imediato de formar as elites dirigentes.

‡ Isso significava transmitir aos jovens não o valor e o


mérito da investigação, mas um saber enciclopédico,
além de desenvolver sua eloquência, que era a principal
habilidade esperada de um político.
@ !" " # " 

‡ Para Sócrates, o homem era composto de !


$"%$:

& # (ou espírito)


& $

- Seu pensamento deu origem a !   da


filosofia que, em linhas gerais, podem ser
consideradas como as  ! !'"  !
$  "! #.
@ !" " # " 

- (! # (Platão 427-347 a.C.), seguidor de Sócrates


que distinguia o mundo concreto do mundo das idéias e
deu a estas o status de realidade;

-  # (Aristóteles 384-322 a.C.), discípulo de Platão


para quem é por meio das idéias que se chega ao
mundo real.
Ensino pelo diálogo
‡ Sócrates andava pelas ruas de Atenas persuadindo jovens e velhos
a não se preocuparem tanto com o corpo ou a fortuna, mas com a
perfeição da alma.

‡ Defensor do !)# como *! ! !" , ele considerava


de extrema importância o contato direto com os interlocutores ± o
que talvez explique o fato dele não ter escrito nada.

‡ Suas idéias foram recolhidas por Platão, que as sistematizou e


também por outros filósofos que conviveram com ele.
‡ ! %+

‡ # $ # como tema central da ética e da filosofia moral;

‡ ,! ! :

s    
           

  
     
     
 
Preceitos
‡ Opunha-se ao relativismo dos sofistas;

‡ Valorizava a verdade e as virtudes, fossem elas«


& (!!  ± coragem e temperança.
& |"  ± cooperação e amizade;

‡ Para ele, só o conhecimento (o saber e não simples


informações isoladas) conduz à prática da virtude;

‡ Só age errado quem desconhece a verdade e, por


extensão, o bem;

‡ A " !   é o " - $  $


-  
Papel do educador

‡ Ajudar o discipulo a caminhar nessa busca, despertando


sua cooperação para que ele consiga por si próprio
³iluminar´ sua inteligência e sua consciência.

‡ O verdadeiro mestre, não é um provedor de


conhecimentos, mas alguém que desperta os espíritos.

‡ A troca de idéias é que dá liberdade para o pensamento


se expressar.
Sua importância Didática

‡ @  #  !)# "  *! !


  ! ! ! * "! ! $  
!# "#)" ! $

‡  . / !  $$     # .


$ &   # !  "
"! ! ! 0!    #
!# $"!  $  / $
$  $   
Vamos assistir«

‡ |" .1"-"&   2


‡ http://www.youtube.com/watch?v=PhbWrqdliIM

‡ |3" . 1  /  ! 2


‡ http://www.youtube.com/watch?v=Zv8KEH_2zqw

‡ 4!5! " 


‡ http://www.youtube.com/watch?v=P7lIh1pkSX0

Похожие интересы